Iníco / Nova Ordem Mundial, Tempo do fim / Cidade que recebeu pesquisa com mosquitos transgênicos decreta estado de emergência de dengue

Cidade que recebeu pesquisa com mosquitos transgênicos decreta estado de emergência de dengue

decreto_jacobinaA promessa era criar mosquitos transgênicos para acabar com a dengue, mas os resultados produzidos em testes de campo em municípios do interior da Bahia não foram conclusivos e não avaliaram a relação entre redução da população de Aedes aegypti e a ocorrência da dengue. Mesmo assim a CTNBio liberou o uso comercial desses mosquitos e deu asas à promessa da empresa Moscamed, que tem parceria com a inglesa Oxitec e a Universidade de São Paulo.

Dias após os jornais divulgarem amplamente a nova arma antidengue, o prefeito de Jacobina, um dos municípios que sediou testes com o mosquito, decretou estado de emergência em razão “da situação anormal caracterizada como desastre biológico de epidemia de dengue.” Antes disso a Moscamed havia divulgado redução de 81% e 100% no registro de casos de dengue em ao menos dois bairros de Jacobina.

O Parecer crítico rejeitado pelos especialistas da CTNBio continha em sua análise informações suficientes para não fazer do decreto uma surpresa. À Anvisa cabe agora registrar e fiscalizar o uso desses mosquitos, cuja recomendação de uso da empresa implica na liberação de 10 milhões de mosquitos por semana para cada 50 mil habitantes. Só os resultados é que não se sabe quando vêm.

AS-PTA, 02/05/2014

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Agenda Secreta: Globalistas Estão Usando Mercúrio e Alimentos Carregados de Pesticidas para Matar a Humanidade

Os globalistas e os democratas estão se esforçando para convencer a todos de que o …

Histeria Climática: Greta é Proclamada “Sucessora” de Jesus Cristo Pela Igreja da Suécia

Para refrescar sua memória: a Igreja da Suécia é aquela mesma que deu as boas …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.