Iníco / Terra Plana / Mensagens subliminares de Michelson Borges X Cosmologia Bíblica

Mensagens subliminares de Michelson Borges X Cosmologia Bíblica

Maior que a Terra, Michelson Borges agora se posiciona acima das nuvens e das estrelas do Altísssimo… Lembra alguém?

Depois de se colocar ao final da suposta marcha evolutiva como se fosse o ápice do desenvolvimento humano, Michelson Borges parece ter cansado de atuar como “coadjuvante” e decidiu alçar vôos mais altos. Na escolha do novo cenário para seus vídeos, realizou no mínimo a aspiração luciferiana de Isaías 14:13-14:

“Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono; e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do norte; subirei acima das alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.” Foi esse o critério subliminar que usou para escolha desse seu novo cenário, em que aparece semelhante ao Altíssimo, acima das nuvens da Terra e das estrelas. O trono de seu estúdio agora é o mais exaltado da face da Terra!

E para completar seu pretensioso enquadramento luciferiano, em posição semelhante à do Altíssimo, acima das nuvens e das estrelas, Michelson Borges representou a Terra como redonda, contrariando tudo que a Biblia ensina sobre cosmologia da Criação:

Os Fundamentos da Terra

“… porque do SENHOR são os alicerces da terra, e assentou sobre eles o mundo.” [1 Samuel 2:8b].”O que sacode a terra do seu lugar, e as suas colunas estremecem.” [Jó 9:6].”Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência.” [Jó 38:4].”Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina.” [Jó 38:6].”A terra e todos os seus moradores estão dissolvidos, mas eu fortaleci as suas colunas. (Selá.)” [Salmos 75:3].”Desde a antiguidade fundaste a terra, e os céus são obra das tuas mãos.” [Salmos 102:25].”Lançou os fundamentos da terra; ela não vacilará em tempo algum.” [Salmos 104:5].

“O SENHOR, com sabedoria fundou a terra; com entendimento preparou os céus.” [Provérbios 3:19].

“… porque as janelas do alto estão abertas, e os fundamentos da terra tremem.” [Isaías 24:18b].

“Porventura não sabeis? Porventura não ouvis, ou desde o princípio não se vos notificou, ou não atentastes para os fundamentos da terra?” [Isaías 40:21].

“Também a minha mão fundou a terra, e a minha destra mediu os céus a palmos; eu os chamarei, e aparecerão juntos.” [Isaías 48:13].

“E te esqueces do SENHOR que te criou, que estendeu os céus, e fundou a terra, e temes continuamente todo o dia o furor do angustiador, quando se prepara para destruir; pois onde está o furor do que te atribulava?” [Isaías 51:13].

“… Fala o SENHOR, o que estende o céu, e que funda a terra, e que forma o espírito do homem dentro dele.” [Zacarias 12:1].

“E: Tu, Senhor, no princípio fundaste a terra, E os céus são obra de tuas mãos.” [Hebreus 1:10].

As Águas em Cima

“E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas.” [Gênesis 1:6].

“E fez Deus a expansão, e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão; e assim foi.” [Gênesis 1:7].

“Fez das trevas o seu lugar oculto; o pavilhão que o cercava era a escuridão das águas e as nuvens dos céus.” [Salmos 18:11].

“Põe nas águas as vigas das suas câmaras; faz das nuvens o seu carro, anda sobre as asas do vento.” [Salmos 104:3].

“Louvai-o, céus dos céus, e as águas que estão sobre os céus.” [Salmos 148:4].

“Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou os ventos nos seus punhos? Quem amarrou as águas numa roupa? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o seu nome? E qual é o nome de seu filho, se é que o sabes?” [Provérbios 30:4].

[Esta é uma referência a Cristo no Velho Testamento e Sua participação na obra de Criação. A “amarração das águas” parece se referir ao firmamento e seu papel em restringir as águas em cima.]

“Fazendo ele ouvir a sua voz, grande estrondo de águas há nos céus, e faz subir os vapores desde o fim da terra; faz os relâmpagos com a chuva, e tira o vento dos seus tesouros.” [Jeremias 51:16].

As Águas em Baixo

“Marcou um limite sobre a superfície das águas em redor, até aos confins da luz e das trevas.” [Jó 26:10].”Ou entraste tu até às origens do mar, ou passeaste no mais profundo do abismo?” [Jó 38:16].

“Ele ajunta as águas do mar como num montão; põe os abismos em depósitos.” [Salmos 33:7].

“Quando ainda não havia abismos, fui gerada, quando ainda não havia fontes carregadas de águas.” [Provérbios 8:24].

“Quando ele preparava os céus, aí estava eu, quando traçava o horizonte sobre a face do abismo; quando firmava as nuvens acima, quando fortificava as fontes do abismo, quando fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando compunha os fundamentos da terra. Então eu estava com ele, e era seu arquiteto; era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo; regozijando-me no seu mundo habitável e enchendo-me de prazer com os filhos dos homens.” [Provérbios 8:27-31].

“Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.” [Apocalipse 14:7].

O Firmamento

“E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas. E fez Deus a expansão, e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão; e assim foi. E chamou Deus à expansão Céus, e foi a tarde e a manhã, o dia segundo.” [Gênesis 1:6-8].

“Ou estendeste com ele os céus, que estão firmes como espelho fundido?” [Jó 37:18].”Louvai ao SENHOR. Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento do seu poder.” [Salmos 150:1].

“Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar.” [Isaías 40:22].

[O círculo aqui é, provavelmente, uma referência à abóbada acima da Terra. Os moradores da Terra habitam abaixo de uma grande abóbada que se estende sobre eles como uma tenda.]

“No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, naquele mesmo dia se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram, e houve chuva sobre a terra quarenta dias e quarenta noites.” [Gênesis 7:11-12].

“Ele é o que edifica as suas câmaras superiores no céu, e fundou na terra a sua abóbada, e o que chama as águas do mar, e as derrama sobre a terra; o SENHOR é o seu nome.” [Amós 9:6].

“E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra; e assim foi. E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas. E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra.” [Gênesis 1:14-17].

“Porventura Deus não está na altura dos céus? Olha para a altura das estrelas; quão elevadas estão. E dizes: que sabe Deus? Porventura julgará ele através da escuridão? As nuvens são esconderijo para ele, para que não veja; e passeia pelo circuito dos céus.” [Jó 22:12-14].

[Se considerarmos que circuito (chuwg) significa um círculo, então esta passagem pode estar se referindo à circularidade do firmamento.]

“Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.” [Salmos 19:1].

“Põe nas águas as vigas das suas câmaras; faz das nuvens o seu carro, anda sobre as asas do vento.” [Salmos 104:3].

“E sobre as cabeças dos seres viventes havia uma semelhança de firmamento, com a aparência de cristal terrível, estendido por cima, sobre as suas cabeças. E debaixo do firmamento estavam as suas asas direitas uma em direção à outra; cada um tinha duas, que lhe cobriam o corpo de um lado; e cada um tinha outras duas asas, que os cobriam do outro lado. E, andando eles, ouvi o ruído das suas asas, como o ruído de muitas águas, como a voz do Onipotente, um tumulto como o estrépito de um exército; parando eles, abaixavam as suas asas. E ouviu-se uma voz vinda do firmamento, que estava por cima das suas cabeças; parando eles, abaixavam as suas asas. E por cima do firmamento, que estava por cima das suas cabeças, havia algo semelhante a um trono que parecia de pedra de safira; e sobre esta espécie de trono havia uma figura semelhante a de um homem, na parte de cima, sobre ele.” [Ezequiel 1:22-26].

“Depois olhei, e eis que no firmamento, que estava por cima da cabeça dos querubins, apareceu sobre eles uma como pedra de safira, semelhante a forma de um trono.” [Ezequiel 10:1].

“Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça, como as estrelas sempre e eternamente.” [Daniel 12:3].

A Ausência de Movimento da Terra (Exceto em Tempos de Julgamento)

“Trema perante ele, trema toda a terra; pois o mundo se firmará, para que não se abale.” [1 Crônicas 16:30].

“Tema toda a terra ao SENHOR; temam-no todos os moradores do mundo. Porque falou, e foi feito; mandou, e logo apareceu.” [Salmos 33:8,9].

“E edificou o seu santuário como altos palácios, como a terra, que fundou para sempre.” [Salmos 78:69].

(A palavra palácios não aparece no texto hebraico. A primeira parte provavelmente deveria ser assim: “E edificou seu santuário nas alturas…” Ele também a construiu como a Terra, que estabeleceu para sempre. A palavra hebraica aqui para edificou é yacad, que significa “lançar um fundamento”.].

“O SENHOR reina; está vestido de majestade. O SENHOR se revestiu e cingiu de poder; o mundo também está firmado, e não poderá vacilar.” [Salmos 93:1].

“Lançou os fundamentos da terra; ela não vacilará em tempo algum.” [Salmos 104:5].

“A tua fidelidade dura de geração em geração; tu firmaste a terra, e ela permanece firme.” [Salmos 119:90].

“Assim diz o SENHOR: O céu é o meu trono, e a terra o escabelo dos meus pés; que casa me edificaríeis vós? E qual seria o lugar do meu descanso?” [Isaías 66:1].

“O céu é o meu trono,e a terra o estrado dos meus pés. Que casa me edificareis? diz o Senhor, ou qual é o lugar do meu repouso?” [Atos 7:49].

(Como um trono permanece no mesmo local, estes dois últimos versos mostram que a Terra não se move. Além disso, com relação ao tamanho comparativo, a Terra está abaixo do terceiro céu como um escabelo fica abaixo de um trono. Portanto, ela não pode ser um minúsculo grão de poeira na vasta imensidão do espaço, como a Astronomia moderna alega.)

A Terra se Move Somente em Tempos de Julgamento

“O que sacode a terra do seu lugar, e as suas colunas estremecem.” [Jó 9:6].

“O SENHOR reina; tremam os povos. Ele está assentado entre os querubins; comova-se a terra.” [Salmos 99:1].

“Por isso farei estremecer os céus; e a terra se moverá do seu lugar, por causa do furor do SENHOR dos Exércitos, e por causa do dia da sua ardente ira.” [Isaías 13:13].

“De todo está quebrantada a terra, de todo está rompida a terra, e de todo é movida a terra. De todo cambaleará a terra como o ébrio, e será movida e removida como a choça de noite; e a sua transgressão se agravará sobre ela, e cairá, e nunca mais se levantará.” [Isaías 24:19-20].

Os Céus Foram Estendidos

“O que sozinho estende os céus, e anda sobre os altos do mar.” [Jó 9:8].”O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada.” [Jó 26:7].”Ou estendeste com ele os céus, que estão firmes como espelho fundido?” [Jó 37:18].

“Bendize, ó minha alma, ao SENHOR! SENHOR Deus meu, tu és magnificentíssimo; estás vestido de glória e de majestade. Ele se cobre de luz como de um vestido, estende os céus como uma cortina.” [Salmos 104:1-2].

“E todo o exército dos céus se dissolverá, e os céus se enrolarão como um livro; e todo o seu exército cairá, como cai a folha da vide e como cai o figo da figueira.” [Isaías 34:4].

“Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar.” [Isaías 40:22].

(A palavra hebraica no original para “círculo” neste verso é chuwg, que Strong (H2329] define como um ‘círculo, circuito, perímetro. Em outro verso (22:18) Isaías usou a palavra hebraica duwr para significar “bola” (esfera), de modo que é improvável que esteja aqui se referindo a uma bola, ou a uma esfera.)

“Assim diz Deus, o SENHOR, que criou os céus, e os estendeu, e espraiou a terra, e a tudo quanto produz; que dá a respiração ao povo que nela está, e o espírito aos que andam nela.” [Isaías 42:5].

(Tanto os céus quanto a Terra estão “estendidos”. De acordo com Gesenius, a palavra hebraica no original para “estender” neste verso — raqa — significa “estender por meio de batidas”. Em outro verso (34:4), os céus são referidos como um rolo. Em um caso, a ação é similar ao desenrolar de um tecido (e seu subsequente enrolamento), enquanto que no outro é similar ao achatamento de uma folha de metal por marteladas.)

“Assim diz o SENHOR, teu redentor, e que te formou desde o ventre: Eu sou o SENHOR que faço tudo, que sozinho estendo os céus, e espraio a terra por mim mesmo.” [Isaías 44:24].

“Eu fiz a terra, e criei nela o homem; eu o fiz; as minhas mãos estenderam os céus, e a todos os seus exércitos dei as minhas ordens.” [Isaías 45:12].

“Também a minha mão fundou a terra, e a minha destra mediu os céus a palmos; eu os chamarei, e aparecerão juntos.” [Isaías 48:13].

“E te esqueces do SENHOR que te criou, que estendeu os céus, e fundou a terra…” [Isaías 51:13a].

“Ele fez a terra com o seu poder; ele estabeleceu o mundo com a sua sabedoria, e com a sua inteligência estendeu os céus.” [Jeremias 10:12].

“Ele fez a terra com o seu poder, e ordenou o mundo com a sua sabedoria, e estendeu os céus com o seu entendimento.” [Jeremias 51:15].

A Terra Plana e Estendida

“Pois assim como o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem. Assim como está longe o oriente do ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões.” [Salmos 103:11,12].

(Isto precisa se referir a uma Terra plana, em que o oriente e o ocidente nunca se encontram.)

“Aquele que estendeu a terra sobre as águas; porque a sua benignidade dura para sempre.” [Salmos 136:6].

“E levantará um estandarte entre as nações, e ajuntará os desterrados de Israel, e os dispersos de Judá congregará desde os quatro confins da terra.” [Isaías 11:12].

“Assim diz o SENHOR, teu redentor, e que te formou desde o ventre: Eu sou o SENHOR que faço tudo, que sozinho estendo os céus, e espraio a terra por mim mesmo.” [Isaías 44:24].

“Assim diz Deus, o SENHOR, que criou os céus, e os estendeu, e espraiou a terra, e a tudo quanto produz; que dá a respiração ao povo que nela está, e o espírito aos que andam nela.” [Isaías 42:5].

“O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada.” [Jó 26:7].

“Então o SENHOR disse a Satanás: Donde vens? E respondeu Satanás ao SENHOR, e disse: De rodear a terra, e passear por ela.” [Jó 2:2].

“Crescia esta árvore, e se fazia forte, de maneira que a sua altura chegava até ao céu; e era vista até aos confins da terra.” [Daniel 4:11].

“Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles.” [Mateus 4:8].

“E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo.” [Lucas 4:5].

O Movimento do Sol

“Então Josué falou ao SENHOR, no dia em que o SENHOR deu os amorreus nas mãos dos filhos de Israel, e disse na presença dos israelitas: Sol, detém-te em Gibeom, e tu, lua, no vale de Ajalom. E o sol se deteve, e a lua parou, até que o povo se vingou de seus inimigos. Isto não está escrito no livro de Jasher? O sol, pois, se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro.” [Josué 10:12-13].

[Observe que Josué ordenou que o Sol e a Lua parassem, não a Terra e a Lua.]

“Assim, ó SENHOR, pereçam todos os teus inimigos! Porém os que te amam sejam como o sol quando sai na sua força.” [Juízes 5:31].

“O que fala ao sol, e ele não nasce, e sela as estrelas.” [Jó 9:7].

(Neste verso Jó ilustra o tremendo poder de Deus, mostrando que Ele pode fazer o Sol deixar de se mover e impedir as estrelas de darem sua luz.)

“Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos… A sua linha se estende por toda a terra, e as suas palavras até ao fim do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol, o qual é como um noivo que sai do seu tálamo, e se alegra como um herói, a correr o seu caminho. A sua saída é desde uma extremidade dos céus, e o seu curso até à outra extremidade, e nada se esconde ao seu calor.” [Salmos 19:1,4-6].

“Designou a lua para as estações; o sol conhece o seu ocaso.” [Salmos 104:19].

(Não se pode dizer que o sol conhece seu ocaso se ele não estiver em movimento real.).

“Nasce o sol, e o sol se põe, e apressa-se e volta ao seu lugar de onde nasceu.” [Eclesiastes 1:5].

“Porque as estrelas dos céus e as suas constelações não darão a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não resplandecerá com a sua luz.” [Isaías 13:10].

“Eis que farei retroceder dez graus a sombra lançada pelo sol declinante no relógio de Acaz. Assim retrocedeu o sol os dez graus que já tinha declinado.” [Isaías 38:8].

“E sucederá que, naquele dia, diz o SENHOR Deus, farei que o sol se ponha ao meio-dia, e a terra se entenebreça no dia claro.” [Amós 8:9].

“O sol e a lua pararam nas suas moradas; andaram à luz das tuas flechas, ao resplendor do relâmpago da tua lança.” [Habacuque 3:11].

(O profeta registra que o Sol e a Lua pararam, não a Terra e a Lua.)

A Lua Possui Iluminação Própria

“E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas.” [Gênesis 1:16].

“E com os mais excelentes frutos do sol, e com as mais excelentes produções das luas.” [Deuteronômio 33:14].

“Se olhei para o sol, quando resplandecia, ou para a lua, caminhando gloriosa.” [Jó 31:26].

“Designou a lua para as estações; o sol conhece o seu ocaso.” [Salmos 104:19].

“A lua e as estrelas para presidirem à noite; porque a sua benignidade dura para sempre.” [Salmos 136:9].

“Porque as estrelas dos céus e as suas constelações não darão a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não resplandecerá com a sua luz.” [Isaías 13:10].

“E a lua se envergonhará, e o sol se confundirá quando o SENHOR dos Exércitos reinar no monte Sião e em Jerusalém, e perante os seus anciãos gloriosamente.” [Isaías 24:23].

“E a luz da lua será como a luz do sol, e a luz do sol sete vezes maior, como a luz de sete dias, no dia em que o SENHOR ligar a quebradura do seu povo, e curar a chaga da sua ferida.” [Isaías 30:26].

“Nunca mais te servirá o sol para luz do dia nem com o seu resplendor a lua te iluminará; mas o SENHOR será a tua luz perpétua, e o teu Deus a tua glória.” [Isaías 60:19].

“Assim diz o SENHOR, que dá o sol para luz do dia, e as ordenanças da lua e das estrelas para luz da noite, que agita o mar, bramando as suas ondas; o SENHOR dos Exércitos é o seu nome.” [Jeremias 31:35].

“E, apagando-te eu, cobrirei os céus, e enegrecerei as suas estrelas; ao sol encobrirei com uma nuvem, e a lua não fará resplandecer a sua luz.” [Ezequiel 32:7].

“E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.” [Mateus 24:29].

“Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.” [1 Coríntios 15:41].

“E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue.” [Apocalipse 6:12].

“E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que nela resplandeçam, porque a glória de Deus a tem iluminado, e o Cordeiro é a sua lâmpada.” [Apocalipse 21:23].

As Estrelas Fixas e as Estrelas “Errantes”

“E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra; e assim foi. E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas. E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra, e para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom.” [Gênesis 1:14-18].

“Desde os céus pelejaram; até as estrelas desde os lugares dos seus cursos pelejaram contra Sísera.” [Juízes 5:20].

“Porventura Deus não está na altura dos céus? Olha para a altura das estrelas; quão elevadas estão. E dizes: que sabe Deus? Porventura julgará ele através da escuridão? As nuvens são esconderijo para ele, para que não veja; e passeia pelo circuito dos céus.” [Jó 22:12-14].

“A lua e as estrelas para presidirem à noite; porque a sua benignidade dura para sempre.” [Salmos 136:9].

“Conta o número das estrelas, chama-as a todas pelos seus nomes.” [Salmos 147:4].

“Porque as estrelas dos céus e as suas constelações não darão a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não resplandecerá com a sua luz.” [Isaías 13:10].

“E todo o exército dos céus se dissolverá, e os céus se enrolarão como um livro; e todo o seu exército cairá, como cai a folha da vide e como cai o figo da figueira.” [Isaías 34:4].

“Levantai ao alto os vossos olhos, e vede quem criou estas coisas; foi aquele que faz sair o exército delas segundo o seu número; ele as chama a todas pelos seus nomes; por causa da grandeza das suas forças, e porquanto é forte em poder, nenhuma delas faltará.” [Isaías 40:26].

“Eu fiz a terra, e criei nela o homem; eu o fiz; as minhas mãos estenderam os céus, e a todos os seus exércitos dei as minhas ordens.” [Isaías 45:12].

“Diante dele tremerá a terra, abalar-se-ão os céus; o sol e a lua se enegrecerão, e as estrelas retirarão o seu resplendor.” [Joel 2:10].

“E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.” [Mateus 24:29].

“E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas.” [Lucas 21:25].

“Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.” [1 Coríntios 15:41].

“Ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas.” [Judas 1:13].

“E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares.” [Apocalipse 6:14].

“E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte deles se escurecesse, e a terça parte do dia não brilhasse, e semelhantemente a noite.” [Apocalipse 8:12].

“E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra…” [Apocalipse 12:4a].

(Estes dois versos se referem à terça parte das estrelas. No último verso, elas são geralmente compreendidas como uma referência à companhia dos anjos que se rebelaram. As estrelas e os anjos estão tão intimamente associados na Palavra de Deus que pode existir alguma conexão não explicada entre eles.)

Relações Espaciais Geocêntricas

É impossível fazer justiça à cosmologia bíblica sem levar em conta as centenas de passagens em toda a Bíblia que são claramente geocêntricas e cujos significados naturais implicam uma estrutura de referência que abrange o céu e a Terra. Os bilhões de quilômetros de espaço, que os astrônomos modernos propõem, estão em agudo conflito com a estrutura espacial usada na Bíblia. A Terra da Bíblia é inconcebivelmente maior do que o Sol em termos absolutos. É impossível reconciliar a cosmologia bíblica — como Deus descreve Sua própria Criação — com o “cosmos” bizarro da Astronomia moderna, em que a Terra não poderia ser mais patética ou insignificante. De fato, quantos mais pronunciamentos a NASA e seus aliados fazem sobre o “cosmos”, o mais estridentemente eles contradizem o relato bíblico. Sempre é o mesmo grupo de “especialistas” auto-indicados que faz essas declarações bizarras, sem qualquer evidência concreta para suportá-las.

Os cristãos precisam perguntar a si mesmos por que acreditam no quadro do céu e da Terra retratado pela NASA, não apenas por que ele confilta com a narrativa bíblica, mas por que essa organização maçônica e sigilosa continua a proferir pronunciamentos que não fazem sentido e que zombam da Palavra de Deus. Você acredita seriamente que a Terra está sob risco de ser destruída por um asteróide gigantesco? Acredita seriamente que a Terra está girando em seu próprio eixo a 1.600 km por hora? Acredita seriamente que existe “vida inteligente” nas “profundezas” do espaço? Acredita seriamente que dois homens que vestiam pijamas de náilon, pousaram na Lua, a bordo de uma cápsula de alumínio em 1969? A única evidência para isso tudo é a incansável propaganda produzida pela NASA, Hollywood, as grandes emissoras de televisão e a mídia dominante. Por que os cristãos estão dispostos a colocar de lado a Palavra de Deus e acreditar em um relato alternativo da realidade para a qual eles não possuem a mínima evidência objetiva e verificável?

Subindo e Descendo

“Então desceu o SENHOR para ver a cidade e a torre que os filhos dos homens edificavam; e o SENHOR disse: Eis que o povo é um, e todos têm uma mesma língua; e isto é o que começam a fazer; e agora, não haverá restrição para tudo o que eles intentarem fazer. Eia, desçamos e confundamos ali a sua língua, para que não entenda um a língua do outro.” [Gênesis 11:5-7].

“E sonhou: e eis uma escada posta na terra, cujo topo tocava nos céus; e eis que os anjos de Deus subiam e desciam por ela.” [Gênesis 28:12].

“Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou os ventos nos seus punhos? Quem amarrou as águas numa roupa? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o seu nome? E qual é o nome de seu filho, se é que o sabes?” [Provérbios 30:4].

“Pois olhou desde o alto do seu santuário, desde os céus o SENHOR contemplou a terra.” [Salmos 102:19].

“Abaixa, ó SENHOR, os teus céus, e desce; toca os montes, e fumegarão.” [Salmos 144:5].

“E abaixou os céus, e desceu; e uma escuridão havia debaixo de seus pés.” [2 Samuel 22:10].

[O Senhor “abaixou” (estendeu ou encurvou (como um arco)) os céus e “desceu”, uma ação que teve início no terceiro céu e continuou, passando pelo firmamento, até as montanhas abaixo.]

“Oh! se fendesses os céus, e descesses, e os montes se escoassem de diante da tua face.” [Isaías 64:1].

“E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão.” [Daniel 7:27].

“Porque eis que o SENHOR está para sair do seu lugar, e descerá, e andará sobre as alturas da terra.” [Miquéias 1:3].

“Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem, que está no céu.” [João 3:13].

“E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.” [Atos 4:12].

“Mas ele, estando cheio do Espírito Santo, fixando os olhos no céu, viu a glória de Deus, e Jesus, que estava à direita de Deus; e disse: Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem, que está em pé à mão direita de Deus.” [Atos 7:55-56].

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Ir. Flavio confirma Terra Plana com as escrituras e desafia editores da revista Trombeta Unitarista a debate!

A revista Trombeta Unitarista dos Adventistas Unitarianos na sua 8ª edição traz vários artigos contestando …

Pintura do Século XIII mostra Cristo criando os limites da Terra plana

Embora Michelson Borges, seus colaboradores do blog Criacionismo e pares da Sociedade Criacionista Brasileira insistam …

Deixe uma resposta