CACP PERGUNTA: Se EGW foi inspirada, por que Rodrigo Silva se casou com uma mulher de outra raça?

O racismo de Ellen Gould White

RESUMO

  • Ellen White fez várias afirmações de cunho racista.
  • Vetou casamento entre negros e brancos.
  • Impediu negros de serem líderes na sua igreja.
  • Proibiu a luta contra o racismo.
  • Disse que no céu todos serão brancos.
  • Ao tentarem justificar a “profetisa” do adventismo, seus seguidores não conseguem enxergar o profundo racismo de suas ideias.
  • Esse preconceito da Ellen tem tido impacto negativo em vários países ao longo da história da Igreja Adventista do Sétimo Dia.
  • Algumas perguntas para reflexão. Uma delas: Com que autoridade a Ellen proibia casamento entre brancos e negros?

O racismo de Ellen Gould White1

A “profetisa” do adventismo era racista. Afirmação chocante? Mas não há como negar o racismo de Ellen Gould White.

Infelizmente esta não será a única postagem sobre o assunto de racismo na Igreja Adventista do Sétimo Dia. Há também casos lamentáveis ao longo da história dessa religião.

Aqui vamos nos limitar a várias frases ditas pela Ellen. São frases que falam por si só.

A Ellen vetou casamento entre negros e brancos

Mas há uma objeção ao casamento da raça branca com a negra. Todos devem considerar que não têm o direito de trazer para os filhos aquilo que os coloca em desvantagem; não têm o direito de lhes dar como patrimônio hereditário uma condição que os sujeitaria a uma vida de humilhação. Os filhos desses casamentos mistos têm um sentimento de amargura com os pais que lhes deram essa herança para toda a vida. Caso não houvesse nenhum outro motivo, esse já seria suficiente para não acontecer casamento entre as raças branca e negra.2

Que a irmã branca que está pensando em se casar com um irmão negro se recuse a dar esse passo, pois o Senhor não está dirigindo nessa direção.3

Entre o nosso povo não se deve dar nenhum incentivo a esse tipo de casamento.4

Alguns acham que é certo derrubar todos as divisões e se casar com negros, mas essa não é a coisa certa para ensinar ou praticar.5

Não se case com uma moça que fará você se lamentar para sempre depois disso…. Como os seres humanos são criaturas interesseiras, egoístas e de visão curta. Desconfie de sua própria avaliação e dependa da avaliação de Deus. Faça distinção entre o que é agradável e o que é proveitoso. Faça a vontade de Deus com atitude de submissão… . Se você seguir seu próprio caminho e sua própria vontade, enfrentará espinhos e cardos.6

A Ellen impediu negros de assumirem liderança

As oportunidades estão surgindo continuamente nos estados do sul, e muitos negros cristãos sábios serão chamados para o trabalho. Mas por vários motivos os brancos têm de ser escolhidos como líderes.7

A Ellen incentivou a segregação racial

Segregação racial é uma expressão que nem todos os brasileiros entendem, pois nunca viveram isso.

É que nos Estados Unidos houve leis (as chamadas leis Jim Crow) que determinavam o que os negros podiam e não podiam fazer em público: deviam ceder o lugar para os brancos nos ônibus, só podiam usar banheiros destinados a eles, etc. Diversas leis estaduais e municipais estabeleceram a separação física (a tal da segregação) entre negros e brancos.

E Ellen White entrou na onda racista, dizendo que brancos e negros não podiam adorar a Deus juntos:

Quanto a brancos e negros cultuarem a Deus no mesmo edifício, não se pode praticar isso como um costume geral e proveitoso para os dois lados … . A melhor coisa será dar aos negros que aceitam a verdade locais deles mesmos para adoração, nos quais podem ter os seus próprios cultos.8

Repare bem no que a Ellen disse: nem mesmo uma igreja de brancos podia dividir o mesmo espaço com uma igreja de negros!

A Ellen proibiu lutar contra o racismo

Os negros não devem insistir em ser colocados em pé de igualdade com os brancos.9

Ninguém tem condições de determinar claramente a posição adequada dos negros.10

A obra da proclamação da verdade para este tempo não deve ser prejudicada por um esforço para corrigir a posição da raça negra.11

Não se deve de modo algum incentivar que brancos e negros se misturem socialmente.12

Já vi adventista dizer que ela não proibia, mas apenas dava orientação ou orientação.13 Isso chama-se cegueira. Em três dos quatro exemplos acima, a Ellen usou a expressão “não deve”. Por acaso isso é uma simples orientação?

A Ellen afirma que todos serão brancos no céu

No céu não haverá diferença de cor; pois todos serão tão brancos como o Senhor Jesus.14

A desculpa adventista

É claro que os adventistas saem em defesa da Ellen e dizem: “Não é bem assim. É preciso entender as circunstâncias. Era uma outra época.”

Mas eles não conseguem enxergar o terrível racismo. Isso fica ainda mais visível quando se leva em conta que ela afirmou que homens cruzaram com animais e deram origem a certas raças. Quando se estuda essa afirmação a fundo, descobre-se que ela estava se referindo à raça negra. Isso será oportunamente objeto de outra postagem.

A influência perniciosa dos ensinos da Ellen White

A desculpa adventista cai por terra ao nos lembrarmos de certos fatos históricos:

  • na Alemanha a Igreja Adventista do Sétimo Dia apoiou Hitler;
  • nos Estados Unidos a Igreja Adventista do Sétimo Dia ignorou a luta contra a discriminação racial;
  • na África do Sul a Igreja Adventista do Sétimo Dia se omitiu na luta contra o apertheid;
  • nos Estados Unidos existe universidade adventista só de negros;
  • nos Estados Unidos existem igrejas adventistas só de brancos e igrejas adventistas só de negros.

Essas são informações desconhecidas por praticamente todos os falantes de português. É que essas histórias estão disponíveis quase só em inglês. E, é claro, que a Igreja Adventista do Sétimo Dia não tem nenhuma intenção de trazer essas informações ao público brasileiro. Afinal, seria dar um tiro no pé. Mas pretendemos, em breve, falar mais sobre esses assuntos.

Por que Ellen era racista?

Até o momento não faço a mínima ideia do motivo do racismo da Ellen.

Houve um pastor adventista americano que defendeu que Ellen tinha alguma ascendência negra.15 Um traço visível que talvez indique ascendência negra é o nariz achatado da Ellen. Esse é um traço bem mais comum entre negros do que entre outros grupos.

É sabido que pessoas que não se aceitam por algum detalhe, rejeitam aqueles que têm esse detalhe. Será que a Ellen tinha sangue negro e, por algum motivo, não se aceitava?

Mas a Igreja Adventista do Sétimo Dia encomendou uma pesquisa genealógica que chegou à conclusão de que todos os ancestrais da Ellen eram brancos, vindos da Inglaterra.16

Se você tem uma explicação para o racismo de Ellen Gould White, escreva-nos e exponha seu pensamento. Se for uma ideia que faz sentido, será acrescentada aqui, e, se você permitir, darei o devido crédito a você.

Para refletir

    1. Quais os argumentos da Ellen White para não lutar contra o racismo?
    2. Com que autoridade a Ellen proibia casamento entre brancos e negros?
    3. Por que a Ellen não é obedecida hoje em dia?
    4. O que você acha da ideia da Ellen de que há problema em negros liderarem brancos?
    5. Na sua opinião, por que Ellen White era racista?

NOTAS

1. Esta postagem se baseou em “Ellen White supremacist”, um artigo escrito por Dirk Anderson e disponível em https://www.nonegw.org/egw62.shtml, acesso em 9 jun. 2020.

2. “But there is an objection to the marriage of the white race with the black. All should consider that they have no right to entail upon their offspring that which will place them at a disadvantage; they have no right to give them as a birthright a condition which would subject them to a life of humiliation. The children of these mixed marriages have a feeling of bitterness toward the parents who have given them this lifelong inheritance. For this reason, if there were no other, there should be no intermarriage between the white and the colored race.” (manuscript 7, 1896; Selected messages [Mensagens escolhidas], vol. 2, p. 343-344)

3. Original: “Let the white sister who contemplates uniting in marriage with the colored brother refuse to take this step, for the Lord is not leading in this direction.” (carta 36, 1912; Selected messages [Mensagens escolhidas], vol. 2, p. 344)

4. Original: “No encouragement to marriages of this character should be given among our people.” (carta 36, 1912; Selected messages [Mensagens escolhidas], vol. 2, p. 344)

5. Original: “Some would think it right to throw down every partition wall and intermarry with the colored people, but this is not the right thing to teach or to practice.” (Selected messages [Mensagens escolhidas], vol. 3, p. 483)

6. Original: “Do not unite yourself in marriage with a girl who will have cause to regret the step forever after…. O what covetous, selfish, short-sighted creatures human beings are. Distrust your own judgment, and depend on the judgment of God. Distinguish between what is pleasing and what is profitable. Do God’s will submissively…. Following your own way and your own will, you will find thorns and thistles.” (carta 4, 1901, escrita a Grant Roysten; disponível em https://m.egwwritings.org/en/book/14066.8667001#8667015; acesso em 9 jun. 2020)

7. Original: “Opportunities are continually presenting themselves in the Southern States, and many wise, Christian colored men will be called to the work. But for several reasons white men must be chosen as leaders.” (Testimonies for the church [Testemunhos para a igreja], vol. 9, p. 202)

8. Original: “In regard to white and colored people worshiping in the same building, this cannot be followed as a general custom with proft to either party… . The best thing will be to provide the colored people who accept the truth, with places of worship of their own, in which they can carry on their services by themselves.” (Testimonies for the church [Testemunhos para a igreja] vol. 9, p. 206)

9. Original: “The Colored People should not urge that they be placed on an equality with White People.” (Testimonies for the church [Testemunhos para a igreja], vol. 9, p. 214) Os destaques em negrito foram feitos pelo autor da postagem.

10. Original: “No one is capable of clearly defining the proper position of the colored people.” (Testimonies for the church [Testemunhos para a igreja], vol. 9, p. 213)

11. Original: “The work of proclaiming the truth for this time is not to be hindered by an effort to adjust the position of the Negro race.” (Testimonies for the church [Testemunhos para a igreja], vol. 9, p. 214)

12. Original: “the mingling of whites and blacks in social equality was by no means to be encouraged” (Testimonies for the church [Testemunhos para a igreja], vol. 9, p. 206)

13. Um exemplo: “A Sra. White apresenta uma RECOMENDAÇÃO, não uma proibição. Ela não tinha autoridade de proibir nada pois não era nenhuma ditadora, e a Igreja Adventista nunca funcionou assim.” (https://www.facebook.com/groups/1999744966943803/permalink/2586377071613920/?comment_id=2586720481579579; acesso em 15 jun. 2020)

14. Original: “In heaven there will be no color line; for all will be as white as Christ himself.” (The Gospel Herald, 01/03/1901). Aliás, a declaração é pior ainda, pois o texto todo é: “Remembering this, you will be able to bear the trials which you meet here. In heaven there will be no color line; for all will be as white as Christ Himself.” Traduzindo: “Lembrem-se disto: Vocês conseguirão suportar as tribulações [isto é, o racismo e a discriminação] que enfrentam aqui. No céu não haverá diferença de cor; pois todos serão tão brancos como o Senhor Jesus.”

15. Charles Edward Dudley, The genealogy of Ellen Gould Harmon White: the Prophetess of the Seventh-day Adventist Church, and the story of the growth and development of the Seventh-day Adventist denomination as it relates to African-Americans. Livro 2 (Nashville: Dudley Publishing Services, 1999).

16. The genealogy of Ellen G. White (Silver Spring: Ellen G. White Estate, 2018), p. v.

Fonte: https://adventismo.com.br/2020/06/o-racismo-de-ellen-gould-white/

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

CACP: Ellen G. White disse, ou não, que Enoque está em Saturno? — 1

Ellen G. White disse ou não que Enoque está em Saturno? “O Senhor me proporcionou …

Espírito de porco: Ivan Saraiva defende órgãos de porco em humanos

”A Bíblia diz que não pode comer carne com sangue, mas pode fazer transfusão. Portanto …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.