Iníco / Artigos / "OUTRA BANDA SATÂNICA QUE OS GAROTOS ADORAM" (MÃES, QUE MÚSICA SEUS FILHOS OUVEM?)

"OUTRA BANDA SATÂNICA QUE OS GAROTOS ADORAM" (MÃES, QUE MÚSICA SEUS FILHOS OUVEM?)

Certa vez, entrei na casa de uma amiga crente e sua filha adolescente estava escutando – num volume absurdo – um CD da banda de rock ACHERON, que alguém havia lhe trazido de presente dos Estados Unidos.

Critiquei o volume da música e a qualidade da banda, a amiga ficou meio sem graça e me explicou: “Não posso com ela. Está cada dia mais rebelde e eu fecho os olhos às suas manias, para evitar atritos em casa”.

Ora, a neta Luísa me chama “avó terrorista”, exatamente porque não fecho os olhos aos seus pecados, mas bem que ela gosta da minha comida e vive aqui em casa. Neto que me ama, – como a Lu, que mora na Alemanha – sempre me dá razão. Lu está se doutorando em Química Industrial na Universidade de Leipzig. Quando era criança, eu a colocava no colo e falava de Jesus para ela. E até hoje, esta neta só tem me dado alegria. Seu marido é professor de Nanotecnologia na mesma universidade alemã e vejo como Deus tem sido gracioso comigo e com ela. Já a Luísa anda com garotas de péssimo comportamento, defende o homossexualismo e me considera “terrorista”. Dei-lhe uma bíblia de presente, quando tinha seis anos, mas ela nunca a leu. Prefere ler gibis e surfar nas porcarias da Internet. E haja porcarias!

Quem nasceu para ser bom, tendo sido escolhido antes da fundação do mundo, para ser santo em Cristo (Efésios 1:1-3), não precisa de uma “avó terrorista”, como eu, para andar na linha. Nasceu com a tendência a ser correto e o Espírito Santo vai cuidar do resto.

Quando eu tinha sete anos, fiz a primeira comunhão na Catedral do Crato. Era tão pudica que tomava banho de olhos fechados, a fim de não ver a minha própria nudez. Ainda hoje, só costumo usar saias midi e mangas compridas, porque aprendi a fazer isso na adolescência e nunca mudei minha maneira de vestir. Só comecei a usar calças compridas, em 1967, quando voltei da Alemanha. Isso porque a minissaia estava chegando aqui e eu não queria aderir àquela moda. Lembro-me que a primeira calça comprida era elástica, da marca “Berta”, a melhor que se vendia no Brasil, naquele tempo.

Voltando à banda ACHERON, ela foi formada em 1998, na Flórida, pelo satanista Vincent Crowley, cuja história é simplesmente tenebrosa. Ele fundou a Igreja de Satanás, junto com outro satanista – Peter Gilmore – mestre satânico, tendo começado a celebrar a Missa Negra e logo publicado um long play sobre o assunto, tentando ganhar adeptos para o satanismo. E conseguiu muitos…

Anos depois, ele e o seu comparsa publicaram um álbum de música satânica intitulado – “Rites of the Black Mass” (Ritos da Missa Negra) – usando os textos da bíblia satânica. Crowley foi “consagrado” por Anton LaVey (o mais famoso satanista do Ocidente) como “sacerdote da Igreja da Satanás” e, mais tarde, como “mestre satânico” e lançaram as trevas espirituais nos States.

Pois é nesse tipo de gente perigosa que as bandas de rock se inspiram, a fim de contaminar as mentes ocidentais, conduzindo os jovens ao álcool, às drogas, ao homossexualismo e ao satanismo.

Os pais modernos têm sido muito relaxados na educação dos filhos e vão pagar caro por esse pecado de omissão.

Quanto mais aficionada aos ritmos e letras satânicos e às exibições dos roqueiros, mais transviada vai ficando a juventude, seguindo os adeptos do satanismo, cujas almas foram negociados com “o deus deste século, em troca de fama, riqueza e poder.

Mary Schultze, 01/02/2013 – marybiblia.com

Compartilhar isso:

Sobre Paulo Pinto

Além disso, veja também:

Projeto editorial quer oferecer Bíblia em Português mais fiel ao Texto Recebido

As mudanças no texto bíblico foram tantas que nós nos perguntamos: será que isto não …

1888 Re-Examinado — Apresentação

Por Robert J. Wieland e Donald K. Short “Estas coisas lhes sobrevieram como exemplos, e …

Deixe uma resposta