Iníco / Artigos / "PROFECIAS E PROFETAS"

"PROFECIAS E PROFETAS"

Os  últimos  anos  da  igreja  evangélica  tem  sido  marcados  por  “profetas  e  profecias”.  Dificilmente  você  encontrará  alguém  que  já  não  tenha  recebido  uma  palavra  como:  “eu  profetizo  na  sua  vida”, “eu  profetizo  bênçãos  sobre  você”,  “Deus  mandou  lhe  dizer”,  “eu  determino  a  cura  sobre  sua  doença”,  determino  que  portas  de  emprego  se  abrirão”  e  frases  semelhantes.  Tudo  bem,  se  de  fato  tudo  isso  acontecesse,  no  entanto  um  bom  observador  perceberá  facilmente  que  a  grande  maioria  das  ditas  profecias  ou  são  demasiadamente  genéricas,  como  um  horóscopo,  ou  simplesmente  não  se  concretizam.
Também  não  é  preciso  ser  teólogo  para  saber  que  um profeta  de  Deus  fala  da  parte  Dele,  movido  pelo  Espírito  Santo  e  que,  como  Deus  não  mente,  se  a  maioria  das  profecias  não  se  cumpre,  significa  que  a  maioria  delas  não  foi  proferida  da  sua  parte.
Leiamos  a  Bíblia:   “ Mas o profeta que tiver a presunção de falar em meu nome alguma palavra que eu não tenha mandado falar, ou o que falar em nome de outros deuses, esse profeta morrerá.  E, se disseres no teu coração: Como conheceremos qual seja a palavra que o Senhor falou? Quando o profeta falar em nome do Senhor e tal palavra não se cumprir, nem suceder assim, esta é a palavra que o Senhor não falou; com presunção a falou o profeta; não o temerás”.  Deuteronômio  (18:18-22).
Na  verdade,  um  “profeta”  que  “prevê  o  futuro”  e  fica  torcendo  para  ver  se  acerta,  errando  muitas  vezes,  não  é  reconhecido  como  profeta,  mas  como  adivinhador  ou  prognosticador,  comparado  a  feiticeiro, e  a  Bíblia  também  condena  veementemente: “Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro,  nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti. Perfeito serás para com o Senhor teu Deus. Porque estas nações, que hás de possuir, ouvem os prognosticadores e os adivinhadores; porém, quanto a ti, o Senhor teu Deus não te permitiu tal coisa”( Dt 18: 9-14).
Por  que,  então,  essas  pessoas  continuam  esse  “ministério  da  mentira”  sem  serem  importunadas?  Por  que  nós,  fiéis,  não  as  obrigamos  a  se  calar,  como  acontecia  no  velho  testamente,  onde  os  falsos  profetas  eram  apedrejados?
Talvez  a  resposta  seja  que  nós  humanos  tendemos  a  aceitar  e  acreditar  naquilo  que  nos  agrada.  È  bom  ouvir  bênçãos,  mesmo  que  elas  não  ocorram.  È  bom  ouvirmos  que  somos  mais  que  vencedores  sobre  os  problemas,  campeões,  que  nenhuma  maldição  nos  alcançará…  é  bom,  esses  prognosticadores  sabem  disso  e  por  isso  só  profetizam  bênçãos,  reservando  as  maldições  apenas  para  os  que  os  contradizem.  “O intelecto humano tem o erro peculiar e perpétuo de mais se mover e excitar pelos eventos afirmativos que pelos negativos, quando deveria rigorosa e sistematicamente atentar para ambos”,  dizia  Francis  Bacon.
Precisamos  estar  atentos,  se  nos  deixamos  levar  pelas  falsas  profecias,  facilmente  seremos  levados  a  outros  erros,  ao  ponto  de  criarmos  um  novo  evangelho,  aliás  poderão  nos  levar  aonde  quiserem  “pois o homem se inclina a ter por verdade o que prefere. Em vista disso, rejeita as dificuldades, levado pela impaciência da investigação; a sobriedade, porque abala a esperança; os princípios supremos da Bíblia em favor da superstição”.
Irmãos,  voltemos  à  Bíblia!.
Laurentino  Aguiar
http://laurentinoaguiar.blogspot.com.br/2012/08/profecias-e-profetas.html
Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Por que os judeus foram expulsos de vários países?

Relacionado

O Senhor dos Milagres – Um dos melhores filmes infantis que já assisti. Através da animação, que mistura técnicas de movimento em bonecos de argila a recursos de computação gráfica.

Click na imagem para baixar Relacionado

Deixe uma resposta