Iníco / Religiao Pura / Os ribaldos religiosos insinuam que os DESIGREJADOS procuram a Igreja perfeita

Os ribaldos religiosos insinuam que os DESIGREJADOS procuram a Igreja perfeita

Contexto bíblico João 1:

Mas, a todos quantos O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de DEUS, aos que creem no Seu nome;
Todas as vezes em que ocorre um debate, entre nós desigrejados e as lideranças eclesiásticas, estas, no intuito em inverdades, afirmam que estamos a procura de uma “Igreja” perfeita e por este motivo saímos das igrejas instituições.
Os religiosos, ribaldos (quem engana propositadamente os outros ou age de forma traiçoeira = BILTRE; VELHACO), por particular interpretação, passada de geração em geração, afirmam em mentira, sofisma em argumento capcioso para enganar, o dogma de que é necessário para se ter salvação e por conseguinte, se tornar filho de DEUS, se e somente se, frequentar, ser membro de uma instituição religiosa apelidada de ‘igreja’ ou um templo religioso denominado em engano de ‘igreja’;

Nada mais patético, leviano!!
A Igreja perfeita existe e não é preciso procurar, por que pertencemos a Ela, a imaculada, noiva, orgânica (sem paredes), a santa Igreja de CRISTO, edificada pelo próprio SENHOR [Mateus 16], e certamente, nunca foi e nunca será uma igreja instituição, ou igreja local, ou igrejas protestantes (evangélicas), católica!!
Para tanto, o SENHOR tem um chamado [Mateus 22], e aos que chama, pelo contexto de João 1, é testificado que se O recebem e creem no Seu nome, são feitos filhos de DEUS, portanto, a contextualização do evangelho nos afirma que nossa salvação está diretamente relacionada à crer em CRISTO e não se pertencemos às igrejas instituições A ou B;

Em nenhuma passagem do evangelho de CRISTO, afirma da obrigatoriedade de ter que ser membro desta ou daquela instituição religiosa para que sejamos filhos e participantes da glória do CRIADOR!!

Indo mais além; no contexto de João 1 o SENHOR nos agracia com Seu amor e Seu beneplácito (autorização ou consentimento = ANUÊNCIA, APRAZIMENTO, APROVAÇÃO, AQUIESCÊNCIA):
  • Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de DEUS[vs 13]. (grifo meu!)
Ainda, pelo contexto em João 1 não há possibilidades de nossa salvação e condução à filhos do ALTÍSSIMO ser pelo pretexto malicioso, maligno na necessidade de alguma instituição religiosa ou não há necessidade de nenhuma igreja instituição ou local fundada e criada por vontade de homens, e nem de sermos liderados ou conduzidos à CRISTO por nenhum homem religioso (pastores, bispos, missionários, padres, ou qualquer outro com título eclesiástico);

Sendo assim, é de maneira indubitável, sem dúvidas, com certeza, inquestionável, incontestável, claro e cristalino, certo, absoluto, óbvio, naturalmente, assegurada, positivamente, decisivamente uma única verdade, a vontade de DEUS nos basta!!

Diante o exposto, temos a certeza que CRISTO edificou a Igreja perfeita[Mateus 16], a qual nos reunimos dia a dia em qualquer lugar, com nossos familiares, muitas das vezes com um ou outros irmãos, na rua quando nos encontramos ao acaso, nos reunimos em comunhão sem liturgias, e nestes encontros como Igreja, congregando, não precisamos de nenhum homem se dizendo ‘pastor’ impondo ao que fazer e quem deve falar;
CRISTO, nosso Bom Pastor [João 10], nós, ovelhas do Seu aprisco, deixou Sua verdade que nos guia, se fez Fonte de vida; pelo ESPÍRITO SANTO nos ensinando, nos admoestando e exortando a reconhecer nossos erros, enganos, pecados;
Pela unção do ESPÍRITO SANTO [1João 2], aceitamos nossos irmãos e demais pessoas, como o são, indistintamente à raça, credo, ou qualquer posição que supostamente o defina como diferente aos demais, todos somos seres humanos, iguais perante DEUS, sem acepção, carecedores do amor divino.
Assim é a Igreja que pertencemos, pessoas congregadas formando um corpo, de CRISTO, ELE como Cabeça [Efésios 4], nosso Líder, por que, todas as vezes que congregamos, o fazemos em Seu nome e ELE se faz presente [Mateus 18].
A Igreja que pertencemos não é compreendida por muitos, pois quê, a autoridade que DEUS instituiu sobre Ela é CRISTO, o Justo; não homens em suas hierarquias religiosas que se auto-proclamam ‘autoridades pastorais‘.
Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.
Fonte: http://jesusmaioramor.blogspot.com.br/2016/09/os-ribaldos-religiosos-insinuam-que-os.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+blogspot/agMjL+(Jesus,+o+maior+Amor)
Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

EVANGELHO EM PERIGO! Veja como raciocinam teólogos como Michelson Borges, Leandro Quadros e Rodrigo Silva – Enquanto isso Jesus e Darwin estão lutando de novo!

[No texto abaixo, você acompanha o raciocínio de um teólogo cristão e evolucionista, que em …

“Está escrito: A Terra é plana.” Resumo da aula de geografia bíblica a que Michelson Borges e seus colaboradores demoníacos não assistiram

Responda rápido: Um site ou blog que se diz criacionista, mas ensina que o relato …

Deixe uma resposta