Iníco / Mensagens Subliminares / Frase de Buda, atribuida a Jesus ! (quem não tem pecado atire a primeira pedra) – Texto da mulher adultera não existe nos originais provas

Frase de Buda, atribuida a Jesus ! (quem não tem pecado atire a primeira pedra) – Texto da mulher adultera não existe nos originais provas

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

SUPERFATURAMENTO GOSPEL COM DINHEIRO PÚBLICO

Relacionado

O Barco de Pedro (Como Ser Realmente Próspero)

Relacionado

20 comentários

  1. Com base nesses textos-padrão, fica claro que alguns versículos das Escrituras Gregas Cristãs encontrados em traduções mais antigas, como a tradução Almeida, foram, na verdade, acréscimos feitos posteriormente por copistas e nunca fizeram parte das Escrituras inspiradas. No entanto, visto que a divisão dos versículos normalmente aceita em traduções da Bíblia foi determinada no século 16, a omissão desses versículos deixa lacunas na numeração de versículos de muitas Bíblias. Os textos são Mateus 17:21; 18:11; 23:14; Marcos 7:16; 9:44, 46; 11:26; 15:28; Lucas 17:36; 23:17; João 5:4; Atos 8:37; 15:34; 24:7; 28:29 e Romanos 16:24. Nesta edição revisada, esses versículos omitidos são indicados por uma nota no local da omissão.

  2. Isto já estava previsto pra acontecer pelo salvador…maldito aquele que acrescentar ou deminuir um til dessas escrituras

  3. Bom trabalho, Parabéns.

  4. Em que livro ou texto eu posso ler Buda dizendo isso ou algo próximo À isto?

    • Como Siddharta Gautama, conhecido como Buda, que viveu no século VI a.C., na Ásia Meridional, hoje Nepal.
      No terceiro Mandamento chamado “NÃO MINTA”, adverte sobre:

      “Que atire a primeira pedra aquele que nunca mentiu!”

      Para denegrir e revogar as antigas Leis judaicas, após o ano 900, foi fabricado o causo onde é mostrado que viveríamos sob a autoridade de Jesus Cristo, e não sobre a tutela dos antigos costumes hebreus.

      Nos manuscritos gregos importantes de proveniência oriental; e no Antigo Siríaco ou Copta.
      Não há comentários sobre está passagem que só começou aparecer nos textos posteriores ao ano 900.

      • Ta… mas em que parte de qual escritura budista vc leu isso, cara???
        Na boa, acho que tu ta delirando…

        • Irmão Hilton se voce viu o video teras que aceitar que o relato nao existe no original e que não foi Jesus quem disse as palavras: “Quem não tem pecado atire a primeira pedra.” essa é a parte mais importante do post.
          Mas como tu achas que estou delirando recomendo que voce pesquise no Google, voce achara facil dai veremos quem esta delirando.
          Abraço que o Eterno seja contigo nessa pesquisa.

          • Max Rangel, obrigado pela resposta.
            São duas alegações especificas que vc esta fazendo:
            A primeira é que perícopa da adultera, não constava no cânon.
            Isso é quase verdade… muitos estudiosos apontam que mesmo que tal narrativa não estivesse no versículos originais do evangelho, ela estava nas notas de rodapé e era conhecida e propagada oralmente desde o inicio do cristianismo: https://pt.wikipedia.org/wiki/Per%C3%ADcopa_da_Ad%C3%BAltera#A_autenticidade_do_texto

            A outra afirmação é que essa frase foi dita por Buda e não por Jesus, e aí que as coisas ficam feia, pois antes de postar aqui eu fiz exatamente o que vc mandou eu fazer, ou seja eu pesquisei no google, sobre onde esta escrito que Buda disse tal frase… e não encontrei nenhuma referencia que aponte qualquer escritura budista que mostre tal coisa.
            Tudo que achei foi essa afirmação sendo dita por cristãos como vc, não sei se a fonte original dessa afirmação foi vc, ou se vc pegou de outra fonte… mas não há nenhuma referencia bibliográfica que ateste tal alegação.

            Desculpe se fui meio grosseiro, fiquei um pouco frustado por vc não ter respondido a primeira vez que perguntei, mas em todo caso, sendo realmente sincero essa sua afirmação não tem base alguma e parece um delírio… um desrespeito tanto a história de Jesus quanto a de Buda.

          • “Atualmente, esta passagem do evangelho de João é aceita por quase todas as igrejas cristãs como inspirada (as Testemunhas de Jeová não incluem o trecho em sua tradução por não fazer parte dos manuscritos mais antigos) e, portanto, parte do Evangelho de João. Entretanto, algumas Bíblias frisam que este texto é uma interpolação e o apresentam entre colchetes.” Wikipedia

            Esse é exatamente o motivo porque o protestantismo e todo sistema são levado ao erro. Assumem que o texto nao se encontra nos manuscritos originais e mesmo assim resolvem aceita-lo.

            Como Siddharta Gautama, conhecido como Buda, que viveu no século VI a.C., na Ásia Meridional, hoje Nepal.
            No terceiro Mandamento chamado “NÃO MINTA”, adverte sobre:

            “Que atire a primeira pedra aquele que nunca mentiu!”

            Para denegrir e revogar as antigas Leis judaicas, após o ano 900, foi fabricado o causo onde é mostrado que viveríamos sob a autoridade de Jesus Cristo, e não sobre a tutela dos antigos costumes hebreus.

            Nos manuscritos gregos importantes de proveniência oriental; e no Antigo Siríaco ou Copta.
            Não há comentários sobre está passagem que só começou aparecer nos textos posteriores ao ano 900.

            Acrescente a sua lista de manuscritos que não contem a história da adultera o Codex Vaticanus (séc IV), e nos manuscritos mais antigos de João, como por exemplo os códices P66 e o P75 datados do século III. Também não está presente no Codex Sinaiticus, um dos mais importantes manuscritos dos evangelhos hoje.

            Os especialistas texuais do NT são forçados a aceitar o fato de que esse texto é um acréscimo dos escribas da igreja, e várias perguntas vão ficar sem resposta com certeza, como quem escreveu estas palavras? onde a história se origina? e quando foi inserido? Mas sem medo nenhum de errar, a frase da sua pergunta tem uma grande probabilidade ser um PLÁGIO de outra cultura, isso se levarmos em conta a fasificação tardia dos textos pelo escribas cristãos, o que não era raro…claro pois eles não tinham base!!

            Como eu deixei claro em outra resposta, a minha opinião é de que ela é uma inserção feita pela igreja e já apresentei meus motivos. Além disso, os debates em relação aos manuscritos gregos ainda existem, quanto a influência da prática lecionária, e a relevância das testemunhas patrísticas. O porque disso, simples pois há uma minoria que ainda defende a inclusão desse texto nas biblias cristãs mesmo sabendo não ser tão original quanto eles gostariam. Para eles existia a hipótes de a história haver nos manuscritos só que o escriba decidiu não copiar. Mas pensa…qual sentido disso?? E outra, isso seria uma impossibilidade, existiam três tipos de erros que os escribas cometiam…supressão de letras, supressão de frases com o mesmo termo da linha de cima e um erro comum de entendimento da palavr copiada….esquecer de copiar uma história inteira de onze ou mais versos não está entre eles!!

            O 1º manuscrito em que a história da adultera aparece é o Codex Bhezae do século V. Bruce Metzger [um dos vários especialistas textuais do Novo Testamento] argumenta que < >.

            São Jerónimo em seu trabalho de tradução da Bíblia para o latim a incluiu por tê-la encontrado na maioria dos manuscritos de que dispunha para a tradução. Por esse motivo, a Vulgata passou a incluir a passagem. Em função disso, o texto impresso nas biblias se tornou universal.

            Trago abaixo a foto do Codex Sangallensis nº48 que tem um espaço em branco onde deveria haver a história da adultera no evangelho de Joao 7:53-8:11. Nesse codex o texto em joão termina em 7:53 estando ausente os versos 8-11, assim como ocorre em outros, como o Codex W/032.

            http://www.e-codices.unifr.ch/en/csg/004

            Alguns manuscritos aparece a letra diferente de um escriba que inseriu ali. Um manuscrito em particular (não me lembro o nome) o escriba ficou com raiva do escriba anterior por não ter copiado o texto em questão e COSTUROU a história da adúltera em cima por PREGUIÇA.

            Tire suas próprias conclusões do quão ‘confiável’ e ‘sagrado’ é esse texto.

            Irmão Confucio Hilton Soares respondido como mas acho que nao goste. Quer goste ou não essa é a verdade.
            Se nao gostar é normal pra quem esta começando a enxergar as mentiras do sistema religioso.
            Não deixe o delírio tomar conta de voce mesmo sabendo que esse e outros texto foram adulterados ou acrescentados nas bíblia.
            Por ultimo quem desrespeitou Jesus ou Buda foi quem (Igreja Católica e seus concílios) introduziu todas esses acréscimos e ainda disse que foram inspirados.

            Que o Eterno lhe guie em toda verdade.

          • Como disse a parte mais critica da sua afirmação é a alegação de plagio a fala atribuída a Buda.
            Ok, assumamos que a narrativa da mulher adultera não conste nos originais.
            A minha pergunta de qual texto budista vc tirou o trecho: “Que atire a primeira pedra aquele que nunca mentiu!”

            Veja, vc repete toda vez a fala: “Como Siddharta Gautama, conhecido como Buda, que viveu no século VI a.C., na Ásia Meridional, hoje Nepal.
            No terceiro Mandamento chamado “NÃO MINTA”, adverte sobre:

            “Que atire a primeira pedra aquele que nunca mentiu!””

            Mas não responde qual sua referencia bibliográfica que ateste que essa fala foi dito por Buda… portanto até agora, efetivamente, vc não respondeu nada…

            Se vc me disser em qual Sutra ou qualquer outro texto genuinamente budista, que relate que Buda disse: “Que atire a primeira pedra aquele que nunca mentiu!”,
            te deixarei em paz.

          • Analise o que é dito no site:
            https://medium.com/@budismo/o-que-o-buda-realmente-disse-ce4974e65b25

            Se contente com isso as evidencias mostram que essas palavras ja tinham sido ditas antes.
            Cada um escolhe no que quer acreditar.
            Estou em Paz.

  5. por favor, falar a respeito do ocorrido para que buda viesse a falar sobre isso, por exemplo, com Jesus a palavra de Deus nos relata a história de uma mulher que adulterou, e pela lei antiga deveria ser apedrejada, logo, Jesus, disse que atire a primeira pedra quem nunca cometeu o pecado, e com buda, quem ia ser apedrejado?

    • Ola Allison
      O texto onde encontramos a história da mulher adúltera nao consta nos originais verifique em sua bíblia algumas mostram isso no rodapé. Logo se este texto nao existe Jesus nao disse essas palavras.
      Forte abraço que o Eterno lhe abençoe.

  6. perdi meu tempo vendo esse vídeo!!!
    Creio em Jesus Cristo, o Messias, por ter a minha própria experiência com ele.
    mas já que fala tanto em pesquisar, pesquise a respeito desse tal codex sinaiticos, e vejam as controvérsias.
    você falou que ia provar, não vi prova nenhuma, vi uma teoria sem fundamentos, nem a capacidade de defender a sua crença você teve, no próximo vídeo, preocupe-se em pelo menos mostrar buda falando sobre isso.
    Misericórdia do Deus de Israel, o Pai do Messias Jesus Cristo, sobre a sua vida.

  7. Muito boa a sua pesquisa , mas queria saber pois vc falou que Jesus era um nome posto e não o filho de Deus , mas nos originais como vc mostrou está o nome de Jesus não intendi agr ???? 🤔

    • Ola Jolis nao sei se entendi bem sua pergunta mas em relação ao nome Jesus é uma transliteração do grego IESUS para Jesus no Latim no Hebraico temos YESHUA, YEHOSHUA OU YAOHUSHUA sabe lá o nome exatamente. Tenho apreciado este ultimo mas nao tenho como ponto totalmente definido.
      Forte abraço que o Eterno seja contigo.

  8. Em qual escritura budista esta contida a frase “Que atire a primeira pedra aquele que nunca mentiu!”, dita por Buda?

  9. Rapaz não te conhecia parabéns muito bom amo descobrir verdades minha fé pelo contrário fica cada vez mais forte , pois estamos nos limpando da imundicias que os padres e judeus fizeram ! Parabéns denovo e continue …. vc é usado pelo Pai eterno tenha certeza disso abraço .

  10. “Que atire a primeira pedra aquele que nunca mentiu!”, essa frase, ou similar de mesmo caráter, não se encontra nos cânones do Budismo.

    Não só a frase é estranha ao corpo literário budista e ao estilo do Buda como a própria prática cultural de apedrejar pessoas como punição por crimes é estranha à Índia deste período (no entanto, é comum na cultura judaica e no império romano da época). O costume de apedrejar provavelmente foi introduzido na Índia somente com a invasão muçulmana, dois milênios depois.

Deixe uma resposta