Iníco / Religiao Pura / Jesus, sustento daqueles que creem

Jesus, sustento daqueles que creem

E os enviou a pregar o Reino de Deus e a curar os enfermos. E disse-lhes: “Não levem nada pelo caminho: nem bordão, nem saco de viagem, nem pão, nem dinheiro, nem túnica extra. Na casa em que vocês entrarem, fiquem ali até partirem.

Quando o Senhor Jesus envia os seus discípulos aos povoados e aldeias vizinhas, Ele recomenda-os que vão sem nada… Totalmente sem nada: nem bordão, nem mochila, nem comida, nem dinheiro, nem agasalho para dormir, nada! Por outro lado o próprio Jesus daria a eles poder e autoridade!
Certamente o bordão citado aqui pelo mestre da vida, trata-se de um pedaço de pau roliço que se leva à mão para servir de apoio, é uma espécie de bengala, ou melhor dizendo, bastão de peregrino, cajado. Além deste bordão, há também os famosos bordões religiosos, ou não religiosos, comumente utilizados de maneira repetida por alguém ou algo, sempre em uma determinada situação. Um ótimo exemplo disso é a expressão: A paz do Senhor, ou ainda, a graça e a paz… ambas utilizadas no encontro ou na despedida por pessoas que acreditam professarem a mesma fé.

Voltando ao bordão “apoio”, é como se o Salvador os dissesse: não se preocupem, Eu Sou o cajado de vocês. E muito mais que isso: Eu Sou o verdadeiro mantimento de vocês, sou o pão vivo que desceu do céu, e vocês jamais voltarão a ter fome se de mim se alimentarem; sou também o refrigério para as vossas almas, para os vossos corpos (a sensação agradável produzida pelo meu Espírito, Atos 3:19), por outro lado, sou também a chama viva que incendeia o coração de vocês quando necessitam como fogo consumidor.
O Senhor Jesus é o nosso tudo, o nosso socorro bem presente, e assim, aqueles 12 homens saem, aparentemente sem nada, mas com o poder e a autoridade de Jesus; pregam o Evangelho do Reino de Deus nos povoados e curam os enfermos que encontram, e alegram-se por fazerem tais coisas.
É preciso muita fé para cumprir esse ide, ordenado aqui por Cristo… mas, é importante observarmos que cada um possui um tipo de dom, ou como costumam falar, chamado. E se o seu ide é para evangelizar, comece por quem está próximo de você, sua família, seu companheiro(a), seus filhos, seus vizinhos – e se você tem uma dificuldade tremenda em falar, ou vergonha, seja testemunho vivo do amor de Deus em sua vida. Não é apenas falando que se compartilha o evangelho, isso também pode ser feito amando, estendendo a mão a quem precisa, ou mesmo um ombro amigo a quem pensa que foi abandonado.
Por mais que você pense que não, as pessoas estão de olho em você. Que testemunho você tem dado? Apenas de um religioso que tem carteirinha de membro assíduo mas que ignora o próximo? Ou de alguém que entendeu a mensagem do Evangelho da graça do Senhor Jesus, e é consciente da necessidade básica de todo ser humano que é o amor, que é Deus – já que Deus é amor! Que mensagem você passa com a sua vida?
Aqueles homens compartilhavam o Evangelho e curavam os enfermos com o poder de Deus, não só porque era sua missão, mas principalmente, porque sabiam que quem ama oferece aquilo que tem de melhor, e isso eles tinham recebido de Cristo, era o que tinham para compartilhar, cura para o espírito através do Evangelho do Reino, e cura para o corpo pelo poder do Senhor Jesus!
Texto de Lucas 9:1-6
http://ideiaerevelacao.blogspot.com.br/2014/11/jesus-sustento-daqueles-que-creem.html
Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Ditadores episcopais.

Contexto bíblico 1Pedro 5, “Aos presbíteros, que estão entre vós, admoesto eu, que sou também …

Mensagem de Deus a todos os pastores, inclusive adventistas!

Assista até o fim. Relacionado

Deixe uma resposta