Arquivos Anuais: 2019

Abuso de autoridade na IASD: Liderança enlouquece e exclui membros por acreditarem em EGW

Testemunho incrível de mais um dos excluídos e disciplinados por levarem o dom profético de Ellen G. White a sério demais. Líderes adventistas do Estado de São Paulo afirmam crer no “Espírito de Profecia”, mas proíbem o estudo independente de livros como o que descreve os “Eventos Finais”. Outra razão alegada para a disciplina desses membros da IASD em Francisco Morato, SP, foi o fato de se simpatizarem com as práticas dos irmãos do Congresso MV, que imprime e distribui livros de EGW a baixo custo, além de terem publicado a “Bíblia White” com comentários de Ellen G. White. Mas o que dee ter enlouquecido realmente a administração do Campo foram as denúncias de desvio de recursos e práticas imorais de vários líderes da UCB publicadas pelo CongressoMV.

Fonte: adventistas.com

Adventistas participaram de encontro ecumênico com o Papa Francisco na Tailândia

Somente representantes dessas cinco denominações — católicos, luteranos, batistas, evangélicos, presbiterianas e adventistas do sétimo dia — tiveram permissão de se encontrar com o papa Francisco. Os Mórmons e as Testemunhas de Jeová, que estão presentes em Bangcoc, não são reconhecidos pelo governo e, portanto, ficaram de fora da reunião. Leia Mais… »

Mulher encontra cobra de 3 metros em sua árvore de Natal e acha “linda”!

Se Deus lhe mostrasse claramente o lado satânico da comemoração de Natal, você se convenceria ou diria que foi apenas uma coincidência?

Deu na CNN: Mulher encontra cobra de 3 metros em sua árvore de Natal e acha linda

Por Amy Woodyatt, CNN

Atualizado 1105 GMT (1905 HKT) 13 de dezembro de 2019

Leanne Chapman foi alertada para a presença da píton por pássaros “em alvoroço na varanda”

(CNN) Há muitas maneiras de decorar uma árvore de Natal – do minimalismo monótono ao kitsch da velha escola. Mas para uma mulher na Austrália , o tema sazonal foi uma cobra — e das muito grandes! –, quando ela chegou em casa e encontrou uma píton de três metros de altura que adornava sua árvore. Leia Mais… »

#VergonhaAlheia — Adventistas usa erro de EGW para “cristianizar” o Natal satânico

Já publicamos farto material sobre as origens pagãs do Natal aqui no site, demonstrando inclusive o erro de Ellen G. White, que se dizia profetisa e “pesquisou” tanto em obras alheias, ao tentar legitimar a prática da comemoração por adventistas. Mesmo assim, Michelson Borges, que conhece as implicações espirituais dessa atitude pecaminosa, insiste em usar o equívoco de Ellen G. White para justificar ainda hoje o envolvimento de adventistas na comemoração do Natal.

Adventistas do sétimo dia doam 1 milhão de dólares para financiar programas LGBT +

https://i2.wp.com/adventmessenger.org/wp-content/uploads/AdventHealth-LGBT-1.jpg?resize=618%2C404

Traduzido via Google Translate de AdventMessenger:

AdventHealth é um sistema de saúde de propriedade e operado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia. A AdventHealth acaba de doar US $ 1 milhão para financiar, apoiar, capacitar e promover programas radicais revolucionários sexuais, políticas e ideologias do movimento LGBT +. Estamos na cama com o movimento LGBT + e o nome de Cristo, os mandamentos de Deus e os adventistas do sétimo dia estão sendo arrastados pela lama. Leia Mais… »

Revista Adventista publica novos “10 MANDAMENTOS PARA CRITICAR SEU PASTOR SEM SER EXCLUÍDO DA IGREJA”

COMO CRITICAR SEU PASTOR

O “ungido do Senhor” pode errar, mas deve ser tratado com carinho e respeito

Rafael Stehling

Em pouco mais de uma década de ministério, já ouvi inúmeras críticas. Algumas me ajudaram muito, outras apenas deixaram marcas profundas no coração. Concluí que você pode criticar o pastor, mas da maneira correta.

Há uma história muito interessante registrada em 2 Samuel 19:5 e 6 em que o general Joabe chama a atenção do rei Davi e é bem-sucedido. Os soldados haviam lutado em defesa do reino contra Absalão e um grupo desertor. Após árduas lutas, a maior rebelião de que já se tinha ouvido falar foi reprimida. Os soldados retornaram vitoriosos. No entanto, Davi, o pai enlutado, só queria lamentar a morte do filho rebelde. Com audácia, Joabe censurou a atitude dele e sugeriu que o rei encorajasse os soldados. Foi o que Davi fez. Leia Mais… »

Novo vídeo de Ivan Saraiva, gravado após o rebatismo, coloca seu arrependimento em dúvida

Raabe, Beteseba e Davi foram aceitos e aprovados por Deus, sendo incluídos na lista de heróis da fé de Hebreus 11, somente depois que se arrependeram e abandonaram a prática de seus pecados.

“…Ivan Saraiva se rebatizou agora em dezembro nos EUA. É bom mesmo. Mas somente depois de confissão pública e depois de ter se comprometido a restituir cada centavo ilicitamente recebido (ver vídeo Arrependei-vos) é que vai entrar salvação na casa dele. EGW: “Não há evidência de genuíno arrependimento, a menos que se opere a reforma. Restituindo o penhor, devolvendo aquilo que roubara, confessando os pecados e amando a Deus e ao próximo, pode o pecador estar certo de que passou da morte para a vida.” – {CC 59.1}

“Uma vítima de assédio está juntando coragem para dar um ultimato ao diretor: ou elimina o transgressor do quadro de professores ou haverá denúncia na delegacia. Para salvaguardar as novas vítimas que estão sendo feitas, não por vingança. Se trata de um ato de amor. Geralmente os oficiais só agem sob ameaça assim; a direção da escola teme a repercussão de uma intervenção policial. Talvez seja interessante cumprir Mateus 18 já com duas testemunhas desde o início, pois o pecado foi contra ela.”

Adaptado do site CongressoMV.Org: http://www.congressomv.org/progresso-leigos-2019/

Operação “Nuvem Branca”: E-book grátis para download conta como a IASD tentou encobrir erros de Ellen White

A expressão “White Out”, título original do e-book que estamos disponibilizando em formato pdf para download, nada tem a ver com a expressão “Nuvem Branca” adotada na tradução do livro para o português. “White Out” é a identificação em inglês do líquido corretivo ou “branquinho”, que se antigamente aplicava ao papel para mascarar erros em textos datilografados em “máquinas de escrever”. Assim, antes da invenção dos processadores de texto , esse líquido de correção facilitava bastante a produção de documentos datilografados, porque ocultava os erros. Algo semelhante aconteceu com os erros de Ellen G. White, na opinião de seu autor. Por isso, “White Out” significa também “White, Fora!”

Nuvem Branca é um livro escrito por Dirk Anderson, um ex-adventista americano, preocupado em mostrar que nem tudo o que Ellen G. White escreveu era verdadeiro, muito menos inspirado pelo Espírito Santo. Segundo ele, muitos dos primeiros escritos dela foram eliminados por haver contradições e grande parte deles foi produzida mediante plágio de outros autores. “Visões não cumpridas, embaraços e tropeços de uma profetisa foram acobertados e ocultados por seus seguidores,” alega. Leia Mais… »

Baixe texto de ex-pastor que descobriu “podres” de Ellen White e evidências de plágio antes de Walter Rea

INCIDENTE EM ATKINSON: A prisão e julgamento de Israel Dammon

Por Bruce Weaver

Já faz mais de trinta anos que o pastor Bruce Weaver fez a pesquisa que resultou neste artigo que traduzimos pelo Google Translate e disponibilizamos também em links para download. Ele conta que pesquisou sobre o assunto e escreveu o artigo em 1986-1987, depois de haver se desvinculado da Igreja Adventista.

“Eu havia deixado o adventismo no início de 1982 ou no final de 1981 e meus objetivos ao preparar esse material eram quatro: Leia Mais… »

Ellen G. White: Os sonhos, as visões e os primeiros escritos (1844 -1851)

Texto publicado há 18 anos aqui no Adventistas.Com (Dezembro de 2001)

Análise dos escritos da irmã Ellen G. White durante o período 1844 a 1851. As primeiras experiências espirituais, crenças, sonhos e visões. Os escritos que depois foram suprimidos e a sua importância para entendermos o crescimento espiritual e a manifestação do dom de profecia hoje. Denúncia da manipulação dos textos, supressões e falsificações desnecessárias e pecaminosas. Não de um modo particular mas geral. — Ernesto Sarmento.

Esta 2a. parte trata, entre outras coisas, do episódio que ficou conhecido como “a descoberta de dado histórico adventista do século”, o episódio de Israel Dammon segundo registros policiais e judiciais da época do caso.

No período que foi de 1844 a 1851 podemos constatar que prevaleceu entre os adventistas do 7º dia certa euforia mística que não só afectou a igreja, mas principalmente o crescimento da profeta, a qual acabou por enveredar numa atitude infantil e sofrer as suas consequências. Todavia quem conhece o percurso da irmã White pode confirmar como nela se operou o dom de profecia e como cresceu pouco a pouco rumo à maturidade espiritual. Leia Mais… »

Estranhos Usos e Costumes dos Pioneiros da Fé Adventista

Desmaios “espirituais”, gritos de “louvor” e línguas estranhas (com interpretação simultânea pelo proferidor, ou não), estão entre mais alguns dos dados e fatos que surpreendem os adventistas interessados em conhecer a história denominacional em seus pormenores não tão gloriosos. É o caso de certos episódios históricos que não aparecem nas publicações oficiais mas que nos ajudam a melhor entender o espírito do tempo dos pioneiros, seus escorregões em atitudes e entendimento, suas dificuldades em manter o equilíbrio, mas também seus indiscutíveis avanços na peregrinação espiritual como povo portador de solene mensagem para o mundo. Leia Mais… »