Iníco / Artigos / O Evangelho Eterno: Templo = Igreja? Sacerdotes = Pastores? Púlpito = Santíssimo? Entenda definitivamente…

O Evangelho Eterno: Templo = Igreja? Sacerdotes = Pastores? Púlpito = Santíssimo? Entenda definitivamente…

…”A ti, pois, ó filho do homem, te constituí por atalaia sobre a casa de Israel (a verdadeira casa de Israel é a Igreja espiritual do Senhor Jesus Cristo espalhada por toda Terra); tu, pois, ouvirás a palavra da minha boca e lhe darás aviso da minha parte”… ◄ Ezequiel 33:7 ►

APCNEWS: Não queremos menosprezar a fé de qualquer pessoa que seja com esse Estudo Apologético, muito menos sermos incentivadores de desIgrejados mas a Verdade absoluta do Evangelho Eterno contido nàs Escrituras Sagradas é essa Verdade, tudo além é Sistema religioso…e Maranata nosso Rei e Senhor Jesus Cristo.

🔥#500AnosDaReforma – Templo = Igreja? Sacerdotes = Pastores? Púlpito = Santíssimo? 

A Igreja foi fundada pelo Senhor Jesus Cristo. Quem é a pedra sobre a qual está fundada a Igreja? Não era Pedro, pois o seu nome (petros) significa: pedra solta, rolante ou movediça. Ao contrário, a Igreja está fundada sobre a rocha inalterável da Fé de Pedro, ou seja, sua declaração de que o Messias era O Cristo. Durante o primeiro século, a Igreja manteve-se fiel à Doutrina genuína do Senhor Jesus. Depois começaram a introduzir-se heresias e graves erros, para os quais os apóstolos haviam chamado seriamente a atenção (Romanos 1:21, 22 e 23; II São Pedro 2:1 e 2; Tito 1:14; Colossenses 2:8).

Esses erros envolviam importantes Doutrinas e também alteravam a forma de governo da Igreja, de tal modo que a Verdade foi deitada por terra (ver Daniel 8:12). Tal situação aflitiva duraria 1.260 anos (Daniel 7:25; Apocalipse 12:6 e 14; 13:5), ou seja, desde o ano 538 até ao ano de 1798. Depois desse grande período de obscuridade espiritual, a verdade ressurgiria gloriosamente para ser pregada em forma de tríplice mensagem angélica (Apocalipse 14:6-12 e do quarto anjo de Apocalipse 18 que repete e amplia a mensagem do segundo anjo de Apocalipse 14).

A Igreja verdadeira deve depositar sua Fé unicamente no Senhor Jesus O Cristo (Apocalipse 14:12). Respeitará os mandamentos da lei de Deus (Apocalipse 14:12). Terá a manifestação do Espírito Santo de Cristo e de profecia (Apocalipse 19:10). Respeitará o santo dia do sábado (Êxodo 20:8-11). Guiar-se-á em tudo quanto diz a Palavra de Deus (II Timóteo 3:16). Sustentará um dinâmico e tríplice programa de evangelismo (São Mateus 4:23). Anunciará o juízo iminente (Apocalipse 14:7). Pregará com poder sobre a segunda vinda do Senhor Jesus Cristo (Tito 2:13). A Bíblia revela que, quando estivesse próxima a Volta do Senhor Jesus Cristo, havia de ser feita uma obra de extensão mundial no sentido de avisar todos os moradores da Terra, para que ninguém perecesse ignorantemente.

Disse o Senhor Jesus que o “Evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim” (Mateus 24:14). O Evangelho é um só desde o princípio do mundo. Tem, todavia, esse “Evangelho Eterno”, para cada época, uma mensagem especial. Uma foi à mensagem pregada no tempo de Noé; outra a que foi anunciada a Abraão (Gálatas 3:8); outra a que o Eterno Deus mandou proclamar aos israelitas (Hebreus 4:2); outra a de João Batista; etc. Para este tempo, o Evangelho também tem mensagens especiais, que deveriam ser pregadas em todo o mundo antes que venha o fim, conforme predição do Senhor Jesus Cristo.

Ao apóstolo João foi mostrada, em visão, a obra de proclamação dessas mensagens evangélicas. Suas palavras, paralelas às de Cristo (Mateus 24:14), rezam assim: “E vi outro anjo voar pelo meio do Céu, e tinha o Evangelho Eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a Terra, e a toda a nação, e tribo e língua, e povo, dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-Lhe glória; porque vinda é a hora do Seu juízo. E adorai Aquele que fez o Céu, e a Terra e o Mar, e as fontes das águas. E outro anjo seguiu dizendo: Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição.

E seguiu-os o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a Besta, e a sua imagem, e receber o Sinal na sua testa, ou na sua mão, também o tal beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da Sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro” (Apocalipse 14:6-10). Estas são as mensagens que o Evangelho Eterno tem para o nosso tempo. Os anjos que as proclamam representam os servos do Eterno Deus incumbidos de realizar esta obra. [Texto do teólogo e jornalista cristão Júlio César Prado]

🔥#500AnosDaReforma – Somente à Fé… Somente às Escrituras… Somente Cristo… Somente à Graça… Glória Somente à Deus…

Muitos cristãos acreditam que o santuário/templo do Antigo Testamento corresponde à ‘igreja’ (prédio) e que os sacerdotes israelitas correspondem aos pastores. No entanto, essa ideia é contrária aos ensinamentos do Novo Testamento. Por isso, essa ideia antibíblica deve ser rejeitada. Acompanhe um resumo do que o Novo Testamento ensina sobre o assunto…

 

Minha posição sobre o assunto da ordenação das mulheres não é “cultural” e sim bíblica. Eu aceito o padrão bíblico adotado pelo Eterno Deus desde o Gênesis. O Senhor Deus chamou as mulheres e as dotou com muitos talentos: profetiza, professora, mãe, diaconisa, conselheira, pregadora e obreira bíblica, mas não existe nenhum verso bíblico que apoie a ordenação da mulher para o sacerdócio no Antigo Testamento ou para o pastorado no Novo Testamento. O Eterno Deus não é contra a mulher e a favor do homem, Ele determinou funções diferentes para um e para o outro, não fez uma enquete, não usou de democracia, “o governo do povo”, o Senhor Deus age de forma Teocrática, é Ele quem define o que é certo e errado e muitas vezes não explica o porquê. A mente moderna inquiridora quer saber os porquês, questiona e contemporiza, mas o Eterno Deus e Seus princípios são constantes e não mudam segundo a Cultura. A Bíblia não proíbe a guarda do domingo mas ordena a guarda do Sábado. A Bíblia não proíbe a ordenação da mulher mas ordena a ordenação do homem como cabeça do lar e da igreja. É simples assim.

Santuário/templo

– Na nova aliança, o santuário/templo físico desaparece

“Todavia, o Altíssimo não habita em casas feitas por homens.” (At 7:48)

– No Céu, há o Santuário Celestial (que já existia nos tempos do Antigo Testamento)

“O mais importante do que estamos tratando é que temos um Sumo Sacerdote como esse [Jesus O Cristo], o qual Se assentou à direita do Trono da Majestade nos Céus e serve no santuário, no verdadeiro Tabernáculo que o Senhor erigiu, e não o homem.” (Hb 8:1-2)

“Pois Cristo não entrou em Santuário feito por homens, uma simples representação do verdadeiro; Ele entrou nos Céus, para agora Se apresentar diante de Deus em nosso favor.” (Hb 9:24)

– Na Terra, o santuário/templo são os cristãos individuais e a comunidade cristã

“Vocês não sabem que são Santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vocês? […] O Santuário de Deus, que são vocês, é sagrado.” (1Co 3:16-17)

“Acaso não sabem que o corpo de vocês é Santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos?” (1Co 6:19)

Sacerdotes

– O Senhor Jesus O Cristo é nosso Sumo Sacerdote no Santuário Celestial

“Portanto, visto que temos um grande Sumo Sacerdote que adentrou os Céus, Jesus, o Filho de Deus, apeguemo-nos com toda a firmeza à Fé que professamos.” (Hb 4:14)

“Visto que vive para sempre, Jesus tem um Sacerdócio permanente. […] É de um Sumo Sacerdote como este que precisávamos: santo, inculpável, puro, separado dos pecadores, exaltado acima dos Céus.” (Hb 7:24, 26)

– Todos os cristãos são sacerdotes

“Vocês também estão sendo utilizados como pedras vivas na edificação de uma casa espiritual para serem sacerdócio santo, oferecendo sacrifícios espirituais aceitáveis a Deus, por meio de Jesus Cristo. […] Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas dAquele que os chamou das trevas para a Sua maravilhosa luz.” (1Pe 2:4-5, 9)

“Jesus Cristo […] nos constituiu reino e sacerdotes para servir a Seu Deus e Pai.” (Ap 1:5-6)

“Tu és digno de receber o Livro e de abrir os seus Selos, pois foste morto, e com Teu sangue compraste para Deus gente de toda tribo, língua, povo e nação. Tu os constituíste reino e sacerdotes para o nosso Deus, e eles reinarão sobre a Terra.” (Ap 5:10)

“Felizes e santos os que participam da primeira ressurreição! A segunda morte não tem poder sobre eles; serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com Ele durante mil anos.” (Ap 20:6)

O que significa ser um sacerdote?

Martinho Lutero ensinava corretamente que:

  1. – podemos ir diretamente a Deus, sem a mediação da igreja, sacerdotes, sacramentos, boas obras, santos etc. (Jo 14:6; Hb 10:19-20);
  2. – todos os cristãos, e não apenas um grupo privilegiado, são espirituais (Jo 3:6; Rm 8:9, 14; 1Pe 2:5);
  3. – o batismo nos torna iguais (Jo 3:6; Gl 3:26-29; Cl 3:9-11);
  4. – cada cristão recebe um dom/ministério/vocação, mas nenhum destes é superior ao outro (1Co 4:1-2; 12:4-12; Ef 4:11-16).

Mesmo em relação aos diferentes dons espirituais:

  1. – não é determinado dom que torna alguém espiritual;
  2. – nenhuma vocação (ou dom) é mais sagrada que a outra;
  3. – não há hierarquia, senão a de serviço;
  4. – não há lugar para autoritarismo ou arrogância.

Adaptado de palestra de Wilson Paroschi (via Missão Pós-Moderna)

Nota: A palavra grega Ekklēsia, que é geralmente traduzida por “Igreja”, é uma combinação das palavras chamar e fora. (*No original Ekklēsia significa “chamados para fora”, então “a Igreja é um povo chamado para fora do_______ **inclua aqui tudo o que a Palavra de Deus condena: pecado[1 João 3:4-9], mundo, sistema religioso.”) …

Todavia, também não somos contra a reunião dos crentes, cristãos ou fiéis em um prédio, edificação para cultuar ao Eterno Deus. O uso do termo Ekklēsia mostra que a Igreja também é uma assembleia (ou seja, uma reunião) e a Igreja em Atos dos Apóstolos se reunia sim em locais fechados para cultuar ao Eterno Deus, orar e ouvir a Palavra.

A Enciclopédia Histórico-Teológica da Igreja Cristã traz a seguinte definição para Igreja:

“No NT, “Igreja” traduz a palavra grega Ekklēsia. No grego secular, Ekklēsia designava uma assembleia pública, e este significado ainda foi mantido no NT (At 19.32, 39, 41).

No AT hebraico a palavra qahal designa a assembleia do povo de Deus (e.g. Dt 10,4; 23.2-3; 31.30; Sl 22.23), e a LXX, a tradução grega do AT, traduz esta palavra por Ekklēsia e synagōgē, igualmente. Até mesmo no NT, Ekklēsia pode significa a assembleia dos israelitas (At 7.38; Hb 2.12); mas, à parte destas exceções, a palavra Ekklēsia no NT designa a Igreja cristã, tanto local (e.g. Mt 18.17; At 15.41; Rm 16.16; 1 Co 4.17; 7.17; 14.33; Cl 4.15) quanto universal (e.g. Mt 16.18; At 20.28; 1 Co 12.28; 15.9; Ef 1.22).

Outra ideia bem comum no meio do sistema religioso é a seguinte: “A igreja de hoje segue o modelo do templo de Israel. Portanto, o local onde fica o púlpito deve ser considerado como o Santíssimo, simbolicamente”. Esta afirmação não tem nenhum respaldo bíblico nem no Espírito de Profecia. Apesar de saber do grande zelo que se deve ter para com o local de onde a Palavra de Deus é pregada, não se pode ensinar algo que a própria Palavra não confirma. Depois que o Senhor Jesus entregou-Se na Cruz, o simbolismo que havia no Santuário perdeu seu sentido (cf. Mateus 27:51). As igrejas atuais estão mais para “sinagogas” do que para o Templo, pois elas servem para ensinar a Palavra de Deus e fazer adoração a Ele, sem, contudo, envolver qualquer tipo de “sacrifício expiatório”, nos moldes que eram feitos no Antigo Testamento. Portanto, dizer que o local de onde a Palavra de Deus é pregada é o Lugar Santo e que o púlpito representa o Santíssimo, não tem nenhuma base genuinamente bíblica. [Com informações: MEGAPHONE ADV]

…”Então Jesus lhes respondeu, esclareceu: “Vós estais equivocados por não conhecerdes as Escrituras, errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus!”… ◄ Mateus 22:29 ►

⚡ O Evangelho Eterno no Antigo Testamento…

por Daniel Araújo

Daniel AraújoNa verdade, se as afirmações do Senhor Jesus O Cristo forem verdadeiras (e elas são!), todo o Antigo Testamento aponta para Ele. Isso mesmo, TODO o Antigo Testamento.

Infelizmente, quando se trata de estudar a Bíblia Sagrada, muitos cristãos negligenciam o Antigo Testamento. Claro, eles podem ler Gênesis, Salmos e Provérbios. Em sua maioria, porém, os cristãos consideram os outros livros do Antigo Testamento como chatos ou irrelevantes.

No entanto, nada poderia estar mais longe da verdade! Pois, um estudo cuidadoso do Velho Testamento revela o PLANO MESTRE de Deus para enviar um SALVADOR cuja vida seria dada como oferta pelo pecado (Isaías 53).

Em referência ao que chamamos Antigo Testamento, Jesus disse: “EXAMINAIS as ESCRITURAS, porque JULGAIS ter NELAS a VIDA ETERNA, e são ELAS MESMAS que TESTIFICAM de MIM” (João 5: 39). O Senhor Jesus também disse que não VEIO ABOLIR a LEI ou os PROFETAS, mas para CUMPRIR seu propósito (Mateus 5: 17).

Ele EXPLICOU como as ESCRITURAS apontavam para Ele mesmo (Lucas 24: 27), como tudo que estava escrito sobre Ele na lei de Moisés, nos profetas e nos Salmos tinha de ser cumprido (Lucas 24: 44).

Ao fazer isso, o Senhor Jesus não estava se referindo apenas às profecias messiânicas. Ele também estava lembrando as HISTÓRIAS, os SÍMBOLOS, as LEIS, os COSTUMES e outros ELEMENTOS do Antigo Testamento. Porque todos os aspectos do Antigo Testamento APONTAM para o Senhor Jesus.

Como declara o autor do livro de Hebreus, “…a lei tem SOMBRA dos bens vindouros, não a imagem real das coisas” (Hebreus 10: 1a). Em outras palavras, a lei e os profetas nos deram um vislumbre da vida, morte e ressurreição do Senhor Jesus Cristo.

E um desses lampejos é descrito no livro do Êxodo. Trata-se da ARCA DA ALIANÇA.

*Ative o som no vídeo*Clique com o botão direito em cima do vídeo e reative o som. 

A Arca da Aliança

Durante o êxodo do Egito, o Eterno Deus instruiu os israelitas a construírem uma caixa conhecida como a Arca da Aliança. Mas o Eterno não disse apenas: “Vamos lá, construam uma caixa”. Ele forneceu INSTRUÇÕES DETALHADAS e ESPECÍFICAS sobre como a caixa era para ser feita.

E, sabe de uma coisa? Quando você estuda Suas instruções, você verá que elas servem para fazer uma só coisa: glorificar o Nome santo do Senhor Jesus Cristo.

A descrição da Arca de Deus é encontrada no livro do Êxodo. Lá, Ele revela suas dimensões, como carregá-la, e o que colocar dentro dela. Ele instrui os israelitas a fazer a cobertura da Arca (que Ele chama de “propiciatório”) de ouro puro. Sobre este, eles devem montar DOIS ANJOS feitos de ouro puro e colocá-los em AMBOS OS LADOS, um de frente para o outro, e OLHANDO para BAIXO sobre o PROPICIATÓRIO (Êxodo 25: 18-20).

Ele então os instrui a colocar dentro dela as tábuas de pedra inscritas com os Dez Mandamentos. Aprendemos mais tarde que a Arca também continha a vara de Arão que floresceu, bem como um vaso de ouro contendo o maná (Hebreus 9: 4).

Em seguida, o Eterno Deus instruiu os hebreus a fazerem uma cortina especial e a colocarem a Arca da Aliança por trás dela. Esta cortina era para SEPARAR O LUGAR SANTO do SANTO dos SANTO (Êxodo 26: 33), e SIMBOLIZA a barreira que o pecado cria entre a humanidade e o Criador.

No Santo dos Santos, o próprio Deus estava presente em uma nuvem sobre o propiciatório (Levítico 16: 2; Números 7: 89). Este era o lugar onde o sumo sacerdote aspergia o sangue de um sacrifício para expiar os pecados do povo (Levítico 16: 14-15).

Enquanto os israelitas provavelmente não entenderam o propósito de todas estas instruções, O OBJETIVO do Eterno Deus foi REVELADO mais tarde na VIDA, MORTE e RESSURREIÇÃO de Jesus Cristo. Tudo aponta para Jesus!

O Senhor Jesus disse: as Escrituras… testificam de mim” (João 5: 39). E as instruções do Eterno Deus para a concepção e a utilização da Arca da Aliança não são exceção. Basta estudar os relatos dos Evangelhos, e você vai perceber como é verdade que TUDO nas Escrituras APONTA para o Senhor Jesus.

Vamos começar com o conteúdo da Arca. Um dos itens encontrados no seu interior era uma urna de ouro com o maná (Hebreus 9: 4). Maná foi o pão do céu que o Eterno Deus forneceu aos hebreus enquanto vagavam pelo deserto (Êxodo 16). Este é um SÍMBOLO do Senhor Jesus, que é o VERDADEIRO PÃO da VIDA.

O próprio Jesus disse: “…não foi Moisés quem vos deu o pão do céu; o VERDADEIRO pão do Céu é meu Pai quem VOS DÁ. Porque o pão de Deus é o que desce do céu e dá vida ao mundo” (João 6: 32-33).

A Arca também continha a vara de Arão que tinha florescido (Hebreus 9: 4). Você se lembra da história da vara de Arão? O Eterno Deus tinha mandado Moisés colocar doze bordões de madeira (representando as doze tribos de Israel) na frente da Arca. Em cada bordão estava escrito o nome do líder da sua tribo, e Deus prometeu que o cajado do homem que Ele escolheria para servir como sumo sacerdote floresceria (Números 17: 1-8).

A presença da vara de Arão na Arca é adequada, uma vez que o Senhor Jesus serve como nosso Sumo Sacerdote (Hebreus 4: 14-15). Como Sumo Sacerdote, Jesus Cristo se aproximou de Deus em nosso nome e ofereceu O MAIOR sacrifício de sangue para expiar nossos pecados.

Mas aqueles não eram os únicos itens na Arca da Aliança. Ela também continha as tábuas de pedra inscritas com os Dez Mandamentos (Hebreus 9: 4). Este é um símbolo da dedicação que o Senhor Jesus TEVE à LEI. Ao contrário do que ALGUNS ACREDITAM, o Senhor Jesus não VEIO ABOLIR a LEI, mas CUMPRI-LA (Mateus 5.17).

O apóstolo Paulo descreveu como o Senhor Jesus Cristo nos resgatou da maldição pronunciada pela lei, porque, quando Ele foi crucificado, tomou sobre si a maldição por NOSSOS ERROS (Gálatas 3:13).

No entanto, não é apenas o conteúdo da Arca que aponta para o Senhor Jesus e glorifica Seu nome. O desenho da própria Arca aponta para Ele.

Chorando fora do túmulo vazio, Maria Madalena olhou para dentro e viu DOIS ANJOS – um assentado onde estivera a cabeça do Senhor Jesus e o outro assentado onde os pés do Senhor Jesus tinham estado (João 20: 12). Será que isso parece uma imagem familiar? Deveria!

Lembre-se, o Eterno Deus ordenou que os hebreus colocassem DOIS ANJOS em extremos opostos na TAMPA da ARCA da ALIANÇA. Estes dois anjos deveriam olhar para baixo sobre o propiciatório, (Êxodo 25: 18-20). Foi precisamente o que Maria viu no túmulo vazio: ANJOS em EXTREMIDADES OPOSTAS no lugar onde o Senhor Jesus foi colocado para descansar – o verdadeiro propiciatório.

A Arca prenunciava a Vinda do Senhor Jesus O Cristo e os eventos que cercam Sua ressurreição. O Senhor Jesus Cristo foi o sacrifício final. Como nosso Sumo Sacerdote, Ele ENTROU no LUGAR SANTÍSSIMO e assegurou nossa redenção para sempre com o Seu próprio sangue, em vez do sangue de animais (Hebreus 9: 12).

Quando o Senhor Jesus fez isso, a cortina do templo que separava o Lugar Santo do Santo dos Santos se rasgou em duas, de alto a baixo (Mateus 27: 51). O pecado que separava o homem do Eterno Deus foi ANIQUILADO, porque, uma vez por todas, o Senhor Jesus Cristo veio e tirou nossos pecados, dando Sua própria vida como um sacrifício santo (Hebreus 9: 26).

…”Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo, é nascido de Deus; e todo aquele que ama o Pai, de igual modo, ama também o que dEle foi gerado. Desta maneira, sabemos que amamos os filhos de Deus: quando amamos a Deus e obedecemos aos seus Mandamentos. Porquanto, nisto consiste o amor a Deus: em que pratiquemos os seus Mandamentos. E os seus Mandamentos não são penosos. Todo aquele que é nascido de Deus vence o mundo; e este é o triunfo que vence o mundo: a nossa fé! … ◄ 1 João 5:1-4 ►

◄ Apocalipse 12:17-18 ► -[Versão; King James Atualizada]- Então, irou-se tremendamente o Dragão contra a mulher e partiu para atacar o restante da sua descendência, os que obedecem aos mandamentos de Deus e se mantêm fiéis ao testemunho de Jesus. E assim, o Dragão se colocou em pé sobre a areia do mar. ◄ Apocalipse 12:18 ► -[Versão; João F. Almeida Atualizada]- E o Dragão parou sobre a areia do mar.

…”Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que obedecem aos Mandamentos de Deus e permanecem fiéis a Jesus”… ◄ Apocalipse 14:12 ►

A mulher vestida do Sol representa a Igreja de Deus que guarda os Mandamentos de Deus e tem a Fé, o Testemunho de Jesus. ◄ Apocalipse 12:17 ►

…”Bem-aventurados todos os que lavam as suas roupas no sangue do Cordeiro, e assim ganham o direito à árvore da vida, e podem adentrar na Cidade através de seus portais”… ◄ Apocalipse 22:14 ►

Eis que venho sem demora! E trago Comigo o galardão que tenho para premiar a cada um segundo as suas obras. Eu Sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Derradeiro, o Princípio e o Fim”… ◄ Apocalipse 22:10-13 ►

POR: Daniel Araújo

Daniel AraújoDaniel Araújo é carioca, Escritor cristão, Colunista do site Apocalipse News, Evangelista, escreve e sintetiza sobre diversos temas bíblicos entre outros assuntos. Casado, pai de uma linda menina.

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

O Senhor dos Milagres – Um dos melhores filmes infantis que já assisti. Através da animação, que mistura técnicas de movimento em bonecos de argila a recursos de computação gráfica.

Click na imagem para baixar Relacionado

UM MAGNÍFICO FALSO PROFETA

Porém o profeta que tiver a presunção de falar alguma palavra em meu nome, que …

Deixe uma resposta