Iníco / Sã Doutrina / “Está escrito: A Terra é plana.” Resumo da aula de geografia bíblica a que Michelson Borges e seus colaboradores demoníacos não assistiram

“Está escrito: A Terra é plana.” Resumo da aula de geografia bíblica a que Michelson Borges e seus colaboradores demoníacos não assistiram

Responda rápido: Um site ou blog que se diz criacionista, mas ensina que o relato de Gênesis 1 não merece total crédito, é de Deus? Se você concluiu que é do Diabo, não se incomode por dizermos que os colaboradores de Michelson Borges que escrevem contra a doutrina bíblica da Terra plana, servem a propósitos demoníacos!.

Se discorda, pergunto-lhe: Se eu disser que um trecho da Bíblia é inspirado mas não é científico, estou colocando a Bíblia acima ou abaixo da Ciência? Quem merece mais crédito: a Bíblia ou um livro didático? Em quem devo acreditar, nos astrônomos, astrofísicos e “astronautas” de hoje ou em Moisés, que falava cara a cara e boca a boca com Deus? Nos cientistas ou nos profetas e apóstolos, que conviveram com o próprio Filho de Deus?

Jesus era um inculto de mente não técnica, para quem o Céu se abriu e então se ouviu uma voz que dizia “Esse é o meu filho amado”? O Diabo O levou a um monte muito alto de onde viram todos os reinos deste mundo, ou abduziu-O e fez dar uma volta de disco-voador ao redor da Terra? Quando ensinou-nos a orar ao Pai nosso que está nos Céus, o Filho de Deus estava só fazendo poesia?

E depois da ressurreição, Ele subiu ao Céu ou decolou rumo ao buraco negro de Órion? O Sol e a Lua irão sair de sua rota, os céus se enrolarão como um pergaminho e as estrelas cairão do firmamento, antes de Sua volta? Qual o modelo de Universo que a Bíblia nos ensina a crer? Acompanhe este resumo da aula de Geografia bíblica a que Michelson Borges e seus colaboradores demoníacos não assistiram:

“Está escrito: A Terra é plana!”

Este primeiro diagrama mostra uma representação esquemática do modelo bíblico do universo, enquanto que o segundo apresenta o modelo defendido pela Astronomia moderna.

Não há a menor sugestão no livro de Gênesis, ou em qualquer outra parte da Palavra de Deus, que algum desses corpos celestes seja significativamente maiores do que a Terra. Em toda a Bíblia, a Terra sempre recebe posição de igualdade com os céus — a frase “céu e terra” (ou similar) ocorre cerca de 200 vezes na Bíblia. A Astronomia moderna oferece, ao contrário, uma cosmologia em que a Terra é apenas um minúsculo grão de areia em comparação com a extraordinária magnitude dos maiores corpos celestes.

O conflito entre os dois modelos, um bíblico e o outro “científico” é tão severo que eles não podem ambos estar corretos. Os cristãos que realmente amam a Palavra de Deus precisam considerar essas questões com muito cuidado.

A Terra é plana e estacionária, exatamente como a Bíblia diz.
“E ele lhes disse: Ó néscios, e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram!” [Lucas 24:25].

Versos Bíblicos Relacionados com a Cosmologia

1. O Sol e a Lua circulam acima da Terra:

    1. “Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos… A sua linha se estende por toda a terra, e as suas palavras até ao fim do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol, o qual é como um noivo que sai do seu tálamo, e se alegra como um herói, a correr o seu caminho. A sua saída é desde uma extremidade dos céus, e o seu curso até à outra extremidade, e nada se esconde ao seu calor.” [Salmos 19:1,4-6].
  • “O sol e a lua pararam nas suas moradas; andaram à luz das tuas flechas, ao resplendor do relâmpago da tua lança.” [Habacuque 3:11].
  • “Nasce o sol, e o sol se põe, e apressa-se e volta ao seu lugar de onde nasceu.” [Eclesiastes 1:5].
  1. “Então Josué falou ao SENHOR, no dia em que o SENHOR deu os amorreus nas mãos dos filhos de Israel, e disse na presença dos israelitas: Sol, detém-te em Gibeom, e tu, lua, no vale de Ajalom. E o sol se deteve, e a lua parou, até que o povo se vingou de seus inimigos. Isto não está escrito no livro de Jasher? O sol, pois, se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro.” [Josué 10:12-13].

2. A Terra foi estendida por Deus:

    1. “Aquele que estendeu a terra sobre as águas; porque a sua benignidade dura para sempre.” [Salmos 136:6].
  • “Assim diz Deus, o SENHOR, que criou os céus, e os estendeu, e espraiou a terra, e a tudo quanto produz; que dá a respiração ao povo que nela está, e o espírito aos que andam nela.” [Isaías 42:5].
  1. “O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada.” [Jó 26:7].

3. A Terra é plana:

    1. “Então o SENHOR disse a Satanás: Donde vens? E respondeu Satanás ao SENHOR, e disse: De rodear a terra, e passear por ela.” [Jó 2:2].
  • “E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo.” [Lucas 4:5].
  1. “Crescia esta árvore, e se fazia forte, de maneira que a sua altura chegava até ao céu; e era vista até aos confins da terra.” [Daniel 4:11].

4. O oriente e o ocidente não se encontram (por que a Terra é plana):

“Pois assim como o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem. Assim como está longe o oriente do ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões.” [Salmos 103:11,12].

5. As estrelas estão estendidas em uma superfície comum:

    1. “E todo o exército dos céus se dissolverá, e os céus se enrolarão como um livro; e todo o seu exército cairá, como cai a folha da vide e como cai o figo da figueira.” [Isaías 34:4].
  • “E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares.” [Apocalipse 6:14].
  • “Porventura Deus não está na altura dos céus? Olha para a altura das estrelas; quão elevadas estão.” [Jó 22:12].
  • “Eu fiz a terra, e criei nela o homem; eu o fiz; as minhas mãos estenderam os céus, e a todos os seus exércitos dei as minhas ordens.” [Isaías 45:12].
  1. “E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas. E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra, e para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom.” [Gênesis 1:16-18].

6. A viagem ao espaço é impossível:

“Assim diz o SENHOR, que dá o sol para luz do dia, e as ordenanças da lua e das estrelas para luz da noite, que agita o mar, bramando as suas ondas; o SENHOR dos Exércitos é o seu nome. Se falharem estas ordenanças de diante de mim, diz o SENHOR, deixará também a descendência de Israel de ser uma nação diante de mim para sempre. Assim disse o SENHOR: Se puderem ser medidos os céus lá em cima, e sondados os fundamentos da terra cá em baixo, também eu rejeitarei toda a descendência de Israel, por tudo quanto fizeram, diz o SENHOR.” [Jeremias 31:35-37].

7. O firmamento é uma grande abóboda de sustentação acima da Terra:

    1. “E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas. E fez Deus a expansão, e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão; e assim foi. [Gênesis 1:6-7].
  • “Ou estendeste com ele os céus, que estão firmes como espelho fundido?” (Jó 37:18).
  1. “Louvai ao SENHOR. Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento do seu poder.” [Salmos 150:1].

8. A Lua tem iluminação própria:

    1. “E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas.” [Gênesis 1:16].
  • “E com os mais excelentes frutos do sol, e com as mais excelentes produções das luas.” [Deuteronômio 33:14].
  • “Porque as estrelas dos céus e as suas constelações não darão a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não resplandecerá com a sua luz.” [Isaías 13:10].
  • “E a luz da lua será como a luz do sol, e a luz do sol sete vezes maior, como a luz de sete dias, no dia em que o Senhor ligar a quebradura do seu povo, e curar a chaga da sua ferida.” [Isaías 30:26].
  • “E, apagando-te eu, cobrirei os céus, e enegrecerei as suas estrelas; ao sol encobrirei com uma nuvem, e a lua não fará resplandecer a sua luz.” [Ezequiel 32:7].
  • “E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que nela resplandeçam, porque a glória de Deus a tem iluminado, e o Cordeiro é a sua lâmpada.” [Apocalipse 21:23].
  • “E a lua se envergonhará, e o sol se confundirá quando o SENHOR dos Exércitos reinar no monte Sião e em Jerusalém, e perante os seus anciãos gloriosamente.” [Isaías 24:23].
  • “Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.” [1 Coríntios 15:41].
  • “E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue.” [Apocalipse 6:12].
  • “Designou a lua para as estações; o sol conhece o seu ocaso.” [Salmos 104:19].
  1. “A lua e as estrelas para presidirem à noite; porque a sua benignidade dura para sempre” [Salmos 136:9].

9. Os céus estão entre o firmamento e a Terra:

    1. “E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra; e assim foi.” [Gênesis 1:14-15].
  • “Mas, na verdade, habitaria Deus na terra? Eis que os céus, e até o céu dos céus, não te poderiam conter, quanto menos esta casa que eu tenho edificado.” [1 Reis 8:27].
  1. “Os céus são os céus do Senhor; mas a terra a deu aos filhos dos homens.” [Salmos 115:16].

10. A Terra é estacionária e está firmada sobre fundamentos inamovíveis:

    1. “O SENHOR reina; está vestido de majestade. O SENHOR se revestiu e cingiu de poder; o mundo também está firmado, e não poderá vacilar.” [Salmos 93:1].
  • “Trema perante ele, trema toda a terra; pois o mundo se firmará, para que não se abale.” [1 Crônicas 16:30].
  • “Lançou os fundamentos da terra; ela não vacilará em tempo algum.” [Salmos 104:5].
  • “Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência. Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel? Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina?” [Jó 38:4, 6].
  • “O que sacode a terra do seu lugar, e as suas colunas estremecem.” [Jó 9:6].
  1. “Porque assim diz o SENHOR que tem criado os céus, o Deus que formou a terra, e a fez; ele a confirmou, não a criou vazia, mas a formou para que fosse habitada: Eu sou o SENHOR e não há outro.” [Isaías 45:18].

11. As estrelas estão em movimento em volta da Terra:

“Desde os céus pelejaram; até as estrelas desde os lugares dos seus cursos pelejaram contra Sísera.” [Juízes 5:20].

12. Existem “águas” em ambos os lados do firmamento:

    1. “Louvai-o, céus dos céus, e as águas que estão sobre os céus.” [Salmos 148:4].
  • “Fez das trevas o seu lugar oculto; o pavilhão que o cercava era a escuridão das águas e as nuvens dos céus.” [Salmos 18:11].
  • “Então foram vistas as profundezas das águas, e foram descobertos os fundamentos do mundo, pela tua repreensão, SENHOR, ao sopro das tuas narinas.” [Salmos 18:15].
  • “Ele ajunta as águas do mar como num montão; põe os abismos em depósitos.” [Salmos 33:7].
  1. “Fazendo ele ouvir a sua voz, grande estrondo de águas há nos céus, e faz subir os vapores desde o fim da terra; faz os relâmpagos com a chuva, e tira o vento dos seus tesouros.” [Jeremias 51:16].

Nota: Na Bíblia, a palavra firmamento pode se referir à própria abóboda celeste ou à expansão da atmosfera que está abaixo da abóbada. (“E chamou Deus à expansão céus…” — Gênesis 1:8). Veja a citação de Kitto a seguir:

“Firmamento (Gn. 1:6; Gn. 1:14-15; Gn. 1:17), aquilo que está expandido — a expansão dos céus, isto é, o arco visível, ou abóbada do céu que cobre a Terra. Para alguns astrônomos antigos, o firmamento é o globo em que estão as estrelas fixas, ou o mais alto de todos os céus. Mas, nas Escrituras e na linguagem comum, ele é usado para as regiões medianas, o espaço ou expansão que aparece como um arco imediatamente acima de nós no céu. Muitos dos antigos e dos modernos também descrevem o firmamento como uma substância fluída, mas aqueles que lhe deram o nome de ‘firmamento’ devem tê-lo considerado como sólido e desse modo também podemos inferir a partir de Gn. 1:6, onde ele forma a divisão entre águas e águas. Os hebreus parecem ter considerado o firmamento como transparente, como um cristal ou safira (Ez. 1:22; Dn. 12:3; Ex. 24:10; Ap. 4:6).” [John Kitto (editor), Bible Encyclopedia].

Fonte: www.adventistas.com

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Espírito Santo

Relacionado

Papiros do Mar Morto confirmam Terra Plana!

Relacionado

Deixe uma resposta