Iníco / Artigos / BI TEÍSMO, UM DILEMA QUE SUPEREI.

BI TEÍSMO, UM DILEMA QUE SUPEREI.

A principio acomodava os ensinamentos adquiridos em minha antiga Igreja com a ideia de que a TRINDADE era um assunto que, pouca ou, nenhuma importância tinha sobre a salvação do pecador.Todos aqueles longos argumentos expostos me pareciam simplesmente argumentação humana sem o devido embasamento bíblico! Até que surgiu um livro: “EU E O PAI SOMOS UM”. Então li e reli, e, realmente, havia embasamento na Palavra de Deus, não se tratava de meros argumentos humanos!

A partir desta experiência passei a dedicar-me a minha própria e pessoal pesquisa nas Escrituras, e em nenhum momento consultei os argumentos ou declarações da Irmã EGW, e, nunca me apoiei no que diziam os grandes pilares do Adventismo Pioneiro. Tudo o que a bíblia dizia e diz, para mim era e continua sendo suficiente!

Para que a tese da Trindade encontre guarida nos corações daqueles que pouco se dedicam a um exame pessoal nas Escrituras, são necessárias algumas mudanças, tais como: Criar um terceiro deus; Transformar Jesus em deus; destruir a personalidade de Deus o Pai, e descaracterizar filiação de Jesus.

Desmistificando a falácia de um terceiro deus!

Para mim esta foi a parte mais fácil de compreender, pois a Bíblia não deixa duvidas: não existe um terceiro deus. Embora Mateus 28:19 ordene o batismo em nome de três pessoas ou deuses, os discípulos jamais cumpriram tal ordem, e em toda a Palavra de Deus NÃO HÁ um só batismo que tenha sido efetuado em nome de uma trindade.

O Apocalipse nos revela claramente que na Nova Terra somente haverá tronos para Deus e Seu Filho Jesus, logo não se pode afirmar a existência de três pessoas na Divindade, já que somente duas Pessoas; Deus e Jesus, estarão conosco na Eternidade.

Porque Jesus não é Deus?

Não foi fácil compreender que Jesus não é Deus. Parecia-me que qualquer pensamento de um Jesus não DIVINO seria uma forma de rebaixar sua Pessoa. Somente a Palavra de Deus pôde fazer-me mudar de opinião “Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade.”(2 Coríntios 13:8).

É, sem duvidas,necessário que para defendermos a Divindade de Jesus teríamos que procedermos como os Trinitarianos, isto é, buscar argumentos que comprovem que Jesus possui os mesmos atributos exclusivos de Deus. Tais como: Imortalidade; Sem Origem, Igualdade com o Pai (não poder ser tentado, sofrer e morrer,etc.). A Palavra de Deus nos revela de forma simples e clara que há diferenças entre Deus e Seu Filho Jesus:

SOMENTE DEUS O PAI É IMORTAL: “Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém.”(1 Timóteo 6:16).

JESUS É MENOR:“Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai”. (João 10:29) “Ouvistes que eu vos disse: Vou, e venho para vós. Se me amásseis, certamente exultaríeis porque eu disse: Vou para o Pai; porque meu Pai é maior do que eu”.(João 14:28)

JESUS TEVE ORIGEM:“Mas tu, Belém Efrata, posto que pequena entre milhares de Judá, de ti me sairá aquele que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.” (Miquéias 5:2).“Pois a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei?” (Hebreus 1:5).

JESUS FOI TENTADO, SOFREU E MORREU: “Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados.” (Hebreus 2:18) “fui morto, mas eis aqui estou vivo pelos séculos dos séculos” (Apocalipse 1:18)

SOMENTE O PAI É DEUSPorque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. 1 Timóteo 2:5Ao único Deus, sábio, seja dada glória por Jesus Cristo para todo o sempre. Amém. Romanos 16:27 E o escriba lhe disse: Muito bem, Mestre, e com verdade disseste que há um só Deus, e que não há outro além dele; Marcos 12:32Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele. 1 Coríntios 8:6

Jesus não é Deus porque as Escrituras falam de forma clara e inquestionável que existe somente um Deus verdadeiro, e este é O Pai.“E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. João 17:3” “Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele. 1 Coríntios 8:6“.

Ao admitirmos a Divindade de Jesus, além de contrariarmos as Escrituras, estaríamos navegando nos mares do bi teísmo, isto é, o Politeísmo de dois Deuses, e este raciocínio nos levaria, no mínimo, a admitirmos que O PAI seria o DEUS VERDADEIRO, e Jesus seria um deus falso, ou de segunda categoria, já que a Bíblia admite a existência de SOMENTE UM ÚNICO DEUS VERDADEIRO.

“Filho de peixe, peixinho é!”

O grande argumento humano usado em favor da Divindade de Jesus reside na premissa de que, assim como o ser humano somente pode gerar outro ser humano, ou um peixe a outro peixe, assim também Deus só pode gerar outro Deus.

Esquecem que Deus não estar limitado em sua ação de criar ou gerar, e que na criação do ser humano, o homem foi feito do pó da terra e Eva de uma costela de Adão, dando-nos a compreender que a ação criadora ou geradora de Deus não se subordina a uma única forma.Vejamos, também, que enquanto o homem e os animais necessitam do gênero oposto para gerar, Deus não necessita!

No interior do nordeste brasileirohá um costume de, em respeito e honra a determinada pessoa, se atribuir a patente de “Coronel” ou “Doutor”, sem que a pessoa seja nem militar e muito menos Médico. Assim também verificamos que a Palavra de Deus, em razão da missão, função ou vinculação com o Criador, atribui a determinado ser o título de “Deus”, vejamos alguns exemplos:

“Então disse o Senhor a Moisés: Eis que te tenho posto como DEUS (Elohim) a Faraó” Êxodo 7:1.

“E ele falará por ti ao povo; assim ele te será por boca, e tu (Moisés) lhe serás por DEUS (Elohim).” Êxodo 4:16

“lutaste com Deus (Elohim)” Gênesis 32:28 e 30 “Lutou com o anjo, e prevaleceu; chorou, e lhe fez súplicas” Oséias 12:4

“Eu disse: Vós sois deuses, e todos vós filhos do Altíssimo. Todavia morrereis como homens, e caireis como qualquer dos príncipes. Salmos 82:6-7”

“Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Sois deuses? João 10:34”

“Pois, ainda que haja também alguns que se chamem deuses, quer no céu quer na terra (como há muitos deuses e muitos senhores), todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem são todas as coisas e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual existem todas as coisas, e por ele nós também. I Coríntios 8:5-6”

O Pai e o Filho são ambos muito semelhantes por natureza, mas a Bíblia refere-se ao Filho como “imagem do Deus invisível” (Colossenses 1:15), e a “imagem de Deus” (2 Coríntios 4:4), e “a expressa imagem da sua pessoa.” (Hebreus 1:3)

Uma imagem é a semelhança do original. O Deus original e verdadeiro é o Pai. Seu Filho é uma pessoa distinta e separada que por natureza originou-se de Deus, mas Ele não é o original, ou verdadeiro, Deus.

“Tentando destruir a personalidade de Deus o Pai, e descaracterizar filiação de Jesus”

A tese trinitariana para manter-se chega a negar a personalidade de Deus quando conclui que Deus não é um ser pessoal, mas uma função exercida por três pessoas co eternas e co iguais.

Por outro lado ao afirmar que as três entidades da trindade são co eternas e co iguais elimina-se o laço de paternidade e de filiação, tendo em vista que se todos vieram a existência em um mesmo instante não pode haver Pai e nem Filho, uma vez que o Pai sempre precede ao Filho.

“Não vos escrevi porque não soubésseis a verdade, mas porque a sabeis, e porque nenhuma mentira vem da verdade. 1 João 2:21”

Fraternalmente,

Heráclito Fernandes da Mota

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Por que os judeus foram expulsos de vários países?

Relacionado

O Senhor dos Milagres – Um dos melhores filmes infantis que já assisti. Através da animação, que mistura técnicas de movimento em bonecos de argila a recursos de computação gráfica.

Click na imagem para baixar Relacionado

10 comentários

  1. ESTIMADO IRMÃO HERÁCLITO,
    GRAÇA E PAZ VOS SEJAM MULTIPLICADAS.
    PARABÉNS PELA MATÉRIA, MUITO OPORTUNA, UMA VEZ QUE MUITOS SE LIBERTAM DO TRINITARIANISMO, MAS CONTINUAM COM O BITEÍSMO.
    EMBORA EU CREIA EM DEUS O PAI COMO ÚNICO DEUS VERDADEIRO, CONFORME APRESENTADO POR CRISTO EM JOÃO 17:3, OU SEJA, TENHO A MESMA FÉ DE JESUS (APOC. 14:12), MAS CREIA QUE CRISTO É DIVINO PORQUANTO FILHO ÚNICO DO DEUS ÚNICO, ÚNICO SER EM TODO O UNIVERSO QUE PODE PENETRAR NOS SEGREDOS DE DEUS (MAT. 11:27), SE ENTENDI BEM DO SEU TEXTO, O IRMÃO PARECE DESACREDITAR NA DIVINDADE DE CRISTO QUANDO ESCREVEU: “É, sem duvidas,necessário que para defendermos a Divindade de Jesus teríamos que procedermos como os Trinitarianos, isto é, buscar argumentos que comprovem que Jesus possui os mesmos atributos exclusivos de Deus”.
    A BÍBLIA MOSTRA QUE EM CRISTO “HABITA CORPORALMENTE TODA A PLENITUDE DA DIVINDADE” COL. 2:9.
    QUE ME DIZ O QUERIDO IRMÃO?

  2. Heráclito Fernandes da Mota

    “TO BE OR NOT TO BE”

    Foram muito interessantes as reações dos irmãos em relação ao que escrevemos sobre o “bi teísmo” que enfrentamos ao rompermos com o dogma da “santíssima Trindade” e todos os erros correlatos que acompanham tal ensino. Sabemos o quanto é difícil livrar-nos dos antigos conceitos que por longos anos fizeram parte do raciocínio teológico de nossa fé.

    Tudo parecia tão perfeito e fazia tanta logica que a mudança não se faz com pouco esforço, mas com aceitação, de forma humilde, do que a palavra nos apresenta, embora nos pareça algo tão novo e carente de um embasamento muito forte nas Escrituras que seja capaz de espantar os antigos “fantasmas” de nosso suposto conhecimento de Deus

    Cremos que o cerne da questão foi muito bem percebido pelo nosso estimado irmão Ennis Meier ao afirmar: “A nossa opinião é que os autores dos dicionários não são teólogos, e a definição da palavra “divino” inclue tudo que procede diretamente de Deus. (obviamente o Filho de Deus)” – (veja no site adventistas.ws).

    A dificuldade realmente está no sentido que damos a palavra “divino”. Para os que creem na tese trinitariana, divino é sinônimo de Deus, ou seja aquilo que é divino tem o caráter a personalidade e os mesmos atributos de Deus, e como, para eles, as três pessoas são Deus, logo todas são divinas, inclusive Jesus.

    Já os que discordam dos ensinamentos trinitarianos, creem, ou deveriam crer, que o termo divino não traduz caráter, personalidade ou os atributos de Deus, mas o seu sentido restringe-se, tão somente, a origem, isto é, tudo que foi criado, gerado ou teve origem em Deus. Somente neste aspecto podemos considerar Jesus como divino.

    Neste sentido não somente Jesus é divino, mas o universo, os anjos, e até nós pecadores podemos também ser considerados “divinos” “Eu disse: Vós sois deuses, e todos vós filhos do Altíssimo. Todavia morrereis como homens, e caireis como qualquer dos príncipes. Salmos 82:6-7”

    Fraternalmente,

    Heráclito Fernandes da Mota

    • ESTIMADO IRMÃO HERÁCLITO,
      CREIO EM DEUS O PAI COMO ÚNICO DEUS VERDADEIRO, CONFORME APRESENTADO POR CRISTO EM JOÃO 17:3.
      SENDO CRISTO O FILHO ÚNICO DO DEUS ÚNICO, ÚNICO SER EM TODO O UNIVERSO QUE PODE PENETRAR NOS SEGREDOS DE DEUS (MAT. 11:27), O IRMÃO VÊ MESMO RESPALDO BÍBLICO PARA DESACREDITAR NA DIVINDADE DE CRISTO E CONSIDERÁ-LO IGUAL A QUALQUER UM DE NÓS?
      A BÍBLIA MOSTRA QUE EM CRISTO “HABITA CORPORALMENTE TODA A PLENITUDE DA DIVINDADE” COL. 2:9. EMBORA ISSO NÃO O TORNE IGUAL A DEUS, MAS DIVINO, PORQUANTO TIRADO DO SEU SEIO, PODERIA MOSTRAR BASE BÍBLICA PARA AFIRMAR QUE CRISTO É UM SER EXATAMENTE IGUAL A QUALQUER UM DE NÓS, QUANDO COMENTOU “Neste sentido não somente Jesus é divino, mas o universo, os anjos, e até nós pecadores podemos também ser considerados “divinos”?
      CRISTO AFIRMOU: “Saí do Pai, e vim ao mundo; outra vez deixo o mundo, e vou para o Pai”. João 16:28.
      PODERIA APRESENTAR BASE BÍBLICA PARA A AFIRMATIVA DE QUE NÓS HUMANOS SOMOS IGUAIS A JESUS?

  3. Heráclito Fernandes da Mota

    Prezado Irmão Paulo,

    Creio que o estimado irmão não está captando minha mensagem. NÃO ESTOU AFIRMANDO QUE JESUS SEJA LITERALMENTE IGUAL A NÓS, aliás quem, como eu, que crer na natureza PRE LAPSARIANA de Jesus poderia afirmar tal coisa, talvez quem creia na natureza POS LAPSARIANA com propriedade possa assegurar esta linha de pensamento.

    Quando afirmo que “Neste sentido não somente Jesus é divino, mas o universo, os anjos, e até nós pecadores podemos também ser considerados “divinos”, estou afirmando que o mérito da divindade reside na pessoa que concede, o nosso Deus Único! Isto é, se Deus, o Pai, concede a alguem o ser o único a participar dos segredos Dele, é poque Ele é soberano e pode conceder a quem Ele quizer, ou seja Ele não é devedor ou obrigado a fazer tal coisa!

    “PODERIA APRESENTAR BASE BÍBLICA PARA A AFIRMATIVA DE QUE NÓS HUMANOS SOMOS IGUAIS A JESUS”

    Para Meditar:

    “Eu disse: Vós sois deuses, e todos vós filhos do Altíssimo. Todavia morrereis como homens, e caireis como qualquer dos príncipes. Salmos 82:6-7”
    “Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse: Sois deuses? João 10:34”“Pois, se a lei chamou deuses àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida (e a Escritura não pode ser anulada), João 10:35” “Porque, assim o que santifica, como os que são santificados, são todos de um; por cuja causa não se envergonha de lhes chamar irmãos, Dizendo: Anunciarei o teu nome a meus irmãos, Cantar-te-ei louvores no meio da congregação. Hebreus 2: 11-12”

    • ESTIMADO IRMÃO HERÁCLITO,
      BIBLICAMENTE SOMOS SERES DE UMA ORDEM DIFERENTE DA DE CRISTO JESUS.
      NÓS SOMOS HUMANOS, FEITOS, CRIADOS, FABRICADOS POR DEUS. JESUS, É O FILHO ÚNICO GERADO DE DEUS, PELO QUE É O DIVINO FILHO DO DEUS ÚNICO E VERDADEIRO, SEU DEUS E SEU PAI.
      MARANATA.

      • Herácliro Fernandes da Mota

        Estimado irmão Paulo,

        Quem proferiu as palavras a seguir jamais mentiu!

        “Disse-lhe Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para meu Pai, mas vai para meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus. João 20:17”

        • AMADO IRMÃO HERÁCLITO,
          JOÃO 20:17 JAMAIS INVALIDA A ORIGEM SUPERIOR E DIVINA DE JESUS, O FILHO DE DEUS E NOSSO SALVADOR. FILHO DE DEUS, SIM. DEUS FILHO, NÃO. IGUAL A DEUS, NÃO. IGUAL AOS SERES HUMANOS, NÃO. AGORA E SEMPRE, O DIVINO FILHO DE DEUS FEZ-SE HOMEM E FOI GLORIFICADO PELO PAI, ÚNICO DEUS VERDADEIRO (JOÃO 17:3) E SEU DEUS.
          MARANATA.
          PAULO A. DA COSTA PINTO

  4. Heráclito Fernandes da Mota

    Prezados Irmão Paulo,

    O Grande herói, brasileiro da Inconfidência Mineira, disse: “Se dez vidas tivesse, dez vidas daria…”

    Se dez vezes for necessário, dez vezes repetirei: JAMAIS DESCONSIDEREI A ORIGEM SUPERIOR E OS INCOMPARÁVEIS PRIVILÉGIOS QUE DEUS O PAI CONCEDEU AO SEU FILHO UNIGÊNITO, JESUS!

    O texto de JOÃO 20:17 JAMAIS INVALIDA A ORIGEM SUPERIOR E DIVINA DE JESUS, mas neste versículo o próprio Jesus nos ELEVA a um nível semelhante ao seu, respeitando toda a vantagem que sua origem tem em relação a nossa, TEMOS O MESMO PAI E O MESMO DEUS DE JESUS, logo Jesus é o nosso irmão mais velho.

    “E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos. 1 Coríntios 15:28”

  5. SR.HERÁCLITO VEJO QUE TENS FEITO O POSSÍVEL PARA SEGUIR O QUE JESUS ENSINOU:

    Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam – João 5:39

    De fato, toda questão que envolva nosso perfeito entendimento das Escrituras NÃO PODE ser ignorado ou ser tratado sem o devido CUIDADO. As palavras do Senhor Jesus nesse verso são incrivelmente precisas: “Cuidais ter nelas”… mas também diz: e “São elas” (e não outras) que de MIM TESTIFICAM. Todo testemunho acerca de Cristo deve ser VERDADEIRO. Assim foi com a palavra dos profetas no passado, e assim deve ser sempre. As ESCRITURAS não devem ser tomadas de maneira a acomodar idéias mas exclusivamente: TESTIFICAR ACERCA DE CRISTO.

    O Testemunho acerca de Cristo no livro de João é bastantante revelador:

    “Cristo causou grande comoção entre os judeus”

    1-Assim entre o povo havia dissensão por causa dele. João 7:43

    2-…E havia dissensão entre eles. João 9:16

    3-Tornou, pois, a haver divisão entre os judeus por causa destas palavras. João 10:19

    “Uns creram”

    4-E, estando ele em Jerusalém pela páscoa, durante a festa, muitos, vendo os sinais que fazia, creram no seu nome. João 2:23

    5-E muitos da multidão creram nele, e diziam: Quando o Cristo vier, fará ainda mais sinais do que os que este tem feito? João 7:31

    6-Dizendo ele estas coisas, muitos creram nele. João 8:30

    “Outros não creram”

    7-Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais? João 3:12

    8-E, ainda que tinha feito tantos sinais diante deles, não criam nele; João 12:37

    “Coisas Celestiais”

    É notório que assim que Cristo passou a”mover” certos “paradigmas” tradicionais ele passou a ser perseguido.

    9-E por esta causa os judeus perseguiram a Jesus, e procuravam matá-lo, porque fazia estas coisas no sábado. João 5:16

    Que causa? Porque curava no sábado. Mas a questão vai além. Quem surpotaria blasfêmia em Israel? Pois bem Jesus foi acusado de blasfêmia.

    Qual blasfêmia? Ser o Único filho do Altíssimo. veja o testemunho de João:

    10-Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus. João 5:18

    11-Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo. João 10:33

    Os “ismos” torna a mente irracional.

    Todo o livro de João mostra que Jesus ensinava sobre “coisas celestiais” acerca de si próprio que muitos não quiseram aceitar porque não queriam mover o orgulho exagerado. A crença destituida de amabilidade e bom senso. E permaneciam segos:

    Diziam:…temos um Pai, que é Deus. João 8:41

    Veneravam o Pai mas não reconheciam o Filho. Como é possivel? Sim é possível.

    Disse Jesus:…honro a meu Pai, e vós me desonrais. João 8:49

    Isso é triste. Não entender o testemunho de João acerca de Jesus é desastroso.

    Jesus nunca disse ser “Deus” ou queria ser “DEUS” isso seria contra tudo o que Ele ensinou sobre a relação que mantinha com o Pai, mas devia e deve ser honrado por ser o Filho. Porque o Pai deseja que seja assim.

    12-E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo
    João 5:22

    13-Para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho, não honra o Pai que o enviou.
    João 5:23

    Isso carrega em sí um significado ÚNICO.

    Veja o testemunho de João:

    No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.

    Ele estava no princípio com Deus.

    Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.

    Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.
    João 1:1-4

    O testemunho de João é esse: reconheça o Filho, aceite-o como ele é e poderás saber quem é VOSSO PAI.

    GRAÇA E PAZ.

Deixe uma resposta