Iníco / Como nos dias de Noé, Anjos caidos, Nefilins / Teoria babilônica da Criação

Teoria babilônica da Criação

"Foto:

A Teoria da Evolução das espécies, defendida por graduados e pós graduados em Bio (vida) logia (estudo), é mais consistente do que essa teoria de reprodução sexual entre seres espirituais e seres humanos.

A base utilizada, com sofismas, como se a Bíblia ensinasse tal coisa, é semelhante aos sofismas para dizer que a Bíblia defende a existência de um terceiro divino, e milhares acreditam na teoria da trindade, assim como alguns andam acreditando nessa teoria de amalgamação.

Hermano de Jesus — Editor em 13 de junho de 2014 às 21:57 respondeu:

A “evolução” da teoria da Evolução hoje, como o irmão deve saber, é essa desse desenho ridículo que ilustra este post. Na verdade, essa é coincidentemente a antiga Teoria Babilônica da Evolução, que já ganhou ares de ciência fundamentada na arqueologia sumeriana. Diariamente é destaque nos canais de TV por cabo, em documentários como os da série “Alienígenas do Passado”. Logo, deverá estar sendo ensinada nas escolas brasileiras, como já acontece em outros países.

O ensino biblico da geração dos nefilins se opõe a essa teoria diabólica, que rouba de Deus a glória da criação, atribuindo-a aos anjos caídos (alienígenas).

Crer ou não nela, depende apenas de escolha pessoal sua ou depende do grau de confiança que deposita no relato bíblico, sem interferência da opinião ou conversa fiada de pastores desinformados, cujo pensamento foi formatado no seminário de “teologia” (como se estudar Deus fosse possível.

Nossa sugestão é: releia sem idéias preconcebidas Judas 6, II Pedro 2:4, Gênesis 6:1-4 e outras passagens que se referem aos nefilins, refains, anaquins e outros gigantes. Depois, pesquise sobre a história da interpretação desses textos, o surgimento da alegorização das Escrituras, encontre outra explicação para as ordens de extermínio de nações, inclusive de mulheres e crianças no Antigo Testamento, e nos cite quais os sofismas que temos empregado.

Pesquise também sobre as antigas civilizações babilônicas, egípcias,gregas, nórdicas, incas, maias, sua religião, seus registros e tente explicá-los sem o relato bíblico das relações entre “alienígenas” (anjos caídos) e fêmeas humanas. Assim, quem sabe, nos convencerá de que, por exemplo, o casamento de um adventista (filho de Deus) com um (filho dos homens) católico, em “jugo desigual”, pode resultar num bebê aberração, que se tornará famoso por sua violência e estatura.” width=”504″ height=”186″ />

A Teoria da Evolução das espécies, defendida por graduados e pós graduados em Bio (vida) logia (estudo), é mais consistente do que essa teoria de reprodução sexual entre seres espirituais e seres humanos.

A base utilizada, com sofismas, como se a Bíblia ensinasse tal coisa, é semelhante aos sofismas para dizer que a Bíblia defende a existência de um terceiro divino, e milhares acreditam na teoria da trindade, assim como alguns andam acreditando nessa teoria de amalgamação.

Hermano de Jesus — Editor em 13 de junho de 2014 às 21:57 respondeu:

A “evolução” da teoria da Evolução hoje, como o irmão deve saber, é essa desse desenho ridículo que ilustra este post. Na verdade, essa é coincidentemente a antiga Teoria Babilônica da Evolução, que já ganhou ares de ciência fundamentada na arqueologia sumeriana. Diariamente é destaque nos canais de TV por cabo, em documentários como os da série “Alienígenas do Passado”. Logo, deverá estar sendo ensinada nas escolas brasileiras, como já acontece em outros países.

O ensino biblico da geração dos nefilins se opõe a essa teoria diabólica, que rouba de Deus a glória da criação, atribuindo-a aos anjos caídos (alienígenas).

Crer ou não nela, depende apenas de escolha pessoal sua ou depende do grau de confiança que deposita no relato bíblico, sem interferência da opinião ou conversa fiada de pastores desinformados, cujo pensamento foi formatado no seminário de “teologia” (como se estudar Deus fosse possível.

Nossa sugestão é: releia sem idéias preconcebidas Judas 6, II Pedro 2:4, Gênesis 6:1-4 e outras passagens que se referem aos nefilins, refains, anaquins e outros gigantes. Depois, pesquise sobre a história da interpretação desses textos, o surgimento da alegorização das Escrituras, encontre outra explicação para as ordens de extermínio de nações, inclusive de mulheres e crianças no Antigo Testamento, e nos cite quais os sofismas que temos empregado.

Pesquise também sobre as antigas civilizações babilônicas, egípcias,gregas, nórdicas, incas, maias, sua religião, seus registros e tente explicá-los sem o relato bíblico das relações entre “alienígenas” (anjos caídos) e fêmeas humanas. Assim, quem sabe, nos convencerá de que, por exemplo, o casamento de um adventista (filho de Deus) com um (filho dos homens) católico, em “jugo desigual”, pode resultar num bebê aberração, que se tornará famoso por sua violência e estatura.

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

ATLÂNTIDA : O Mundo Sepultado

Relacionado

O RETORNO DOS ANJOS CAÍDOS

Relacionado

Deixe uma resposta