Iníco / Mensagens Subliminares / Crianças cristãs são obrigadas a assistir vídeos pornô na escola

Crianças cristãs são obrigadas a assistir vídeos pornô na escola

Campanha de prevenção a AIDS na Suíça cria polêmica.

Crianças cristãs são obrigadas a assistir vídeos pornô na escola.

Crianças cristãs são obrigadas a assistir vídeos pornô na escola.

A campanha de educação sobre a AIDS do governo da Suíça gera um amplo debate sobre a exposição de menores a cenas de sexo explícito dento do ambiente escolar desde 2014.

Segundo o jornal Tagesanzeiger, os pais de 35 crianças estão recorrendo ao Tribunal Administrativo Federal por não concordarem com o conteúdo.

Produzido pelo Ministério de Saúde da Suíça, o vídeo, que se chama Love Life, mostra maneiras como se contrai a doença. Contudo, as imagens gráficas mostram casais praticando atos sexuais. Tanto casais homo quanto heterossexuais aparecem nus na tela.

O grupo de alunos que está contestando a situação varia de 4 a 17 anos de idade. Os pais acreditam que mostrar cenas de sexo poderá afetar o desenvolvimento deles. Eles receberam apoio da fundação cristã suíça Zukunft [Futuro].

O pedido é para que a campanha fosse cancelada, mas os juízes da primeira instância surpreendentemente afirmaram não verem “elementos especiais negativos”. A justificativa é que o grupo não pode comprovar ter sofrido dano.

A advogada do Zukunft contesta, alegando que o fato de serem menores já faz com que inspirem um cuidado especial. Tendo em conta a necessidade de um desenvolvimento harmonioso, eles devem ser protegidos mais do que a outra população de imagens e filmes com conteúdo sexual. Com informações de GOSPEL PRIME.

Compartilhar isso:

About Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Por que os judeus foram expulsos de vários países?

Relacionado

O Colapso da nossa civilização já começou …

Catorze Sinais de que o COLAPSO do nosso “Mundo Moderno” já começou. Muitas pessoas acreditavam …

Deixe uma resposta