Arquivos Mensais: abril 2024

O Enigma da Páscoa

Era impossível dizer, em primeiro lugar, o que ele tinha achado. Os cacos quebrados, envoltos em milênios de sujeira acumulada, estavam relutantes em revelar seu segredo com rapidez. O arqueólogo, no entanto, era paciente. Peneirando o solo, ele cuidadosamente coletava cada peça que ele poderia encontrar, meticulosamente, mesmo catalogando um ínfimo fragmento. Quando a escavação havia liberado cada última peça ainda em existência, o verdadeiro trabalho havia começado.

restored vaseCom muito cuidado e habilidade do arqueólogo, cada peça foi meticulosamente limpa e restaurada. Finalmente ele estava pronto para começar a montar o quebra-cabeça. A montagem de uma peça aqui, outra ali, tentando encontrar o ajuste perfeito, lentamente começou a tomar forma, uma forma bonita. A perfeição de simetria precisa, surgiu como completa, laterais arredondadas e equilibradas sobre uma base que parecia muito fina para apoiá-las.

Por fim, seus esforços diligentes foram recompensados. Diligência e trabalho duro tinham tomado um amontoado de pedaços quebrados e os transformado em um vaso elegante, um dos melhores de seu tipo já encontrado.

Todos os que procuram a verdade, também devem ser arqueólogos. A sujeira e a gordura da tradição, a sujeira do paganismo, enterraram muitas belas verdades celestes. Para cuidadosamente deixar de lado o erro e descobrir a verdade, restaurando-a para toda a sua glória, requer esforço muito diligente e meticuloso. O princípio de que todos os buscadores da verdade devem ter em mente é que a verdade nunca se contradiz. Se uma passagem das Escrituras parece contradizer outra passagem, é um convite claro: Aqui! Há mais verdade a ser descoberta que irá conciliar a inconsistência. Leia Mais… »

Festas de Yahuwah: Mantidas pelos Apóstolos

Acredita-se e ensinou-se que as Festas Anuais listadas nas Escrituras foram dadas apenas aos Judeus ou foram, de alguma forma, “pregadas na cruz”.

Roman nails, crown of thorns, and Hebrew Scripture (Leviticus)O argumento de que qualquer parte da lei divina foi abolida na cruz surgiu em 1800, quando o conhecimento do Sábado do sétimo dia foi sendo restaurado. Como a verdade espalhou que Yahuwah era para ser adorado no sétimo dia da semana, e não no primeiro, ministros pregaram pela primeira vez que a lei divina foi “pregada” na cruz.

Antes desse tempo, ninguém se atreveu a pregar uma mensagem tão contraditória. A lei divina não pode ser “pregada” ou modificada porque é perfeita. Foi porque a lei divina não pode ser modificada ou alterada que Yahuwah deu o Seu filho para morrer por pecadores, porque: “De acordo com a lei. . . sem derramamento de sangue não há remissão [de pecados].” (Hebreus 9:22, JFA V)

Esta mesma heresia tem transitado para a lei estatutária. Satanás enganou a maioria da cristandade fazendo acreditar que não só foi o Sábado “pregado na cruz”, mas os dias de adoração anuais, chamado Festas, foram também.

Tal crença é baseada em um mal-entendido da lei divina. Yahushua, como nosso Salvador, perfeitamente manteve o direito divino. Como Seus seguidores, somos exortados a seguir o seu exemplo. O apóstolo Paulo manteve as festas e ensinou os gentios convertidos a fazerem o mesmo, como pode ser visto por suas referências para manter as festas em Atos 18:21 (ACF/LTT*) e 20:6. Leia Mais… »

As Festas do Outono

As Festas de Outono de IsraelO amoroso Criador que projetou a unidade familiar também construiu um sistema de apoio para nutrir e proteger essa família: a programação anual de festas religiosas (comumente chamadas de “Festas Judaicas”). Três vezes por ano os homens de Israel eram obrigados a viajar para Jerusalém e juntos adorar seu Criador e renovar seu compromisso pessoal de aliança. Nesses eventos, os homens foram instruídos em seus deveres como sacerdotes do lar e protetores da relação de aliança nacional de Israel com Yahuwah. Os homens foram a primeira defesa contra qualquer apostasia e rebelião que traria desastre sobre a nação. Assim como os postes sustentavam as cortinas da corte ao redor do Santuário, os anciãos e os pais da nação deveriam sustentar os padrões de moralidade em suas famílias. Todos os homens Israelitas deveriam aprender e obedecer a lei estatutária, e então cada um deveria ensiná-la a sua esposa e filhos. A nação inteira deveria, assim, ter os mesmos padrões e crenças religiosas. Leia Mais… »

Festas de Yahuwah: Obrigação Perpétua

tabernacle in the wildernessAs Escrituras encerram convocando todos os que vivem na Terra

“Temei a [Yahuwah], e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.” (Apocalipse 14:7, ACF)

Como doador e sustentador de toda a vida, é direito de Yahuwah receber a adoração de Seus seres criados. Como o receptor da adoração, é também Seu, o direito de separar certos dias como Dias Santos.

As Escrituras chamam estes tempos para a adoração de “Festas” e de “Santas convocações.” Elas estão todas listadas em Levítico 23, começando com a Festa Semanal, o Sábado do sétimo dia.

DEPOIS falou [YAHUWAH] a Moisés, dizendo: “Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: As solenidades de [YAHUWAH], que convocareis, serão santas convocações; estas são as minhas solenidades: Seis dias trabalho se fará, mas o sétimo dia será o sábado do descanso, santa convocação; nenhum trabalho fareis; sábado de [YAHUWAH] é em todas as vossas habitações.” (Veja Levítico 23:1-3). Leia Mais… »