Iníco / Meditação, Devocional, Pregações / O que o pecado causa na vida de um “homem de Deus” que não o confessa nem se arrepende

O que o pecado causa na vida de um “homem de Deus” que não o confessa nem se arrepende

Muito frequentemente percebemos pessoas darem uma importância e um valor tão grande aos homens. Isto é muito comum, porém, esta prática não é bíblica.

Jamais quero aqui desmerecer homens verdadeiramente de Deus, escolhidos por Deus; não obstante, em muitos casos aqueles em outro tempo também o foram, em algum lugar, de alguma maneira, mas que, por desventuras da vida acabaram se perdendo e se corrompendo. São pessoas que indubitavelmente Deus escolheu para realizarem uma grande obra na Terra; são pessoas especiais com uma propensão ao conhecimento divino e por aprender mais e mais sobre as verdades de Deus.

Muitos servos de Deus com grandes ministérios, muitos deles até conhecidos globalmente. Uns atuam para casais, família, crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. Outros dão palestras sobre empreendedorismo, outros pregam sobre as doutrinas bíblicas. É certo que para todos os assuntos encontramos um especialista para tal área. De uma verdade não podemos deixar de lembrar: São apenas homens. Isto mesmo, HOMENS – Pó da terra + fôlego de vida (Gênesis 2.7).

Por mais que vejamos em um homem coisas tão lindas, por mais que sintamos a presença de Deus tão grande em um ambiente durante a ministração da Palavra por um pregador, isto se deve a presença da graça de Deus em sua vida (Efésios 2.8-9).

Não tem nada do homem ali, nada mesmo. Muito pelo contrário, se pudéssemos ver o que realmente é a natureza humana nós cada vez mais procuraríamos olhar para Cristo, e não para o homem que essencialmente é carnal, é pó! (João 3.6-7).

Há tantos “homens de Deus” espalhados mundo afora; entretanto, podemos veementemente afirmar que verdadeiramente o são? Como podemos ter tanta certeza?

1. É visível uma boa relação com a família e em seu relacionamento interpessoal?

2. É possível verificar neles intimidade com Deus e que realmente estão preocupados em defender a Palavra de Deus e não suas ideologias ou vãs filosofias?

3. São homens de oração?

4. Até que nível chegam suas conversas em redes sociais?

5. É possível verificar o que eles realmente são quando estão sozinhos?

Caso suas respostas sejam “NÃO”, também é negativa a afirmação: HOMEM DE DEUS!

Um homem de Deus disse: “Pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus”( Romanos 3.23). Paulo disse que mesmo os grandes homens como Abraão, Sansão, Davi e Isaías pecaram. Ele disse: TODOS.

Antes de adentrarmos mais ao âmago do que se pretende dizer com este artigo, é bom salientarmos que o pecado entrou no mundo por causa da transgressão do primeiro homem diante de sua desobediência para com seu Criador (Romanos 5.12). Eva aceitou a oferta da Serpente em comer do fruto proibido, ofereceu à Adão, ele também comeu. Depois disso se viram nus; foram se esconder, pois é isso que o pecado causa no homem: a fuga, a distância de Deus. A consequência estará por vir, quando o Criador o achar indagando pedagogicamente: Onde estás? Tal questionamento é para que se perceba aonde chegamos por causa de nosso arbítrio usado para o mal. (Gênesis 3)

Mas vamos analisar adiante o que o pecado causa na vida de um homem que não o confessa e nem se arrepende. Vamos usar tão-somente a vida do rei Davi como um dos maiores exemplos que dispomos para discorrer a cerca das consequências do pecado. Vamos descobrir que uma força maligna enorme está por detrás da queda de um grande homem.

O Inimigo sabe dos projetos de Deus com relação à Redenção da Humanidade, ele sabe que Pai, Filho e Espírito Santo estão unidos no propósito de fazer com que o homem volte à presença de Deus como no início estava. Satanás fará de tudo para que aquele a quem o Senhor levantar caia, a fim de que não tenha êxito em seus planos, sonhos, projetos ou ações. O Diabo não quer que o homem anuncie a Palavra de Deus, e tentará impedir que a leve – geralmente um grande escândalo acontece.

E sobre escândalos a mídia sabe tratar muito bem, este é o trabalho dela; seja Rede Globo, SBT, Record, Veja, Exame, Redes Sociais, etc. De alguma maneira a podridão de alguém chegará à tona. Sua vergonha será exposta, seus medos o farão se esconder; quem o ouvirá? Enquanto não se limpar, não haverá quem queira ouvi-lo. Ele será literalmente CALADO!

Aconteceu isto com o rei Davi. Mas se Davi era um homem segundo o coração de Deus, por que será que ele pecou? Exatamente por isso. Satanás não ia deixar isso barato, pois, sabendo ele que Davi agradava a Deus, faria de tudo para acabar com o amor do Pai para com o rei. Mesmo assim Davi continuou com o título, pois ele era diferente, Deus via seu coração e sua adoração sincera a Ele. Embora Davi fosse um homem segundo o coração de Deus, isto não o livrou das consequências de seus pecados. (Gálatas 6.7)

Quem foi o grande rei Davi? Ele foi pastor de ovelhas, líder militar, rei, músico, poeta e escreveu os salmos mais famosos da Bíblia. Davi era um homem reto, íntegro e temente a Deus, no entanto, houve um momento em que Davi se afastou de Deus, da Lei de Deus, de Sua vontade. O Decálogo era o sinalagma entre Deus e seu povo e jamais isso deveria ser quebrado, mas o rei Davi não quebra apenas um mandamento, ele quebra três de uma só vez para poder por em prática seu plano de realizar sua concupiscência com Bate-Seba, uma mulher, que por sua vez, casada com Urias, um dos melhores guerreiros da Guarda de Israel. Dias depois descobre-se que Bate-Seba está grávida:

Em face disso, Davi mandou esta mensagem a Joabe: “Envie-me Urias, o hitita”. E Joabe o enviou. Quando Urias chegou, Davi perguntou-lhe como estavam Joabe e os soldados e como estava indo a guerra, e lhe disse: “Vá descansar um pouco em sua casa”. Urias saiu do palácio e logo lhe foi mandado um presente da parte do rei. Mas Urias dormiu na entrada do palácio, onde dormiam os guardas de seu senhor, e não foi para casa. Quando informaram a Davi que Urias não tinha ido para casa, ele lhe perguntou: “Depois da viagem que você fez, por que não foi para casa?” Urias respondeu: “A arca e os homens de Israel e de Judá repousam em tendas; o meu senhor Joabe e os seus soldados estão acampados ao ar livre. Como poderia eu ir para casa para comer, beber e deitar-me com minha mulher? Juro por teu nome e por tua vida que não farei uma coisa dessas!” Então Davi lhe disse: “Fique aqui mais um dia; amanhã eu o mandarei de volta”. Urias ficou em Jerusalém, mas no dia seguinte Davi o convidou para comer e beber, e o embriagou. À tarde, porém, Urias saiu para dormir em sua esteira onde os guardas de seu senhor dormiam; e não foi para casa. De manhã, Davi enviou uma carta a Joabe por meio de Urias. Nela escreveu: “Ponha Urias na linha de frente e deixe-o onde o combate estiver mais violento, para que seja ferido e morra”. Como Joabe tinha cercado a cidade, colocou Urias no lugar onde sabia que os inimigos eram mais fortes. Quando os homens da cidade saíram e lutaram contra Joabe, alguns dos oficiais da guarda de Davi morreram, e morreu também Urias, o hitita. (II Samuel 11.6-17, NVI)

Davi comete o primeiro erro: cobiçou a mulher do próximo. Ele sabia que ela era esposa de Urias.Davi comete o segundo erro: adultério. Ele se deitou com a mulher de Urias, ele também era casado.Davi comete o terceiro erro: homicídio. Ele arquitetou um plano para matar Urias, como de fato aconteceu.

O homem segundo o coração de Deus continuou escondendo seus pecados por nove meses, possivelmente. Continuou sendo um grande líder militar, um grande rei, músico, poeta e salmista. Continuou a fartura e riquezas no reino; ninguém sabia dos pecados de Davi. Deus sabia, e seu pecado viria à tona; a consequência de seus atos pecaminosos estava chegando com direção certa, como a bomba nuclear em Hiroshima, em 1945.

O profeta Natã chega na sala do rei para ter uma reunião com o ele. A criança já havia nascido e tudo parecia perfeito, contudo, Davi nem imaginava o que estava para desabar sobre sua coroa. Natã entra no palácio com a incumbência de que Davi julgasse um caso, como de costume ao rei. Contando uma parábola, Natã, o profeta, diz:

Dois homens viviam numa cidade, um era rico e o outro, pobre. O rico possuía muitas ovelhas e bois, mas o pobre nada tinha, senão uma cordeirinha que havia comprado. Ele a criou, e ela cresceu com ele e com seus filhos. Ela comia junto dele, bebia do seu copo e até dormia em seus braços. Era como uma filha para ele. “Certo dia, um viajante chegou à casa do rico, e este não quis pegar uma de suas próprias ovelhas ou do seus bois para preparar-lhe uma refeição. Em vez disso, preparou para o visitante a cordeira que pertencia ao pobre”. Então, Davi encheu-se de ira contra o homem e disse a Natã: “Juro pelo nome do Senhor que o homem que fez isso merece a morte! Deverá pagar quatro vezes o preço da cordeira, porquanto agiu sem misericórdia”. Então Natã disse a Davi: “Você é esse homem! Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: ‘Eu o ungi rei de Israel, e livrei-o das mãos de Saul. Dei-lhe a casa e as mulheres do seu senhor. Dei-lhe a nação de Israel e Judá. E, se tudo isso não fosse suficiente, eu lhe teria dado mais ainda. Por que você desprezou a palavra do Senhor, fazendo o que ele reprova? Você matou Urias, o hitita, com a espada dos amonitas e ficou com a mulher dele. Por isso, a espada nunca se afastará de sua família, pois você me desprezou e tomou a mulher de Urias, o hitita, para ser sua mulher’. “Assim diz o Senhor: ‘De sua própria família trarei desgraça sobre você. Tomarei as suas mulheres diante dos seus próprios olhos e as darei a outro; e ele se deitará com elas em plena luz do dia. Você fez isso às escondidas, mas eu o farei diante de todo o Israel, em plena luz do dia’ “.Então Davi disse a Natã: “Pequei contra o Senhor! ” E Natã respondeu: “O Senhor perdoou o seu pecado. Você não morrerá. Entretanto, uma vez que você insultou o Senhor, o menino morrerá”. Depois que Natã foi para casa, o Senhor fez adoecer o filho que a mulher de Urias dera a Davi. E Davi implorou a Deus em favor da criança. Ele jejuou e, entrando em casa, passou a noite deitado no chão. Os oficiais do palácio tentaram fazê-lo levantar-se do chão, mas ele não quis, e recusou comer. Sete dias depois a criança morreu. (II Samuel 12.1-18)

Davi era um rei venerado pelo povo, era o poeta de Israel, o maior salmista de todos os tempos, um músico inigualável e um grande cantor, o ser humano que recebeu o epíteto “O homem segundo o coração de Deus”. Mas pecou, transgrediu a Lei e teve que pagar pelos seus pecados. A justiça de Deus o encontrou e foi bastante dura.

O homem rico da parábola é Davi, o homem pobre é Urias. O homem rico, Davi, tinha muito dinheiro, esposas e concubinas. A cordeirinha era Bate-Seba, esposa de Urias, e as quatro cordeirinhas com as quais o homem rico deveria pagar pela única cordeira que o rico matou eram os quatro filhos de Davi: 01-O bebê recém-nascido, 02-Amnom, 03-Absalão e 04-Adonias.

Aconteceu a Davi o que está escrito em Números 32.23. Seu pecado foi descoberto e o encontrou aproximadamente nove meses depois; ele não conseguiu esconder sua transgressão para sempre. O Senhor viu e agiu!

Consequências dos erros de Davi:

01- A espada nunca se afastará de sua família (morte)
02- De sua própria família trarei desgraça sobre você (perseguição de seus próprios filhos)
03- Tomarei as suas mulheres diante dos seus próprios olhos e as darei a outro; e ele se deitará com elas em plena luz do dia (Absalão tomou das mulheres de se pai e deita com elas em público, para todo o povo assistir. Imagine a vergonha!).

O que se segue após a sentença de Natã prossegue no relato. Deus tirou a vida daquela criança recém-nascida. Amnom comete incesto com sua irmã Tamar, Absalão se vinga de seu irmão e o mata. Absalão tenta tomar o trono de seu pai como num golpe de Estado, porém, Joabe o chefe do exército o mata. Adonias decide tomar o trono prometido a Salomão, futuro filho de Davi e Salomão o mata.

Deus foi muito justo com Davi, permitindo com que ele mesmo julgasse seu caso. Deu sua própria sentença e como ela deve ter doído em Davi! Consequências, consequências, consequências!

O Senhor nosso Deus permite que usemos com liberdade nosso arbítrio, ele não interfere nas nossas escolhas. Deus jamais irá forçar-nos a fazer a Sua vontade, quer que a façamos com alegria e voluntariamente e não coercitivamente. Veja a perfeição de Deus! No entanto, nós, homens, temos uma queda para o mal, nossa natureza é má (Salmo 51.5) e pecar é tão fácil quanto respirar.

Não foi apenas Davi o único homem de Deus a cair, em toda a Bíblia encontramos inúmeros relatos de servos de Deus que também se esqueceram dele por um momento. Temos, por exemplo, a história de Acã, que pecou e como consequência de seu pecado todo o Israel pagou o preço, 36 homens, pais de família perderam suas vidas e suas famílias se desesperaram por causa do delito de um homem que decidiu desobedecer à voz de Deus.

Mas os israelitas foram infiéis com relação às coisas consagradas. Acã, filho de Carmi, filho de Zinri, filho de Zerá, da tribo de Judá, apossou-se de algumas delas. E a ira do Senhor acendeu-se contra Israel. Sucedeu que Josué enviou homens de Jericó a Ai, que fica perto de Bete-Áven, a leste de Betel, e ordenou-lhes: “Subam e espionem a região”. Os homens subiram e espionaram Ai.

Quando voltaram a Josué, disseram: “Não é preciso que todos avancem contra Ai. Envie uns dois ou três mil homens para atacá-la. Não canse todo o exército, pois eles são poucos”. Por isso cerca de três mil homens atacaram a cidade; mas os homens de Ai os puseram em fuga, chegando a matar trinta e seis deles. Eles perseguiram os israelitas desde a porta da cidade até Sebarim, e os feriram na descida. Diante disso o povo desanimou-se completamente.

Então Josué, com as autoridades de Israel, rasgou as vestes, prostrou-se, rosto em terra, diante da arca do Senhor, cobrindo de terra a cabeça, e ali permaneceu até à tarde.

Disse então Josué: “Ah, Soberano Senhor, por que fizeste este povo atravessar o Jordão? Foi para nos entregar nas mãos dos amorreus e nos destruir? Antes nos contentássemos em continuar no outro lado do Jordão! Que poderei dizer, Senhor, agora que Israel foi derrotado por seus inimigos? Os cananeus e os demais habitantes desta terra saberão disso, nos cercarão e eliminarão o nosso nome da terra. Que farás, então, pelo teu grande nome?”

O Senhor disse a Josué: “Levante-se! Por que você está aí prostrado? Israel pecou. Violaram a aliança que eu lhes ordenei. Eles se apossaram de coisas consagradas, roubaram-nas, esconderam-nas, e as colocaram junto de seus bens. Por isso os israelitas não conseguem resistir aos inimigos; fogem deles porque se tornaram merecedores da sua destruição. Não estarei mais com vocês, se não destruírem do meio de vocês o que foi consagrado à destruição.

“Vá, santifique o povo! Diga-lhes: Santifiquem-se para amanhã, pois assim diz o Senhor, o Deus de Israel: Há coisas consagradas à destruição no meio de vocês, ó Israel. Vocês não conseguirão resistir aos seus inimigos enquanto não as retirarem. “Apresentem-se de manhã, uma tribo de cada vez. A tribo que o Senhor escolher virá à frente, um clã de cada vez; o clã que o Senhor escolher virá à frente, uma família de cada vez; e a família que o Senhor escolher virá à frente, um homem de cada vez. Aquele que for pego com as coisas consagradas será queimado no fogo com tudo o que lhe pertence. Violou a aliança do Senhor e cometeu loucura em Israel!”

Na manhã seguinte Josué mandou os israelitas virem à frente segundo as suas tribos, e a de Judá foi a escolhida. Os clãs de Judá vieram à frente, e ele escolheu os zeraítas. Fez o clã dos zeraítas vir à frente, família por família, e o escolhido foi Zinri. Josué fez a família de Zinri vir à frente, homem por homem, e Acã, filho de Carmi, filho de Zinri, filho de Zerá, da tribo de Judá, foi o escolhido.

Então Josué disse a Acã: “Meu filho, para a glória do Senhor, o Deus de Israel, diga a verdade. Conte-me o que você fez; não me esconda nada”. Acã respondeu: “É verdade que pequei contra o Senhor, contra o Deus de Israel. O que fiz foi o seguinte: quando vi entre os despojos uma bela capa feita na Babilônia, dois quilos e quatrocentos gramas de prata e uma barra de ouro de seiscentos gramas, eu os cobicei e me apossei deles. Estão escondidos no chão da minha tenda, com a prata por baixo”.

Josué enviou alguns homens que correram à tenda de Acã; lá estavam escondidas as coisas, com a prata por baixo. Retiraram-nas da tenda e as levaram a Josué e a todos os israelitas, e as puseram perante o Senhor. Então Josué, junto com todo o Israel, levou Acã, bisneto de Zerá, e a prata, a capa, a barra de ouro, seus filhos e filhas, seus bois, seus jumentos, suas ovelhas, sua tenda e tudo o que lhe pertencia, ao vale de Acor.

Disse Josué: “Por que você nos causou esta desgraça? Hoje o Senhor lhe causará desgraça”. E todo o Israel o apedrejou, e depois apedrejou também os seus, e os queimou no fogo. Sobre Acã ergueram um grande monte de pedras, que existe até hoje. Então o Senhor se afastou do fogo da sua ira. Por isso foi dado àquele lugar o nome de vale de Acor, nome que permanece até hoje. (Josué 7)

Satanás é sagaz, astuto, enganador, mentiroso, traiçoeiro, manipulador, ladrão, criminoso, destruidor e tudo o mais que os adjetivos puderem caracterizar uma coisa perversa ele é. Ele não ficou contente com sua expulsão do Céu, muito pelo contrário, está muito furioso (Apocalipse 12.7-12). E fará de tudo para montar seu exército de homens aqui na Terra afim de que os sirvam.

Enquanto Deus tem seu exército de homens valentes aqui neste planeta, Satanás também tem seus vasos, os quais ele usa para fazer o mal; mas não só isso, mas para disseminarem o mal, influenciarem com seus poderes de persuasão, pois eles têm argumentos ensinados pelo seu mestre, o Diabo. Talvez você nunca entenda o porquê de um pastor cair em adultério, possivelmente você jamais irá compreender a razão pela qual um grande ministro de Deus comete tal pecado. Q

uem sabe você nunca entenda porque um cantor, um ministro do louvor e que adore a Deus em espírito e em verdade um dia venha desabar por causa de seus pecados cruéis e escandalosos. Certamente você jamais compreenderá a razão pela qual um irmão mata o outro, indubitavelmente você jamais entenderá o motivo pelo qual uma pessoa inveje outra, com certeza muitos não entenderão o porquê de tantos falsos mestres nos Templos religiosos.

Meu Deus! Quantos pastores escondem as verdades, quantos pregadores enriquecendo ilicitamente às custas da Igreja, quantos cantores recebendo a adoração que pertence tão-somente a Deus, quanta comercialização da Palavra de Deus que deve ser levada de graça, quantos ladrões dentro dos templos, quantos corruptos, quantos corruptores, quantos invejosos… a lista não tem fim.

Paulo disse que “a nossa luta não é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais” (Efésios 6.12). Aquele homem de Deus disse que devemos tomar cuidado com nosso maior inimigo: Satanás. Ele tem uma maneira peculiar de conquistar alguém e de convencê-lo a pecar sem mesmo que perceba que está sendo influenciado. O Inimigo conhece-nos melhor que nós mesmos.

Lembre-se que ele convenceu 1/3 de todo o exército celestial na sua rebelião, como não poderia ele convencer a homens na Terra, se no Céu ele convenceu a anjos? Ele sabe o que quer dizer aquele seu olhar para alguém, ele sabe com base em suas conversas o que você pretende dizer, ele conhece o que aquele gesto no seu rosto quer dizer, ele sabe o que você está fazendo quando está sozinho, ele nos observa 24 horas/dia e está à nossa espreita, como um leão à volta de suas presas, esperando a hora certa de atacar e quando ele ataca dificilmente não acerta o alvo, ele é fatal!

O pecado do rei Davi veio à tona nove meses depois, o de Acã alguns dias depois. E os nossos pecados? Há quanto tempo estamos escondendo eles? Sabemos que pecados ocultos são bombas prontas a explodirem a qualquer momento. São ciladas que Satanás preparou há nove meses, há 2 anos, 5 anos ou 10 mas que virão ao público num momento em que tudo parecer estar tão bem.

Quando confessamos nossos pecados para Deus e para os homens estamos desarmando a bomba e se antecipando ao Inimigo e acabamos vencendo a peleja. Quando isso não acontece nossos pecados recairão sobre nós causando grandes catástrofes, pois é isso que o Inimigo quer, calar a nossa voz, impedir que anunciemos Jesus com liberdade. Ele sabe que se nos mancharmos as pessoas que precisam ouvir o Evangelho não nos ouvirão. Eis a razão porque os homens segundo o coração de Deus caem. Somos pecadores, somos pó, somos vulneráveis, somos homens- CARNAIS.

Entretanto, caso não confessemos nossos pecados em vida, mesmo que se viva uma vida inteira ocultando pecados eles nos acharão no juízo final. Isso será bem pior, pois será irreversível e terá consequências eternas.

Depois vi um grande trono branco e aquele que nele estava assentado. A terra e o céu fugiram da sua presença, e não se encontrou lugar para eles. Vi também os mortos, grandes e pequenos, de pé diante do trono, e livros foram abertos. Outro livro foi aberto, o livro da vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que tinham feito, segundo o que estava registrado nos livros. O mar entregou os mortos que nele havia, e a morte e o Hades entregaram os mortos que neles havia; e cada um foi julgado de acordo com o que tinha feito. (Apocalipse 20.11-14)

Que Deus em Cristo nos abençoe e que possamos cada dia mais lavarmos nossas vestes no sangue do Cordeiro (Apocalipse 22.14). Somente Deus pode nos limpar de nossos pecados e de nossas mazelas e nos purificar de todo o mal. Se nos entregarmos de corpo e alma a Deus e prostrados em lágrimas e em desespero, como sinal de arrependimento ele nos curará e nos tornará aptos a verdadeiramente sermos chamados homens de Deus! (II Crônicas 7.14).

“Venham, vamos refletir juntos”, diz o Senhor. Embora os seus pecados sejam vermelhos como escarlate, eles se tornarão brancos como a neve; embora sejam rubros como púrpura, como a lã se tornarão. (Isaías 1.18)

Deus nos abençoe e nos livre de todo o mal.

Por LEVI DE PAULA

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

O Reino Milenar Sobre a Terra

Relacionado

A IGREJA CATÓLICA LEVOU 400 ANOS PARA CRIAR A TRINDADE

Relacionado

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.