Iníco / Ecumenismo / Maçons progressistas questionam a adoção adventista do “Olho que Tudo Vê” como representação de Deus

Maçons progressistas questionam a adoção adventista do “Olho que Tudo Vê” como representação de Deus

O Olho que Tudo Vê na Concepção da Maçonaria e dos Adventistas do Sétimo Dia

O olho desempenha um dos papéis mais importantes no simbolismo oculto e, provavelmente, deve a sua origem aos desenhos mágicos do Olho de Horus, que foi um dos mais utilizados símbolos mágicos egípcios” (Magical Symbols p. 101, escrito pelo ocultista Fredrick Goodman).

Este símbolo, que é compartilhado com a maioria das falsas religiões, cultos e entidades ocultas hoje sempre foi usado como um símbolo de “divindade“.

Significativamente o Royal Arch Purple repete este falso ensino (quase palavra por palavra) dizendo, “Olho Que Tudo Vê, a quem o Sol, Lua e as Estrelas obedecem, e sob cujo vigilante cuidado realiza suas revoluções estupendas, contempla os recessos mais íntimos do coração humano, e nos recompensará de acordo às nossas obras.

Nessa reflexão, vemos que a maçonaria mais uma vez apoia a doutrina errônea de ‘salvação através de um caráter reto e as boas obras’.

Isso está em total violação da Escritura que ensina “sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, mas sim, pela fé em Cristo Jesus, temos também crido em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não por obras da lei; pois por obras da lei nenhuma carne será justificada.” Gálatas 2:16

O “Olho Que Tudo Vê” é uma representação da onisciência de Horus, o deus sol. (Magic Symbols, Frederick Goodman, p. 103, livro de símbolos satânicos). Como diz um livro maçônico: “Essas considerações nos levam a um tópico interessante, o Olho da Mente, ou o Olho de Horus … e transmitindo a ideia do ‘Olho Que Tudo Vê’.

O fim definido antes do neófito egípcio era a iluminação, ou seja, ‘trazido à luz’. A religião do Egito era a Religião da Luz”. (Thomas Milton Stewart, The Symbolism of the Gods of the Egyptians and the Light They Throw on Freemasonry – O Simbolismo dos deuses dos Egípcios e a Luz Que Eles Dão à Maçonaria – Londres, Inglaterra, Baskerville Press, Ltd., 1927, p. 5)

Esse autor maçom acaba de nos dizer que a Luz à qual os maçons se referem constantemente, e para a qual devem se direcionar constantemente, é a Religião de Horus! Isso é extremamente condenável, pois na mitologia egípcia Horus é Lúcifer! (ex-satanista William Schnoebelen, Masonry: Beyond The Light – Maçonaria: Além da Luz – p. 197)

O ensino peculiar de sociedade secreta que rodeia este símbolo esotérico, não surpreendentemente, disfarça um significado oculto. O autor evangélico de “Guardiões do Graal” (Guardians of the Grail) J.R. Church afirma “O símbolo pode representar um deus, mas não é o Deus da Bíblia. É um olho humano indicando que o homem é deus. Representa o chamado ‘poder da mente’, a capacidade de manipular o seu mundo com o pensamento.” (p.165).

O ocultista Fredrick Goodman escreve que “o olho se relaciona com o ‘Deus dentro de nós’ para o maior guardião espiritual que pode ‘ver’ o propósito da vida do homem e de alguma maneira misteriosa guiá-lo.” (Magical Symbols, p. 101 – Símbolos Mágicos).

J.R. Church mostra ainda que “Muitos grupos modernos, embora não relacionados com a estrutura de uma organização, no entanto, afirmam ser ramificações da chamada Religião Misteriosa. Eles acreditam e praticam a mesma Doutrina Secreta”.

Algumas organizações podem ainda parecer ser inimigos, mas sua filosofia base é a mesma. Eles parecem ser participantes da principal filosofia Babilônica. Eles todos levam os mesmos símbolos, como o Olho Que Tudo Vê, e acreditam na chamada Doutrina Secreta.” (p. 161). Ele também explica que “É o símbolo dos Illuminati, bem como o símbolo dos Rosacruzes.” (p.165).

O simbolismo do olho, como acontece com todos os símbolos, está aberto a muitas interpretações. Possíveis origens desse símbolo variam desde o terceiro olho do hinduísmo e da yoga até o Vesica Pisces.

Do ponto de vista maçônico ele pode ser interpretado como a iluminação de “ver” as coisas como elas realmente são, no contexto do terceiro olho, ou como um símbolo dos deuses olhando por nós, como acontece com o olho de Horus.

Este símbolo também é chamado de “Olho da Providência“, às vezes referido em rituais maçônicos como o “Olho Que Tudo Vê” (da Deidade) é encontrado no ritual da maioria das jurisdições, lembrando um maçom que suas palavras e ações estão sendo julgadas pelo “Supremo Arquiteto do Universo“.

Ele é chamado o Olho Fechado da Escuridão Desconhecida“, “por alusão às trevas do Espírito não manifestado” “antes da criação dos seres e das coisas. Mas no que é chamado de criação diz-se que o olho abriu, e depois o esplendor do Espírito Inefável derramou-se através das eras e dos espaços” “Plutarch diz que a principal divindade do Egito era representado com o símbolo de um olho, e como um emblema abrangido por chamas solares ocorre novamente nas velhas teosofias.” – Arthur Edward Waite, A New Encyclopedia of Freemasonry 1970, p. 21

Do ponto de vista bíblico, não há sequer um versículo na Bíblia que se refere a Deus como “o olho que tudo vê“. Esse olho é puramente um símbolo oculto para referir-se à divindade do deus deles. E essa expressão “o olho que tudo vê” é totalmente maçônica.

Então, sabendo disso, por que a Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) utiliza tanto essa expressão e esse símbolo oculto (entre outros)?

O símbolo do “Olho” pode ser visto nesta organização (IASD) já desde 1874, quando Ellen G. White (a profetiza dos Adventistas) e seu marido James White conceberam a litografia intitulada “Way of Life“.

Autor: Didjo Netuno

Fonte: https://maconsprogressistasdobrasil.org/o-olho-que-tudo-ve-na-concepcao-da-maconaria-e-dos-adventistas-do-setimo-dia/

APÊNDICE DE CITAÇÕES DE ELLEN G. WHITE

Deus vê todas as coisas? Sim.

Os olhos do Senhor estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons. Provérbios 15: 3

Os olhos do Senhor estão sobre os que o temem? Sim.

Eis que os olhos do Senhor estão sobre os que o temem, sobre os que esperam na sua misericórdia; Salmos 33:18

A Bíblia Sagrada se refere a Deus com a expressão distintamente maçônica, “olho que tudo vê”? Não.

O olho que tudo vê “é o ” Olho de Hórus “, não o Deus da Bíblia cristã.

Ellen G. White identificou sua Divindade com a expressão maçônica: “Olho que Tudo Vê”.

Citações de EGW traduzidas para o português pelo Google Translate:

Quão bonita era a terra quando veio das mãos do Criador! Deus apresentou diante do universo um mundo no qual nem o olho que tudo vê podia encontrar lugar ou mancha, defeito ou distorção. (1)

O olho que tudo vê de Deus observa os defeitos de todos e a paixão dominante de cada um, mas Ele suporta nossos erros e tem pena de nossa fraqueza. Ele pede que Seu povo aprecie o mesmo espírito de ternura e tolerância. Os verdadeiros cristãos não exultam em expor as falhas e deficiências de outros. Eles se afastarão da vileza e da deformidade, para fixar a mente naquilo que é atraente e amável. Para o cristão, todo ato de constatação de falhas, toda palavra de censura ou condenação é dolorosa. 5T 94-96255 (2)

O olho que tudo vê de Deus observa os defeitos de todos e a paixão dominante de cada um, mas Ele suporta nossos erros e tem pena de nossa fraqueza. Ele pede que Seu povo aprecie o mesmo espírito de ternura e tolerância. Os verdadeiros cristãos não exultam em expor as falhas e deficiências de outros. Elas vão . . . fixe a mente naquilo que é atraente e amável. Para o cristão, todo ato de constatação de falhas, toda palavra de censura ou condenação é dolorosa. . . . (3)

Nos últimos dias, serão tomadas decisões que serão uma surpresa para muitos. O julgamento humano não terá lugar nas decisões então tomadas. Cristo pode e julgará todos os casos; pois todo o julgamento foi cometido a ele pelo pai. Ele estimará o serviço por aquilo que é invisível aos homens. As coisas mais secretas estão abertas ao Seu olho que tudo vê. Quando o Juiz de todos os homens fizer Sua investigação, muitos daqueles que a estimativa humana colocou em primeiro lugar serão colocados em último, e aqueles que foram colocados no lugar mais baixo pelos homens serão retirados das fileiras e feitos primeiro. RH, 31 de julho de 1900. (4)

Satanás está satisfeito por ter a atenção dos jovens atraídos por qualquer coisa para desviar suas mentes de Deus. … Eles não sabem que o Artista celestial está tomando conhecimento de cada ato, cada palavra, … e que mesmo os pensamentos e intenções do coração permanecem fielmente delineados. . . . Essas palavras vãs e frívolas estão todas escritas no livro. Essas palavras falsas são escritas. Esses atos enganosos, com os motivos ocultos dos olhos humanos, mas discernidos pelo olho que tudo vê de Jeová, são todos escritos em caracteres vivos. Todo ato egoísta é exposto. Os jovens geralmente se comportam como se as preciosas horas de provação, enquanto a misericórdia persistisse, fossem um grande feriado, e que eles são colocados neste mundo simplesmente para sua própria diversão. (5)

“O homem olha para a aparência externa, mas o Senhor olha para o coração” – o coração humano, com suas emoções conflitantes de alegria e tristeza; o coração errante e errante, que é a morada de tanta impureza e engano. 1 Samuel 16: 7. Ele conhece seus motivos, suas próprias intenções e propósitos. Vá a Ele com sua alma toda manchada como está. Como o salmista, abra suas câmaras aos olhos que tudo vêem, exclamando: “Procura-me, ó Deus, e conhece meu coração: experimenta-me e conhece meus pensamentos: e vê se há algum caminho perverso em mim, e lidera eu no caminho eterno. ” Salmo 139: 23, 24. (6)

Havia uma linda flor rosa no jardim chamada rosa de Sharon. Lembro-me de abordá-lo e tocar as delicadas pétalas com reverência; eles pareciam possuir uma sacralidade nos meus olhos. Meu coração transbordou de ternura e amor por essas belas criações de Deus. Pude ver a perfeição divina nas flores que adornavam a terra. Deus cuidou deles, e Seu olho que tudo vê estava sobre eles. Ele os criou e os chamou de bons. (7)

Vi que antes que a obra de Deus possa progredir decididamente, os ministros devem ser convertidos. Quando convertidos, colocarão menos estimativa sobre os salários e muito mais valor sobre o importante, sagrado e solene trabalho que eles aceitaram na mão de Deus para realizar, e que Ele exige que eles façam fiel e bem, como aqueles que devem prestar Ele uma conta estrita. Um registro fiel de todas as suas obras é feito diariamente pelos anjos da gravação. Todos os seus atos, e até as intenções e propósitos do coração, são revelados fielmente. Nada está escondido do olho que tudo vê Dele com quem temos que fazer. Aqueles que jogaram todas as suas energias na causa de Deus e se aventuraram e investiram em algo, sentirão que a obra de Deus é uma parte deles, e não trabalharão meramente por salários. Eles não serão servos dos olhos e procurarão agradar a si mesmos, mas consagrarão a si mesmos e a todos os seus interesses nesta obra solene. (8)

O olho que tudo vê de Deus observa os defeitos de todos e a paixão dominante de cada um, mas Ele suporta nossos erros e tem pena de nossa fraqueza. Ele pede que Seu povo aprecie o mesmo espírito de ternura e tolerância. Os verdadeiros cristãos não exultam em expor as falhas e deficiências de outros. Eles se afastarão da vileza e da deformidade, para fixar a mente naquilo que é atraente e amável. Para o cristão, todo ato de constatação de falhas, toda palavra de censura ou condenação é dolorosa. (9)

Quando os membros individuais da igreja agirem como verdadeiros seguidores do manso e humilde Salvador, haverá menos encobrimento e desculpa do pecado. Todos se esforçarão para agir como se estivessem na presença de Deus. Eles perceberão que Seu olho que tudo vê está sempre sobre eles e que o pensamento mais secreto é conhecido por Ele. (10)

Olho que tudo vê de Deus. Se desejássemos ter uma impressão habitual de que Deus vê e ouve tudo o que fazemos, dizemos e mantém um registro fiel de nossas palavras e ações, e que devemos enfrentar tudo isso, teríamos medo de pecar. Lembre-se sempre que os jovens, onde quer que estejam, e o que quer que façam, estão na presença de Deus. Nenhuma parte de nossa conduta escapa à observação. Não podemos esconder nossos caminhos do Altíssimo. (11)

Deus o guiaria através de aflições e provações, para que você pudesse ter uma confiança e uma confiança mais perfeitas nEle e que pensasse menos em seu próprio julgamento. Você pode suportar adversidades melhor do que prosperidade. O olho que tudo vê de Jeová detectou em você muita escória que você considerava ouro e muito valiosa para jogar fora. O poder do inimigo sobre você às vezes era direto e muito forte. . . . (12)

Nos últimos dias, serão tomadas decisões que serão uma surpresa para muitos. O julgamento humano não terá lugar nas decisões então tomadas. Cristo pode e julgará todos os casos; pois todo o julgamento lhe foi cometido pelo Pai. Ele estimará o serviço por aquilo que é invisível aos homens. As coisas mais secretas estão abertas ao seu olho que tudo vê. (13)

Vamos sempre ter em mente que nosso trabalho deve ser um avanço. Devemos seguir em frente para conhecer o Senhor. Deus entende o princípio de atuação de toda mente. Ele testemunhou o curso persistente e rebelde de alguns a quem ele advertiu e aconselhou. Seu olho que tudo vê notou o seguimento determinado dos planos humanos. “Os caminhos do homem estão diante dos olhos do Senhor.” Ele “conhece os pensamentos”. “Os olhos do Senhor estão em todo lugar, contemplando o mal e o bem.” “Ele olha para os confins da terra e vê debaixo de todo o céu.” “O Senhor busca todos os corações.” (14)

Repetimos o que foi dito tantas vezes antes, que entre o povo de Deus hoje existem perigos semelhantes aos que quase destruíram Israel. A ordem “Não terás outros deuses diante de mim” foi proferida no Sinai para toda alma que deveria viver na terra. Não podemos nos libertar mais das reivindicações da lei de Deus do que podemos esconder do seu olho que tudo vê . (15)

Muitos têm o coração cheio de amor por si. Eles não sabem que o grande Artista celestial está tomando conhecimento de todo ato, toda palavra; que a conduta deles, e até os pensamentos e intenções do coração, são fielmente delineados; e que velhos e jovens terão a imagem fiel apresentada a eles em toda a sua deformidade na execução do julgamento. Essas palavras vãs e frívolas estão todas escritas no livro. Essas palavras falsas são escritas. Esses atos enganosos, cujos motivos foram ocultados dos olhos humanos, mas discernidos pelo olho que tudo vê de Jeová, estão todos escritos em caracteres vivos. Todo ato egoísta será exposto. (16)

Nos últimos dias, serão tomadas decisões que serão uma surpresa para muitos. O julgamento humano não terá lugar nas decisões então tomadas. Cristo pode e julgará todos os casos; pois todo o julgamento foi cometido a ele pelo pai. Ele estimará o serviço por aquilo que é invisível aos homens. As coisas mais secretas estão abertas ao Seu olho que tudo vê. Quando o Juiz de todos os homens fizer Sua investigação, muitos daqueles que a estimativa humana colocou em primeiro lugar serão colocados em último, e aqueles que foram colocados no lugar mais baixo pelos homens serão tirados das fileiras e feitos primeiro. R. Nos últimos dias, serão tomadas decisões que serão uma surpresa para muitos. O julgamento humano não terá lugar nas decisões então tomadas. Cristo pode e julgará todos os casos; pois todo o julgamento foi cometido a ele pelo pai. Ele estimará o serviço por aquilo que é invisível aos homens. As coisas mais secretas estão abertas ao Seu olho que tudo vê . R. & H. 31 de julho de 1900. H. 31 de julho de 1900. (17)

Sempre procure exercer uma boa influência, para que Deus possa aprovar suas obras. Lembre-se de que você está formando um caráter para o céu ou para a destruição. Oh, para que você possa formar um bom caráter cristão! Você está diariamente registrando um registro de sua vida por seu curso de ação aqui. Que todos os seus atos sejam tais que você não tenha vergonha de enfrentá-los no julgamento. Os olhos de Deus nunca dormem ou dormem. Este olho que tudo vê está sempre sobre você. (18)

Havia uma linda flor rosa no jardim, chamada Rosa de Sharon. Lembro-me de abordá-lo e tocar as delicadas pétalas com reverência; eles pareciam possuir sacralidade aos meus olhos. Meu coração transbordou de ternura e amor por essas belas criações de Deus. Pude ver a perfeição divina nas flores que adornavam a terra; Deus cuidou deles, e Seu olho que tudo vê estava sobre eles. Ele os criou e os chamou de bons. (19)

Referências com links:

( 1) Christ Triumphant (1999), página 8, parágrafo 2 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=3940463&K=235851082310815422

(2) Conselhos para a Igreja (1991), página 177, parágrafo 2 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=10894210&K=235851082310815422

(3) Lift Him Up (1988), página 287, parágrafo 2 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=39507434&K=235851082310815422

(4) Medical Ministry (1932), página 133, parágrafo 2 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=41476246&K=235851082310815422

(5) Our High Calling (1961), página 283, parágrafo 3 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=49066120&K=235851082310815422

(6) Passos para Cristo (1892, 1893), página 34, parágrafo 3 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=72566409&K=235851082310815422

(7) Testemunhos para a Igreja, Volume Um (1855-1868), página 19, parágrafo 2 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=74888694&K=235851082310815422

(8) Testemunhos para a Igreja, Volume Um (1855-1868), página 468, parágrafo 1 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=76034238&K=235851082310815422

(9) Testemunhos para a Igreja Volume Cinco (1882-1889), página 95, parágrafo 3 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=82031619&K=235851082310815422

(10) Testemunhos para a Igreja Volume Cinco (1882-1889), página 147, parágrafo 2 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=82166263&K=235851082310815422

(11) Testemunhos sobre comportamento sexual, adultério e divórcio (1989), página 101, parágrafo 3 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=87834001&K=235851082310815422

(12) This Day With God (1979), página 306, parágrafo 4 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=93329383&K=235851082310815422

(13) The Review and Herald, 31 de julho de 1900, parágrafo 14 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=123270511&K=235851082310815422

(14) The Review and Herald, 11 de janeiro de 1912, parágrafo 17 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=130663388&K=235851082310815422

(15) The Signs of the Times, 22 de fevereiro de 1905, parágrafo 2 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=135131654&K=235851082310815422

(16) The Signs of the Times, 1º de maio de 1884, parágrafo 4 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=136641152&K=235851082310815422

(17) Apelo para que trabalhadores autônomos entrem em campos não trabalhados (1933), página 43, parágrafo 2 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=154116858&K=235851082310815422

(18) Manuscript Releases Volume Three (1990), página 52, parágrafo 1 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=163856527&K=235851082310815422

(19) Life Sketches Manuscript, página 25, parágrafo 1 http://www.egwtext.WhiteEstate.org/cgi-bin/egw2html?C=209401015&K=235851082310815422

Citações em português, incluindo a expressão maçônica “o santo Vigia”:

Fundamentos da Educação Cristã

É necessário que cada um dos que se acham em toda escola ou instituição esteja, como Daniel, em tão estreita relação com a Fonte de toda a sabedoria, que suas orações o habilitem a alcançar a norma mais elevada de seus deveres em qualquer setor, e que possa cumprir os requisitos estudantis não somente sob a direção de mestres capazes, mas também sob a supervisão dos seres celestiais, sabendo que está sobre ele o olho que tudo vê e que nunca dorme. O amor e o temor de Deus estavam diante de Daniel, o qual educou e disciplinou todas as suas faculdades para corresponderem o máximo possível ao amoroso cuidado do Grande Mestre, consciente de sua responsabilidade para com Deus. Os quatro jovens hebreus não estavam dispostos a consentir que motivos egoístas e o amor das diversões ocupassem os áureos momentos desta vida. Trabalhavam com coração voluntário e ânimo pronto. Esta não é uma norma tão elevada que não possa ser alcançada por todo cristão. Deus requer mais de todo estudante cristão do que o que Lhe tem sido dado. Sois “espetáculo ao mundo, aos anjos e aos homens”. I Cor. 4:9. Special Testimonies on Education, outubro de 1893. — Pag. 230

Caminho a Cristo

“O homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração” (I Sam. 16:7), esse coração humano com suas emoções de alegria e tristeza em conflito; coração volúvel e extraviado, que serve de habitação a tanta impureza e engano. Ele lhe conhece os motivos, seus próprios intentos e propósitos. Ide a Ele com vossa alma toda manchada como se acha. Como o salmista, abri de par em par suas câmaras aos olhos que tudo vêem, exclamando: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me e conhece os meus… — Pag. 34

A Verdade Sobre os Anjos

Não foi a mão do sacerdote que rasgou de alto a baixo o formoso véu que separava o lugar santo do lugar santíssimo. Foi a mão de Deus. Quando Cristo exclamou: “Está consumado” (João 19:30), o santo vigia que fora o hóspede invisível no banquete de Belsazar, sentenciou a nação judaica como excomungada. A mesma mão que traçara sobre a parede os caracteres que explanaram o destino de Belsazar e o final do reinado babilônico, rasgou o véu do templo de alto a baixo. SDA Bible Commentary, vol. 5, pág. 1.109. — Pag. 204

A Verdade Sobre os Anjos

Mas o mesmo santo vigia que dissera de Abraão: “Eu o tenho conhecido” (Gên. 18:19), conhecia também Cornélio, e lhe enviou uma mensagem direta do Céu. Atos dos Apóstolos, pág. 133. — Pag. 230

Atos dos Apóstolos

Posto que Cornélio cresse nas profecias e estivesse a esperar pela vinda do Messias, não tinha conhecimento do evangelho como foi revelado na vida e morte de Cristo. Não era membro da igreja judaica e teria sido considerado pelos rabinos como um gentio e imundo. Mas o mesmo santo vigia que dissera de Abraão: “Eu o tenho conhecido” (Gên. 18:19), conhecia também Cornélio, e lhe enviou uma mensagem direta do Céu.– Pag. 133

Conselhos Professores, Pais e Estudantes

Por que não havíamos de esperar que o santo vigia viesse a nossas escolas? Nossos jovens aí se encontram a fim de educar-se, de adquirir conhecimento do único Deus verdadeiro. Aí estão para aprender a apresentar a Cristo como um Salvador que perdoa o pecado. Acham-se aí a fim de juntar preciosos raios de luz, de modo a poder, por sua vez, difundir a luz. Estão aí para manifestar a amorável bondade do Senhor, falar de Sua glória, proclamar os louvores dAquele que nos chamou das trevas para Sua maravilhosa luz. … —  Pag. 370

E Recebereis Poder – Meditação Matinal

O Senhor batia à porta dos corações, e vi que se achavam presentes anjos de Deus. Parecia não haver nenhum esforço especial da parte dos professores para influenciar os alunos no sentido de darem atenção às coisas de Deus; Ele, porém, tinha na escola um vigia, que, conquanto invisível, fazia sentir a própria influência. Muitas vezes tem havido claras indicações da presença do santo vigia na escola. Com freqüência, a voz de Jesus tem falado aos estudantes, dizendo: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo.” Apoc. 3:20. — Pag. 147

Medicina e Salvação

Homens que, como Enoque, estão andando na luz de Cristo, exercerão domínio próprio, mesmo sob tentação e provocação. Embora provados pela perversidade e obstinação de outros, não ousarão permitir que o impulso predomine. Se estais andando na luz, dareis prova do divino poder unido ao esforço humano, e outros verão que sois guiados e ensinados por Deus. Sentireis que o santo vigia está ao vosso lado, tomando conhecimento de vossas palavras.–  Pag. 206

Mensagens Escolhidas – Volume 2

O mesmo santo vigia que diz: “Eu conheço Abraão”, conhecia também a Cornélio, e enviou o Seu anjo com uma mensagem ao homem que recebera e aproveitara toda a luz que Deus lhe dera. Disse o anjo: “As tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus. Agora, pois, envia homens a Jope, e manda chamar a Simão, que tem por sobrenome Pedro.” Então foram dadas as instruções específicas: “Este está com um certo Simão curtidor, que tem a sua casa junto do mar. Ele te dirá o que deves fazer.” Atos 10:4-6. Assim o anjo do Senhor operou para estabelecer ligação entre Cornélio e o instrumento humano por meio do qual poderia ele receber maiores esclarecimentos. Estudai cuidadosamente o capítulo todo e vede a simplicidade de toda a ação. Então considerai que o Senhor conhece a cada um de nós por nome, e exatamente onde vivemos, e o espírito que possuímos, e cada ato de nossa vida. Os anjos ministradores estão percorrendo as igrejas, notando nossa fidelidade em nosso ramo individual de dever. — Pag. 217

Mente, Caráter e Personalidade (Vol. 1)

o santo vigia do Céu acha-Se presente nesses períodos para torná-los uma ocasião de exame de consciência, de convicção de pecado, e de bendita segurança de pecados perdoados. Cristo, na plenitude de Sua graça, acha-Se aí para mudar a corrente dos pensamentos que têm seguido direções egoístas. O Espírito santo aviva as sensibilidades dos que seguem o exemplo de seu Senhor.–  Pag. 277

O Desejado de Todas as Nações

o santo vigia do Céu acha-Se presente nesses períodos para torná-los uma ocasião de exame de consciência, de convicção de pecado, e de bendita segurança de pecados perdoados. Cristo, na plenitude de Sua graça, acha-Se aí para mudar a corrente dos pensamentos que têm seguido direções egoístas. O Espírito santo aviva as sensibilidades dos que seguem o exemplo de seu Senhor. Ao ser lembrada a humilhação do Salvador por nós, pensamento liga-se a pensamento; evoca-se uma cadeia de lembranças, — Pag. 650

O Desejado de Todas as Nações

Quando Caifás rasgou as vestes, esse ato significou o lugar que, para com Deus, os judeus ocupariam daí em diante, como nação. O povo outrora favorecido por Deus estava-se separando dEle, e se tornando rapidamente um povo rejeitado por Deus. Quando, sobre a cruz, Cristo exclamou: “Está consumado” (João 19:30), e o véu do templo se rasgou em dois, o santo vigia declarou que o povo judeu rejeitara Aquele que era o protótipo de todos os seus tipos, a substância de todas as suas sombras. Israel se divorciara de Deus. Bem podia então Caifás rasgar as vestes oficiais, que indicavam pretender ele ser representante do grande Sumo Sacerdote; pois não mais tinham elas qualquer significação para ele ou para o povo. Bem podia o sumo sacerdote rasgar as vestes em horror por si mesmo e pela nação.– Pag. 709

Profetas e Reis

A terrível resposta do profeta foi que os caldeus retornariam e destruiriam a cidade. O decreto havia saído; não mais poderia a impenitente nação evitar os juízos divinos. “Não enganeis as vossas almas”, o Senhor advertiu a Seu povo. “Os caldeus… não se irão. Porque ainda que ferísseis a todo o exército dos caldeus, que peleja contra vós, e ficassem deles apenas homens trespassados, cada um se levantaria na sua tenda, e queimaria a fogo esta cidade.” Jer. 37:9 e 10. O remanescente de Judá devia ir em cativeiro, a fim de que aprendesse através da adversidade as lições que tinha recusado aprender em circunstâncias mais favoráveis. Deste decreto do santo vigia não haveria apelação. — Pag. 453

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

“Lutzcifer”: Globistas descarta textos bíblicos “mal inspirados” por Deus sobre a Cosmologia

 É incrível a petulância de Eduardo Lutz, “Lutzcífer”, que se arroga no direito de …

A NOVA ERA e Suas BLASFÊMEAS

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.