Iníco / Alimentação, Saúde e Plantas Medicinais / Jurubeba (Solanum paniculatum) – Planta Medicinal

Jurubeba (Solanum paniculatum) – Planta Medicinal

Nomes populares:Jurubeba, Jurubeba verdadeira, Jurubeba branca, Gerobeba, Joá manso.
Nome científico: Solanum paniculatum.
Propriedades: Os frutos são usados como alimento mas são muito amargos, é preciso ferventar a água algumas vezes para tirar o amargor dos frutos.
A jurubeba é listada como uma droga oficial na Pharmacopea Brasileira como um produto específico para anemia e para desordens de fígado e digestivas.

Em 1965, Dr. G. L. Cruz escreveu que “as raízes, folhas e frutas são usadas como um tônico e descongestionante. Estimula as funções digestivas e reduz a inchação do fígado e baço. É um remédio para hepatites crônicas, febre de intermites, tumores uterinos e hidropisia.”
Os componentes ativos da jurubeba foram documentados na década de 60 quando pesquisadores alemães descobriram novos esteróides, saponinas, glicosídeos e alcalóides nas raízes, caule e folhas.
Os alcalóides foram encontrados em maior abundância nas raízes, enquanto que nas folhas encontram-se as maiores concentrações de glicosídeos.
Esses compostos também têm algum efeito tóxico, de modo que NÃO se recomenda a ingestão frequente de preparações de jurubeba.
As propriedades farmacológicas documentadas desde a década de 40 incluem o uso para estômago, febres, diurético e tônico.
Estudos em animais indicaram que extratos da planta em água ou álcool foram eficazes em reduzir a pressão sanguínea enquanto aumentando a respiração em gatos, evidenciando uma ação estimulante no coração.
A jurubeba serve para auxiliar o tratamento de doenças como: hepatite, contusões, gastrite, úlcera, anemia, acne, anorexia, azia, ressaca, tosse, bronquite, problemas de bexiga, cistite, contusão, febres, diabete, engorgitamento do fígado e do baço, estômago, erisipela, auxiliar no emagrecimento, feridas, gripe, hepatite, icterícia, malária, náusea, tumores abdominais e uterinos.
A jurubeba possui propriedades medicinais anti-inflamatória, descongestionante, digestiva, diurética, contra febre, protetora do fígado, tônico vascular.
Suas raízes e frutos são ricos em propriedades diurética, estimulante, laxante e tônica que é eficaz contra diabetes além de purificar o sangue e desobstruir o fígado e o baço.
Os efeitos colaterais da Jurubeba poderão ocorrer com a ingestão prolongada do medicamento. Devido a alta concentração de alcaloides e esteroides poderá causar em alguns casos diarreias, aumento das enzimas hepáticas, gastrite, náuseas e vômitos.

ATENÇÃO Solanum é o gênero mais representativo da família Solanaceae e consiste de cerca de 1.500 espécies perenes, arbustos, árvores e trepadoras, sendo um dos mais numerosos do mundo. Apresenta muitas plantas úteis usadas na alimentação e também muitas plantas infestantes ou daninhas. A maioria das plantas do gênero Solanum contém alcalóides tóxicos. Em algumas espécies de Solanum, certas partes são comestíveis enquanto outras partes da mesma planta são muito venenosas, O melhor exemplo conhecido é a batata (Solanum tuberosum) que tem folhagem e frutos venenosos e tubérculos comestíveis, embora estes fiquem venenosos quando se tornam verdes pela exposição prolongada à luz.
Muitas espécies de Solanum são conhecidas como “jurubeba”, tal como a Solanum paniculatum, uma planta nativa nas regiões Norte e Nordeste do Brasil.

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

COMO FAZER CARNE SECA TIPO CHARQUE EM CASA (1 ano sem geladeira)

Relacionado

NÃO HÁ COMO BANIR AGROTÓXICO CANCERÍGENO DAS LAVOURAS BRASILEIRAS! AHAM, “ÇEI”! TÁ “SÉRTUH”!

Relacionado

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.