Iníco / Sistema Religioso e Apostasia / Na Mira da Serpente: Leandro Quadros segue roteiro diabólico para desacreditar a Bíblia

Na Mira da Serpente: Leandro Quadros segue roteiro diabólico para desacreditar a Bíblia

Nem o próprio Capeta seria tão eficiente em desacreditar a Bíblia e ridicularizar quem a coloca acima de qualquer outro livro. Mas Leandro Quadros conseguiu essa proeza, em menos de cinco minutos! Com a cumplicidade cínica do Tito Escada, que responderá diante de Deus pela mesma conduta errônea.

O Diabo prefere trabalhar em parceria com homens que se fantasiam como ministros da Palavra e se posicionem perante o público como Professores de Bíblia ou Mestres da Exegese e Hermenêutica, ainda que Jesus Cristo proíba que tenhamos a outros seres humanos nessa condição.

Para acrescentar força ao engano, o próprio Maligno inspira a adoção de cenários de aparente intelectualidade e superioridade, como o do programa “Na Mira da Serpente”. Na estante, coleção completa dos livros de Ellen G. White, comentários bíblicos da IASD e outros símbolos de erudição teológica. Sobre a mesa, várias Bíblias e um globo terrestre em evidência para subliminarmente demonstrar a primazia da Ciência Humana sobre a Palavra de Deus.

E começa então o vídeo (abaixo), uma verdadeira aula de interpretação equivocada e lançamento de descrédito contra a Bíblia. Uma equipe de experientes demônios deve ter produzido o roteiro e dirigido a apresentação:

1. Antes de mais nada, ridicularize e desdenhe daqueles que levam a Bíblia a sério demais.

É exatamente isso o que Leandro Quadros faz, com o apoio debochado de seu parceiro de programa. Eles se referem à crença na literalidade da descrição da Terra plana e coberta por um firmamento ou domo acima das nuvens e onde estão os luminares e estrelas, conforme o relato de Gênesis 1, como uma coisa ridícula, absurda e produto de uma imaginação fértil. Ora, imaginação fértil têm aqueles que alegorizam a descrição bíblica da Criação, como faz a dupla de escarnecedores da Novo Tempo.

2. Demonstre superioridade espiritual em relação aos que crêem na total literalidade do relato da Criação, bem ao estilo farisaico.

Nisso, Leandro Quadros tornou-se, de fato Mestre! Só faltou dizer “Graças te dou, ó Pai, por não ser como esses terraplanistas!”

“Porque eu fico extremamente chateado e até envergonhado, quando ouço esse tipo de opinião, porque quando um ateu lê que alguns cristãos defendem a idéia da Terra plana, ele vai pensar assim: ‘Eu vou ficar no ateísmo mesmo, porque se for para eu me tornar cristão e ficar ignorante como eles, então não quero ser cristão…’ Isso é uma vergonha, um desfavor que fazem para o Evangelho,” acrescenta.

Quem é ateu, em geral não cogita tornar-se cristão. E se o quisesse fazer, teria idêntica reação ao saber que os cristãos que têm a Bíblia como única regra de fé e prática, crêem que o mundo foi feito por Deus em seis dias literais de 24 horas, que Deus modelou homens e animais a partir do barro e que nossos primeiros pais foram enganados por uma cobra falante! Pretextos não faltam para aqueles que não crêem que Deus existe e que a Bíblia foi escrita por revelação e inspiração de nosso Pai celestial.

3. Cite qualquer coisa de Ellen White para deixar bem claro que a Bíblia é uma revelação incompleta, que precisou de acréscimos em nossos dias.

4. Use EGW para colocar a Bíblia e os livros de Ciência numa posição de aparente igualdade. Diga que procedem da mesma Mente Superior e estão sempre em harmonia, mas realçando o fato de que a Bíblia mesmo sendo inspirada não é científica e por isso não merece tanto crédito quanto as fotomontagens da Nasa, por exemplo.

5. Diga que Deus é o criador tanto da Bíblia quanto da Ciência.

Faça com que concluam que até os livros didáticos da Casa Publicadora Brasileira são iguais ou melhores que a Bíblia, porque no fim da contas também foram inspirados por Deus e, portanto, são iguais ou superiores às Escrituras, por conterem informações mais atualizadas. Michelson Borges e suas brochuras científicas foi tão inspirado quanto Moisés, que falava face a face e boca a boca com Deus!

6. Deixe claro que a Bíblia não é um livro de fácil compreensão e que não pode ser entendida literalmente. Que é preciso aprender a interpretá-la, que a nossa perspectiva ocidental difere da mentalidade dos autores bíblicos. Que convém, inclusive, participar primeiro de seminários ou ler livros sobre exegese e hermenêutica para só então poder entender corretamente o tal Livro Sagrado.

Deus sabia pouco de comunicação, inspirou os caras errados no passado, mas felizmente surgiram os cientistas e teólogos para ajudá-Lo! Ensina Leandro Quadros, que mesmo lendo que Deus está sobre a cúpula ou domo da Terra, insiste em dizer que isso significa que o planeta é redondo.

7. Valorize o princípio adventista da “revelação progressiva”: Deus nos falou pelos profetas no passado, depois enviou Seu Filho, mas por último nos falou pelos cientistas!

Repita reiteradas vezes que a Bíblia não é um livro científico, que crer na literalidade da cosmologia bíblica é uma bobagem, que os terraplanistas são ignorantes e atrevidos por acreditarem unicamente nas Escrituras e discordarem da opinião dos pastores globalistas.

Por último, imponha respeito e medo, ameaçando excluir da Igreja (e do Céu!) aqueles que discordarem de você.

Assista ao vídeo e comprove que Leandro Quadros segue esse roteiro ao pé da letra, desacreditando a Bíblia e ridicularizando os cristãos que, como Jesus Cristo, crêem numa Terra plana, coberta pelo domo celestiaç, acima do qual está a morada de Deus.

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Denúncia: USB atinge nível de batismos e dízimos da União Paraguaia

Assista e comente. Relacionado

Terra Plana: Nova Almeida Atualizada pode ajudar Michelson Borges a entender a Criação

 GÊNESIS 1 — Nova Almeida Atuallizada SEGUNDO DIA 6 E Deus disse: — Haja …

Deixe uma resposta