Iníco / Noticias Adventistas / Por que acreditar em Moisés e EGW, se temos Michelson Borges para desmenti-los?

Por que acreditar em Moisés e EGW, se temos Michelson Borges para desmenti-los?

A Bíblia foi mal redigida no passado e é mal traduzida no presente. Quem afirma isso, em palestras e sermões apresentados em Igrejas Adventistas do Sétimo Dia de todo o Brasil e no Exterior, é o jornalista e editor da Casa Publicadora Brasileira, Michelson Borges.

Michelson é apresentado como pastor e jornalista científico, mas age como se fosse um novo profeta do adventismo do sétimo dia, incumbido por Deus para corrigir o péssimo trabalho de Moisés e outros mensageiros do Antigo Testamento, os quais são acusados por ele de criar problemas para a compreensão científica da Bíblia por adotarem em suas narrações o chamado ponto de vista do observador.

Esses relatos simplistas, segundo o substituto brasileiro de Ellen White, Michelson Borges, dariam margem à interpretação e traduções equivocadas da Palavra de Deus. É por isso que seu ministério tem como objetivo desmentir a Bíblia, com frequentes sorrisos e palavras gentis, mas desmenti-la, especialmente nos pontos em que diverge da Ciência moderna.

Da boca para fora, ele ama a Bíblia, mas na prática lamenta que tenha sido tão mal redigida, opondo-se ao que diz a Ciência, por onde Michelson canaliza as atuais mensagens divinas de correção, complementação e atualização do antigo conteúdo da Bíblia.

No vídeo acima, por exemplo. Michelson Borges afirma que o Universo, incluindo o que chama de “planeta Terra”, deve ter a idade de pelo menos 13 ou 14 bilhões de anos. E que a descrição feita por Moisés no Gênesis é desfocada, incompleta e se refere não à Criação de bilhões de anos atrás, no big bang, mas apenas à “terra-formação”, adaptação recente do planeta para que não continuasse um caos e pudesse receber a vida.

Moisés, nessas alturas o maior mentiroso do mundo, obviamente não deveria estar no Céu, na opinião de Michelson Borges, que planeja puxar as orelhas do profeta na Nova Terra: “Um dia vou reclamar com Moisés, porque ele foi muito sintético aqui. O capítulo acaba rápido. E eu queria saber Mais coisas; Eu queria saber um pouco mais de química, biologia, física quântica… Mas ele não escreveu nada disso, escreveu algo bem enxuto, né?” Pode parecer apenas brincadeira, mas nenhum cristão sério brincaria com um texto ao qual considerasse Palavra de Deus de fato.

Por mais absurdo e despropositado que pareça, Michelson hoje se incumbe da tarefa de desmentir Moisés e até já reescreveu Gênesis 1 e 2 com recursos audiovisuais para ajudar os irmãos da comunidade adventista a continuarem a crer na Bíblia apesar do relato simplista e fantasioso do escritor judeu.

Confira algumas das novas verdades e correções feitas por Michelson Borges:

1. No primeiro dia, Deus não criou a Luz, como pensávamos. O Criador disse “Haja Luz”, mas não houve luz. Já havia a luz do Sol e os fótons. No primeiro dia, garante Michelson, Deus regulou a velocidade do movimento de rotação da Terra, para que houvesse dia e noite.

2. No segundo dia, Deus não criou o Firmamento. Fez a expansão. Ao contrário do que diz a Bíblia, Deus teria feito o “ajuste das condições atmosféricas para tornar viávelk o ciclo da água e da vida”, em Gênesis 1:6-8 segundo Michelson.

3. Moisés mentiu o tempo todo em Gênesis 1, de acordo com essa nova visão divinamente comunicada ao profeta Michelson, que nega a existência do firmamento e a terra plana descrita na Bíblia. Segundo ele, os outros planetas são criações imperfeitas de Deus!

4. No terceiro dia, o deus de Michelson organizou a crosta terrestre, fazendo a terra (chão) aparecer. Não criou nada. Só organizou. [Para nossa surpresa, neste ponto, Michelson Borges, inclui uma verdade bíblica, afirmando que a palavra “eretz” se refere ao solo e não a um planeta.]

5. No quarto dia, o profeta Michelson diz que Deus também não criou, apenas ajustou as condições para que o Sol, a Lua e as estrelas pudessem ser vistos. Moisés e os tradutores erraram de novo neste ponto.

6. No quinto dia, houve a criação dos animais aquáticos e alados. E no sexto dia, a criação dos animais terrestres e dos seres humanos. Mas o relato de Moisés foi muito simplista, segundo Michelson. Poderia ter falado muitas coisas sobre aves e peixes para facilitar a percepção do “design inteligente”. Golfinhos e morcegos, por exemplos, citados por Michelson cmo exermplo dentre os “peixes e aves”, possuem o gene “prestina” e produzem uma proteína também chamada “prestina”, que lhes permite se guiar pelo som.

7. Em vez de lerem a Bíblia, Michelson Borges sugere que ateus e outros descrentes leiam o livro A Linguagem de Deus, de Francis Collins, que coordenou o Projeto do Genoma Humano e se converteu através da Ciência!

Conclusão terraplanista

Cego pelo suposto conhecimento científico, Michelson Borges não consegue perceber — ou percebe e disfarça muito bem! — que a citação de Ellen White usada por ele para encerrar sua palestra reflete exatamente a cosmovisão terraplanista de Moisés e outros escritores bíblicos, além do próprio Jesus Cristo.

“Todos nós entramos na nuvem, e estivemos sete dias ascendendo para o mar de vidro, aonde Jesus trouxe as coroas, e com Sua própria destra as colocou sobre nossa cabeça. Deu-nos harpas de ouro e palmas de vitória. …Havia anjos de todos os lados em redor de nós quando caminhávamos sobre o mar de vidro em direção à porta da cidade.”

Clique e leia o relato completo da visão.

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

#AMelhorAventura #LaMejorAventura Associação Geral aprovou uso de “machadão” LGBT no V Campori 2019

Barretos, SP, como todo mundo sabe, é a capital brasileira do culto ao touro. e …

Culto ao touro com sacrifício de crianças: Ocultismo, idolatria e satanismo na cidade de Barretos, SP

Uma rápida busca na internet revela que o labrys (em latim: λάβρυς; transl.: lábrys), também …

Um Comentário

  1. Guilherme Rosa Do Nascimento

    Suas colocações são bem trabalhadas e tocam nos pontos apresentados de uma forma detalhada!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.