Iníco / Religiao Pura / O que a Bíblia diz Sobre: Reino de Deus

O que a Bíblia diz Sobre: Reino de Deus

Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? Porque todas estas coisas os gentios procuram. Decerto vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Jesus Cristo, em Mateus 6:31-33.

O texto narrado pelo nosso Senhor Jesus Cristo fala da solicitude da vida terrena, da inquietação humana atrás do comer, do beber e do vestir, é óbvio. Mesmo assim, a grande maioria daqueles que buscam na Bíblia ensinos para aplicação em sua vida, e também (e principalmente) daqueles que usam a Bíblia como meio para angariar recursos para si mesmo, esses costumam mudar totalmente o sentido de afirmações simples como essa onde o nosso Senhor afirma: buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.

 
A primeira coisa que se entende erradamente é que o Reino de Deus seria a religião (e não é) humana, seja qual for, ou seja, para você buscar o Reino de Deus você precisa buscar uma religião, filiar-se a ela, visitar com uma grande frequência, rezar a cartilha (liturgia) que ela oferece (impõe) ou repetí-la como papagaio, ao contrário será considerado um ímpio, desviado, ou um rebelde.
Para esses que assim ensinam, o significado de Reino de Deus não tem nada a ver com o que o apóstolo Paulo nos ensina dizendo que o reino consiste em justiça, paz e alegria no Espírito Santo, o mesmo também afirma, aquele que serve a Cristo desta forma é agradável a Deus e aprovado pelos homens. Para os discípulos dos fariseus e para os próprios fariseus modernos, reino de Deus é justamente aquilo condenado pelo Senhor Jesus, dar o dízimo de tudo e negligenciar (desprezar) as coisas mais importantes, o juízo, a misericórdia e a fé. Ai de vós é o que Cristo adverte!
Mas, para que dar ênfase maior naquilo que Jesus destaca? Isso afetaria profundamente o bolso daqueles que fazem do Evangelho um negócio.
A outra coisa que tem ganhado grandes espaços no meio religioso, e principalmente gospel, é o todas essas coisas, que virou segundo teologia da prosperidade todas as coisas, é como se o Senhor Jesus estivesse fazendo uma promessa de grandes riquezas para aqueles que buscam o reino em primeiro lugar, buscam em primeiro o reino e todas as coisas vos serão dadas, tudo que você quiser será seu! Essa é a mensagem passada pelos grandes pregadores de púlpito e pelo artistas de TV que usam a Bíblia: venham, ofertem, deem o dízimo, retirem suas primícias, e vocês serão abençoados com muita prosperidade! Isso mesmo, a avareza é um dos grandes atrativos para os modernos “seguidores” de “jesus”.
O texto é bem claro, todas essas coisas e não todas as coisas! Compreende? Quando eu afirmo todas essas coisas, eu preciso também dizer de que coisa estou falando… E de que Cristo estava falando? De emprego bom? De casa na praia? De carro importado? Ou de um apartamento chique em um capital turística?
O Senhor Jesus estava falando de coisas básicas para o nosso sustento, enquanto homens mortais: comida (o que comeremos), bebida (o que beberemos) e roupas (com que nos vestiremos. Exatamente isso, comida, bebida e roupas, e texto fala do básico e é necessário muita distorção para transformar essas afirmações em sustento para “teologia da prosperidade”, é muito descaramento, e o povo abraço com todas as forças, afinal, sou atraído pela minha avareza. É como se dissessem: se esse é o segredo do sucesso então eu quero!
Quando lemos a Bíblia devemos ter o cuidado de no mínimo ler o contexto para não cometermos o erro da distorção, e esse contexto fala do básico, da preocupação do homem com o que comer, com o que beber, com o que vestir, e o Senhor Jesus cita os pássaros como exemplo, cita as flores com sua beleza… Eu recomendo uma paciente leitura no capítulo inteiro, não isolem textos que precisam de contexto.

O Reino de Deus em Cristo Jesus é como o monte Sião, inabalável, firme, pois nos faz confiar em algo transcendente, não em nós mesmos, e nos transforme de dentro para fora e não o oposto. Ter o Reino de Deus, pertencer ao Reino de Deus, herdar o Reino de Deus é submeter-se ao Rei desse reinado, Cristo Jesus, deixando que Ele governe, oriente, nos ensine como viver, como agir… Jesus Cristo é esse Rei, deixe que Ele guie seus passos, guie sua vida!

Portanto, já que estamos recebendo um Reino inabalável (no coração), sejamos agradecidos e, assim, adoremos a Deus de modo aceitável, com reverência e temor. 

Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.

Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. 

Hebreus 12:28Filipenses 4:6-8

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Ética: Você prefere um pastor fiel a Deus acima de tudo, ou leal à Organização adventista?

Muitos dos que nos visitam neste site, acham que exageramos pegando pesado demais nas denúncias …

DEUS NÃO MUDOU O NOME DE SAULO PARA PAULO

Relacionado

Deixe uma resposta