Iníco / Artigos / POR QUE NÃO MAIS ENTREGAMOS O DÍZIMO À IGREJA

POR QUE NÃO MAIS ENTREGAMOS O DÍZIMO À IGREJA

“E CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ” AFIRMOU CRISTO, O DIVINO FILHO ÚNICO DO DEUS ÚNICO E VERDADEIRO, O PAI, E ESTÁ REGISTRADO EM JOÃO 8:32.

Durante mais de 30 anos eu entreguei ou paguei o dízimo na corporação religiosa que eu freqüentei por mais de 4 décadas. Esse pagamento deu-se desde que comecei a trabalhar. Também me disseram e eu acreditei que devia também contribuir com um pacto em dinheiro. Ensinavam que isso era baseado em Salmo 50:5. Ingenuamente comecei pagando 8 % por mês e logo passei a pagar, além do dízimo, mais 10 % de “pacto”. Tudo retirado do salário bruto, pois assim os pastores ensinavam.
Desde 2004, Deus me abriu os olhos e parei essa prática, tendo sempre sido abençoado por Ele.
Você pode perguntar: Por que deixou de dizimar?
Eu lhe respondo.
Faz alguns anos após eu ter descoberto na Bíblia sagrada, que, embora o Dízimo seja Bíblico, o mesmo não é mais obrigatório para os crentes que vivem sob a Nova Aliança, que foi assinada com o próprio sangue de Cristo.
Na época, disse isso a um estimado irmão, mostrando a ele na Bíblia as provas da descoberta que não só eu fiz, mas milhares de pessoas tem feito no mundo inteiro. Mas, para minha surpresa, ele disse: tudo bem, irmão Paulo. Mas, no livro Conselhos sobre Mordomia, escrito por Ellen G. White, encontramos várias passagens dizendo que temos que pagar ou devolver o dízimo, porque não nos pertence. Fiquei espantado com a resposta do meu irmão. Assim, ele demonstrou na prática, que acredita mais em EGW do que na Bíblia sagrada, a Palavra de Deus, inclusive não crendo num dos “ensinamentos” de sua denominação de que os escritos de EGW são uma luz menor que leva à luz maior, quando preferiu continuar a pagar o dízimo mesmo que a Bíblia sagrada, no Novo Testamento após a cruz de Cristo mostre que os crentes da igreja de Cristo não mais praticavam o dízimo, senão somente as ofertas voluntárias, por que Deus ama a quem dá com alegria, segundo proposto no coração (2 Coríntios 9:7). Oferta voluntária, liberalmente, não mais dízimo. Como esse meu estimado irmão, também pensam todos aqueles que ainda estão presos ao sistema religioso, lamentavelmente.
Oremos pela libertação desse meu irmão e de milhares de outros, arraigados às suas denominações.
Descobrimos que se tivermos que pagar o dízimo para ser salvos por Cristo, a salvação já não será mais pelo seu sangue precioso vertido no calvário.
O que, de fato, descobrimos na Bíblia e você também pode fazê-lo se der lugar ao Espírito de Deus?
1) quando o dízimo era obrigatório para o povo de Israel – do monte Sinai até à cruz, quando teve fim o sacerdócio levítico -o dízimo SEMPRE ERA ALIMENTO DO CAMPO, VEGETAL OU ANIMAL, MANUFATURA DE DEUS, NUNCA DINHEIRO, OURO OU PRATA (Levíticos 27:30-33), mesmo quando ouro e prata eram moeda corrente (Gen. 23:16). 2) Em Números 18:21-24 Deus deu o dízimo aos Levitas mas esses deviam fazer todo o trabalho da tenda da congregação, não como nas igrejas onde os membros fazem 99% do trabalho e só o pastor ganha salário.
3) Em Deut. 14:22-27 o dízimo também era usado para um Festival ao Senhor. Era comido pelos doadores perante o Senhor.
4) Em Deut. 14:28-29 o dízimo a cada 3 anos, era COMIDO pelos Pobres (o estrangeiro, o órfão e a viúva). 5) O dízimo só era recolhido em cidades onde havia LAVOURA – alimentos animais e vegetais (Neemias 10:37). Concluindo: Só continua pagando dízimo quem deixa a Bíblia na sua totalidade (não apenas considerando erroneamente Mal. 3:10 como os pastores falsos gostam de ensinar aos irmãos simples, enganando-os, mesmo sabendo que terão que pagar caro perante o Juiz de toda a terra) para seguir os manuais de Igreja e os catecismos que eles inventaram para enganar ao povo, por não poderem tirar dinheiro do povo pelo que está na Bíblia sagrada.
Eu e milhares no mundo todo preferimos seguir a Cristo com alegria, em espírito e em verdade, sendo voluntários, generosos para com a verdadeira obra do Senhor (evangelização e não mordomia de uma casta de “levitas”, atendimento às necessidades de viúvas, órfaos, …) não mais sendo escravos de qualquer igreja.
“E CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ” AFIRMOU CRISTO, O DIVINO FILHO ÚNICO DO DEUS ÚNICO E VERDADEIRO, O PAI, E ESTÁ REGISTRADO EM JOÃO 8:32.
“SE O FILHO VOS LIBERTAR, VERDADEIRAMENTE SEREIS LIVRES”. JO. 8:36.
NUNCA SE ESQUEÇA DISSO.

Paulo A. da Costa Pinto
www.pacostapinto.com.br

Compartilhar isso:

Sobre Paulo Pinto

Além disso, veja também:

Projeto editorial quer oferecer Bíblia em Português mais fiel ao Texto Recebido

As mudanças no texto bíblico foram tantas que nós nos perguntamos: será que isto não …

1888 Re-Examinado — Apresentação

Por Robert J. Wieland e Donald K. Short “Estas coisas lhes sobrevieram como exemplos, e …

2 comentários

  1. ALELUIA!

    Quão bom quando falamos a mesma linguagem, inclusive, com a mesma pontuação!
    Tua experiência também foi a nossa, e a mesma se repete e se repetirá entre a comunidade do Deus único, apesar da lavagem cerebral que recebemos e que, em alguns casos, se torna de difícil remoção, mas para Deus tudo é possível!

Deixe uma resposta