Meu Corpo, Minhas Regras

Vamos começar a usar o português e a ciência corretamente, ou seja, o conceito “Meu corpo minhas regras” não pode ser usado para aborto (veja no vídeo), mas DEVE SER USADO para vacinas. Da mesma forma, o conceito “Pro-Escolha versus Pro-vida” esta incorreto e não deve ser usado pelo movimento abortista (veja no vídeo) e sim, pelo movimento anti-vacina. EU NÃO SOU CONTRA VACINA, e sim, SOU A FAVOR DO DIREITO DE ESCOLHA DOS PAIS E DAS CRIANÇAS. Se uma criança pode decidir se ela é um menino ou uma menina, como diz a esquerda, penso que as crianças também tem capacidade de escolher se devem ou não tomar vacinas. Se a criança não puder escolher por falta de conhecimento, penso que os pais deveriam ter esse direito de escolha preservado por lei. Resumindo… MEU CORPO, MINHAS REGRAS.

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

O Cristianismo foi Inventado por Roma? NÃO MESMO!

Relacionado

Tecnologia da Impureza: Água do Bill Gates e o Pão de Barata

Relacionado

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.