Iníco / Sistema Religioso e Apostasia / Tercerização da Fé: A maior idiotice que um adventista pode cometer!

Tercerização da Fé: A maior idiotice que um adventista pode cometer!

manipulation

Terceirização é a transferência da responsabilidade pela execução de tarefas específicas, pela contratação de uma empresa ou prestadores de serviço que as realizarão após a formalização do contrato.

No caso da religião, a terceirização da fé se formaliza pela assinatura do contrato batismal, no qual o novo membro se compromete a entregar, pelo resto da vida, 10% de sua renda mais ofertas à denominação que o batizou, formalizando sua entrada no Reino de Deus.

Em troca, os pastores estudarão a Bíblia em seu lugar, definindo dali para frente o teor de suas crenças, desde o conceito que deve ter de Deus aos assuntos bíblicos que está autorizado a pesquisar. Além dos temas dos sermões, os pastores definirão também as respostas certas para as perguntas das Lições da Escola Sabatina e os sitesque os irmãos podem ou não acessar.

Jeremias 17:5 – Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do SENHOR!

Mateus 7:21-23 — Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade.

Eventos Finais — Págs. 247-248:

shutterstock_88174213_MAN_SHAMEDMembros da igreja que viram a luz e se convenceram, mas confiaram a salvação de sua alma ao pastor, no dia de Deus ficarão sabendo que outra pessoa não pode pagar o resgate por suas transgressões. Haverá um terrível clamor: “Estou perdido, eternamente perdido!” Homens ficarão com vontade de despedaçar os pastores que pregaram falsidades e condenaram a verdade. — The S.D.A. Bible Commentary 4:1157.

Todos se unem em acumular suas mais amargas condenações contra os ministros. Pastores infiéis profetizaram coisas agradáveis, levaram os ouvintes a anular a lei de Deus e a perseguir os que a queriam santificar. Agora, em seu desespero, esses ensinadores confessam perante o mundo sua obra de engano. As multidões estão cheias de furor. “Estamos perdidos!” exclamam; “e vós sois a causa de nossa ruína”; e voltam-se contra os falsos pastores. Aqueles mesmos que mais os admiravam, pronunciarão as mais terríveis maldições sobre eles. As mesmas mãos que os coroavam de lauréis, levantar-se-ão para destruí-los. As espadas que deveriam matar o povo de Deus, são agora empregadas para exterminar os seus inimigos. — O Grande Conflito, 655-656.

Vemos aí que a igreja — o santuário do Senhor — foi a primeira a sentir o golpe da ira de Deus. Os anciãos, aqueles a quem Deus dera grande luz, e que haviam ocupado o lugar de depositários dos interesses espirituais do povo, haviam traído o seu depósito. — Testemunhos Seletos 2:65-66.

A Palavra de Deus é invalidada por falsos pastores. … Em breve sua obra recairá sobre si mesmos. Então serão testemunhadas as cenas descritas em Apocalipse 18, em que os juízos de Deus cairão sobre a Babilônia mística. — Manuscrito 60, 1900.

O Grande Conflito, págs. 654-655:

O ministro que sacrificara a verdade a fim de alcançar o favor dos homens, percebe agora o caráter e influência de seus ensinos. É evidente que os olhos oniscientes o estiveram acompanhando enquanto se achava ao púlpito, enquanto andava pelas ruas, enquanto se confundia com os homens nas várias cenas da vida. Toda emoção da alma, toda linha escrita, cada palavra pronunciada, todo ato que levava os homens a descansar em um refúgio de falsidade, esteve a espalhar sementes; e agora, nas infelizes e perdidas almas em redor dele, contempla a colheita.

Diz o Senhor: “Curam a ferida da filha de Meu povo levianamente, dizendo: Paz, paz, quando não há paz.” “Entristecestes o coração do justo com falsidade, não o havendo Eu entristecido, e esforçastes as mãos do ímpio, para que não se desviasse do seu mau caminho, e vivesse.” Jeremias 8:11; Ezequiel 13:22.

“Ai dos pastores que destroem e dispersam as ovelhas do Meu pasto. … Eis que visitarei sobre vós a maldade de vossas ações.” “Uivai, pastores, e clamai, e rebolai-vos na cinza, principais do rebanho, porque já se cumpriram os vossos dias para serdes mortos … E não haverá fugida para os pastores, nem salvamento para os principais do rebanho.” Jeremias 23:1, 2; 25:34, 35.

Ministros e povo vêem que não mantiveram a devida relação para com Deus. Vêem que se rebelaram contra o Autor de toda lei reta e justa. A rejeição dos preceitos divinos deu origem a milhares de fontes para males, discórdias, ódio, iniqüidade, até que a Terra se tornou um vasto campo de contenda, um poço de corrupção. Este é o quadro que ora se apresenta aos que rejeitaram a verdade e preferiram acalentar o erro. Nenhuma linguagem pode exprimir o anelo que o desobediente, o desleal experimenta por aquilo que para sempre perdeu: a vida eterna. Homens que o mundo adorou pelos talentos e eloqüência vêem agora estas coisas sob a sua verdadeira luz. Compenetram-se do que perderam pela transgressão, e caem aos pés daqueles de cuja fidelidade zombaram, com menosprezo, confessando que Deus os amou.

O povo vê que foi iludido. Um acusa ao outro de o ter levado à destruição; todos, porém, se unem em acumular suas mais amargas condenações contra os ministros.

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Jesuíta infiltrado? Dr Rodrigo Silva diz que a IASD é tão de Deus quanto as outras igrejas

O tempo em que nossos pastores podiam identificar a Igreja Adventista do Sétimo Dia como …

Igreja Adventista e o Dogma Católico dos Jesuítas.

Relacionado

Deixe uma resposta