Iníco / Noticias Adventistas / Tese de doutorado de professor do Unasp prova que Deus criou a “terra”, não a “Terra”

Tese de doutorado de professor do Unasp prova que Deus criou a “terra”, não a “Terra”

Você sabe a diferença entre “terra” e “Terra”? Gênesis 1 não afirma que, no princípio, Deus criou os céus e o planeta Terra, com T maiúsculo, o nome que deram a um suposto globo, molhado e giratório,, que persegue o sol em rodopios pela Via Láctea a milhares de quilômetros por hora…

A Bíblia diz que Deus, no princípio, criou os céus e a terra, com t minúsculo, referindo-se ao chão, ao solo, onde pisamos e plantamos e à qual devemos respeitar e preservar, pois dela viemos, nos alimentamos e para ela voltaremos.

Se você tem dúvidas a respeito, recomendamos que leia abaixo a tese de doutorado do Dr. Edson Nunes, já mencionado no artigo “Doutor em estudos judaicos do Unasp admite que há base bíblica para crer na Terra plana” do site www.criacionismo.org. Graduado em Teologia e Letras, Edson Nunes é mestre e doutor em Letras (Estudos Judaicos) pela Universidade de São Paulo (USP). Foi pastor nas comunidades Beth B’nei Tsion (Templo Judaico-Adventista), Nova Semente e Homechurch de Perdizes. Hoje é professor da Faculdade de Teologia no Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp).

Caso prefira, pode usar este link direto — http://www.adventistas.com/wp-content/uploads/2018/08/2017_EdsonMagalhaesNunesJunior_VOrig-UNASP.pdf — para baixar o arquivo em pdf.

2017_EdsonMagalhaesNunesJunior_VOrig-UNASP

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Pastor que leva a Bíblia a sério, admite existência de mundo subterrâneo

Estamos aguardando que Muichelson Borges e sua matilha comecem a ladrar contra o ensinamento bíblico …

Intraterrenos logo poderão oferecer “paz e segurança” para a humanidade

Em 5 de Maio de 2016, a televisão argentina apresentou esta edição especial do programa …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.