Iníco / Alimentação e Saúde / Transtorno do Espectro da Vacina Está Varrendo a Nação – Seu Filho Sofre Disso?

Transtorno do Espectro da Vacina Está Varrendo a Nação – Seu Filho Sofre Disso?

O autismo está em ascensão e as estatísticas estão subindo rapidamente. Em 1990, menos de 30 anos atrás, estudos revelam que havia aproximadamente três casos de autismo a cada 10.000 crianças nos Estados Unidos. Avançando para esta última primavera de 2018, quando o CDC divulgou novos dados revelando que uma em cada 59 crianças americanas tem alguma forma de Transtorno do Espectro Autista (TEA), com um incidente muito maior em meninos do que em meninas. O que mudou tão drasticamente em menos de três décadas que os casos de autismo passaram de três por 10.000 a 170 por 10.000? Atualmente, mais de 20 milhões de pessoas em todo o mundo são diagnosticadas com algum tipo de autismo.

Vamos dar uma olhada de perto em possíveis fatores e eliminar os “enganos” criados para nos distrair de desvendar a verdade sobre o transtorno do espectro autista, um enigma envolvido em um paradoxo e perdido em um labirinto que os médicos não podem questionar ou resolver, apenas medicar com produtos químicos que contribuem para os problemas.

Primeiro o mais importante, nenhuma criança já foi relatada nascida com transtorno do espectro autista, então a teoria da genética “herdada” deve ser descartada imediatamente. Os médicos adoram culpar os genes dos pais para que você não procure uma cura, e assim aceitará a condição como algo permanente, exigindo medicamentos químicos para a vida toda. Sinais e sintomas de autismo surgem entre 12 e 18 meses de idade, e problemas com o desenvolvimento cerebral frequentemente aumentam durante o segundo ano de vida, quando os sintomas e dificuldades funcionais começam a incluir atraso na fala, problemas de atenção, interação social inadequada, movimentos repetitivos, tiques, ansiedade e comportamentos compulsivos.

A maioria das aflições neurológicas surge devido uma sobrecarga de toxinas no corpo

Nossos órgãos de limpeza têm um trabalho muito duro: filtrar todas as toxinas que consumimos, incluindo aquelas que comemos, bebemos, inspiramos, colocamos em nossa pele, cabelos e unhas, e aquelas que são injetadas em nosso tecido muscular. Mas como nossos rins, fígado e pâncreas podem fazer seus trabalhos de filtragem se estiverem completamente sobrecarregados, confusos e constantemente bombardeados com parasitas, patógenos, toxinas de metais pesados ​​e organismos geneticamente modificados de outros animais? Vamos encarar, os últimos trinta anos mudaram drasticamente para os americanos, incluindo a invasão de transgênicos em alimentos e remédios, medicamentos farmacêuticos, incluindo opiáceos, e um cronograma recomendado pelo CDC de 55 vacinas antes dos sete anos de idade. Uau.

De acordo com a TruthWiki, o Transtorno do Espectro Autista é um amplo termo genérico para o Autismo, a Síndrome de Asperger, e qualquer outro distúrbio generalizado de desenvolvimento, cognitivo, comportamental, social ou de linguagem. O autismo ocorre quando as células nervosas e sinapses no cérebro são alteradas, bloqueadas, interrompidas e perturbadas. Portanto, a questão reside: como o cérebro e o sistema nervoso central se tornam violentamente perturbados após o nascimento? Poderia ser tudo isso a violência causada pela vacina? O pico da TEA coincide perfeitamente com o aumento do cronograma de vacinação e o aumento de organismos geneticamente modificados presentes nos alimentos, ambos catapultados no início dos anos 90. Vai saber.

Embora o CDC minta e jure que o mercúrio foi removido de todas as vacinas infantis, a vacina contra a gripe é sobrecarregada com mercúrio e o CDC recomenda a vacina contra influenza para TODAS as mulheres grávidas e todos os bebês com 6 meses de idade.

O mercúrio é o segundo elemento mais venenoso conhecido pela humanidade, perdendo apenas para o urânio. É um fato científico que os neurônios do cérebro humano se desintegram permanentemente na presença de mercúrio dentro de uma hora após a exposição.

O ponto problemático. O timerosal é um conservante que contém mercúrio (cerca de 50% de mercúrio) e a Organização Mundial da Saúde alertou sobre seu uso em vacinas em 1990. Além disso, o mercúrio, um metal instável, é um veneno cumulativo, o que significa que o corpo tem dificuldade em removê-lo, e ele acumula-se significativamente ao longo do tempo. Algum pediatra nos EUA já recomendou testar bebês para intoxicação por metais pesados? Não. Algum pediatra ou enfermeiro nos EUA lê a bula da vacina e os ingredientes palavra por palavra para seus pacientes e pais de recém-nascidos? Não.

Fato horripilante: algumas crianças recebem mais mercúrio em um dia do que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda como máximo para adultos por três meses de exposição. Ainda assim, a quantidade máxima de mercúrio para qualquer ser humano ingerir deve ser zero. Não há quantidade segura de mercúrio para o corpo humano. Nós nem temos tempo de falar sobre obturações dentárias com amálgama (carregado de mercúrio) agora.

O Transtorno do Espectro da Vacina é reversível – Envolve a desintoxicação de toxinas de metais pesados, pesticidas e transgênicos

Seu filho, irmão, tia, tio, irmã, mãe ou pai sofrem de Transtorno do Espectro da Vacina (TEV) agora? Talvez o sistema nervoso central, o cérebro, o intestino e os órgãos de limpeza estejam poluídos com mercúrio, formaldeído, alumínio, chumbo, pesticidas, herbicidas, flúor e transgênicos. Quantas crianças com autismo agora sofrerão de demência mais tarde na vida? Há uma estatística que precisamos saber.

É hora de questionar por que o Transtorno do Espectro da Vacina mal existia antes dos anos 90. Antes da década de 1990, os alimentos básicos americanos, como milho e soja, não eram infestados com genes de pesticidas e revestidos com glifosato (Roundup). Os seres humanos não estavam usando fornos de microondas para bombardear sua comida, e adoçantes artificiais causadores de câncer não estavam em tudo rotulado como “diet” e “zero”. Os recém-nascidos, bebês e crianças são inundados com corantes tóxicos, vacinas contra a gripe e vacinas de reforço desnecessárias.

Olhe para os alimentos naturais que puxam as toxinas de metais pesados ​​para fora do corpo, como sementes de chia, coentro e chlorella. A chlorella é um incrível superalimento de microalgas e desintoxicante comumente usado para limpeza do cólon, porque ele liga-se a metais pesados ​​e outras substâncias tóxicas e as remove do corpo de forma segura e natural. Além disso, os probióticos também removem toxinas de metais pesados ​​naturalmente – leia mais pesquisas recentes para descobrir.

Leia também: [Estudo] O Glifosato Contribui para o Aumento do Autismo

VERDADEIRAS histórias de recuperação do autismo, além de acordos significativos de danos causados ​​por vacinas

Sentindo-se impotente depois de deixar algum consultório alopático? Você não está sozinho. É hora de visitar um médico de medicina complementar e alternativa. Estes são médicos que investigam as causas das doenças e desordens, depois os erradicam, em vez de simplesmente medicar os sintomas com substâncias químicas. O autismo poderia ser uma forma de envenenamento crônico por mercúrio? A indústria de vacinas gastou  3,5 bilhões de dólares em acordos privados e confidenciais para convencer o resto do país que elas não são.

Talvez seja a hora de levar seu ente querido que está sofrendo de TEV a um médico naturopata que possa testar seu sangue e recomendar o regime correto de nutrição, desintoxicação e suplementação imediatamente.

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Conferência Geral da IASD decide não investir mais em fábricas de armas

Segundo comunicado oficial, a IASD mundial deu ordens ao setor de investimentos para deixar de …

Doutor em Geofísica responde: Quem acredita na Terra plana é burro, ou fugiu da escola?

Afonso de Vasconcelos é doutor em geofísica pela USP. Reside nos Estados Unidos, crê no …

Um Comentário

  1. Jose Ambrosio Guimaraes

    Parabenizando os Crentes em Deus Criador, lembramos que chegou o Tempo da Luz e assim precisamos somar as nossas vidas, a Ciência das Constelações Familiares Sistêmicas para continuarmos avançando na construção do Mundo pleno de Verdade, Bem e Belo. Ou seja o Paraíso Terrestre.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.