Iníco / Artigos / EGW CONFIRMA QUE "UNICAMENTE O PAI E O FILHO DEVEM SER EXALTADOS"

EGW CONFIRMA QUE "UNICAMENTE O PAI E O FILHO DEVEM SER EXALTADOS"

“Não é aos homens que devemos exaltar e adorar; é a Deus, o único Deus verdadeiro e vivo, a quem são devidos nosso culto e reverência. … Unicamente o Pai e o Filho devem ser exaltados.”
The Youth’s Instructor, 7 de julho de 1898. — Filhos e Filhas de Deus, MM 1956, 21 de fevereiro, pág. 58.

Mediante o ministério dos anjos é o Espírito Santo habilitado a atuar na mente e coração do instrumento humano, e atraí-lo a Cristo. … O Espírito de Deus, porém, não interfere com a liberdade do agente humano. O Espírito Santo é dado para ser ajudador, de modo que o homem coopere com o Divino, e Lhe é dado atrair o pecador, mas nunca forçá-lo à obediência.
Cristo está pronto a comunicar todas as influências celestes. Conhece toda tentação que sobrevém ao homem, e as condições de cada um. Pesa sua resistência. Vê o presente e o futuro, e apresenta à mente as obrigações que devem ser atendidas, e insiste em que as coisas comuns, terrenas, não tenham permissão de absorverem a ponto de o que é eterno não ser aquilatado. O Senhor tem plenitude de graça para conceder a todo aquele que receber o dom celeste. O Espírito Santo levará as habilidades confiadas por Deus ao serviço de Cristo, e moldará e afeiçoará o instrumento humano segundo o Modelo divino. Carta 71, 1893.
O Espírito Santo é nossa eficiência na obra da formação do caráter segundo a semelhança divina. Quando nos julgamos capazes de moldar nossa vida, cometemos grande erro. Nunca poderemos obter por nós mesmos a vitória sobre a tentação. Mas os que possuem genuína fé em Cristo serão trabalhados pelo Espírito Santo. A pessoa em cujo coração habita a fé se desenvolverá em um belo templo para o Senhor. Ela é dirigida pela graça de Cristo. Ela crescerá na proporção em que confiar no ensino do Espírito Santo. Manuscrito 8, 1900.
A influência do Espírito Santo é a vida de Cristo no homem. Não vemos Cristo agora, nem falamos com Ele, mas Seu Espírito Santo está tão perto de nós em um lugar como em outro qualquer. Ele atua em todo aquele e por meio de todo aquele que recebe a Cristo. Os que conhecem a permanência do Espírito em si revelam os frutos do Espírito – amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé. Manuscrito 41, 1896. — Para Conhecê-Lo, MM 1965, 20 de Fevereiro, pág. 57.
FONTE:

Compartilhar isso:

Sobre Paulo Pinto

Além disso, veja também:

PLANO DE LEITURA BÍBLICA ANUAL

Relacionado

A parábola gaúcha do lobo revoltado

Lá para as bandas do Sul, havia uma alcatéia que se infiltrou em meio a …

Deixe uma resposta