Iníco / Alimentação e Saúde / Jurubeba (Solanum paniculatum) – Planta Medicinal

Jurubeba (Solanum paniculatum) – Planta Medicinal

Nomes populares:Jurubeba, Jurubeba verdadeira, Jurubeba branca, Gerobeba, Joá manso.
Nome científico: Solanum paniculatum.
Propriedades: Os frutos são usados como alimento mas são muito amargos, é preciso ferventar a água algumas vezes para tirar o amargor dos frutos.
A jurubeba é listada como uma droga oficial na Pharmacopea Brasileira como um produto específico para anemia e para desordens de fígado e digestivas.

Em 1965, Dr. G. L. Cruz escreveu que “as raízes, folhas e frutas são usadas como um tônico e descongestionante. Estimula as funções digestivas e reduz a inchação do fígado e baço. É um remédio para hepatites crônicas, febre de intermites, tumores uterinos e hidropisia.”
Os componentes ativos da jurubeba foram documentados na década de 60 quando pesquisadores alemães descobriram novos esteróides, saponinas, glicosídeos e alcalóides nas raízes, caule e folhas.
Os alcalóides foram encontrados em maior abundância nas raízes, enquanto que nas folhas encontram-se as maiores concentrações de glicosídeos.
Esses compostos também têm algum efeito tóxico, de modo que NÃO se recomenda a ingestão frequente de preparações de jurubeba.
As propriedades farmacológicas documentadas desde a década de 40 incluem o uso para estômago, febres, diurético e tônico.
Estudos em animais indicaram que extratos da planta em água ou álcool foram eficazes em reduzir a pressão sanguínea enquanto aumentando a respiração em gatos, evidenciando uma ação estimulante no coração.
A jurubeba serve para auxiliar o tratamento de doenças como: hepatite, contusões, gastrite, úlcera, anemia, acne, anorexia, azia, ressaca, tosse, bronquite, problemas de bexiga, cistite, contusão, febres, diabete, engorgitamento do fígado e do baço, estômago, erisipela, auxiliar no emagrecimento, feridas, gripe, hepatite, icterícia, malária, náusea, tumores abdominais e uterinos.
A jurubeba possui propriedades medicinais anti-inflamatória, descongestionante, digestiva, diurética, contra febre, protetora do fígado, tônico vascular.
Suas raízes e frutos são ricos em propriedades diurética, estimulante, laxante e tônica que é eficaz contra diabetes além de purificar o sangue e desobstruir o fígado e o baço.
Os efeitos colaterais da Jurubeba poderão ocorrer com a ingestão prolongada do medicamento. Devido a alta concentração de alcaloides e esteroides poderá causar em alguns casos diarreias, aumento das enzimas hepáticas, gastrite, náuseas e vômitos.

ATENÇÃO Solanum é o gênero mais representativo da família Solanaceae e consiste de cerca de 1.500 espécies perenes, arbustos, árvores e trepadoras, sendo um dos mais numerosos do mundo. Apresenta muitas plantas úteis usadas na alimentação e também muitas plantas infestantes ou daninhas. A maioria das plantas do gênero Solanum contém alcalóides tóxicos. Em algumas espécies de Solanum, certas partes são comestíveis enquanto outras partes da mesma planta são muito venenosas, O melhor exemplo conhecido é a batata (Solanum tuberosum) que tem folhagem e frutos venenosos e tubérculos comestíveis, embora estes fiquem venenosos quando se tornam verdes pela exposição prolongada à luz.
Muitas espécies de Solanum são conhecidas como “jurubeba”, tal como a Solanum paniculatum, uma planta nativa nas regiões Norte e Nordeste do Brasil.

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Coloque 1 colher de canela em pó na planta e veja o que acontece!!!

Relacionado

DESPERTE DA MATRIX DOS REMÉDIOS – LAIR RIBEIRO

Relacionado

Deixe uma resposta