Iníco / Ecumenismo / O Papa deveria ter impedido a aprovação do aborto na Argentina? Não, de jeito nenhum!

O Papa deveria ter impedido a aprovação do aborto na Argentina? Não, de jeito nenhum!

O Estado é laico e, portanto, não pode se orientar por uma visão religiosa da realidade. Nesse caso da aprovação do aborto na Argentina, não dá para querer exigir uma interferência da Igreja. As pessoas que ficam cobrando “o que o Papa fez para proibir o aborto na Argentina?”, estão justificando exatamente o argumento abortista de que os cristãos querem uma intervenção da Igreja no Estado.

Não dá para cobrar do Papa algo que é responsabilidade do eleitor, que elegeu o pessoal do Senado e do Congresso. No debate, temos que usar argumentação não-bíblica para justificar a não-aprovação dessa permissão. Por outro lado, nossas convicções religiosas devem ser também respeitadas. É nosso direito pensar e crer diferente.

Ativistas do aborto gritam de júbilo quando a Argentina se torna o primeiro país latino-americano a legalizar o aborto

30 de dezembro de 2020por Andy Roman

Na quarta-feira, 30 de dezembro, após 12 horas de debate, o Senado da Argentina aprovou a legalização do aborto. Multidões massivas de ativistas pelo direito ao aborto e feministas reagiram às notícias com gritos e lágrimas de alegria ao saudar a histórica votação. A nova lei permite que meninas de até 13 anos façam abortos sem o consentimento dos pais. [1]

Crianças de 13 anos querem fazer sexo sem responsabilidade. Essas meninas gritam de alegria com a legalização do assassinato. Esse mal flagrante agora dará a milhões de mulheres e crianças o direito de matar seus bebês em um país de maioria católica.

Isso é o que acontece sempre que os cristãos apóiam descaradamente candidatos pró-aborto, pró-eutanásia, pró feministas e pró-radicais da teoria de gênero. Esses vídeos demoníacos de meninas celebrando porque agora têm o direito legal de matar seus bebês inocentes valem mais que mil palavras.

 

No vídeo acima, 1 milhão de feministas na Argentina gritam: “ Abaixo o patriarcado, ele cairá, o feminismo prevalecerá ”. O aborto é a maior conquista do movimento feminista? Absolutamente. A cara feia do feminismo é vomitar diatribes raivosas contra homens, casamento, família e bebês. O feminismo não é amigo do nascituro.

Mas os verdadeiros culpados disso são os cristãos complacentes que simplesmente não se importam. Milhões de pessoas que professam fé em Cristo simplesmente querem ser deixadas em paz. Eles não querem ser incomodados. Eles não querem ser incomodados. Eles não querem ter inimigos. Eles só falam de liberdade, justiça e misericórdia quando são pessoalmente atacados, mas não dizem nada quando crianças inocentes e indefesas são mortas.

O Papa Francisco, que é argentino, é um fracasso. Como podemos nos unir em “uma humanidade” e uma fraternidade (Frateli Tutti) com feministas marxistas e pró-morte? Ele fala em proteger os oprimidos e os pobres, mas não tomou nenhuma medida importante para se opor a esse pecado monstruoso que acaba de ser sancionado em seu país. Ele tem estado muito ocupado apoiando candidatos pró-aborto como Joe Biden, Kamala Harris e outros. Na verdade, o Papa Francisco, que sempre parece ter algo a dizer sobre as mudanças climáticas, a imigração e as inclusões LGBT +, tem estado misteriosamente silencioso.

“ Vós sois de vosso pai, o diabo, e fareis as concupiscências de vosso pai. Ele foi um assassino desde o princípio , e não morou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele fala uma mentira, ele fala por si mesmo: porque ele é um mentiroso, e o pai dela. ” João 8:44.

Milhões de crianças morrerão enquanto muitas celebram a morte e o sangue. Essas pessoas são filhos e filhas do diabo. Nunca podemos nos unir em uma humanidade e uma fraternidade com o diabo. A menos que renunciem às obras de Satanás e se arrependam, seu destino será o mesmo que Jesus denunciou há 2.000 anos. Que Deus tenha misericórdia de todos nós. Este é realmente um dia muito triste.

Referência:

[1] https://www.cnn.com/2020/12/30/americas/argentina-abortion-senate-vote-intl/index.html

Fonte: http://adventmessenger.org/abortion-activists-scream-with-jubilation-as-argentina-becomes-the-first-latin-american-country-to-legalize-abortion/

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Alexandre Garcia alerta que vacina da Pfizer pode provocar má formação de fetos

Aos 8m50s deste vídeo do dia 29 de dezembro de 2020, o conhecido e sempre …

MUTAÇÃ0 GENÉTICA 2O21

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.