Iníco / Artigos / As igrejas enfadonhas e seus atrativos superficiais

As igrejas enfadonhas e seus atrativos superficiais

Quem já não se deparou com pessoas caindo em lágrimas quando ouvem alguma música gospel ou religiosa??

Quem já não se deparou com pessoas caindo em lágrimas quando a liderança eclesiástica faz aqueles sermões apelativos, agitando o emocional, usando versículos bíblicos em linguajar artificial??
Pois, é desta maneira que muitos dos lugares apelidados de igrejas têm se firmado em ministrar e garantir seus membros; a igreja instituição tornou-se um reduto pelo qual o produto é vendido de acordo com o gosto e vontade do freguês, é um lugar monótono, fastidioso, onde não se exorta à santidade, mas, a busca pela prosperidade material (as lideranças eclesiásticas vão dizer que condenam tal pratica religiosa, mas ensinam sobre os dízimos e ofertas mirabolantes para suas instituições);
A maioria dos frequentadores destes lugares apelidados de igrejas, que lá estão dia após dia (não podem faltar, a liderança diz que estão se desviando), não se importam de como será apresentada a Palavra de DEUS, contando que seja algo que lhes remeta à vitória, em especial a financeira, qualquer coisa ou versículo isolado em forma de triunfo ou sucesso serve, é a troca entre “dar” ofertas financeiras e “receber” supostas bênçãos (no jargão mercenário religioso do é dando que se recebe).
Muitos não se dão conta que a Igreja é transformada por DEUS, e Ela, por conseguinte, transforma o mundo; porém, esta relação não condiz com os lugares apelidados de igrejas, afinal, estão permitindo em se transformarem conforme os desejos e necessidades de seus membros às coisas do mundo.
Há décadas, os lugares apelidados de (instituições) igrejas têm se tornado em estilo ou modo de vida, suas reuniões não são espirituais e da comunhão em torno de CRISTO, se tornaram meros espaços religiosos alardeados por momentos inexpressíveis e musicais; há mais tempo e espaço para cantores (erroneamente chamados de levitas), bandas, corais, em detrimento a exposição da Palavra de DEUS; não se preocupam que as reuniões sejam em nome de CRISTO [Mateus 18.20], mas, procuram pelos mesmos e cotidianos pregadores explosivos de sermões que levam ao êxtase emocional, desprezando a admoestação de Paulo em 1Coríntios 14 quando reunidos em Igreja;

Porquanto em verdade, como deve ser as reuniões entre irmãos?

Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, 
tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.
Há décadas, os frequentadores de lugares apelidados de igrejas pensam que ‘igreja’ é algo para si mesmos, acometem este erro por que negligenciam que a Igreja de CRISTO é apregoada como sendo o próprio corpo do SENHOR [Colossenses 1.24; Efésios 5.23], portanto, a Igreja não é algo nosso, para nós, mas sim, para CRISTO.
Os lugares apelidados de igrejas têm se firmado por existirem em função de haver pessoas buscando uma possível “comunhão” entre si (querem é rever amigos), solução de problemas terrenos e a busca pelas palavras das lideranças eclesiásticas, uma crendice patética e enganadora, afinal, a Igreja não vive por si própria, CRISTO é a razão de sua existência;
JESUS edifica a Igreja como Sua noiva, e assim, Ela não pode ser um estilo ou modo de vida, Ela é orgânica, viva, com o único e verdadeiro objetivo, a glória de CRISTO!!
Uma triste e patente realidade, está em que, os lugares apelidados de igrejas, por tudo o que realizam e testificam em sua existência, impedem uma Igreja como DEUS a quer;

Mas pela ação do ESPÍRITO SANTO, uma grande parcela de crentes que se desvincularam dos lugares apelidados de igrejas, saindo da igreja instituição, chamados de desigrejados, possuem o entendimento que DEUS está tentando dizer a mesma coisa, formando-lhes a consciência em CRISTO para esta revelação desde os primórdios do século, uma Igreja como DEUS a quer, para a transformação do pecador pelo caminho da cruz, confrontado e desafiado a decisões profundas com relação a CRISTO, capazes de mudar todo o seu modo e estilo de vida!!

Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;

Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou. Amém.
http://jesusmaioramor.blogspot.com.br/2014/02/as-igrejas-enfadonhas-e-seus-atrativos.html
Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

O Senhor dos Milagres – Um dos melhores filmes infantis que já assisti. Através da animação, que mistura técnicas de movimento em bonecos de argila a recursos de computação gráfica.

Click na imagem para baixar Relacionado

UM MAGNÍFICO FALSO PROFETA

Porém o profeta que tiver a presunção de falar alguma palavra em meu nome, que …

Deixe uma resposta