Iníco / 2020 / janeiro

Arquivos Mensais: janeiro 2020

Amarelinha: Cosmologia bíblica para crianças em forma de brincadeira

A tradicional brincadeira da “amarelinha” é um dos jogos infantis mais conhecidos no mundo todo. Seu principal nome em português vem da palavra francesa “marelle”, que significa amarelo, cor do traçado feito geralmente com piçarra, rocha usada na preparação de leitos de estradas desde o tempo dos romanos.

A amarelinha teria sido trazida ao Brasil pelos portugueses e rapidamente se tornou popular pelo fato de poder ser jogada em praticamente qualquer lugar com um pouco de espaço livre. Em algumas regiões do Brasil, a brincadeira recebe o nome de jogo da pedrinha, academia, maré, sapata, avião ou macaca, entre outros. Leia Mais… »

Nem globista e mais que terraplanista. Somos terrabiblistas!

Acabei de descobrir que eu, Nathan Roberts, NUNCA, nunca deveria ter sido e jamais serei outra vez um terraplanista. E enquanto lê, você também pode se encontrar em uma situação semelhante, ou pior ainda.

Até 2015, era inconcebível para mim que qualquer pessoa no “planeta” Terra pudesse acreditar que a terra sob seus pés fosse outra coisa senão um globo giratório. E durante os anos até este ponto da minha vida, teria sido preciso me rotular como um globista secular (também conhecido como pagão). E tocarei no termo “globista secular” um pouco mais tarde, embora, em suma, um globista secular seja alguém que tenha fé em qualquer modelo de universo, exceto aquele apresentado precisamente como registrado na Bíblia. Leia Mais… »

Disque-Inferno: Americanos já podem conversar com os mortos através do celular

Por Rey Chaves

Em breve em um mercado perto de você a um baixo custo baixo. Você poderá falar pelo celular com um ente querido que se retirou para o túmulo.

Basta ligar agora para uma oferta especial e obter quantos telefones você quiser por apenas um preço baixo e baixo de uma alma, por telefone.

Eu posso ouvir os anúncios agora e o dinheiro, quero dizer, as almas, apenas entrando.

Leia Mais… »

Entenda como a mudança na cosmovisão alterou a religião judaico-cristã

“Examinai tudo e retende o que é bom.” (Tradução via Google Translate.)

Muitas vezes é difícil entender a Bíblia sem a estrutura conceitual adequada. Por que Paulo está preocupado com anjos misteriosos, princípios, poderes, forças e arcontes em suas epístolas? Por que as interações com os demônios estão na vanguarda do ministério de Jesus em Marcos? Por que o céu às vezes é descrito como tendo níveis diferentes? Por que Paulo descreve as pessoas sob a lei como escravizadas pelos elementos? O que motivou os primeiros cristãos a adorar um salvador celestial? É difícil responder a essas perguntas sem uma compreensão detalhada da cosmologia judaica e grega antiga, por isso passei muito tempo lendo os melhores livros que posso encontrar sobre o assunto. Muito do que aprendi me surpreendeu; talvez isso também o surpreenda.

Este artigo pode parecer divagar a princípio. Existem dezenas de tópicos diferentes que precisam ser explorados antes que possamos ver a tapeçaria que eles produzem no cristianismo. Leia Mais… »

Enciclopédia judaica mostra como os rabinos e outros mestres corromperam a Cosmologia Bíblica

https://i0.wp.com/www.criacionismo.org/wp-content/uploads/2020/01/Conceito-hebraico-do-Universo-Russel-Norman-Clamplin-768x505.jpg?resize=618%2C406

COSMOGONIA JUDAICA ORIGINAL

Por: Kaufmann Kohler , Emil G. Hirsch

Uma teoria relativa à origem (“criação”) do mundo; a visão mitológica ou ante-científica, preservada nas tradições, orais ou escritas, e a poesia popular dos povos primitivos e antigos.

A curiosidade relativa à origem do universo visível e à maneira e ordem em que as várias formas de vida surgiram, manifestaram-se em um período comparativamente precoce. As cosmogonias são, portanto, encontradas entre quase todas as raças e formam grande parte de suas mitologias, preservadas como tradições tribais ou nacionais. Por mais velhos que sejam, refletem as condições climáticas e culturais de várias localidades; e essas diferenças, muitas vezes não harmonizadas, aparecem nas versões literárias e religiosas posteriores.  Leia Mais… »

Cosmologia judaica em seu antigo contexto do Oriente Próximo

Por Dr. Simo Parpola
Professor Emérito de Assyriology
University of Helsinki

A cosmologia da Bíblia Hebraica é básica, não apenas no judaísmo, mas também no cristianismo, e suas características centrais são bem conhecidas por todos nós. Nossa familiaridade com o assunto tem uma desvantagem, no entanto. Isso necessariamente nos leva a ver os componentes da estrutura de crenças subjacentes como fatos e artigos de fé recebidos, contra os quais as cosmologias de outras religiões são frequentemente encontradas como estranhas e, conscientemente ou não, frequentemente consideradas primitivas e inferiores. Estudos e apresentações da cosmologia judaica são geralmente escritos por especialistas em judaísmo e, portanto, não são necessariamente livres de preconceitos, especialmente quando são feitas comparações com outras religiões e sistemas cosmológicos. Leia Mais… »

Arqueólogo bíblico compara relatos da Criação e do Dilúvio

Gênesis e histórias antigas do Oriente Médio sobre a Criação e o Dilúvio: uma introdução – Parte 1

A criação tem sido um dos assuntos mais interessantes e intrigantes do Antigo Testamento. Nos estudos bíblicos modernos, várias novas interpretações dos primeiros capítulos de Gênesis foram sugeridas, especialmente nas áreas de estudo comparativo e análise literária …

Este artigo foi publicado pela primeira vez em uma série de 4 partes, começando na edição de inverno de 1996 da Bible and Spade . Leia Mais… »

Infiltrado na IASD: Ganoune Diop é doutorando em um seminário católico romano

Por Andy Roman

https://i0.wp.com/adventmessenger.org/wp-content/uploads/Ganoune-Diop-Roman-Catholic-Cardinals-3.jpg?resize=618%2C371

O que Ganoune Diop tem em comum com os principais cardeais católicos romanos? Eles foram treinados no mesmo seminário teológico.

A verdade está finalmente saindo. Na semana passada, Ganoune Diop publicou um ensaio polêmico defendendo o envolvimento da Igreja Adventista do Sétimo Dia em relacionamentos inter-religiosos com católicos romanos e outras igrejas. O artigo foi divulgado amplamente pela Adventist Review, uma publicação de propriedade da igreja. No artigo, Ganoune Diop criticou com acidez cruel e amarga todos aqueles que se opõem às suas reuniões com o papa Francisco e o movimento inter-religioso. [1] Leia Mais… »

Entenda o que os católicos pensam sobre a cosmologia atual e a fé judeu-cristã

https://i0.wp.com/www.criacionismo.org/wp-content/uploads/2020/01/teor%C3%ADa-creacionista-evolucion-768x475.jpg?resize=618%2C382

Apesar dos conflitos passados nos casos de Galileu e Darwin, e apesar de tentativas da chamada “ciência da criação” de interpretar a Bíblia literalmente, há uma relação mutuamente benéfica entre ciência e teologia judeu-cristã, desde que ambas sejam entendidas corretamente. A cosmologia e a física quântica colocam desafios para a reflexão religiosa e abrem possibilidades de diálogo proveitoso. Tal diálogo foi pedido pelo Papa João Paulo II num texto excelente que apresenta linhas de um intercâmbio favorável entre ciência e teologia. Com a fé, podemos discernir sinais da presença e da ação no mundo do Deus Criador, o Pai de Jesus Cristo na física e cosmologia contemporâneas. Leia Mais… »

Por que tenho nojo da teologia??

Eu sempre falei e continuo a dizer que a teologia é o mal que todo tolo usa (leia-se “tolo” às lideranças eclesiásticas, em especial) para definir e conceber quem é, na forma deles, em conhecer a DEUS, afinal, a teologia nada mais é que estudos que os homens elaboram, criam, estabelecem por vontade própria daquilo do que eles acham quem seja e qual seja a vontade de DEUS, portanto, não é propriamente o que seja a Verdade sobre o CRIADOR!!

Também não posso deixar de definir a famigerada teologia, como instrumento de religiosos para criar dogmas, crendices, vãs filosofias [“Olhai que ninguém tos sobresalteie por Philottphia, e vão engano, segundo a tradição dos homens, segundo os primeiros ensinos do mundo, e não segundo CHRISTO” [Colossenses 2, Bíblia Almeida 1850], tradições e doutrinas de homens [“Mas em vão ME honrão, ensinando por doutrinas os mandamentos dos homens” [Mateus 15, Bíblia Almeida 1850], e em especial os sofismas, argumentos e raciocínios concebidos com o objetivo de produzir a ilusão da verdade, que, embora simule um acordo com as regras da lógica, apresenta, na realidade, uma estrutura interna inconsistente, incorreta e deliberadamente enganosa. Leia Mais… »