Iníco / 2017 / fevereiro

Arquivos Mensais: fevereiro 2017

Sobrevivencialismo: mais do que um conceito

14

Com os recentes acontecimentos do ES (e, ao que tudo indica, estão iniciando-se no RJ também), o “assunto” Sobrevivencialismo veio a tona em muitos lugares. Contudo, ao contrário da opinião da maioria, Sobrevivencialismo não é sinônimo de apocalipse. Se você pensa que este é um conceito usado apenas em caso de extrema urgência, onde não há mais recursos e onde lutar pela própria vida é a única coisa que importa, não poderia estar mais equivocado. Na matéria de hoje, vamos mostrar o porquê, além de listar algumas atitudes que podemos tomar para tornar este conceito menos abstrato e mais prático. Leia Mais… »

Compartilhar isso:

Religiosidade, o mal dos séculos.

A religiosidade é uma qualidade do indivíduo que é caracterizada pela disposição ou tendência do mesmo, para perseguir a sua própria religião ou a integrar-se às supostas coisas sagradas. Precisamos diferir o ser possuidor de religiosidade, do religioso, que é fruto do sistema religioso.

O religioso é um fanático, que não compreende e não respeita o Processo Religare do próximo. Ele se torna intolerante e não aceita as práticas religiosas de outros indivíduos, considerando o seu caminho único e inquestionável. Leia Mais… »

Compartilhar isso:

Hacksaw Ridge: “Matem o máximo de japoneses que conseguirem, que eu recolho os pedaços de vocês…”

Desmond Doss foi, com certeza, um valente leigo adventista do sétimo dia, que não perguntou a nenhum pastor ou líder da IASD se deveria ou não alistar-se para a guerra, mas o fez voluntariamente e decidido a não portar armas.Se perguntasse ou pesquisasse, talvez ficasse surpreso ao saber que naquele momento lideranças da IASD na Europa apoiavam a Hitler! A própria Associação Geral havia trazido para os Estados Unidos Hulda Jost, uma propagandista do nazismo.

Apesar disso, Desmond Doss não precisaria ter ido à guerra, uma vez que o serviço militar não era obrigatório como é no Brasil. Afinal, todo cristão sabe que deve amar os inimigos. Um seguidor de Cristo deve ser pacificador porque sua cidadania não é deste mundo. Assim sendo, um jovem adventista que não aceitava usar armas por questão de princípio religioso não deveria jamais ir à guerra e, igualmente, não deveria apoiá-la ou legitimá-la com sua presença, ainda que com propósitos beneméritos. Leia Mais… »

Compartilhar isso:

Conferência Geral da Igreja Adventista apoiou divulgação “positiva” do nazismo nos Estados Unidos

OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA NA ALEMANHA NAZISTA

Por Corrie Schroder

A Alemanha nazista era um lugar horrível para pequenas igrejas denominacionais porque não tinha nenhuma liberdade religiosa. Uma pequena denominação que sobreviveu foi a Adventista do Sétimo Dia. Quando Adolf Hitler subiu ao poder na Alemanha, a denominação dos Adventistas do Sétimo Dia na Alemanha (doravante chamada os adventistas) achava que era o momento para um líder forte na Alemanha. Hitler parecia o melhor candidato por causa de “sua dedicação pessoal e seu abstinência do chá, do café, do álcool e da carne, práticas compartilhadas pelos adventistas; [portanto,] foi recebido como salvador”. [1] Leia Mais… »

Compartilhar isso:

Genética dos Anjos: Por que os Nefilins eram gigantes?

Já pararam para imaginar por que os Nefilins eram tão grandes? A resposta pode parecer meio óbvia, mas existem mais detalhes do que imaginamos.

Introdução

Assuntos sobre anjos caídos e seus descendentes, os Nefilins, são realmente meio estranhos. A maioria dos pesquisadores nesse campo conhecem bem a história básica. Há muito tempo atrás, anjos rebeldes desceram à Terra para se procriarem com as mulheres humanas. O resultado desse ato foi a criação de híbridos anjos/humanos. Conhecemos os detalhes de tudo isso lendo Gênesis 6:1-4, o livro de Enoque, e várias outras fontes da antiguidade. No entanto, uma dessas áreas que é aceita e ainda assim não é muito explorada é do porquê os híbridos Nefilins eram tão gigantes fisicamente. Leia Mais… »

Compartilhar isso:

Doutores adventistas de teoologia inventam novo versículo e se rendem ao catolicismo trinitariano

Doutor Adventista Armando Juarez, para defender a doutrina da Trindade (Doutrina Católica, criada pelo Catolicismo), diz que é necessário “MANTER” os “estandartes” ou “padrões” católicos, e mente descaradamente sobre passagem da Bíblia, adicionando palavras que não estão na Bíblia. Leia Mais… »

Compartilhar isso: