Iníco / Artigos / TRINDADE: O Espírito do Anticristo. Como Assim?

TRINDADE: O Espírito do Anticristo. Como Assim?

Antes de dar inicio a sua leitura sobre este assunto, gostaríamos de fazer algumas considerações para que você possa receber de Deus o Espírito Santo e ter o entendimento com sua mente aberta e sem preconceitos:

1º- Ore a Deus agora e peça a Ele que te oriente.

2º- Não tenha receio de Aprender. Conhecer a Deus é a coisa mais importante.

3º- Veja os textos apresentados e não se sinta impossibilitado de entende-los.

4º- Considere o que vamos apresentar agora antes de você começar.

O paganismo trinitariano é mais antigo do que imaginamos.


Trindade Egípcia, 2.000 AC


Tríade Palmira


Brahma, Vishnu e Shiva

Veja mais imagens de escultura de “trindades”.

Desde quando comecei a promover a verdade sobre o evangelho, eu perdi alguns amigos. Eu recebi algumas cartas que me criticavam severamente por causa do meu ponto de vista. Na realidade, um irmão escreveu para dizer que, quando ele não tinha notícias de mim durante algum tempo, ele achava que eu estava levando muito tempo para chocar este “ovo podre”. E esta foi à maneira como ele chamou minhas idéias. Isto me fez orar com mais fervor do que antes.

Desde o princípio eu percebi que, se você defende o que você acredita, e o que você acredita é a verdade, então há alguns que o apoiarão e alguns que se oporão, este é o modo que deve ser, assim eu não fiquei surpreso com as críticas. Como um ser humano você não pode ajudar alguém que foi seu amigo e agora está contra você com sentimentos de desapontamento, como este irmão na Austrália que tinha sido meu amigo durante muitos anos e escreveu esta carta e comparou a doutrina a um ovo podre. Eu pude sentir a diferença na carta que ele escreveu. Eu pude sentir a barreira que ele pôs entre nós, e estas coisas sempre nos afetam em um nível pessoal, embora em sua mente você esteja convencido de que está na direção certa e o que você está conhecendo é a verdade.

Como você sabe que é verdade? Porque você e Deus sabem o que está acontecendo entre você e Ele nas horas quietas quando não há ninguém ao redor. Você sabe que é verdade por causa disto e também porque está baseado nos fatos que você estuda na Palavra de Deus.

Não obstante, uma vez mais eu volto ao assunto e eu não quero que você pense que é um desejo meu impor o meu ponto de vista ou incitar mais uma controvérsia. Exatamente como está em minha mente, como eu tenho procurado orar a Deus, o que creio não posso deixar de falar. Como disse Paulo, “ai de mim se não pregar o evangelho”.

DEFINIÇÕES

Para iniciar há certos fatos que eu gostaria que nós esclarecêssemos para que eu possa proceder de maneira correta. Vamos definir e corrigir as coisas logo no começo.

As primeiras coisas que eu quero esclarecer são as perguntas: O que é o anticristo na Profecia bíblica? Nós podemos lhe dar um nome?

Sim nós podemos. O anticristo é o Papa, ou o Papado, que é a dinastia de Papas. Nós concordamos com este conceito. O anticristo da profecia Bíblica — Tessalonicenses 2, Apocalipse 13, e Daniel 7 — É o Papado.

Uma coisa interessante sobre o anticristo é que a Bíblia diz que o anticristo se manifestará no templo de Deus. Embora é sugerido freqüentemente que este templo de Deus seja a Catedral de São Pedro no Vaticano, este estudo considera que a catedral de São Pedro não é mais do que um templo pagão, e que o templo de Deus refere-se na verdade à Igreja Cristã. (Veja Efésios 2:19-22)

Dentro da igreja Cristã surgiria uma instituição, ou uma dinastia que carregaria o nome de “Cristãos”, mas seria oposta aos princípios da fundação de Cristianismo. Agora que nós fundamentamos estes pontos, vamos passar adiante.

Vamos ler I João 2:18-19:

Filhinhos, já é a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também, agora, muitos anticristos têm surgido; pelo que conhecemos que é a última hora.

Eles saíram de nosso meio; entretanto, não eram dos nossos; porque, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos.

Há dois pontos que eu gostaria de me basear nestes dois versos. Em primeiro lugar, nós podemos ver claramente que era um ensino entendido; uma profecia compreendida nos dias dos apóstolos que alguém viria e seria chamado o anticristo. Mas no verso diz que “já” o anticristo tinha saído deles. João estava falando do anticristo dos últimos dias? Não! Mas ele  diz que já havia alguns que tinham o mesmo espírito dos ensinamentos do anticristo e que já tinham saído do meio dos cristãos daquela época. Quando ele diz “saíram de nosso meio”, eu creio que ele quer dizer que eles não estavam distantes fisicamente, mas que formavam um grupo que estava ensinando coisas fora da base do Cristianismo e da verdade. Eles deveriam estar em adoração, mas eles abraçavam outras doutrinas, por isso ele diz, “saíram de nosso meio”, significando que as suas mentes estavam voltadas para ensinos longe da verdade. Eles estavam abraçando ensinos satânicos, por isto ele continua dizendo, “muitos anticristos têm surgido”. Eles tiveram o mesmo espírito e princípios do anticristo dos últimos dias.

O segundo ponto é que há certos ensinos que são peculiares ao anticristo, ensinos que são as principais marcas de identificação do anticristo, e também se pode dizer que esses, que abraçam estes ensinos e princípios, são anticristos.

OS ENSINOS DO ANTICRISTO

O que são estes ensinos, estes princípios do anticristo? Há três lugares na Bíblia que especificamente mencionam estes ensinos. Vamos ler os versos seguintes que nos mostram três ensinos específicos do anticristo. Continuando no mesmo capítulo, I João: 2: 22-23:

Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo, o que nega o Pai e o Filho. Todo aquele que nega o Filho, esse não tem o Pai; aquele que confessa o Filho tem igualmente o Pai.

Novamente eu vejo dois pontos nesses dois versos que eu gostaria de realçar. Em primeiro lugar, João diz a primeira coisa sobre o anticristo; ele nega que o Jesus é o Cristo. Ele é um mentiroso que nega que Jesus é o Cristo. Em segundo lugar, ele diz que o anticristo nega o Pai e o Filho. “Todo aquele que nega o Filho, esse não tem o Pai”.

O que João quis dizer quando ele fala que o anticristo nega o Filho? Ele disse, “O anticristo nega o Filho”. Como você nega o Filho? Como uma pessoa pode negar o Filho de Deus? Só pode ser, se recusando a reconhecer que Jesus é o Filho de Deus. João diz, “deste mesmo modo, você nega também o Pai”, porque você nega que Ele seja o Pai de Jesus. Agora vamos ler a capítulo 4 e o verso 15 para ter certeza que nós não estamos nos deixando levar por uma interpretação errada.

Aquele que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele, em Deus.  (I João 4:15)

O verso quinze realmente explica o que antes nós lemos, onde diz que o anticristo negaria o Filho. “Aquele que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele, em Deus”. Claramente, há duas coisas que caracterizariam o ensino do anticristo. Primeiramente, o ensino do anticristo negaria que Jesus é o Cristo, e em segundo lugar, negaria que Jesus é o Filho de Deus.

Agora também há um terceiro ensino do anticristo. Vamos ler em I João 4:1-3, que diz:

Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora. Nisto reconheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus;  e todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus; pelo contrário, este é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que vem e, presentemente, já está no mundo.

João diz, “não acredite em todo mundo que chama o nome de Cristo; não acredite em todo o mundo que diz, ‘eu sou o Cristo, ‘ ou até mesmo que diz, ‘eu sou um reformador. ‘ Esta é uma regra pela qual você pode conhecer o verdadeiro seguidor de Deus, e o seguidor de Satanás”. João diz, “há uma regra que você pode usar”.João não diz que a regra é, “eles não guardam os mandamentos”. Ele não diz, “é porque eles não guardam o Sábado sagrado”. Ele não diz, “é por causa do lugar onde eles adoram”. Perceba esta regra simples que João nos dá; Por ela nós podemos identificar o Espírito da verdade que se opõem ao espírito do anticristo:

Por este meio saiba conhecer o Espírito de Deus:  todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus: e todo espírito que confessa que Jesus Cristo não veio em carne não é de Deus: e este é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que vem e, presentemente, já está no mundo.  (I João 4:1-3)

Agora se lembre; Nós dissemos no começo que o grande anticristo da profecia é o papado. Nós estamos de acordo nisso. Mas aqui há três marcas que a Bíblia mostra que são as marcas do anticristo e, de acordo com nossa interpretação da profecia, nós precisamos procurar estas marcas no papado.

·Ponto número um: O anticristo nega que Jesus é o Cristo, ou a pessoa especial que Deus ungiu.

·Ponto número dois: O anticristo nega que Jesus é o Filho de Deus.

·Ponto número três: O anticristo nega que Jesus veio em carne.

Agora vamos dar uma olhada nestes três ensinos e observar como eles destroem os fundamentos do Cristianismo.

Ponto Número Nº 1

Vamos examinar o ponto número um: por que este é um ponto tão importante? Por que o fato de que Jesus Cristo é o ungido de Deus é tão importante? É porque Jesus Cristo é quem representa mais completamente, que qualquer outro ser em qualquer lugar do universo, o Pai. Se você quer saber como o Pai é, onde você tem que olhar? Você tem que olhar para Jesus. Você olha para Cristo é vê Deus o Pai. Isto só pode ser uma bênção para você se você realmente acreditar que Jesus é a revelação completa de Deus.

Veja que os muçulmanos dizem que Cristo era um grande profeta; assim como foi Abraão; assim como foi Jacó, mas eles também dizem que no final o maior profeta é Maomé. Eles negam que Jesus é o ungido de Deus, é por isso que quando você fala sobre o amor de Jesus e os princípios de perdão exibidos na sua vida, isto significa pouco para um muçulmano, porque Maomé pregou a violência e empreendeu guerra contra os inimigos da fé islâmica. Eles pensam que Maomé é maior revelação de Deus do que Jesus, assim a bênção que vem de Cristo não está disponível para eles. Este ensino de que Jesus não é o Cristo, o ungido de Deus, é contra a base da fé Cristã. Se um homem passa dizendo que Jesus não é o ungido de Deus, como fazem os mulçumanos radicais, ele esta atacando o Cristianismo na sua plena fundação. Ele estaria destruindo o poder da vida e os ensinos de Cristo, dizendo que Cristo não é capaz de ajudar a ninguém. Nós podemos ver então, por que é tão vital que nós entendamos a verdade de que Jesus é o Cristo de Deus, o ungido, e por que João disse que o espírito do anticristo seria oposto a verdade.

Ponto Número Nº 2

Vamos verificar agora o ponto número dois: a verdade de que Jesus é o Filho de Deus. Qual é a maior revelação que qualquer Cristão pode ter? Na realidade, qualquer pessoa na terra, ou no universo inteiro… Qual é a maior coisa que nós precisamos entender sobre Deus? Não é o amor de Deus? O amor de Deus tem a sua maior expressão na exposição de Si mesmo perante os homens pecadores. Não há nada mais maravilhoso no universo inteiro. Não há nenhum assunto que é mais importante para uma pessoa do que entender o que é, ou como é, o amor de Deus. Vamos nos fazer uma pergunta: Onde nós vemos a maior revelação do amor de Deus? Como nós podemos discernir este amor? Vamos ler o que as Escrituras dizem:

Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele. Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou o seu Filho como propiciação pelos nossos pecados.  (I João 4: 9-10)

Este plano é o suficiente? João diz: “Esta é a forma, isto é, a maneira, como o amor de Deus se manifestou, ou foi revelado, ou se fez conhecido. Você pode conhecer o amor de Deus pelo fato de que Ele enviou o seu único Filho ao mundo”. Porém, se nós dizemos que Jesus não é o único Filho gerado de Deus, isto muda o significado deste texto. Muda a demonstração do amor de Deus. Suponha que Deus tenha dado Jesus como quem dá um amigo, ou alguém com quem Ele tivesse outro tipo de relacionamento, que não fosse o que Jesus tem com Ele, o de ser Seu Filho. Se Ele não fosse o único Filho gerado de Deus isto mudaria a força da mensagem. O verso diz: “Nisto se manifestou o amor de Deus em nós; no presente que Ele deu e pelo valor que ele representa”.

Se alguém se casa e eu dou para aquela pessoa um presente de mil dólares enquanto outra pessoa der um feriado de duas semanas em algum lugar, os presentes são o mesmo? O que eu quero dizer é que, a extensão da consideração de uma pessoa para com você pode ser determinada pelo que ela está disposta a sacrificar por você. O amor de Deus pode ser medido pelo tipo de presente que Ele deu. A Bíblia diz, “Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo”.

Algumas pessoas dizem, “Jesus não era de fato o Filho de Deus”. O que eles estão fazendo?!! Eles estão destruindo da mesma maneira a base da fé Cristã; eles estão tornando impossível para pessoas apreciarem o amor de Deus; eles são destruidores.

Eles estão atacando o Cristianismo na suas raízes, e João diz, “este é o espírito do anticristo”.

Ponto Número Nº 3

Agora o ponto número três. O anticristo diz que Jesus Cristo não veio na carne. Pense por um momento neste ponto. João diz que havia pessoas que estavam dizendo que Cristo não veio em carne. O que estavam eles insinuando quando disseram isso? O que eles quiseram dizer com isso? De que forma então veio Cristo? Que tipo de ser Ele era? Eles estavam ensinando que Cristo era um ser sobrenatural. Ele não era um homem normal com as limitações de um ser humano normal, mas era um ser sobrenatural que não pôde ser tentado como nós somos tentados, que Ele realmente não pôde morrer como nós morremos, mas dizem que ele foi uma pessoa que estava fora da real experiência humana. Ele não veio “na carne”.

A DOUTRINA PRINCIPAL DO CATOLICISMO ROMANO

Você pode ver agora por que nós estamos examinando estes versos? Há um ensino que é a doutrina fundamental do Catolicismo romano e que engloba todos os três pontos destas heresias perigosas. Nós todos conhecemos esta doutrina e os pontos principais do seu ensino, mas vamos ver novamente os pontos que são usados para acusar o papado de ser o anticristo. Muitas vezes quando as pessoas estão defendendo o Sábado sagrado eles apanham escritos da Igreja católica romana e lêem onde a Igreja católica afirma, “nós mudamos o Sábado sagrado, e eles fazem uma coisa grande disto. Nós também faremos o mesmo. Vamos ler os escritos da Igreja católica para provar que o papado é o anticristo. No “Livro do Catolicismo” nós lemos a seguinte declaração:

A menos que (as pessoas) mantenham esta Fé inteira e sem reservas, sem dúvida (elas) perecerão eternamente. E a fé católica é esta: nós adoramos um Deus em uma Trindade.

Agora sabemos que a instituição católica romana é a organização que encarna o sistema inteiro do anticristo, e é no Catolicismo que você deveria esperar achar a essência do espírito do anticristo. O que a Igreja católica romana reivindica como a fundação inteira de sua fé; como a base fundamental na qual as suas doutrinas são estabelecidas? A Igreja católica diz, “a fé católica é esta: nós adoramos um Deus em uma Trindade”.

No livro cujo titulo é: “O Livro de Bolso para o Católico de Hoje”, na página 16, nós encontramos as apalavras:

O mistério da trindade é a doutrina central da fé católica. Sobre esta doutrina estão baseados todos os outros ensinos da Igreja.

Essas são palavras retiradas dos escritos da própria Igreja católica romana.

A DOUTRINA DE TRINDADE NEGA TRÊS VERDADES RELATIVAS A JESUS CRISTO

A doutrina de trindade nega essas três verdades essenciais relativas a Jesus Cristo, demonstrando assim que a própria incorporação da doutrina é do anticristo.

Você sabe quais são os dois grandes movimentos no mundo nestes últimos dias que Satanás usará no esforço para destruir o povo de Deus? Nós podemos lhes dar um nome? Sim nós podemos. Eles são o Cristianismo apóstata e neopaganismo, ou o espiritualismo moderno também chamado de Movimento da Nova Era. Estas são as duas grandes forças que o diabo usará para trabalhar contra Deus e a sua verdade nestes últimos dias. Estes são basicamente os dois grandes poderes anticristãos na terra nestes últimos dias.

De forma muito interessante, aqueles que conhecem qualquer coisa sobre o Movimento da Nova Era perceberão que este movimento nega que Jesus é o Cristo. As pessoas que pertencem a este movimento estão procurando um messias para os anos seguintes ao ano 2000. Anos atrás quando eu estava na faculdade, um dos instrutores era um apóstolo deste messias da Nova Era. Ele gastou muito tempo tentando convencer as pessoas que um salvador chegaria na terra no ano 1999, chamado Sananda, que conduziria o mundo a mil anos de esclarecimento e paz. Ele seria o próximo Cristo.

A maioria desses movimentos, da Nova Era e das religiões orientais, acreditam em uma reciclagem das eras; uma repetição infinita dos ciclos de vida por toda a eternidade. E acreditam que Jesus foi um dos muitos messias que viriam de vez em quando a terra. Eles acreditam que a revelação de Deus sofre mudanças dependendo do aparecimento de novos messias, e que ainda há maiores revelações para acontecer através de novos Cristos que virão.

No conceito da Nova Era, Cristo é um ser humano que possui influência divina, ou o “Espírito de Cristo”, de uma certa maneira não é alguém que revela a Deus de uma só vez; Ele não é literalmente o Filho do Deus Todo-poderoso. Com este conceito, eles admitem haver muitos Cristos ou filhos de Deus. Este ensino nega claramente que Jesus seja O Cristo, o único filho do Deus Todo-Poderoso.

De acordo com este ensino o único modo no qual  Jesus poderia ter sido o Filho de Deus estava no senso de que o espírito ou substância ou essência de Deus estava contido nEle. Ele teria sido um homem que estava contendo a substância de Deus, enquanto assim o fazia era “o Filho de Deus” por um período terrestre da sua existência. Ele era o Filho de Deus, não em virtude de ter nascido de Deus, mas pelo fato de ter a virtude de uma emanação de Deus que estava contida nEle. A sua identidade humana não era realmente o que Ele era, mas era de fato, simplesmente um corpo que o “Espírito de Cristo” habitava. Quando o corpo morreu o espírito divino partiu de forma que só um ser humano morreu. Logicamente que qualquer outro ser humano, semelhantemente possuído pelo espírito divino, também poderia ser o Cristo, ou o “o Filho de Deus”.

Obviamente, este ensino conduziria à conclusão que o homem Cristo Jesus, era um indivíduo diferente, conhecido na Trindade, como a segunda pessoa. Jesus não era uma pessoa, divina e humana por causa de sua origem, mas eram duas pessoas, habitando em um corpo e compartilhando a mesma identidade.

Infelizmente, a doutrina da trindade levou muitos cristãos a adotar um conceito de encarnação de Cristo, que é bem parecido com o ensino das religiões da Nova Era. Muitos cristãos hoje ensinam que a parte humana de Jesus morreu no Calvário, mas a “parte divina” não morreu. Esta claro que isto sugere que Jesus não era uma pessoa, mas duas, e que a encarnação não era um ser divino que se tornou humano, mas um ser divino que estava compartilhando um corpo com um ser humano, logo dois seres existiam em um corpo.

Claramente vê-se que este ensino abominável é o resultado de uma tentativa de dar sentido a doutrina Trinitariana.

Em essência a doutrina da trindade, como ensinado por muitas denominações Cristãs, ensina que Deus é uma Entidade ou Substância formada por três Seres. Estas três pessoas que compõem um Deus são igualmente imortais; eles não podem morrer. Eles são igualmente eternos; nenhum é mais velho que o outro. Eles são igualmente onipotentes; eles são completamente tudo, igualmente e absolutamente poderosos em todos os aspectos. Agora, por esta definição, se Jesus Cristo é o Filho de Deus só através do nome, isso porque que ele é da mesma idade e não existiu nem antes ou depois dos outros, então, não seria lógico que Jesus Cristo fosse chamado de Filho de Deus.

Outra versão da trindade ensina que Deus realmente é um ser que se manifesta de três modos: como Pai, Filho e Espírito Santo e realmente são todos a mesma pessoa. Note a seguinte declaração de um autor adventista:

“… na revelação de Velho Testamento, quando Yahweh (Cristo) era o Pai. No Velho Testamento Ele que foi chamado primeiro de: “O Pai”. No Novo Testamento, ele cumpriu outro papel no qual Ele é chamado de “o Filho”. O testemunho bíblico, é que o mesmo Jesus é Pai e Filho, mas em tempos diferentes…”.

O Pai e Filho não existem como seres separados, eles coexistem como um Deus… (O Debate da Trindade – Parte Um, por V.R. Christensen).

Nós vemos claramente, de outro ângulo, que esta doutrina da trindade ataca a verdadeira identidade de Jesus Cristo e faz com que a verdade se torne em mentira, afirmando que Jesus Cristo não é literalmente o Filho de Deus. Esta doutrina destrói a realidade da declaração de Deus, mostrando que Ele não é a pessoa que Ele diz ser. A medida do amor de Deus é o fato de que Ele deu o seu Filho. E esta doutrina nega que Deus tenha dado o seu único Filho.

Oficialmente, se você vai para estas igrejas e você pede para ver a declaração de suas convicções, você verá a trindade como uma de suas doutrinas, “Deus deu o seu Filho para morrer pelo gênero humano”. Mas atualmente, de fato, pelo ensino e definição desta doutrina (a trindade), você será levado, apesar de Deus dizer que Ele deu o seu Filho para morrer por você, a não acreditar que o Ele fez porque Jesus não era de fato o Filho de Deus sobre quem Deus tinha autoridade para dar ou reter. Você não irá acreditar que Ele realmente morreu, porque, segundo a doutrina da trindade, Ele não pode morrer (porque Deus não pode morrer). A Verdade é que nós não dizemos estas coisas, mas na realidade nós acreditamos nelas. Deixe-me lhe contar algo. A realidade é que você não rege suas convicções. Suas convicções o regem! Por conseguinte, eu, durante vinte e um anos de minha vida Cristã, não pude apreciar o Calvário. Eu não pude verdadeiramente apreciar ou poderia entender o que Deus fez por mim.

Eu não sou um hipócrita. Por natureza eu não sou um hipócrita. Eu busco a realidade das coisas. Quando eu leio um texto da Bíblia eu tento descobrir o que ele está dizendo para mim! Quando eu leio algo eu quero adquirir uma compreensão apropriada daquele texto! Por que Deus disse que Ele deu seu Filho quando realmente não era o seu Filho quem Ele deu? Por que Ele disse que o seu Filho morreu por meus pecados se Ele realmente não morre? Que tipo de conversa dupla é esta?

Você sabe, em tudo isto eu ouço o eco da voz de uma pessoa que muitos anos atrás fez a pergunta: “É assim que Deus disse…?” Eu ouço um eco da voz daquela pessoa neste ensino. “Deus diz uma coisa, mas Ele quer dizer qualquer outra coisa. Você realmente não pode lidar com Deus. Você realmente não pode entender o que Deus está fazendo; não se aborreça em tentar entender. Não se aborreça pondo suas mentes fracas a pensar. Deus é muito maior que você, e Ele realmente está jogando um pouco com vocês pequenos mortais da terra. É mais seguro manter distância dEle”. Eu ouço um eco daquela voz e esses sentimentos neste ensino.

Leia João 3:16, ao modo Trinitário. Você sabe o que realmente quero dizer? Eu não estou tentando ser divertido. Eu estou tentando ser realista.

Por que Deus… [Porque o único Deus, que  realmente são três pessoas]. A primeira idéia confusa.

Amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho[deu seu Filho para morrer, mas que na verdade não morre]…

Deu o seu único Filho [que não era de fato seu Filho] para que todo aquele que nEle crer…. [Acredita em que?Que Ele era Filho de Deus embora não fosse Filho de Deus de Verdade, mas só de mentira]…não pereça, mas tenha a vida eterna.

Agora se a primeira parte do texto estiver muito confusa, você pode acreditar na última parte? Quando diz, “terá vida eterna” quer dizer, “terá morte eterna?” Eu quero dizer que Satanás realmente estabeleceu uma forma para que nós não tenhamos nenhum modo de apreciar corretamente a mensagem deste verso! Agora, nós realmente não lemos deste modo, mas se nós pensarmos bem no entendimento verdadeiro, não é o que uma pessoa deveria acreditar se ela acredita na doutrina da trindade? E não existe um sentimento por de traz de sua mente, se você for um Trinitário que diz, “Deus é misterioso e incompreensível. Eles dizem que eu deveria ama-lo e eles dizem que Ele me ama. Eu não posso ver isto, mas eu vou tentar ama-lo e tentar acreditar que Ele me ama, entretanto minha razão realmente não pode apreciar ou pode entender de que modo o amor dele por mim foi manifestado extraordinariamente, quando Jesus foi para a cruz. Primeiramente, Ele realmente não era o Filho de Deus, e em segundo lugar, Ele realmente não morreu. Assim onde está o sacrifício que Deus fez?” Nós precisamos ser lembrados novamente? “Você não rege suas convicções. Suas convicções o regem”. Isto é por que nós vivemos em uma geração de cristãos que não amam a Deus, porque eles não entendem o amor de Deus.

O que é a razão por que nós entramos tão freqüentemente em pecado apesar de nosso desejo para fazer o contrário? Por que apesar de nosso desejo de glorificar a Deus, nós O decepcionamos inúmeras vezes? Eu estou descobrindo que só há uma razão: Nós não O amamos o suficiente. A Bíblia diz: “Nós o amamos porque ele nos amou primeiro”. (I João 4:19) também diz, “Pois o amor de Cristo nos constrange”, (II Cor. 5:14) E ainda nós achamos que o conhecimento do amor de Deus em Cristo não é poderoso bastante para nos impedir de cometer pecado, nós temos que perceber que algo está errado. Nós não estamos vendo o amor de Deus corretamente.

Satanás teve sucesso encobrindo ao mundo à maior verdade que os homens precisam entender, e isso é por que este é o ensino do anticristo! Ele tem trabalhado intensamente por boa parte destes dois mil anos para encobrir ao mundo à maior verdade que o mundo tão desesperadamente precisa, a revelação da medida do amor de Deus.

Esta é a razão por que nós não devemos deixar este assunto de lado, porque nos sabemos que a cruz será a “ciência e a canção dos redimidos” por todas as eras da eternidade. O que Deus fez por mim através de Cristo será meu estudo, e eu lhe conto a verdade, eu nunca poderia ver a maravilha que é este amor. Eu fui totalmente iludido até que eu despertei para a verdade de quem é Deus. Eu tive que perceber que verdadeiramente era o próprio Filho que Deus deu. Eu tive que perceber que este Filho realmente morreu. Eu tive que perceber que quando Cristo esteve na terra Ele estava limitado como todos os homens estão. Ele não possuía poderes do Deus onipotente que conhece todas as coisas. Ele não era o Deus Todo-poderoso. Como o Deus Todo-poderoso poderia dizer a Ele mesmo, “meu Deus, por que tu me abandonaste?” Eu quero dizer que a coisa inteira se torna uma fraude e uma representação se nós olharmos pelos olhos da doutrina da trindade!

Agora vamos examinar o livro de hebreus e olhar outro texto que também torna claro para nós, por que é tão importante entendermos este assunto corretamente. Examinemos Hebreus 2:9.

“Vemos, todavia, aquele que, por um pouco, tendo sido feito menor que os anjos, Jesus, por causa do sofrimento da morte,…”.

Por que o Cristo foi feito menor do que os anjos? PARA O SOFRIMENTO DA MORTE! De forma que Ele pudesse morrer! Quando Cristo veio para a terra, um das razões principais foi para que Ele na verdade se tornasse um homem. Era para que Ele realmente morresse. Vamos fazer outra pergunta: O que é morte? É uma cessação de vida. É uma separação do corpo e do espírito que põe a pessoa morta em um estado que ele não sabe nada, não se lembra de nada, não tem nada a ver com qualquer coisa, porque o corpo dele e a mente deixaram de funcionar. Agora se o ensino dos Trinitarianos, que diz que Jesus Cristo ressuscitou a si mesmo da morte for verdade, então isto significa que Cristo realmente não morreu, ou a morte realmente não é um sono inconsciente. Uma pessoa inconsciente não pode ressuscitar a si mesma! Esta é outra confusão doutrinária. São frutos da convicção Trinitariana. Na realidade, esta doutrina reforça os ensinos do espiritualismo, e em particular da a convicção de que a morte realmente é um estado de existência consciente na qual uma pessoa retém todas suas faculdades da mente e consciência, enquanto troca este estado carnal simplesmente para outro menos tangível. Vamos continuar examinando o verso de Hebreus. Ele continua:

… foi coroado de glória e de honra, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todo homem. (Hebreus 2:9)

Agora, se Jesus Cristo morreu por todos os homens, é óbvio que a morte que Ele morreu é a morte que todo homem deveria ter morrido. A morte que nós deveríamos morrer é uma cessação de vida. Se Jesus não morreu esta morte, significa que ele realmente não morreu por todos os homens. Você pode ver como o plano inteiro de salvação está sendo entendido como uma imitação ou farsa, através desta doutrina? O que houve de certa forma foi apenas um ato habilmente desempenhado sem qualquer substância ou realidade.

Vamos ler o verso 16 e 17 do mesmo capítulo. Ele diz:

Porque, na verdade, ele não tomou os anjos, mas tomou a descendência de Abraão. Pelo que convinha que, em tudo, fosse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que é de Deus, para expiar os pecados do povo. (Hebreus 2:16, 17).

O ponto aqui é que se Ele não fosse feito precisamente como os irmãos dele, Ele não poderia ser um Sumo Sacerdote misericordioso e fiel.

Pois, naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados. (Hebreus 2:18)

Deus não pode ser tentado. Onde isto é dito? Tiago 1:13. Deus não pode ser tentado. Você não pode tentar um Ser que vê o fim desde o princípio, mas Cristo verdadeiramente foi tentado, assim as escrituras dizem, e Ele teve que ser tentado para que Ele pudesse nos socorrer, ou nos ajudar. Ele teve que ser humano, Ele teve que estar sujeito a morte para que Ele pudesse morrer por nossa causa. Não era uma fraude ou uma encenação. Mas a doutrina da trindade, eu digo, ataca estas verdades fundamentais, então, ela é o ensino do anticristo.

Mais Apostasia

Porém, a apostasia não para por aí. Eu estava interessado em descobrir tudo, e vi que desde o começo era desejo de Satanás ser adorado como Deus. Todos nós sabemos a história. Isaías 14 demonstra este ponto muito claramente onde Satanás diz:

…E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, e, acima das estrelas de Deus, exaltarei o meu trono, e, no monte da congregação, me assentarei, da banda dos lados do Norte.  Subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo. (Isaias 14:13, 14).

Agora me deixe lhe perguntar: Desde o começo da rebelião de Satanás no céu, qual era o motivo da contenda de Satanás? Especificamente, qual foi o incidente que espalhou a rebelião de Satanás contra Deus?

A questão era que ele não foi chamado para participar no conselho entre Deus e Cristo quando planejaram a criação do mundo e do homem.

Quantos Seres estavam naquela deliberação? Três? Nós podemos achar alguma evidência que diz que não eram três? Há em qualquer lugar na escritura sagrada onde diz que havia três naquela deliberação? Zacarias 6:13 diz:

“… e conselho de paz haverá entre ambos.

Claro que este texto refere-se a deliberação entre o Pai e o Filho, (a palavra hebraica traduzida como “ambos” significa dois) mas até mesmo naquela deliberação da pré-criação, se você examinar na Bíblia ou nos escritos de Ellen White, você não vai achar um único pedaço de evidência para afirmar que haviam três pessoas. Não há nenhuma evidência. Seja qual for o entendimento que tenhamos, sempre saberemos que foi uma deliberação entre o Pai e Filho somente.

O Soberano do universo não estava só no trabalho de beneficência. Ele teve um companheiro, um colega de trabalho que poderia apreciar os seus propósitos, e poderia compartilhar a sua alegria dando felicidade aos seres criados.“No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus. A mesmo estava no princípio com Deus”. João 1:1, 2. Cristo, a Palavra, o único gerado de Deus, era um com o Pai eterno. Um em natureza, em caráter, em propósito, o único ser que poderia entrar em todas as deliberações e propósitos de Deus. (Patriarcas e Profetas, pág. 34).

É dito que o Espírito Santo é a terceira pessoa da trindade, da mesma maneira que o Pai e o Filho são pessoas da trindade, mas estranhamente, ou ele não estava na deliberação ou Satanás não teve ciúmes da posição dele!

A verdade é que havia só duas pessoas naquele conselho.

Diante dos habitantes do céu o Rei declarou que ninguém, exceto Cristo, o Único gerado de Deus, poderia entrar completamente nos propósitos dEle, e a Ele foi concedido executar os propósitos e a vontade de seu Pai. (Patriarcas e Profetas p.36)

Porém, havia uma pessoa que sentiu, que deveria haver três pessoas. Esta pessoa quis ser o terceiro a participar do conselho celestial. Ele sentia que deveria ter estado lá, e esta pessoa é Satanás.

O QUE SATANÁS QUERIA?

Vamos olhar de um pequeno ângulo interessante para as ambições de Satanás. Satanás tinha alguma idéia do que ele poderia dar a Deus? Eu quero dizer, havia perspicácias e sugestões que ele pudesse ter feito ao Pai e o Filho para melhorar os planos de Deus na criação do mundo e do gênero humano? Podia ele, talvez, acrescentar algum poder ao poder de Deus, para fazer a criação do mundo mais fácil? Claro que não! Então por que ele quereria entrar naquela deliberação quando ele não tinha nada para oferecer? Por que? A única coisa que Satanás poderia estar desejando ao entrar naquela deliberação é que a imagem dele fosse aumentada. Teria dado a impressão que ele estava em igualdade com Deus e o seu Filho; na realidade, teria feito isto se aparecer que ele era merecedor de adoração. Isto realmente era o que Satanás buscava! Ele queria ser glorificado. Ele queria ser adorado como Deus. Ele não tinha nada para oferecer, absolutamente nada. Ele só queria entrar lá porque ele desejava uma oportunidade de ser exaltado e ser adorado.

Por causa da sua vaidade, Lúcifer foi expulso do céu. Você sabe qual era o principal desejo dele quando ele veio para este mundo? As ambições dele mudaram desde que ele veio viver entre os homens? Não! As metas dele permanecem as mesmas, e ele continua na mesma campanha para ser adorado aqui neste mundo. De acordo com a Bíblia ele terá a adoração aqui na terra, porque Apocalipse 13:4 diz: “E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela?” Agora você sabe, quando e como eles adoram o dragão,  eles não caem de joelhos e dizem, “Satanás seja louvado!”.

De quem é o nome que eles na verdade chamam? É o nome de Deus! Mas de fato atualmente eles adoram Satanás! Por que? Porque eles estão adorando Deus do modo errado! Isto é semelhante ao que Paulo diz. Ele diz: “quanto ao comer das coisas sacrificadas aos ídolos, sabemos que o ídolo nada é no mundo e que não há outro Deus, senão um só.   Porque, ainda que haja também alguns que se chamem deuses, quer no céu quer na terra (como há muitos deuses e muitos senhores), todavia, para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele”. (Veja 1º Coríntios 8:4-6; 10:19, 20).

Você pode saber que não há nenhum significado ao ídolo ou para os serviços de adoração dedicados ao ídolo, mas você não pode confundir-se com idólatras nem pode participar nos seus rituais. Eles pensam que eles são servos Deus, mas de fato é o diabo que esta respondendo as orações deles/delas e com o diabo que eles estão se relacionando, assim você não tem nada que ver com eles. Paulo mostra que embora sejamos cristãos, é perigoso para nós, ficarmos confundidos com uma falsa filosofia e uma falsa idéia.

O PAGANISMO REVELA A VERDADE!

Agora Satanás quer ser um membro do conselho de Deus como no princípio. Para satisfazer a sua vaidade própria, Deus o expulsou do céu. Mas aqui embaixo na terra Satanás tem trabalhado para alcançar a mesma meta insinuando as suas idéias no pensamento de homens, mais cuidadosamente e sutilmente. No paganismo que está mais abertamente sob o controle de Satanás, evidentemente controlado por princípios satânicos e filosofias onde ele se revela completamente e abertamente, eu achei algo que está amedrontando. Se já não estivesse prevenido antes disto, eu iria me amedrontar certamente quando eu descobri isto.

Eu achei esta informação primeiro no Novo Dicionário Mundial Novo da Webster, e subseqüentemente achei a mesma informação em várias enciclopédias, Eu observei a palavra Trindade e achei que há uma trindade na convicção budista, uma trindade na convicção do Egito antigo, (Isis, Horus e Seb), e há uma trindade na religião hindu. Eu não sabia disto. Eu pensava que os hindus adoravam um milhão de deuses, mas aparentemente estes são deuses menores na religião hindu, como Hanuman o deus macaco e Ganesh o deus elefante, é algo como os santos e os homens santos que são venerados pela Igreja católica. Mas eles acreditam neste trio supremo de três deuses, Brahma, Vishnu e Shiva.

Brahma

1. a essência suprema e eterna ou espírito do universo

2. o sócio principal da trindade (a Brahma, Vishnu, e Shiva) e criador do universo. (O Livro das Crenças por Allan, Butterworth & Langley)

Isto soa como Deus o Pai, comparando o nome, nós os cristãos quase poderíamos entender como uma descrição de Deus, o Pai.

Vishnu

O segundo membro da trindade (Brahma, Vishnu, e Shiva), é chamado preservador e popularmente ele tem várias encarnações humanas, o encarnado mais importante de todos é conhecido como Krishna. (idem).

Novamente há uma semelhança com o Cristianismo. Estranhamente, se acredita que o segundo membro da trindade hindu tem sido encarnado ou nascido muitas vezes como ser humano, sendo a encarnação mais excelente a de Krishna, e a palavra Krishna soa incrivelmente com a palavra Cristo. Novamente, a semelhança é assustadora.

Agora por favor, lembra-se, enquanto nós vamos para o terceiro membro da trindade hindu, como eu disse antes, Satanás se revela mais abertamente no paganismo do que no Cristianismo. Vamos dar agora uma olhada no terceiro deus da trindade hindu.

Shiva

Deus hindu da destruição…

Shiva difere em caráter de Vishnu. Ele tem um lado escuro e severo à natureza dele… Shiva é descrito freqüentemente como espreitando em lugares horríveis como campos de batalha e cemitérios. Em escultura ele é mostrado usando freqüentemente uma guirlanda de crânios e cercado por espíritos do mal como ele dança a dança severa pela qual ele destrói o mundo. (Ibid.)

No Hinduísmo, uma religião pagã onde Satanás se manifesta abertamente, a terceira pessoa da trindade hindu é o deus da morte e destruição!

Porém, no Cristianismo, Satanás não ousaria se revelar tão abertamente. Para enganar os cristãos Satanás precisa insinuar mais cuidadosamente. Aqui, se ele se revelasse na sua verdadeira identidade, ele seria repugnado e não seria aceito pelos teólogos cristãos. Para que isto não acontecesse, ele inventou um terceiro ser que não existe e deste modo ele criou uma avenida pela qual ele pode ser adorado.

Na maioria dos domingos a seguinte oração para o Espírito Santo aparece no jornal jamaicano, O Graduador do Domingo:

“Espírito Santo, tu que me fazes ver tudo e me mostra o modo para alcançar meus ideais. Você que dá os presentes divinos para perdoar e esquecer qualquer injustiça feita a mim e que esta em todos os exemplos de minha vida e sempre comigo. Me ajude a não fazer nada errado a qualquer um. Neste diálogo curto, eu quero lhe agradecer por tudo e confirmar mais uma vez que eu nunca quero estar separado de você, não importa quão grandes os desejos materiais possam ser. Eu quero estar com você e meus familiares quando Jesus vier. Amém”. Reze esta oração por três dias sucessivos sem declarar seu desejo. Então ele será concedido a você no terceiro dia, não importa quão difícil seja. Prometa publicar a oração assim que seu desejo for concedido. “Obrigado Espírito santo”.

Agora embora isto pareça ser uma oração boa com sentimentos agradáveis, este não é o modo de Deus. Este é o modo do homem, de mágicos ou de feiticeiros e curandeiros! Você pode adquirir qualquer coisa que você queira! Somente diga três vezes esta oração. Quem pede deste modo? Pagãos. Esta é a repetição vã. Somente por repetir estas palavras você terá sua resposta. Esta é uma oração dirigida a alguém diferente de Deus, não importa quão bom e bonito os sentimentos possam ser, isso é expresso como puro paganismo.

O que acontece quando você ora com um falso conceito de Deus, ou do seu trabalho e propósitos? Você se lembra o que Ellen White escreveu em Primeiros Escritos, página 54?

Então eu vi uma luz luminosa excedendo vir do Pai ao Filho, e do Filho ondulou em cima das pessoas diante do trono. Mas poucos receberam esta grande luz. Muitos estavam fora do alcance dela e imediatamente resistiram a ela; outros eram descuidados e não apreciaram a luz, e ela sefoi deles. Alguns a apreciaram, e foram e  se curvaram diante dela em pequenos grupos orando. Estes grupos receberam a luz e alegraram-se nela, e os semblantes deles rilhavam com sua glória.

Eu vi o Pai subir do trono e em uma carruagem flamejante ir no Santo dos Santos dentro do véu, e se assentar. Então Jesus se levantou do trono, e o a maioria dos que estavam ajoelhados levantaram-se e seguiram com Ele. Eu não vi um raio de luz passar claramente de Jesus para a multidão descuidada depois que Ele levantou-Se, e eles foram deixados em total escuridão… Então uma carruagem vinda das nuvens, com rodas flamejantes iguais a fogo, cercado por anjos, veio onde até onde Jesus estava. Ele então entrou na carruagem e foi sustentado ao Santo dos Santos, onde o Pai se assentou. . . . Esses que se levantaram com Jesus elevaram para cima a sua fé para Ele no Santo dos Santos, e a oração era…, “Meu Pai, nos dê o teu Espírito.” Então Jesus soprou o fôlego do Espírito Santo neles. Naquele sopro estava a luz, o poder, e muito amor, alegria, e paz.

Eu me virei para olhar o grupo que ainda estava de joelhos diante do trono; eles não souberam que Jesus tinha partido. Satanás estava a rodear o trono, enquanto tentava continuar o trabalho de Deus. Eu os vi observarem o trono, e orarem, “o Pai, nos dê o seu Espírito.” Satanás soprou o fôlego neles e foi uma influência profana; no fôlego havia luz e muito poder , mas nenhum doce amor, alegria, ou paz.

É dito que o Pai e o Filho moveram-se de um certo lugar e entraram em outro lugar. Algumas pessoas (os cristãos!) permaneceram no primeiro lugar, enquanto oravam a Deus… eles estavam orando a Deus! Eles estavam chamando o nome de Deus; eles estavam dirigindo as suas orações acima, contudo o que aconteceu? Satanás se apresentou e começou a responder as orações deles e despejou um espírito neles. Eles estavam orando a Deus e ainda sim a Satanás estava sendo permitido responder as orações deles e para envolve-los em escuridão. Por que? Porque a adoração deles não estava de acordo com a luz que Deus tinha revelado. Eles estavam tentando adorar Deus, mas em contradição com a verdade revelada! Por causa disso, Satanás se apresentou para responder as orações deles e receber a adoração deles. Ele usou a oportunidade.

O que eu estou dizendo é que não é uma coisa clara orar para uma pessoa que não existe. Não é uma coisa clara estar orando de certo modo a Deus que é contrário a sua revelação. Hoje quando você vê as pessoas que oram para o “Espírito santo” e estando cheio com um espírito que é estranho e diferente do Espírito de Deus, você tem que perceber que algo muito sério está acontecendo. Pode ser que este “Espírito santo” manifestado seja o grande agente pelo qual Satanás receberá adoração no mundo nos últimos dias?

Agora isso é um golpe, um pensamento surpreendente. Mas quando eu olho para as Escrituras, e os eventos e fatos relativos a trindade hindu, e vejo a identidade de Shiva (terceiro ser desta trindade) tão claramente, eu fico amedrontado. Frios correm pela minha espinha. Houve um tempo em minha vida quando eu tentei orar ao Espírito santo. Qualquer um de vocês que alguma vez tentarem fazer isto verá que é muito difícil. Você verdadeiramente não pode rezar para o Espírito Santo, e estar se familiarizado com, um ser que não existe. Tudo o que você fizer irá depender de sua própria imaginação, e este é um substituto muito pobre para realidade. Eu tentei fazer isto porque eu pensei que eu deveria orar ao Espírito santo. Eu pensei que ele era outra pessoa que estava juntamente como o Pai e o Filho, assim, por que eu deveria negligencia-lo? Na realidade, eu senti que não poderia quebrar meu elo com Deus e entrar no perigo de estabelecer contato com outro ser com quem que eu não estava desejando ter contato, a saber, Satanás!

Os Bíblia não ensina que o Espírito Santo é um Ser separado do Pai e do Filho. Quando Jesus diz, “o consolador virá”, Ele explica o que Ele quer dizer, “eu virei”. (Veja João 14:16, 18) e Jesus é um ser real. O Pai é um ser real. Se quando o Espírito vem Ele é a presença atual do Pai e do Filho, então o Espírito santo é um ser real; uma Pessoa real, mas é a Pessoa do próprio Pai. Não Alguém separado e aparte dEle. Nós encontramos seres humanos que pensam obscuramente sobre verdade deste assunto. Algumas pessoas acreditam que é possível alguém estar em um lugar enquanto seu espírito deixa seu corpo e sai a vagar por lugares ao redor. Agora nós sabemos que para nós seres humanos isto não é possível. Mas isto é este difícil para Deus? Jesus disse que “Deus é um Espírito”. (João 4:24) Ele sempre encheu o universo desde dos dias da eternidade. Nós não podemos imaginar que nós iremos para céu e O veremos sentado em um trono que é trono do Pai ocupando todo lugar. O Deus Todo-poderoso, o Pai de toda a infinidade, não pode ser limitado a um corpo ou a um lugar. A mente dEle, a presença dEle, que a personalidade dEle ainda esta, e sempre estará, a “encher o céu e a terra.” Esta personalidade onipresente do Pai, enquanto enchendo o universo inteiro, é o Espírito Santo. O Espírito Santo é a presença de Deus.

O CULTO DE BABILÔNIA

Á crença popular do Cristianismo relativo a Deus, é perfeitamente tipificada e perfeitamente exemplificada na descrição de Babilônia em Apocalipse. Isto porque; mesmo dentro do comum Ecumenismo Trinitariano, os Trinitarianos têm muitas definições diferentes do Deus Trinitário! Foi Jesus que disse uma vez a uma mulher, “Você não entende de adoração, você não sabe isso que”, e quando Ele disse isto, não disse isto de um modo cortês. Ele não elogiou a mulher pela sã ignorância. Ele disse, “Deus é Espírito, e aqueles que O adoram tem que adorar em espírito e em VERDADE!” Não só em espírito, mas em verdade. Nós temos que saber quem nós adoramos porque a Bíblia revelou claramente quem Deus é. Este é um tipo estranho de escuridão que faz com que os cristãos insistam que nós não deveríamos aborrecer a Deus ao estudar o assunto de quem é Deus, apesar de a Bíblia ter explicado isto tão claramente.

Nós estamos vivendo em uma idade amedrontadora e estou convencido de que Satanás está atingindo seus objetivos, enquanto os homens dormem; muito sutilmente, mas muito bem sucedido. Infelizmente, à maioria das pessoas pensam que elas estão adorando a Deus, quando na realidade elas não sabem a quem elas estão adorando. Satanás é que tira proveito desta ignorância e recebe esta adoração.

Eu quero que você considere que a maioria desses que são chamados cristãos são realmente ignorantes, neste ensino, do espírito do anticristo, incluindo aqueles que tomam o nome de Adventistas do Sétimo dia, se é que eles merecem carregar as convicções da denominação, como eles estão carregando hoje em dia.

UM PROJETO QUE VALE A PENA

O que eu estou dizendo, finalmente, é isto: Vamos orar para Deus nos ajudar de forma a preparar o resto de nossas vidas para que possamos trabalhar para exaltar esta verdade sobre quem Deus é, com determinada devoção. Nós não podemos esgotar o assunto porque Deus nos fala que nós estudaremos isto por toda a eternidade. Há ângulos diferentes e caminhos opostos referentes a este assunto, e outras verdades, se são verdades, inclusive a verdade de santuário, tem que se harmonizar com este ensino. Eu pretendo buscar isso sempre. Mas eu estou dizendo a vocês irmãos e irmãs, vamos estudar este assunto por nós mesmos e determinar se nós achamos ser verdade ou não, leve avante o projeto de promover este assunto entre os membros de sua congregação. A mensagem do primeiro anjo diz, “temei a Deus e dá-Lhe glória”. Há algo sobre quem Deus é; sobre quem é o VERDADEIRO Deus e como Ele deve ser adorado que é o foco da mensagem dos últimos tempos. Então, não deixe de estudar este assunto e se você achar que vale a pena, leve avante este projeto de promover a adoração do verdadeiro e único Deus.

Deus quer as pessoas que defendam a verdade neste tempo, e se nós não fizermos algo logo nós poderemos estar entre as pessoas que serão queimadas no lago de fogo. Não são os que estão aprendendo que serão salvos, mas os que já estão pondo em prática o que eles aprenderam. No último dia Deus não lhe perguntará o que você aprendeu, mas o que você fez! Assim eu espero que nós nos lembremos disto, e eu espero que Deus nos ajude a entender estas verdades e viver por elas.

Traduzido por David Souto de Souza –Ministério Adventista Bereano

Publicado porSmyrna Gospel Ministries HC 64 Box 128B Welch, WV 24801-9606 phone: (304) 732-9204 e-mail: info@smyrna.org; e Restoration Ministries P. O. Box 23, Knockpatrick Manchester, Jamaica, W.I. Phone: (876) 904-7392

ACESSE O LINK ABAIXO PARA SABER MAIS, SOBRE: “COMO O ESPÍRITO DO ANTICRISTO ATUA NA IASD”.

Entenda Melhor a Profecia de II Tessalonicenses 2:3-8.

Quatro Lições Sobre a “Trindade” Numa Visão de Ellen G. White

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

O Senhor dos Milagres – Um dos melhores filmes infantis que já assisti. Através da animação, que mistura técnicas de movimento em bonecos de argila a recursos de computação gráfica.

Click na imagem para baixar Relacionado

UM MAGNÍFICO FALSO PROFETA

Porém o profeta que tiver a presunção de falar alguma palavra em meu nome, que …

Deixe uma resposta