Iníco / Sã Doutrina / O MOTIVO DA GRANDE CONTROVÉRSIA

O MOTIVO DA GRANDE CONTROVÉRSIA

salvacao_pelas_obraspor Daniel Araújo

Os Mandamentos, não são imposições. Os Mandamentos são PROMESSAS HABILITADORAS. É por isso que, os Mandamentos não estão no subjuntivo, imperativo, e nem no presente. Eles estão no facultativo, e no Futuro do Presente do Indicativo.

Vamos conjugar alguns:

  • Não matarás – Futuro do Presente do Indicativo
  • Não adulterarás – Futuro do Presente do Indicativo
  • Não terás outros deuses diante de mim – Futuro do Presente do Indicativo
  • Não farás para ti imagem de escultura – Futuro do Presente do Indicativo
  • Não cobiçarás – Futuro do Presente do Indicativo

Uma pequena observação é que, o único mandamento que está no passado é o SÁBADO.

Por quê?

Resposta: Porque esse mandamento foi instituído lá no Éden (Primeiro Casal Habitante do Jardim).

Conforme exemplo Bíblico abaixo.

E havendo Deus acabado no dia SÉTIMO a obra que fizera, descansou no SÉTIMO DIA de toda a sua obra, que tinha feito. E abençoou Deus O DIA SÉTIMO, e O SANTIFICOU; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera. Gênesis 2: 2,3

Por isso o mandamento está conjugado no passado.

  • LEMBRA-TE do dia do SÁBADO, para o SANTIFICAR.

Entendamos

OS MANDAMENTOS SÃO PROMESSAS HABILITADORAS!

Por quê?

Resposta: Porque pela fé em CRISTO, ou seja, quando CRISTO vive em nós pela fé. Nem eu, e nem você seremos um assassino, nem eu e nem você seremos um ladrão.

Então agora vamos conjugar os mandamentos com CRISTO?

  • Se Jesus Cristo vive em NÓS – Não mataremos
  • Se Jesus Cristo vive em NÓS – Não roubaremos
  • Se Jesus Cristo vive em NÓS – Não adulteraremos

As promessas de Deus que são os MANDAMENTOS, elas se cumprem em JESUS CRISTO. Por isso que Ele (Jesus Cristo) é o cumprimento da LEI, ou seja, o cumprimento perfeito da LEI. E assim como Ele (Jesus Cristo) guardou os Mandamentos de seu Pai (Deus), e se Ele (Jesus Cristo) VIVE em NÓS, nós os guardaremos (Nossa Carne esta Morta, Vivemos em Espírito) também.

Agora, guardaremos como?

Pelos nossos sentidos naturais?

Resposta: Não, mil vezes não!

GUARDAREMOS PELA FÉ!

Vamos entender então,

Amados, se o NOSSO CORAÇÃO NÃO nos CONDENA, temos CONFIANÇA para com Deus; 1 João 3: 21

Então, se eu estou vivendo pela fé, e a minha consciência diante de Deus esta limpa, ou seja, se ela (Consciência) não me acusar, e o meu coração não me condenar.

Então:

E qualquer coisa que LHE PEDIRMOS, dele a receberemos, PORQUE GUARDAMOS OS SEUS MANDAMENTOS, e fazemos o que é agradável à sua vista. 1 João 3: 22

Cuidemos de nossa Consciência, nossa Fé, nosso coração, e nosso Corpo.

Pois:

Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de FÉ, tendo OS CORAÇÕES PURIFICADOS da MÁ CONSCIÊNCIA, e o CORPO LAVADO com água limpa, Hebreus 10: 22

Por que a promessa foi feita pelo próprio Deus.

Esta é a ALIANÇA que farei (Deus) com eles Depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus CORAÇÕES, E as escreverei em seus ENTENDIMENTOS (Mente, Consciência); acrescenta: E jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniquidades. Hebreus 10:16,17

PRECISAMOS ENTENDER ISSO NO NOME E NOS MÉRITOS DO SENHOR JESUS CRISTO. AMÉM E GRAÇAS AO ETERNO DEUS!

“Partindo eu para a Macedônia, roguei-lhe que permanecesse em Éfeso para ordenar a certas pessoas que não mais ensinem doutrinas falsas, e que deixem de dar atenção a mitos e genealogias intermináveis, que causam controvérsias em vez de promoverem a obra de Deus, que é pela fé” (1Tm 1.3-4 – NVI).
 
Se há doutrinas falsas, então obrigatoriamente precisa haver uma doutrina conhecida e reconhecidamente correta. Na verdade, há uma doutrina sem par e há outras doutrinas. Quando existe uma sã doutrina, é notório que existam doutrinas insanas ou que causam insanidade. A sã doutrina fortalece, enquanto as outras enfraquecem e causam enfermidade. As falsas doutrinas causam confusão, a sã doutrina, por outro lado, proporciona a certeza. De um modo geral, as falsas doutrinas se ocupam principalmente de coisas secundárias. Os falsos mestres procuram vincular as pessoas a um personagem ou à sua organização.
 
“E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens falando coisas pervertidas para arrastar os discípulos atrás deles” (At 20.30). Esta é a origem de todas as seitas e de todos os grupos de natureza sectária. Elas se baseiam em lendas, mitos, fábulas, fantasias. Além disso, trata-se também de conteúdo exotérico e de filosofias extra-bíblicas. São acréscimos humanos à Palavra de Deus. Timóteo deveria estar atento para que não fossem ensinadas “falsas doutrinas” (ver v.3-4), como também Tito foi intimado a fazer: “e não se ocupem com fábulas judaicas, nem com mandamentos de homens desviados da verdade” (Tt 1.14).
Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Regeneração e Adoção – Doutrina da Salvação

Relacionado

Ditadores episcopais.

Contexto bíblico 1Pedro 5, “Aos presbíteros, que estão entre vós, admoesto eu, que sou também …

Um Comentário

  1. Lembra-te está conjugado no passado? Não na língua portuguesa. Forçaram a barra com esta afirmação. Argumento Minhoca: não tem pé nem cabeça.

Deixe uma resposta