Iníco / Ecumenismo / Católicos e evangélicos assinam documento pró domingo

Católicos e evangélicos assinam documento pró domingo

Polônia: Encontro de fiéis em VarsóviaEncontro de fiéis em Varsóvia.

A assinatura, prevista para esta terça-feira, 20 de janeiro, da declaração conjunta sobre o caráter especificamente festivo e, portanto, de descanso, do domingo por parte dos representantes da Igreja Católica e outras sete igrejas (Ortodoxas e Evangélicas), que fazem parte do Conselho Ecumênico Polonês, será um dos momentos mais importantes da semana de orações pela unidade dos cristãos na Polônia. O documento é o resultado de longas conversas que se realizaram nos últimos meses. O secretário do Conselho Ecumênico do episcopado polonês, monsenhor Slawomir Pawlowski, revela que “a maneira de viver o dia do Senhor já é em si um testemunho de fé”. A declaração poderá ajudar os fiéis a encontrar as motivações para “viver a fé na oração, na comunidade eclesial da Palavra e dos Sacramentos”, explica o sacerdote, lembrando que “também o descanso pode se tornar a expressão de alegria que nasce da fé”.

As Igrejas que assinam a declaração esperam, na Polônia, um novo debate público em defesa do descanso semanal e das diferentes modalidades do tempo livre, na esperança que o documento possa ser visto como apelo à defesa do domingo dirigido aos empresários, aos trabalhadores e às autoridade competentes. (SP)

(Rádio Vaticano)

Nota: “O Filho do homem é Senhor do sábado” (Lucas 6:5). Portanto, qual é o dia do Senhor? Mais claro que isso impossível. Nunca é demais dizer que não existe sequer um versículo que justifique a mudança do sábado para o domingo. Os que guardam o domingo em lugar do sábado fazem isso unicamente com base na tradição e na pretensa autoridade da igreja romana de mudar a lei de Deus (Daniel 7:25). O único dia do Senhor é o sábado do sétimo dia, memorial da criação realizada em seis dias literais de 24 horas (Gênesis 1), quarto mandamento da santa lei imutável de Deus (Êxodo 20:8-11), dia observado por Jesus (Lucas 4:16) e pelos discípulos, mesmo após a morte e ressurreição dEle (Atos 16:13); dia que será celebrado na eternidade (Isaías 66:23). Por enquanto, a polarização tem sido vista entre criacionistas e evolucionistas (teístas ou não). Mas a controvérsia vai se “afunilar”, a ponto de a maioria ecumênica defender o domingo como dia de repouso (os possíveis motivos apresento aqui) e a minoria verdadeiramente criacionista e bíblica defender o sábado (Apocalipse 14:6, 7). O que está acontecendo na Polônia e em outros lugares do mundo é apenas um “ensaio” para algo mais amplo, que será decretado pela maior nação do mundo (estude com atenção Apocalipse 13). Quando isso de fato acontecer, praticamente todo mundo aceitará o decreto com facilidade. Quem viver verá. [MB]

FONTE: http://www.criacionismo.com.br

Assista esta entrevista com o teólogo Alberto Timm, sobre o sábado bíblico.

Marcos 2 – 27E então concluiu: “O sábado foi criado por causa do ser humano, e não o ser humano por causa do sábado. 28Assim sendo, o Filho do homem é Senhor inclusive do sábado”.

Isaías 56 – 1Assim diz YHWH, o SENHOR: “Observai o Direito! Praticai a Justiça! Porquanto a minha Salvação está prestes a chegar e a minha justiça, a manifestar-se. 2Bem-aventurado o homem que assim entende e procede; feliz a pessoa que nestes princípios permanece inabalável, observando o Shabat, Sábado, para não profaná-lo, e vigiando sua mão para não cometer nenhum mal!” 3Que nenhum estrangeiro que se disponha a unir-se a YHWH venha dizer: “É certo que o Eterno me excluirá do seu povo!” E que nenhum eunuco reclame: “Não passo mesmo de uma árvore seca!” 4Pois assim afirma o SENHOR: “Aos eunucos que guardarem os meus Sábados, que agirem do modo como me agrada e se apegarem à minha Aliança, 5a eles darei, dentro de meu templo e dos meus muros, um memorial e um nome melhor do que filhos e filhas, um nome eterno, que não será jamais apagado. 6E os estrangeiros que se unirem a YHWH para adorá-lo e servi-lo, para amarem o Nome do Eterno e dedicar-lhe culto, todos os que guardarem o Sábado deixando de profaná-lo, e que se apegarem à minha Aliança, 7todos estes trarei ao meu santo monte e lhes darei alegria em minha Casa de Oração. Seus holocaustos e demais sacrifícios serão igualmente aceitos em meu altar; porquanto a minha Casa será chamada Casa de Oração para Todos os Povos.

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

O Mágico, James Randi, Desmascara Pastores Farsantes

Relacionado

SUPERFATURAMENTO GOSPEL COM DINHEIRO PÚBLICO

Relacionado

Deixe uma resposta