Iníco / Alimentação e Saúde / Quanto tempo suas crianças passam ao ar livre?

Quanto tempo suas crianças passam ao ar livre?

Boys on a forest road with backpacks

Não sei onde você mora, mas para a grande parte dos moradores de grandes centros urbanos posso imaginar que a resposta para esta pergunta seja algo como “acho que não muito”. Depois disso coloco mais uma pergunta: Você já parou para pensar em como isso pode prejudicar seus filhos à longo prazo? Hoje vamos pensar sobre este assunto.

“Raiva”, “Irritação”, “Tortura”, “Desastre em potencial”.

Estas foram algumas palavras usadas por prisioneiros e guardas de uma prisão de segurança máxima para descrever como seria se os detentos não pudessem mais sair para o pátio. O tempo de ar livre é algo muito importante para a saúde mental de um prisioneiro e é levado a sério em penitenciárias do mundo inteiro.

Isso quer dizer que para se manterem saudáveis psiquicamente eles precisam de pelo menos duas horas diárias para se exercitar, caminhar ou simplesmente estarem em um local ensolarado.

Talvez você esteja achando que isso é um “luxo” para alguém que cometeu crimes, mas este não é o ponto de discussão. O ponto é que talvez você possa ficar chocado com o fato de que estudos mostram que não estamos oferecendo nem isso para nossos filhos.

Pesquisas de diversos países e fontes confirmam um número semelhante: A média de tempo que as nossas crianças ficam ao ar livre é de uma hora por dia. Para piorar, uma em cada nove crianças “não colocaram seus pés em um parque, floresta ou outro ambiente natural nos últimos doze meses”.

Porque tempo ao ar livre é tão importante?

Como sobrevivencialistas e aventureiros que somos, as chances é que nós vamos encorajar nossos filhos para passarem mais tempo na natureza. A novidade é que os resultados e benefícios desse nosso esforço podem ser muito maiores do que imaginamos.

Aqui vão algumas razões do porque tempo ao ar livre é tão importante para nossas crianças:

    • As deixa mais saudáveis;
    • Aumenta a produção de vitamina D, que beneficia ossos, coração, sistema digestivo e muitos outros;
    • Melhora a visão;
    • Diminui os níveis de estresse;
    • Diminui o risco de transtornos ansiosos, depressivos e semelhantes;
    • Melhora as interações sociais;
    • Se fizerem atividades orientadas, pode melhorar as capacidades de cálculo, leitura, escrita e comunicação;

O que você pode fazer?

Nesta nossa era de tecnologia cheia de jogos online e mídias sociais pode parecer cada vez mais difícil de colocar nossas crianças ao ar livre. Contudo, a curiosidade é algo inato de toda criança! Isso quer dizer que basta você conseguir motivá-la da maneira certa a explorar a natureza que com certeza elas se tornarão aventureiras.

Aqui vão algumas ideias de atividades ao ar livre que você pode propor para seus filhos:

      • Fazer uma trilha;
      • Pescar;
      • Acampar em uma reserva ou até mesmo no quintal de casa;
      • Caça ao tesouro na mata (Geocaching, por exemplo);
      • Desafios de orientação – para crianças mais velhas;
      • Rastreamento e observação de animais silvestres;
      • Arqueria;
      • Começar uma horta;
      • Escotismo.

No final, é você quem conhece seu filho para saber como despertar o interesse dele por atividades ao ar livre. Mostre vídeos de aventura, compre um equipamento diferente para mostrar para ele, use sua criatividade! Eu, como filho que cresceu correndo em chácaras e acampando, posso lhe dizer que as melhores memórias que tenho da infância são no meio da natureza com as pessoas que amo.

Você já pratica alguma atividade ao ar livre com seus filhos? Conte nos comentários!

Texto inspirado da fonte Survival Skills.

Fonte: https://sobrevivencialismo.com/2016/04/25/quanto-tempo-suas-criancas-passam-ao-ar-livre/

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

O Barco de Pedro (Como Ser Realmente Próspero)

Relacionado

Trindade – Um ataque de Satanás ao Calvário

Relacionado

Deixe uma resposta