Iníco / Casamento e Divorcio / 30 anos após doar bebê, mãe vive romance com próprio filho biológico

30 anos após doar bebê, mãe vive romance com próprio filho biológico

jornalUm caso de incesto chocante foi revelado por um jornal britânico. Uma mulher inglesa que entregou o filho para adoção há 30 anos está tentando engravidar dele após o reencontrá-lo três décadas depois.

Kim West, 51, doou Ben Ford, 32, para outra família quando ele tinha apenas uma semana de vida. Mas em 2013, o britânico, radicado nos Estados Unidos, decidiu retomar o contato com a mãe ao enviar uma carta. Os dois, então, marcaram um encontro e se apaixonaram.

Segundo o jornal “New Day”, o casal vive um romance que já dura dois anos e que deve durar por mais tempo, pois planejam trocar laços matrimoniais e ter filhos.

A designer de interiores descobriu que sentia mais do que o desejo de reencontrar o filho quando começou a ter sonhos sensuais com ele. Após ler a respeito da chamada atração sexual genética, ela descobriu o que estava acontecendo e marcou um encontro com Ben em um hotel, onde beberam e deram o primeiro beijo. “O sexo foi incrível e impressionante”, contou. Para ela, no entanto, os dois não vivem um caso de incesto.

Três dias após o encontro, Ben confessou o que aconteceu para sua mulher na época, e a deixou para receber aconselhamento com outro casal que vive em situação semelhante.

Kim disse ao jornal ter consciência de que as pessoas irão pensar que seu relacionamento é “nojento”, mas afirmou que quando se “é atingido por um amor deste nível” não é possível recusá-lo. “É uma chance única na vida, e Ben e eu não estamos dispostos a abandoná-la”.

FONTE: Marie Clare

 

Incesto é proibido? A Bíblia condena o incesto?

Casamento incestuoso condenado.

Levítico 18:9
A nudez da tua irmã, a filha de teu pai, ou filha de tua mãe … tu não descobrir.

Levítico 18:12
Tu não descobrirás a nudez da irmã de teu pai.

Levítico 20:17
E se um homem tomar a sua irmã, filha de seu pai, ou filha de sua mãe, e vir a nudez dela, e ela a sua nudez, é uma coisa má.

Levítico 20:19
E tu não descobrirás a nudez da irmã de tua mãe, nem da irmã de teu pai; pois ele descobriu a sua parenta levarão sua iniquidade.

Deuteronômio 27:22
Maldito aquele que se deitar com sua irmã, a filha de seu pai, ou filha de sua mãe.

Casamento incestuoso aprovado.

Gênesis 20:12
E ainda na verdade, ela [Sarah] é o meu [Abraão irmã], ela é da filha do meu pai.

Gênesis 17:16
E vou te abençoe ela [Sarah], e dar-te um filho também dela: sim, eu abençoarei, e ela será mãe de nações, reis de povo será dela.

Êxodo 6:20
E Anrão tomou Joquebede irmã de seu pai para a esposa, e ela lhe deu Arão e Moisés.

RESPOSTA: Claramente, nos termos da lei de Moisés, relações incestuosas foram proibidas. O que temos de nos preocupar é com as situações onde as relações conjugais entre pessoas estreitamente relacionadas são relatadas na Bíblia.

A palavra “incesto” na verdade, não aparecem na Bíblia.
Pelo contrário, a lei de Moisés descreve especificamente as relações que eram proibidos. Nosso incesto Inglês palavra vem do latim Incestus, designando a impureza sexual. O incesto é definida como “a relação sexual entre pessoas tão intimamente relacionados que são proibidos por lei de se casar” Deluxe (Merriam Webster’s Dictionary). O incesto é a vontade de mudar de região para região, de acordo com as leis locais. Por exemplo, se o filho de Bob faleceu, e Bob quis casar com Joyce, a viúva de seu filho, ele poderia fazê-lo na Geórgia ou Oklahoma. No entanto, se eles viviam no Texas ou em Ohio, que não podia. O que é e o que não é o incesto é dependente das leis da terra em que habitam.

Em Israel, as leis sobre o que era e não era incesto são descritas em Levítico e Deuteronômio.
Abraão e Sara não estavam sujeitos a essas leis, desde que pré-existia a lei por mais de 400 anos. Da mesma forma, Anrão e Joquebede não foram afetados pela lei de Moisés, desde o seu casamento também foi anterior a esta lei que está sendo dado a Israel.

Não há nenhuma contradição.

_______

lo-e-suas-filhasE subiu Ló de Zoar, e habitou no monte, e as suas duas filhas com ele; porque temia habitar em Zoar; e habitou numa caverna, ele e as suas duas filhas.  Então a primogênita disse à menor: Nosso pai já é velho, e não há homem na terra que entre a nós, segundo o costume de toda a terra; Vem, demos de beber vinho a nosso pai, e deitemo-nos com ele, para que em vida conservemos a descendência de nosso pai.  E deram de beber vinho a seu pai naquela noite; e veio a primogênita e deitou-se com seu pai, e não sentiu ele quando ela se deitou, nem quando se levantou. E sucedeu, no outro dia, que a primogênita disse à menor: Vês aqui, eu já ontem à noite me deitei com meu pai; demos-lhe de beber vinho também esta noite, e então entra tu, deita-te com ele, para que em vida conservemos a descendência de nosso pai.  E deram de beber vinho a seu pai também naquela noite; e levantou-se a menor, e deitou-se com ele; e não sentiu ele quando ela se deitou, nem quando se levantou.  E conceberam as duas filhas de Ló de seu pai.  E a primogênita deu à luz um filho, e chamou-lhe Moabe; este é o pai dos moabitas até ao dia de hoje. E a menor também deu à luz um filho, e chamou-lhe Ben-Ami; este é o pai dos filhos de Amom até o dia de hoje. GÊNESIS 19.30-38

PROBLEMA: O incesto é enfaticamente denunciado em muitas passagens bíblicas (cf. Lv 18.6; 20.17). De fato, o Senhor declarou: “Maldito aquele que se deitar com sua irmã, filha de seu pai, ou filha de sua mãe” (Dt 27.22). Contudo Ló cometeu incesto com suas duas filhas, do qual resultaram as nações de Moabe e Amom.

SOLUÇÃO: Não há dúvida alguma de que Ló pecou de diversas maneiras, para não dizer nada quanto à violação das leis do incesto que mais tarde Moisés deu como mandamentos a Israel. Ló embebedou-se e pecou com suas duas filhas. A alma reta dele tinha sido perturbada com os muitos pecados por sua longa permanência junto com o povo de Sodoma. Mas nenhum desses pecados recebe aprovação nesta passagem. De fato, a narrativa seca do episódio, sem nenhum comentário positivo do escritor, indica que não se pretendeu esconder o horror desses pecados. Eis aqui um bom exemplo do princípio de que nem tudo que a Bíblia narra ela aprova.

Fonte: Manual Popular de Dúvidas, Enigmas e “Contradições” da Bíblia – Norman Geisler e Thomas Howe

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

O Barco de Pedro (Como Ser Realmente Próspero)

Relacionado

Trindade – Um ataque de Satanás ao Calvário

Relacionado

Deixe uma resposta