Iníco / Religiao Pura / As igrejas instituições são um fim profético de DEUS: o caos!!

As igrejas instituições são um fim profético de DEUS: o caos!!

Tem um monte de vassalos, bastardos religiosos, mandados de lideranças eclesiásticas (pastores) das igrejas instituições, que dia após dia, aparecem para tentar (impossível) denegrir os DESIGREJADOS, afinal, nós, somos o medo dos pastores e lideranças em perderem os dízimos e ofertas milionárias que milhares de tolos enfiam nos cofres e bolsos destes mercenários (igrejas Universal, Internacional, Mundial, Vitória para Cristo, Batistas, Assembleias, blá, blá, blá).

E estes vassalos tolos, papagaios medíocres, sem competência alguma (e aliás, quem os manda também) querem debater conosco, DESIGREJADOS, e o que temos a dizer:

1. Não somos movimento e não temos teses, temos a Palavra de DEUS [Apocalipse 19].
2. CRISTO e os apóstolos não entraram “dentro” do templo de Jerusalém (que não existe mais), eles ficavam nas escadarias, e nos pátios permitidos aos gentios.
3. Após a ressurreição de CRISTO, Seus discípulos, sempre se reuniam em seus lares, e se encontravam nas escadarias e pátios destinado aos gentios no templo em Jerusalém.
4. A construção de “templos religiosos” foi ordenança de Constantino.

Em 311, passou-se então a existir ostemplos”, agora, chamados de igrejas”, vindo depois após a publicação do Édito de Milão em 313, as edificações a serem patrocinadas pelo Império Romano. [Édito de Milão, março de 313. “Nós, Constantino e Licínio, Imperadores, encontrando-nos em Milão para conferenciar a respeito do bem e da segurança do império, decidimos que, entre tantas coisas benéficas à comunidade, o culto divino deve ser a nossa primeira e principal preocupação. Pareceu-nos justo que todos, os cristãos inclusive, gozem da liberdade de seguir o culto e a religião de sua preferência. Assim qualquer divindade que no céu mora ser-nos-á propícia a nós e a todos nossos súditos. Decretamos, portanto, que não, obstante a existência de anteriores instruções relativas aos cristãos, os que optarem pela religião de Cristo sejam autorizados a abraçá-las sem estorvo ou empecilho, e que ninguém absolutamente os impeça ou moleste…] Um dos primeiros templos (igrejas) da religião do Cristianismo foi construído entre 315-316, onde Eusébio de Cesaréia discursou na inauguração de uma igreja na cidade de Tiro; Constantino, através de sua mãe, Helena, decidiu construir em Jerusalém, a “igreja” do Santo Sepulcro.

5. Os DESIGREJADOS nunca deixaram de se reunir, o que não fazemos é frequentar templos apelidados de ‘igrejas’.
6. Para seguir a CRISTO e estudar a Palavra de DEUS [contida na Bíblia], ninguém precisa (e nunca foi preciso) de templos, precisamos é da unção do ESPÍRITO SANTO [1João 2].
7. Sacerdotes existiam no tempo da lei mosaica (Antiga Aliança) e não no tempo da graça (Nova Aliança) e levitas são da tribo de Levi, apenas israelitas.
8. Os DESIGREJADOS não possuem títulos religiosos (pastor, bispo, reverência, donos de igrejas), e nunca queremos ter, o que buscamos são os dons que DEUS [1Coríntios 14] nos dá para edificação do corpo, da Igreja.
9. CRISTO nos ensinou a SER Igreja e não IR a uma igreja, afinal, a Igreja de CRISTO são os professos em Seu nome [Gálatas 2] espalhados pelo mundo, e nunca apenas um grupo de pessoas intituladas por suas denominações religiosas que buscam dinheiro (batistas, assembleianos, wesleyanos, luteranos, blá, blá, blá).
10. Sim, os DESIGREJADOS são seguidores de CRISTO e não seguidores de instituições religiosas apelidadas de “igrejas” fundadas por homens (Constantino, Edir, Silas, e por aí afora) que desprezamos.
E por final, entendam definitivamente para não serem mais enganados:
1. Hebreus 10.25 que testifica e afirma o NÃO DEIXANDO A VOSSA CONGREGAÇÃO, no original é não deixando vossas reuniões, ou, não deixar de se reunir como Igreja, ou seja, é totalmente diferente de não deixando uma determinada denominação religiosa (templo) como os mercenários ensinaram.
2. OBEDECEI A VOSSOS PASTORES [Hebreus 13], foi um acréscimo às Escrituras por Jerônimo, para controlar massas, criando o medo do inferno aos quer queriam entender de DEUS e não se sujeitarem aos mandatários religiosos.

3. PASTORES está no plural, e é como os DESIGREJADOS anseiam, é um dom que significa ajudador, ou aconselhador, e não título como criado no século III por Constantino.

Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.

Fonte: http://jesusmaioramor.blogspot.com.br/2018/02/as-igrejas-instituicoes-sao-um-fim.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+blogspot/agMjL+(Jesus,+o+maior+Amor)

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Livre-arbítrio e Dinheiro

Relacionado

A Verdade sobre o batismo com Espírito Santo e com fogo

Relacionado

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.