Por que supostos cristãos tentam “cancelar” irmãos terraplanistas?

Embora a Bíblia diga que a terra surgiu da água e permanece dentro dela, há cristãos que voluntariamente ignoram isso e se rendem ao exército inimigo, ou caem como presas fáceis, nessa guerra de informação espiritual. Mas o verdadeiro conhecimento de Deus, que se fundamenta na crença na literalidade da Palavra de Deus, liberta-nos desses dogmas pseudo-científicos e contrários à verdadeira FÉ.

“Ouvi a palavra do SENHOR, os que tremeis da sua palavra. Vossos irmãos, que vos odeiam e que para longe vos lançam por amor do meu nome, dizem: Seja glorificado o SENHOR, para que vejamos a vossa alegria; mas eles serão confundidos.” [Isaías 66:5].

Vivemos em uma época em que uma geração inteira cresceu sem uma familiarização minimamente razoável com a Palavra de Deus. Até mesmo entre muitos cristãos bíblicos seria justo dizer que cerca de 90% do conhecimento bíblico deles vem dos quatro Evangelhos e dos Salmos. Poucos memorizam as Escrituras e muitos estão satisfeitos com as traduções bíblicas que tratam sem muito cuidado o texto original. Houve um imenso declínio no respeito pela Palavra de Deus. Um imenso declínio.

A Palavra de Deus está sob ataque conjunto desde que os jesuítas lançaram a Contra-Reforma, em meados do século 16. Toda técnica acadêmica e artifícios escolásticos imagináveis já foram direcionados contra a Palavra de Deus, uma vez ou outra, em uma tentativa de esmagá-la, enfraquecer seu significado e fazê-la parecer em certa medida um produto da imaginação humana. Sola Scriptura tornou-se, para a vasta maioria dos cristãos professos, uma aspiração medieval que lentamente ruiu diante dos implacáveis ataques da ciência e da análise dialética.

A não ser que os cristãos se firmem na Palavra de Deus e confiem nela completamente, ficarão abertos para a enganação. O Maligno é sagaz. Ele expora, não a Escritura em que você acredita, mas a Escritura da qual você duvida.

Crentes no globo odeiam “terraplanistas”

Cristo disse que o mundo nos odiará: “Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia.” [João 15:19].

Se o mundo nos odeia, então devemos aceitar o fato! Infelizmente, muitos pastores hoje estão ensinando seus rebanhos a fazerem a paz com o mundo. Aparentemente, este é um sinal de “amor” cristão, mesmo quando o mundo está muito obviamente atacando e solapando a igreja.

Esse tipo de “amor” é meramente complacência misturada com hipocrisia. É uma coisa quando o mundo corre atrás dos ídolos e chafurda na luxúria, mas é algo totalmente diferente quando ele diz aos cristãos que eles não podem mais crer em TODA a Bíblia e SOMENTE nela nem anunciar TODA a Palavra de Deus.

Estamos vendo isto hoje nas leis e regulamentações, nas regras de etiqueta social e nas normas do comportamento aceitável que negam aos cristãos o direito de compartilhar e declarar a totalidade de tudo o que nosso Criador nos apresenta em Sua Palavra.

Isto tem vindo sorrateiramente sobre nós nos últimos sessenta anos, mas recentemente deu uma virada muito tenebrosa. Não estamos mais enfrentando censura e repreensão das pessoas fora da igreja, mas cada vez mais de muitos dentro da igreja. Está se tornando mais difícil para os cristãos, mesmo entre eles mesmos, chamar a Igreja Católica Romana por aquilo que é, uma falsificação em forma de seita do verdadeiro Cristianismo, ou mencionar a realidade do inferno e seu tormento, ou falar da pecaminosidade da homossexualidade. A lista de tópicos que estão tacitamente banidos do discurso cristão está se tornando cada vez maior.

Assunto proibido: Cosmologia bíblica da terra plana

Mais recentemente chegamos a uma nova fase nesse processo de decadência. Você já deve ter percebido o tratamento que está sendo dado por líderes em altas posições na igreja para qualquer um que decidisse explorar e discutir a cosmologia bíblica. As pessoas estão sendo evitadas e repreendidas, canceladas. O desprezo derramado é tão grande que alguns podem ser sentir que precisam colocar de lado o assunto, ou deixar a igreja.

O Senhor Deus nos disse em Sua Palavra que as maravilhas do mundo ao nosso redor são ampla evidência de Sua existência e de Seu amor pela humanidade. Portanto, não devemos nos surpreender que Satanás ataque essa verdade básica de todos os modos possíveis. Por meio da ciência ateísta, ele plantou nas mentes dos homens um conjunto de filtros que diminuem grandemente nossa capacidade de experimentar e apreciar a glória de tudo que Deus criou.

Ele usa a “Evolução” para trivializar todos os seres vivos; usa os “átomos” para afirmar que a maior parte daquilo que chamamos de matéria não é nada além de espaço vazio; usa cíclotrons para supostamente “criar” novos elementos; define a verdade “real” em termos matemáticos para que poucos possam percebê-la; diz que os bebês nascituros são dispensáveis; e afirma que muitos fenômenos que são essenciais para nossa compreensão do mundo são pequenos demais para alguém ver, estão distantes demais para serem detectados e recuados demais no passado para serem determinados com exatidão.

Além disso, ele multiplicou esses efeitos criando a Terra tão pequena e insignificante, tão minúscula no vasto esquema das coisas, que ela se parece mais como um acidente do que uma obra gloriosa de criação. E ele fez isso convencendo a maioria da humanidade que vivemos em um globo minúsculo que está girando nas profundezas do espaço, enquanto que, distantes no “cosmos”, existem galáxias repletas de potencial inimaginável e esperança real para a humanidade, se apenas descobrirmos como chegar até elas.

Estamos sobre um minúsculo pontinho azulado n Universo infinito?

Algo disso é verdadeiro? Estamos realmente em um globo minúsculo que gira pelo espaço a 66.666 milhas por hora (100.000 km/h) — observe o significado babilônio desse número! Nunca teria ocorrido à maioria das pessoas fazer essa pergunta trinta anos atrás. Hoje, porém, a intromissão da ortodoxia científica é tão intensa e seu controle sobre as vidas das pessoas comuns propagou-se tanto, que sua dimensão política destaca-se como nunca antes.

E isto está levando muitos a se perguntarem se a ciência está sendo utilizada para controlar e condicionar a humanidade, se mentiras pseudocientíficas, como a Teoria da Evolução e a Teoria Grande Explosão, são parte de um plano deliberado para escravizar nossas mentes e preparar o mundo para o Anticristo.

Aqueles que amam e creem na Palavra de Deus sabem que o mundo não está se tornando um lugar melhor, mas que está afundando cada vez mais na doença do materialismo e do liberalismo amoral, que eventualmente trarão os julgamentos descritos no livro do Apocalipse.

Os servos da Nova Ordem Mundial gostam de transformar a cosmologia bíblica em um assunto tabu. Os cristãos estão sendo exortados a virarem as costas para qualquer um que tentar discutir este tópico. Muitas heresias perigosas estão sendo completamente ignoradas, mas no momento em que as palavras “Terra plana” são ouvidas, os auto-intitulados guardiões da Escritura uivam com desagrado e dizem bem alto, “Sectários! Sectários!”

Tem você o direito de examinar a Bíblia por si mesmo?

Por que isto acontece? Afinal, a discussão está centrada naquilo que a Palavra de Deus realmente diz sobre a cosmologia. Por que a discussão dos versos em questão está sendo suprimida? Presumivelmente, todos os fiéis cristãos têm o direito de examinar esses versos por si mesmos e chegar às suas próprias conclusões sobre a realidade que os versos descrevem. Ou têm eles mesmo esse direito? Parece que não.

Como uma fortaleza maçônica moderna, a NASA ensina exatamente a mesma filosofia heliocêntrica da Terra como uma bola. A Maçonaria é um culto solar disfarçado, baseado em magia egípcia antiga. O objetivo da Maçonaria é colocar de lado o Cristianismo bíblico e substitui-lo eventualmente por sua própria cosmovisão panteísta.

A cosmologia está inequivocamente no campo de batalha. Eles estão determinados, por todos os meios possíveis, a convencer as massas humanas que o modelo bíblico do mundo é falso e que a Terra que Deus criou não é nada mais que um minúsculo grão de poeira na vastidão escura do vácuo do espaço.

Por que Deus gastaria seis dias criando e enriquecendo um minúsculo grão de poeira? Além disso, por que Ele se refere tantas vezes em Sua Palavra a essa admirável realização? Entretanto, para aqueles que detestam o Senhor e seu Filho Jesus Cristo — que herdará a Terra no tempo devido — essa zombaria insidiosa das obras de Suas mãos é central na filosofia deles.

Por que não desafiar essas pessoas arrogantes e ler o que a Palavra de Deus realmente diz sobre a cosmologia? Como cristãos verdadeiros devemos fazer isto mesmo! A Terra é plana e estacionária. Não leve em conta a nossa palavra — leve em conta a Palavra de Deus!

Leia o artigo de Jeremy James “A Cosmologia Bíblica e a Pressão Para Que o Assunto Não Seja Discutido nas Igrejas” completo, em:
https://www.espada.eti.br/cosmologia-4.asp

E leia tambem: A Cosmologia Bíblia e a Censura do Assunto nas Igrejas

Um único livro possui o monopólio sobre a verdade; esse livro é a Bíblia. Todos os demais estão inteiramente sem mérito algum, exceto à medida que exponham a Bíblia e suas verdades de um modo edificante ou desenvolvam em nossas mentes e corações um desejo de viver uma vida biblicamente reta.

O Maligno é extremamente sofisticado na forma como trata a grande enganação do fim dos tempos. As forças dele estão em dois campos, aqueles que apoiam as obras das trevas e aqueles que fingem que se opõem a elas. Alguns de seus críticos mais virulentos estão em sua folha de pagamento. Muito são tão bem treinados e tão completamente imersos em sua persona fraudulenta que é extremamente difícil detectá-los, mesmo após cuidadosa inspeção. Outros, é claro, não são tão difíceis de identificar e traem sua verdadeira afiliação de diversas formas.

Em geral, o Maligno está usando um amplo espectro de enganadores para construir um labirinto muito confuso de distrações e meias-verdades para fazer o fiel cristão deixar de colocar toda sua confiança no único livro que importa.

Independente de quão douto ou poderoso um pregador possa ser, tudo o que ele diz precisa ser testado em relação à Palavra de Deus e, para fazermos isso eficazmente, precisamos confiar em tudo o que Deus diz em Sua Palavra.

Não use o filtro da Ciência para ler a Bíblia

Poucos fiéis cristãos hoje realmente fazem isto. Eles aprenderam, em vez disso, a filtrar muito do que leem na Bíblia por meio das lentes da assim chamada ciência e uma mentalidade secularizada moderna. Isto se aplica tanto àqueles que foram salvos décadas atrás como também aos novos convertidos. A maravilhosa clareza da Palavra de Deus é perdida em uma névoa de suposições materialistas, até o ponto em que o leitor somente encontra o que espera encontrar e a mão orientadora do Espírito Santo é ignorada.

Em várias postagens anteriores mostramos como a cosmologia da Bíblia é muito diferente daquela que é ensinada pela ciência moderna. Embora seja possível pegar alguns versos isolados e distorcê-los para que se encaixem no modelo cosmológico moderno, existem muitos outros que simplesmente não se encaixam.

A Bíblia fala de um “firmamento” acima da Terra, e que houve separação das “águas que estavam sobre a expansão das águas que estavam debaixo da expansão”. Como isto pode ser conciliado com o modelo moderno? A Bíblia nos diz que Josúe pediu a Deus que o sol parasse no céu e o sol parou — por quase um dia inteiro. Ele também pediu que a lua ficasse imóvel e isto aconteceu. A Bíblia nos diz que a Terra não se movimenta. E ela também diz que o homem nunca poderá mensurar os céus acima de sua cabeça, ou da terra abaixo de seus pés.

Estes versos e muitos outros citados em nossos textos anteriores não podem ser tomados isoladamente e juntados depois de uma maneira alegórica e artificial para se encaixarem no modelo científico moderno. Tomados em conjunto, eles nos apresentam uma declaração literal consistente da cosmologia da criação feita por Aquele que a executou. Eles apontam para um modelo de criação que difere radicalmente da versão inventada pela ciência moderna.

Terra jovem, plana e estacionária

A Bíblia nos diz que a Terra criada por Deus é jovem, plana e estacionária. O sol está abaixo do firmamento e relativamente próximo da Terra, muito provavelmente não mais do que alguns milhares de quilômetros acima da superfície. Nunca é dito que o sol é uma esfera. Ele percorre uma rota definida, que varia de acordo com as quatro estações. A lua, que é comparável em tamanho, percorre uma rota diária similar. As estrelas são “luzeiros” no céu, não bolas maciças de gás superdenso localizadas a milhões de anos-luz de distância da Terra.

O Maligno detesta a criação, da mesma forma como detesta o Criador. É adequado para os propósitos dele ridicularizar aquilo que Deus criou. Como a Terra é manifesta para nossos olhos e sentidos, ela não pode ser escondida. O Maligno teve de encontrar outro modo de fazer a Terra parecer insignificante e irrelevante, de modo que fez a humanidade acreditar que a Terra era nada mais do que um minúsculo grão de poeira em um vácuo imensamente vasto de escuridão, um vazio sem vida e sem sentido que surgiu por mero acaso.

O próprio homem foi retratado como um acidente da “Evolução”, enquanto que a Terra foi um produto aleatório da “Grande Explosão”, uma explosão gigantesca a partir do nada e da qual as muitas galáxias “evoluíram”.

O Diabo é o Pai do Globo

A cosmologia moderna foi inventada pelos agentes de Satanás para desmoralizar a humanidade e fazer o relato do Gênesis parecer como um conto de fadas. Não devemos nos surpreender com tudo isto. Nosso redentor Jesus Cristo chamou o Maligno de Pai da Mentira. Este não é apenas um título, mas uma descrição do modo de atuação dele.

Qualquer um que separe um tempo para fazer isto descobrirá, por meio de uma inspeção atenta das afirmações feitas pela NASA e outras supostas autoridades científicas, que toda a cosmologia moderna foi planejada e controlada desde o início por um número relativamente pequeno de indivíduos. Muitos deles eram altamente inteligentes, descendentes da elite governante, que sabiam como fabricar o mito da Terra-globlo em considerável detalhe e fazer isso parecer crível.

Como tais, eles foram os conspiradores originais. Todos os demais, incluindo aqueles nos círculos exteriores da academia, estavam contentes em acreditar em qualquer coisa que lhes fosse dito, exatamente como os jovens e voluntariosos estudantes em nossas universidades hoje, que nunca param para questionar a mentira da Teoria da Evolução.

Os cristãos hoje se moveram tanto da verdade literal da Bíblia que se esqueceram que Satanás existe, que é um ser criado real com enorme poder sobrenatural e que odeia a humanidade. Eles se esqueceram que Satanás é um mestre das mentiras e dos enganos e bem capaz de tecer uma teia mundial de ilusão, a partir da quais os homens, por seu próprio poder não conseguem escapar.

Eles se esqueceram que tudo o que Deus disse em Sua Palavra é verdadeiro e que tudo o que Ele revelou sobre o futuro acontecerá exatamente como predito. Essa teia de ilusão que engloba tudo eventualmente se tornará tão grande que, quando o Anticristo finalmente aparecer na cena internacional, a maior parte da humanidade o receberá como seu messias.

Cristãos realmente bíblicos não creem na terra-globo

Nada disto é difícil de compreender, mas somente os cristãos bíblicos, aqueles que verdadeiramente amam ao Senhor, terão isto em seus corações. Os demais lutarão sem direção com palavras e ideias produzidas nas mentes de homens que estão tão confusos quanto eles.

Não é fácil fazer o ajuste para o conceito de uma Terra plana e estacionária. Além de toda a desorientação inicial que ele causa, isto nos faz entender que o Maligno é muito mais perigoso e mais sagaz do que imaginávamos.

Logicamente, os cristãos deveriam saber isso. A Palavra de Deus diz muito sobre os filhos da perversidade e a aversão que eles têm contra os justos. O “ímpio” no sentido pleno do termo não é apenas um grupo de pessoas desordeiras que não têm consideração pela Bíblia, mas uma comunidade altamente organizada que adora Baal há várias gerações. Eles realmente detestam os justos, realmente querem uma Nova Ordem Mundial, realmente contam todas as mentiras e usam todos os truques imagináveis para produzir isto.

Os cristãos que falam sobre a Terra plana e estacionária são acusados de serem divisivos, embora estejam baseados em uma interpretação sensata e correta da Bíblia. Os pastores e pregadores que deveriam saber melhor estão fazendo acusações cruéis sem pesar as evidências.

Até mesmo aqueles que aparentam saber tudo sobre a Palavra de Deus são altamente ambivalentes sobre os muitos versos na Escritura que apontam para uma Terra plana e estacionária. Por um lado, eles afirmam que a Bíblia é sua primeira e final autoridade, porém por outro lado tomam o cuidado de nunca citar os versos que sustentam a verdade da terra plana e estacionária, coberta pelo domo do firmamento.

Poderíamos falar muito mais sobre este assunto, mas não deve ser necessário. A Palavra de Deus contém uma cosmologia muito bem definida e cabe a todos que amam Sua Palavra estudá-la atentamente. Eles não podem seguir os dois caminhos. Ou são fiéis à totalidade da Palavra de Deus, ou não são. Os eventos recentes mostram que muitos não são.

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Sermão legendado: “Que importância tem a Terra Plana para quem guarda os mandamentos e crê na volta do Salvador?”

Sermão do Pastor adventista australiano Tom Pinto, com legendas traduzidas automaticamente.

Sermão legendado: “A doutrina bíblica da Terra Plana e a mensagem do Primeiro Anjo”

Sermão do Pastor adventista australiano Tom Pinto, com legendas traduzidas automaticamente.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.