Iníco / Ecumenismo / VATICANO SUGERE UNIÃO COM BUDISTAS PELA “EDUCAÇÃO ECOLÓGICA”; QUANDO ECUMENISMO E ECOFASCISMO SE ENCONTRAM

VATICANO SUGERE UNIÃO COM BUDISTAS PELA “EDUCAÇÃO ECOLÓGICA”; QUANDO ECUMENISMO E ECOFASCISMO SE ENCONTRAM

visita-papa-templo-budista-sri-lankaO Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso convidou budistas e cristãos para se unirem pela educação ecológica.

A mensagem foi divulgada junto com as felicitações pela festa do “Vesak”, quando os budistas comemoram o nascimento, a iluminação e a morte de Gautama Buda.

“Como a crise das mudanças climáticas é consequência também da atividade humana, nós, cristãos e budistas, devemos trabalhar juntos para enfrentar o tema de uma espiritualidade ecológica”, afirma a Igreja Católica por meio da mensagem de felicitação aos budistas de todo o mundo.

“A aceleração dos problemas ambientais globais fez aumentar a urgência da cooperação inter-religiosa. A educação à responsabilidade para com o ambiente e a criação de uma ‘cidadania ecológica’ requerem uma ética virtuosa que respeite e cuide da natureza”, completa o texto.

Ainda afirma que nos países onde cristãos e budistas trabalham juntos é possível desenvolver iniciativas conjuntas para a saúde e sustentabilidade do planeta. Para tanto, sugere a aplicação de programas educacionais comuns voltados a desenvolver a consciência ecológica.

A mensagem foi assinada pelo Cardeal Jean-Louis Tauran e por Dom Miguel Ángel Ayuso Guixot, presidente e secretário do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso. Com informações Rádio Vaticano e GOSPEL PRIME.

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

MAÇONARIA divulga NOVA LISTA FALSA de maçons ilustres PARA ESCONDER O ESCÂNDALO dos FALSOS PROFETAS!

Relacionado

CHEGOU BRUXARIA CRISTÃ E MAGIA DIVINA!!!

Relacionado

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.