Adventistas, católicos e evangélicos unem-se na Hungria “por ordem do Papa Francisco”

28 de janeiro de 2021
por Andy Roman


A procissão ecumênica.

No domingo, 24 de janeiro de 2021, o cardeal católico romano Peter Erdo organizou um culto durante o último dia da Semana Ecumênica de Oração pela Unidade dos Cristãos de 2021. A cerimônia final aconteceu na Igreja Santa Teresa, a Grande Católica, em Budapeste, Hungria, e contou com a presença de católicos, luteranos, batistas, metodistas, judeus, adventistas do sétimo dia e pentecostais.

 

https://i2.wp.com/adventmessenger.org/wp-content/uploads/img1-_3_-1536x1023.jpg?resize=618%2C412

Os representantes das diferentes igrejas estão em unidade.

Os líderes incluíram: Cardeal Católico Peter Erdo, Bispo da Igreja Reformada Jozsef Steinbach, Bispo Católico Abel Szocska, Bispo Luterano Paul Lackner, Presidente da Igreja Batista Húngara Janos Papp, Presidente da Igreja Metodista na Hungria Laszlo A. Khaled, Presidente do Sétimo Igreja Adventista de um dia na Hungria Tamas Ocsai ,   Rabino Chefe Robert Frolich; Presidente da Igreja Pentecostal Húngara Albert Pataky e Secretário Geral do Conselho Ecumênico de Igrejas Húngaras, Pastor Vilmos Fischl.  [1]

O cardeal católico romano Peter Erdo deu as boas-vindas aos participantes com as seguintes palavras:

“Queridos irmãos e irmãs, hoje é o domingo da palavra de Deus na Igreja Católica por ordem do Papa Francisco . No último dia da semana ecumênica de oração,  esta festa nos lembra que a Palavra de Deus conecta as várias comunidades cristãs ”.  [1]

https://i1.wp.com/adventmessenger.org/wp-content/uploads/img1-_2_-1536x1023.jpg?resize=618%2C412

O Cardeal Erdo se dirige aos participantes ecumênicos.

Em outras palavras, o cardeal Erdo revelou que este grupo de líderes ecumênicos se reuniu no domingo , dia de Deus , 24 de janeiro de 2021, em obediência à “ordem” do Papa Francisco para celebrar a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos . Isso é o que o cardeal católico disse e é o que a notícia local publicou junto com as fotos dos diferentes líderes aparentemente obedecendo ao chamado do Papa, incluindo Tamas Ocsai, o presidente da Associação da União Húngara das Igrejas Adventistas do Sétimo Dia, o principal adventista em o país.

https://i0.wp.com/adventmessenger.org/wp-content/uploads/img1-_1_-1536x1024.jpg?resize=618%2C412

Tamas Ocsai, Presidente da União Húngara da Associação Adventista do Sétimo Dia [2] no evento ecumênico.

Observe o que mais foi publicado sobre os líderes ecumênicos reunidos dentro da Igreja Católica Romana:

“Após a pregação, os representantes das várias denominações cristãs agradeceram ao Senhor pela convivência, rezaram pela aceitação uns dos outros, pelo crescimento na fé e em toda a vida ; para aqueles que são perseguidos por sua fé e para aqueles que os ajudam; para que possamos enfrentar todas as injustiças. ” [1]

A crescente proeminência do papado nos assuntos políticos e religiosos é surpreendente. Os líderes políticos e religiosos estão prestando respeito e obediência ao Papa Francisco. O mundo está basicamente dizendo: “Quem é semelhante à besta? Quem pode fazer guerra contra ele? (Apocalipse 13: 4).

Este é o mesmo poder presunçoso descrito pela inspiração nas seguintes palavras: “E foi-lhe dada uma boca que proferia grandes coisas e blasfêmias” (Apocalipse 13: 5). Roma não apenas fala “blasfêmia” ao alegar ter mudado a lei de Deus ao chamar o domingo de Dia do Senhor, mas também blasfema ao afirmar que é infalível e tem o poder de perdoar pecados. Estamos recebendo ordens deste poder?

Este é o mesmo poder perseguidor que “lhe foi dado para fazer guerra aos santos, e para vencê-los; e foi-lhe dado poder sobre todas as tribos, e línguas, e nações” (Apocalipse 13: 7). Os protestantes se esqueceram de sua própria história? Não nos lembramos da Revogação do Édito de Nantes, do Massacre do Dia de São Bartolomeu e das Cruzadas Papais contra os Huguenotes, os Valdenses, os Albigenses e os Anabatistas? E sobre a Santa Inquisição Romana e as dezenas de milhões de protestantes que foram executados durante o longo período sombrio em que Roma governou tanto o poder espiritual quanto o temporal?

Estamos agora ignorando toda a história da igreja hoje? Aparentemente sim. Não apenas esquecemos a nossa história sagrada, mas a repetimos e cumprimos a profecia bíblica ao honrar a besta: “E todos os que habitam na terra o adorarão, cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro morto desde a fundação do mundo ”(Apocalipse 13: 8).

E sim, este é o mesmo poder que todos procuram agradar, incluindo muitos adventistas do sétimo dia, e o mesmo poder sobre o qual fomos alertados na Mensagem do Terceiro Anjo de Apocalipse 14: “ Se alguém adorar a besta e sua imagem, e receber sua marca na testa ou na mão, o mesmo beberá do vinho da ira de Deus que é derramado sem mistura no cálice de sua indignação ; e ele será atormentado com fogo e enxofre na presença dos santos anjos e na presença do Cordeiro ”(Apocalipse 14: 9).

Igreja e estado estão se unindo para elevar o papado novamente. Isso resultará na cura da ferida mortal. Todo verdadeiro estudante da profecia bíblica e todo defensor da liberdade religiosa deve saber o que significa supremacia papal. Este é um poder que requer o louvor e a submissão de reis, imperadores, líderes religiosos e de todas as pessoas da terra.

Este poder é maior do que Cristo? Nosso Salvador se apresentou diante de Pilatos e disse: “Meu reino não é deste mundo” (João 18:36). Ele também disse: “Rendei a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus” (Marcos 12:17). Quando Jesus exigiu que cada nação lhe enviasse embaixadores? Quando Jesus usurpou a autoridade dos governos terrenos? Quando Jesus acumulou grande riqueza, fama ou poder político?

O desejo do papado de ser reconhecido mundialmente por todas as pessoas nunca foi tão bem organizado hoje. A ambição de Roma de ser a única autoridade nos assuntos globais está fazendo com que o mundo e as igrejas protestantes se perguntem após a besta. Ao testemunharmos as cenas finais da profecia bíblica sendo encenadas, vamos proclamar com poder a mensagem mais enfática do Apocalipse. Enquanto o mundo adora o grande impostor chamado de Primeira Besta de Apocalipse 13, Deus enviará um anjo poderoso do céu com o chamado divino a cada nação e povo para “Sai dela, povo meu” (Apocalipse 18: 4).

Referências:

[1] https://www.magyarkurir.hu/hirek/isten-tortenelmi-hivatast-bizott-rank-kereszteny-zsido-imaora-budapesten

[2] https://www.adventistyearbook.org/entity?EntityID=13069

Fonte: http://adventmessenger.org/adventists-catholics-and-evangelicals-unite-in-hungary-by-order-of-pope-francis/

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Ministros da Saúde do G20 assinam o “Pacto de Roma”, uma estrutura universal de vacinação e declaram que não há diferença entre a saúde humana, animal e ambiental

Por Andy Roman O ministro italiano da Saúde, Roberto Speranza, e o presidente dos Ministros …

Comentário destacado: “Adivinha com quem eu fiquei?”

IVANETE PINHEIRO diz: 10 de setembro de 2021 às 23:48 Liberdade religiosa na Igreja Adventista é …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.