Aceita um livro? Luís Gonçalves plagiou pegadinha do Impacto Esperança 2019?

O fim justifica todos os meios para a distribuição do livro católico-adventista do Impacto Esperança 2019, numa simulação de trabalho missionário para enganar os membros, como se estivessem evangelizando. Na República Dominicana, a Igreja Adventista do Sétimo contratou um personagem, que aparenta ser morador de rua com evidentes problemas mentais, para fazer a propaganda do livro de 2019, “Esperança para as Famílias Hoje”.

Quem representa o personagem é um ex-taxista adventista, Jonah Ramos Baez, que caminha pelas ruas com cartazes, onde se lê escrita com giz de cera: “Fique louco com sua mulher, mas não a mate…” Na praganda oficial, ela aparece distribuindo os livros da campanha. Aqui no Brasil, o papel ridículo coube ao evangelista Luís Gonçalves, que foi às ruas feito um Ivo Holanda adventista para gravar a pegadinha do “Aceita um Livro?”, com câmera escondida:

Conforme já publicamos, o livro “Esperança para as Famílias de Hoje” foi evidentemente sugerido por infiltrados católicos para desviar o foco da tríplice mensagem angélica original do movimento adventista. Afinal de contas, proselitismo e críticas a outras denominações, especialmente a Igreja Católica Apostólica Romana estão proibidos depois dos acordos ecumênicos assinados também pela IASD.

Veja mais vídeos do “louco adventista”, da República Dominicana:

Fonte: www.adventistas.com

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Usaria Jesus uma mentira para ensinar verdades, Dr. Rodrigo Silva? – Parábola do Rico e Lázaro

Jesus, com toda certeza, NÃO usaria uma mentira, ou estória, para ensinar verdades. Conhecedor da …

A revelação divina através da Bíblia inclui “mitos” como o do firmamento sólido que cobre a Terra plana?

No passado, os cristãos eram conhecidos como anti-intelectuais, o que, evidentemente, foi mudando, à medida …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.