Iníco / Noticias Adventistas / Revelação máxima: Michelson Borges supera Moisés e reescreve Gênesis 1

Revelação máxima: Michelson Borges supera Moisés e reescreve Gênesis 1

Este vídeo é uma produção da GBM. O texto é de Michelson Borges, as imagens são do João Luiz Cardoso e a narração é de Sérgio Azevedo. Como dá para perceber, Michelson pretendeu fazer melhor que Moisés ao descrever a “criação”, em linguagem “cientificamente correta”, mas biblicamente equivocada.

Não apenas rejeitou a descrição da terra plana e estacionária, coberta pelo domo sólido do firmamento que separou as águas de cima das águas de baixo, cosmologia esta revelada por YHWH a Moisés. Inventou detalhes, modificando o relato bíblico desde o princípio. Descreveu, por exemplo, a Terra redonda e azulada, como se já existisse e estivesse em movimento e sendo perseguida pela luz criada no primeiro dia…

[Música]

Dos planetas que compõem o sistema solar, a Terra não chega a ser um dos maiores mas é um dos mais bonitos. Do espaço, assemelha-se a uma bela jóia azulada. Em sua superfície habita o bilhões de seres humanos. Uma boa parte deles algum dia já se perguntou a olhar para o céu numa noite estrelada…

[Música]

De onde veio tudo isso?

[Música]

A Criação

No princípio, criou Deus os céus e a Terra. A Terra porém estava sem forma e vazia. Havia trevas sobre a face do abismo. E o espírito de Deus pairava por sobre as águas.

[Música]

Disse Deus: Haja luz. E houve luz.

[Música]

Começava o milagre poderoso da criação. A luz rasgava as trevas com um tipo especial de energia que não necessita de um meio físico para se propagar. Seus raios velozes seguiam a 300 mil quilômetros por segundo no vácuo espacial até chegar ao planeta coberto pelas águas, inundando-o de claridade e revelando toda beleza da jóia azulada,pairando silenciosamente no espaço. E viu Deus que era boa a luz. Deus chamou a luz dia e as trevas, noite. E foi a tarde e a manhã do primeiro dia.

E disse Deus: Haja firmamento no meio das águas e separação entre águas e águas. No segundo dia, a atmosfera da Terra foi planejada para manter a vida com os gases na proporção certa. Saturno, por exemplo, é tão grande que seu campo gravitacional retém enormes quantidades de hidrogênio e hélio.

[Música]

Na Terra, esses gases escapam para o espaço. Mercúrio é tão pequeno que seu campo gravitacional não consegue reter gases, portanto, praticamente não tem atmosfera.

[Música]

A atmosfera da Terra é especial, contem 21% de oxigênio, o suficiente para acolher vida. Se houvesse 25%, seria quase impossível apagar incêndios e um pequeno traço de gás carbônico é o necessário para fazer as plantas crescerem e para promover o equilíbrio de temperatura no planeta.

Disse Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num só lugar e apareça a porção seca. A crosta terrestre foi carinhosamente planejada para sustentar a vida. Ela contém os elementos essenciais, como hidrogênio e nitrogênio, carbono oxigênio e outros. Além disso, nosso planeta é o único conhecido, com água suficiente em estado líquido. A água é um milagre químico da união de dois gases que forma um líquido.

[Música]

É a água que transporta os nutrientes em nosso corpo, ajuda a regular a temperatura da terra e possibilita reações químicas indispensáveis à vida. Tudo foi pensado com carinho como os pais que preparam o berço para a chegada do bebê. E disse deus produza a terra relva, ervas que deem semente e árvores frutíferas que deem frutos.

[Música]

Além de um berço para dormir num lar para morar. O bebê precisa de alimento apropriado e Deus pensou nisso também. As plantas armazenam nutrientes, os frutos que nutrirão os animais e o ser humano. Além disso, cada folha de uma planta, por menor que seja, contém mecanismos específicos para captar e transformar a luz solar em energia.

[Música]

A folha é como um laboratório de última geração, que percebe a mudança da duração dos dias e desencadeia funções que determinam se está na hora de a planta dormir ou crescer. Esse laboratório também faz preparações químicas que são necessárias para a planta viver, produzir frutos e sementes. E viu Deus que isso era bom. E foi tarde e manhã, o terceiro dia.

Disse também Deus: Haja luzeiros no firmamento dos céus para fazerem separação entre o dia e a noite. E sejam eles para sinais, para estações, para dias e anos.

O sol é outro presente de Deus. Ele é muito importante para a vida na Terra, atuando como um motor da dinâmica atmosférica e oceânica e fonte para fotossíntese das plantas. Cerca de 70% da energia irradiada pelo sol situa-se entre os comprimentos de onda de 0,3 a 1,5 mícron correspondente à banda da luz visível, acrescida do infravermelho e da luz ultravioleta. Essa é exatamente a faixa da radiação necessária à manutenção da vida.

A distância da Terra ao sol, a velocidade de rotação do planeta e a quantidade de radiação emitida pela nossa estrela também foram finamente ajustadas pelo Criador, de tal forma a possibilitar a temperatura adequada para os seres vivos.

[Música]

A lua tem um tamanho suficiente para fazer com que as marés oceânicas permaneçam um movimento, sem contudo submergir vastas regiões terrestres. Ela orbita a Terra a uma distância que minimiza qualquer mudança na inclinação do eixo do planeta, garantindo assim a estabilidade ao clima. Se estivesse mais próxima, poderia cair sobre a Terra. Mais distante, escaparia da órbita terrestre.

[Música]

Tudo foi finamente regulado e planejado com cuidado. Uma máquina celeste perfeita. E viu Deus que isso também era bom. E foi tarde e manhã o quarto dia.

Disse também Deus: povoem-se as águas de enxames de seres viventes e voem as aves sobre a terra sob o firmamento dos céus.

[Música]

No dia em que os peixes e as aves foram criados, o mundo se encheu ainda mais de cores e alegria. Além das variadas formas e matizes, os seres marinhos revelam detalhes de um projeto surpreendente…

[Música]

Os golfinhos, por exemplo, possuem um sistema de orientação que inspirou a invenção do sonar dos navios.

[Música]

Que variedade, Senhor, nas tuas obras. Todas as fizestes. Cheia está a Terra das tuas riquezas. Eis o mar vasto, imenso, no qual se movem seres sem conta, animais pequenos e grandes…

[Música]

Como um artista que enche a tela com cores bonitas e variadas,
o pano de fundo azulado do céu foi colorido por Deuscom as mais diversas formas de seres alados. As aves foram magnificamente projetadas para voar. A maioria de seus ossos são ocos ou esponjosos, o que as torna muito leves. Além disso, elas são dotadas de músculos fortes, capazes de produzir movimentos
vigorosos.

[Música]

Os peixes e as aves proclamam que Deus é criador. Foi à tarde e amanhã do quinto dia.

Disse também Deus: Produza a terra seres viventes conforme a sua espécie, animais domésticos, répteis e animais selváticos, segundo a sua espécie.

[Música]

A vida animal com toda sua exuberância traz a marca do Criador. Do maior ao menor ser vivo, tudo fala de um Deus cuidadoso e detalhista…

[Música]

As mães de muitos desses animais cortam o cordão umbilical dos recém-nascidos e estimulam os filhotes, lambendo-os. É o tipo de comportamento que tinha de estar certo na primeira vez, levando-nos a crer que esses animais foram criados com esse
importante instinto de sobrevivência. E o que dizer dos seres que vivem em sociedades e colônias?

As abelhas são exímias construtoras, capazes de fabricar favos com células hexagonais, que aproveitam ao máximo o espaço disponível para armazenar mel. É inconcebível imaginar esse inseto, fabricando favos na base da tentativa e erro ao longo de milhões de anos. O próprio Darwin chegou a admitir que essa engenhosidade das abelhas poderia derrubar toda sua teoria.

As formigas e os cupins dependem de conjuntos de complicados instintos para sobreviver. Como esses instintos poderiam se desenvolver aos poucos? Até que estivessem funcionando completamente, os animais já teriam desaparecido!

Faça perguntas às aves e os animais e eles lhe ensinarão. Peça aos bichos da terra e aos peixes do mar e eles lhe darão lições. Todas essas criaturas sabem que foi a mão do Deus eterno que as fez.

[Música]

Todas essas máquinas super complexas falam de um Deus criador. Elas foram criadas no sexto dia.

Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança. Homem e mulher os criou.

Ainda no sexto dia, veio a existência a obra prima do Criador.
Numa clareira cercada por várias árvores frutíferas, imagine Jesus debruçado sobre um monte de barro, modelando ao barro com as próprias mãos. Com carinho e dedicação, cada detalhe.

A figura que surge é bela e imponente e assemelha-se ao próprio Criador. Sua altura e porte são formidáveis. Sua estrutura física é composta pelos mesmos elementos químicos da terra, da qual foi formado. Ele é robusto e têm aparência muito saudável. Totalmente diferente das pessoas que você está habituado a ver. Seu nome é universalmente conhecido: Adão, a obra prima da criação!

[Música]

Certamente você está ainda mais curioso agora, pois sabe o que vêm em seguida. Como seria Eva? Seria realmente tão bela
quanto se imagina? Você nota Adão dando nomes aos animais e percebendo-se só. Observa-o adormecer e mesmo sem compreender muito bem o que ocorre em seguida, uma espécie de clonagem super avançada fez surgir diante do homem uma criatura de incomparável beleza. Carne de sua carne, ossos de seus ossos. A
companheira perfeita! É quase possível ler os pensamentos de gratidão de Adão, boquiaberto.

[Música]

Segundo a escritora Ellen White, Eva era algo menor em estatura, contudo suas formas eram nobres e cheias de beleza. Esse casal que não tinha pecados, não fazia uso de vestes artificiais. Estavam revestidos de uma cobertura de luz e glória, tal como a usam os anjos.

As células com seu código genético capaz de encher milhares de páginas de informação. O cérebro, que de tão complexo não consegue desvendar-se a si mesmo. Os sentidos, as emoções… Tudo isso e muito mais são as digitais do Criador em Sua obra. A assinatura do grande artista. E foi a tarde e a manhã do
sexto dia.

[Música]

Assim pois foram acabados os céus e a Terra e todo o seu exército. E havendo Deus terminado no sétimo dia sua obra
que fizera, descansou nesse dia de toda a sua obra que tinha feito. Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há. E ao sétimo dia, descansou. Por isso, o Senhor abençoou o dia de sábado e o santificou.

[Música]

O sábado é mais que um dia de descanso físico. É o grande memorial da criação de Deus. Ao separarmos o sétimo dia da
semana para fins religiosos, com o culto a Deus, o auxílio aos necessitados e o contato com a natureza, estamos reconhecendo ao Senhor como o todo poderoso Criador do Universo.

O sábado é antes de tudo uma pausa para um contato mais íntimo com Deus, Aquele que mandou e tudo se fez, o criador do universo sem fim, o Seu Criador…

[Música]

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Terra Plana | Estranha Conspiração

Relacionado

Pastor adventista demitido por criticar Dilma analisa documento sobre política da DSA

Íntegra do documento: “OS ADVENTISTAS E A POLÍTICA” Documento votado no Concílio Anual sul-americano traz …

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.