Iníco / Sistema Religioso e Apostasia / Nova profetisa adventista desmente Ellen G. White e inclui a Trindade em Bíblia falsificada para crianças

Nova profetisa adventista desmente Ellen G. White e inclui a Trindade em Bíblia falsificada para crianças

Nova profetisa adventista desmente Ellen G. White e inclui a Trindade em Bíblia falsificada para crianças

Charlotte F. Lessa escreveu no livro O Mundo Maravilhoso da Bíblia para Crianças, pág. 20: “Ainda no sexto dia, Jesus disse para Deus Pai e para Deus Espírito Santo: — Agora Nós vamos fazer o homem. Ele vai ser parecido conosco…”

Sobre o mesmo acontecimento, Ellen G. White que era considerada até recentemente “mensageira inspirada do Senhor” pelos adventistas, escreveu:

“Depois que a Terra foi criada, com sua vida animal, o Pai e o Filho levaram a cabo Seu propósito, planejado antes da queda de Satanás, de fazer o homem à Sua própria imagem. Eles tinham operado juntos na criação da Terra e de cada ser vivente sobre ela. E agora disse Deus a Seu Filho: ‘Façamos o homem à Nossa imagem.’” — História da Redenção, pág.19 (ou 21).

Charlotte F. Lessa é esposa do Editor-Chefe da Casa Publicadora Brasileira, Rubens Lessa, que, pelo visto, decidiu seguir o exemplo de Tiago White e explorar o “dom profético” da esposa como fonte de renda para a família. Não se trata de uma pequena falha como alguém poderia supor, porque todo livro da CPB passa pelo crivo de vários pastores e teólogos antes de decidirem que deve ser publicado.

10989033_1538687246418888_598701120469595709_o

“Façamos o homem à nossa imagem e semelhança.”

Os teólogos se satisfazem apenas com a palavra “FAÇAMOS” porém, ao analisarmos o restante da frase, “O HOMEM À NOSSA IMAGEM E SEMELHANÇA”, observamos que à imagem e semelhança de Deus, foram criados dois seres, não três ou quatro seres, apenas dois, Adão e Eva.

Ao nos aprofundarmos um pouco mais, verificaremos que no início foi criado apenas Adão, quanto tempo se passou até que Eva surgisse não foi mencionado, mas sabemos que foi num breve período do mesmo.

Aprofundando-nos ainda mais em nossa análise, descobriremos que, embora Eva surgisse algum tempo após Adão, podemos dizer que ela já estava desde o princípio com Adão, pois ela foi tirada do seio de Adão e embora fosse igual a ele, tendo a mesma autoridade sobre toda a criação, ela lhe era submissa, uma submissão natural, agradável e harmoniosa.

Continuando em nossa análise e nos aprofundando até onde o Eterno nos permitir, verificaremos que o termo primogênito que também pode significar único da espécie, se aplica perfeitamente a Eva pois, dentre os bilhões de seres humanos que vivem em nossos dias, e os incontáveis que já viveram nos séculos e milênios passados, nenhum se iguala a Eva, ela é a única de sua espécie, a única que teve a sua origem no seio de Adão, enquanto que todo o restante da humanidade tiveram a sua origem nos propósitos de Adão e Eva, e sem eles, não existiriam.

Encerrando aqui nossa análise de Gênesis 1:26-27, apresentamos ainda a seguinte consideração: Será que o Eterno ao criar o ser humano não tinha o propósito de ensinar à hoste celestial Seus mistérios insondáveis ?

Ao criar o ser humano à Sua imagem e semelhança, não estaria Ele ensinando que no princípio Ele existia só e com o desejo de compartilhar Sua vida, de Si mesmo gerou a Seu Filho e juntos formaram todas as coisas criadas?

Não estaria Ele ensinando também que embora a hoste celestial seja inumerável e poderosa, nenhum dos seres celestiais se iguala a Seu Filho por Ele ser o único de Sua espécie, único que teve a Sua origem no seio do Deus Eterno, enquanto que todos os demais tiveram sua origem nos propósitos do Eterno e Seu Filho, e sem Eles não existiriam?

Na análise do texto de Gn 1:26-27, podemos observar que na divindade existem apenas dois seres, o Eterno e Seu Filho, o que também é confirmado no ritual do santuário onde, o Eterno é simbolizado por uma luz misteriosa sobre o propiciatório e Seu Filho pelo Sumo Sacerdote Lv 16:2 e 32. Isso é confirmado também pela declaração do Messias em João 17:3: “E a vida eterna é esta: que Te conheçam a Ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” — I. B. Zaituni

1047917_1538687159752230_7826065699653554857_o

Adão e Eva: Imagens de Deus e de Jesus

Não compreendemos a Bíblia corretamente, por que na maioria das vezes buscamos defender nossas idéias e tradições pré-adquiridas. Devemos estudar a palavra de Deus, buscando coerência e solicitando a presença do Espírito de Cristo para a compreendermos corretamente.

No princípio Deus disse a seu filho: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança… Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. (Gênesis 1:26-27)

Notemos que Deus disse: “façamos”. Porém, ao analisarmos o restante da frase, “o homem à nossa imagem e semelhança”, observarmos que à imagem e semelhança de Deus, foram criados dois seres, Adão e Eva. Deus não criou três, ou quatro, mas somente dois seres foram criados.

Mas antes que a mulher fosse formada, Deus fez os animais e ordenou que Adão desse nome a todos eles

“Da terra formou, pois, o Senhor Deus todos os animais o campo e todas as aves do céu, e os trouxe ao homem, para ver como lhes chamaria; e tudo o que o homem chamou a todo ser vivente, isso foi o seu nome. Assim o homem deu nomes a todos os animais domésticos, às aves do céu e a todos os animais do campo; mas para o homem não se achava ajudadora idônea. (Gênesis 02:19-20)

Não havia ajudadora idônia para o homem. Não é declarado quanto tempo passou entre a criação de Adãi e a criação de Eva, mas imagine o tempo que o homem levou para colocar nomes em toda criação que Deus havia feito e, após observar todos animais, perceber que estava sozinho.

Mas, mesmo que Eva tenha sido criada após Adão, podemos dizer que ela, de certa forma, já estava desde o princípio com Adão, pois ela foi tirada da costela de Adão (Gênesis 02:21-22), e embora fosse igual a ele (auxiliadora idônia), tendo a mesma autoridade sobre toda a criação, ela lhe era submissa. Adão não se aproveitava dessa situação, e tanto a amou que, após Eva comer o fruto proibido, foi solidário e também comeu do fruto proibido. Não quis que Eva morresse sozinha. Adão refletiu, de certa forma, o amor de Deus e seu filho. (Mas o filho de Deus em conselho com Seu Pai, decidir morrer para salvar a humanidade caída, visto Deus ser imortal e não poder morrer para pagar o preço do pecado (I Tim 06:16)).

Podemos utilizar o termo único (assim como termo Unigênito usado para o filho de Deus em João 3:16) à Eva, visto entre todos os seres humanos, Adão e Eva eram únicos. Adão foi formado primeiro, do Barro da Terra, Eva foi formada de Adão, de parte dele. Eva foi tirada de Adão, ao contrário do restante da humanidade que nasceria da união de ambos. Semelhança essa que deveria ser mantida no matrimonio, instituído por Deus.

Deus, em sua sabedoria, criou o homem a sua imagem e semelhança, homem e mulher os criou (Gen 1:27) Ao criar o ser humano à Sua imagem e semelhança Deus ensinou o princípio do reino divino. Primeiro Deus existia, depois tirou de si seu filho, o único de sua espécie, gerado no seio do pai. A sua semelhança, Deus criou o homem, e depois tirou do seio do homem a mulher, ambos a sua imagem e semelhança.

O filho de Deus, sempre submisso a Deus, e a mulher sempre submissa ao homem. A imagem e semelhança de Deus, homem e mulher os criou. O filho de Deus é o único de sua espécie, retirado do seio do pai, assim como Eva é a única e singular, retirada do seio de Adão. Ao honrar ao filho, estamos honrando o pai. Ao respeitar a esposa, estamos honrando o marido.

Vejamos o que a Bíblia diz de Jesus, quando estava com Deus antes da Criação.

Provérbios 8, falando da sabedoria, representação do filho de Deus:

“O Senhor me criou como a primeira das suas obras, o princípio dos seus feitos mais antigos. Desde a eternidade fui constituída, desde o princípio, antes de existir a terra. Antes de haver abismos, fui gerada, e antes ainda de haver fontes cheias d’água. Antes que os montes fossem firmados, antes dos outeiros eu nasci, quando ele ainda não tinha feito a terra com seus campos, nem sequer o princípio do pó do mundo. (Provérbios 8:22-26)

“…o qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação” Col 1:15.

“Ao anjo da igreja em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus” Apocalipse 3:14

Adão e Eva foram criados como imagens de Deus. Primeiro Deus, depois Jesus foi gerado em seu seio. Primeiro Adão, depois Eva foi tirada do seu seio.

Em João 1, podemos compreender que Jesus estava em Deus no princípio, antes de Deus criar qualquer coisa, assim como Eva estava em Adão, antes de ser ‘tirada” dele.

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus.” João 1:1-2

Podemos entender que no principio da criação do mundo, Eva também estava com Adão (Em seu seio) e Eva era Adão. Deus, a exemplo de Sua imagem (imagem de Deus e Jesus), retirou Eva do seio de Adão. Antes do principio de Qualquer coisa existir, Deus tirou Jesus de seu seio. Jesus estava com Deus e Jesus era Deus, assim como Eva era Adão. Nunca podemos esquecer que Deus Criou o homem e a mulher a sua imagem e semelhança, inclusive Adão (Imagem de Deus, que existia primeiro) e Eva (Imagem do filho de Deus, Jesus, que Deus retirou de Seu seio).

Ao analisarmos o capítulo 5 (verso 13) do livro do Apocalipse, verificaremos que a autoridade outorgada por Deus ao Cordeiro, foi reconhecida por toda hoste celestial, somente após a Sua vitória sobre a cruz.

Ao criar o homem e a mulher (Gen 1:26-27) à sua imagem e semelhança, Deus não criou um terceiro ser, como representação do espírito Santo. O homem e a mulher foram formados e deveriam ser uma só carne, assim como Deus e Seu filho compartilham um só espírito, o espírito Santo. Assim como a ‘uma só carne’ que deveria ser Adão e Eva, o um só espírito, ou o espírito de santidade compartilhado pelo pai e o filho não significa que os dois são uma única pessoa.

Em Atos 5:1-5, Ananias mentiu para o espírito Santo. E em Atos 20:28 vemos que o espírito Santo comprou a igreja com Seu sangue, e em Efésios 4:8 lemos que Jesus deu dons aos homens. A quem Ananias mentiu? Quem comprou a igreja foi o espírito Santo ou foi o filho de Deus que foi tirado do seio de Deus? Quem dá dons aos homens, é o filho de Deus ou um terceiro deus? Quem intercede junto a Deus, é o filho de Deus ou um terceiro deus?

Homem e mulher deveriam, a exemplo de Deus e Seu filho do qual foram feitos imagens, terem o mesmo espírito, assim como o pai e o filho compartilham do mesmo espírito (que é Santo, ao contrário do meu…). Eles foram criados para serem uma só carne, terem um só propósito, assim como o Pai e o Filho tem um só propósito. (O bem estar e felicidade do Universo).

Em João 14:26 lemos que o “espírito Santo ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo que vos tenho dito” vemos que é o espírito, que o Filho compartilha com o Pai, que faria este trabalho. Vemos também que o Jesus prometeu que não deixaria Seus discípulos órfãos e que sempre estaria com eles até a consumação dos séculos. (João 14:18; Mateus 28:20);

Jesus está unido a Deus em um só espírito – I Cor 6:17 – Essa união Ele quer fazer com todos os crentes, e quer que todos sejam um com Ele assim como Ele é um em espírito com Deus (João 17:11). “para que todos sejam um; assim como Tu, ó Pai, és em Mim, e Eu em Ti, que também eles sejam um em Nós; para que o mundo creia que Tu me enviaste”.(João 17:21). Jesus quer se unir a nós, em espírito, para sejamos um com Ele assim como Ele é um com o Pai.

Homem e mulher, a exemplo de Deus, foram feitos ‘imagem e semelhança’ de Deus. Não foi feito um terceiro, para representar um terceiro deus. O espírito Santo é o espírito de Deus e do filho de Deus, gerado em Seu seio; que estava em Seu seio; tirado de Seu seio, assim como o matrimonio é a união feita por Deus para representar a união entre Ele (Deus) e Seu Filho. Os homens tem quebrado esta imagem de Deus, realizada no casamento, onde homem e mulher devem representar (ser a imagem) da união de Deus e Seu filho. Os homens tem deixado de ser a imagem de Deus e de Seu Filho, agindo dolosamente, cometendo torpeza e relações de adultério, falseando a criação de Deus, deixando de ser a imagem de Deus e de Cristo. (Romanos 1:21-27)

Todo universo não caído de Deus já reconheceu que somente aos dois, o Deus “que se assenta no trono, e o cordeiro” (Jesus) (Apoc 5:13), devem ser toda adoração, honra e louvor.

Estamos invalidando a palavra de Deus por causa da nossa tradição? (Mateus 15:6) Que possamos estar unidos em um só espírito,

E você, está refletindo a imagem de Deus em sua vida? Lembre-se, você foi criado a imagem de Deus e de Jesus, você irá refletir esta imagem, ou invalidará a palavra de Deus? O Espírito de Cristo une Seu povo, e este se torna um com Jesus e o pai, assim como os dois são um em espírito e propósitos. (João 17:21). — Por Misael Malagoli, Adventista do Sétimo Dia, de Anápolis, GO.

Clique no link abaixo e faça o download de mais um material sobe o tema, em PDF.

O Pai & Adão e o Filho & Eva

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

SUPERFATURAMENTO GOSPEL COM DINHEIRO PÚBLICO

Relacionado

Trindade – Um ataque de Satanás ao Calvário

Relacionado

Deixe uma resposta