• O Maior Mandamento

  • Seria mera Coincidência???

  • Até quando voces vão bancar esses bandidos? Dê seu dízimo aos necessitados!!!

  • Onde esta escrito que existe 3 deuses?

  • Estude as Escrituras para não ser enganado!

  • Tem certeza que é pra comer e beber em memoria de Jesus?

Artigos Recentes

Resposta do Doutor em Geofísica pela USP à última idiotice escrita por Michelson Borges – Como provar que a terra é um globo

Idiotice de Michelson Borges:

“Sugiro que os terraplanistas façam uma vaquinha e enviem um representante para passar uns dias na ISS e tirar umas fotos do planeta, assim estariam contribuindo para os programas espaciais e para revelar finalmente a verdade. Que tal? Talvez isso seja mais fácil do que filmar a borda de gelo aqui embaixo…”

Parágrafo de encerramento artigo “Será o fim do terraplanismo e da negação de que o ser humano foi à Lua?”, publicado pelo inimigo da verdade bíblica, infiltrado na Casa Publicadora Brasileira por Rubens Lessa, o pai do Adventistas.Com.

Resposta de Afonso de Vasconcelos, Doutor em Geofísica pela USP:

Veja também:

Acesse Criacionismo e aprenda muito mais.

Aceita um livro? Luís Gonçalves plagiou pegadinha do Impacto Esperança 2019?

O fim justifica todos os meios para a distribuição do livro católico-adventista do Impacto Esperança 2019, numa simulação de trabalho missionário para enganar os membros, como se estivessem evangelizando. Na República Dominicana, a Igreja Adventista do Sétimo contratou um personagem, que aparenta ser morador de rua com evidentes problemas mentais, para fazer a propaganda do livro de 2019, “Esperança para as Famílias Hoje”.

Quem representa o personagem é um ex-taxista adventista, Jonah Ramos Baez, que caminha pelas ruas com cartazes, onde se lê escrita com giz de cera: “Fique louco com sua mulher, mas não a mate…” Na praganda oficial, ela aparece distribuindo os livros da campanha. Aqui no Brasil, o papel ridículo coube ao evangelista Luís Gonçalves, que foi às ruas feito um Ivo Holanda adventista para gravar a pegadinha do “Aceita um Livro?”, com câmera escondida: Leia Mais… »

Liderança adventista traiu nossa Mensagem ao se aproximar do Papado

Veja como era o evangelho eterno adventista, com sua ênfaze profético-escatológica, antes dos acordos ecimênicos que agora nos limitam e obrigam a “açucarar” a mensagem. O pior é que hoje o próprio pastor Luís Gonçalves engana os membros da igreja, levando-os a participar de ações missionárias de “fakevangelismo”, distribuindo livros que não nos comprometam perante o papado. Assista o vídeo até o fim e surpreenda-se com os encontros de líderes adventistas com diferentes papas, desde a década de 60. Leia Mais… »

Existe liberdade religiosa sem liberdade de expressão, deputada?

Vídeo produzido por irmãos adventistas de Cotia, SP. Para eles, a Deputada Damaris Moura e outros políticos apoiados pela IASD querem proibir as mensagens angélicas de Apocalipse 14 e 18, consideradas “discurso de ódio” e substituí-las por mensagens de amor, como essa da mão chifrada (simbolo satanista), que, pela linguagem de sinais significa agora “ILY”, “I love you” (“eu te amo”, em inglês). Assista e comente.

Fonte: www.adventistas.com

HOMOTRANSFOBIA: Advogado que defendeu a Bíblia no STF teme aplicação da Lei do Racismo à IASD

O advogado adventista Luigi Braga, conhecido em nosso maio por suas palestras em igrejas de todo o Brasil e por prestar serviços à Divisão Sul-Americana como advogado geral, participou no último dia 15 de junho do 2º Seminário Internacional Liberdade Religiosa para Todos, realizado em Brasília. Leia Mais… »

Teólogo advertiu que ecumenismo colocaria a unidade da Igreja, crenças e evangelismo em risco

O teólogo e educador Adolfo Suárez, enquanto reitor do Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia (SALT), Mestre e doutor em Ciências da Religião, com pós-doutorado em Teologia, autor de diversos livros, e membro da Adventist Theological Society e da Society of Biblical Literature, advertiu no site oficial da Igreja Adventista:

Ao estabelecer diálogo com outras denominações, é prudente saber que conversas ou ações ecumênicas, sejam estas formais ou informais, contêm riscos, dentre os quais:[5]

  1. Colocar a unidade da Igreja em risco. Numa época em que a autoridade é facilmente questionada, alguns membros da igreja podem ver conspiração em tudo o que líderes e teólogos da igreja fazem. E se ouvem que está havendo diálogo com outra igreja, rapidamente podem suspeitar que as crenças estão sendo alteradas ou comprometidas. Isso pode afetar a unidade e, consequentemente, a missão, pois um povo desunido acaba se movendo com lentidão e desconfiança.
  2. As crenças podem ser colocadas em risco. Se o objetivo é buscar a unidade a todo custo, há o risco de falsificar ou minimizar as diferenças para torná-las mais palatáveis ​​ao interlocutor na conversa, enquanto que, ao mesmo tempo, se supervalorizam as semelhanças. O resultado disso é que, a seguir, negociam-se princípios e crenças em nome do bom diálogo.
  3. O evangelismo pode ser colocado em risco. Se, como resultado do diálogo, conclui-se que todos são bons cristãos, boas pessoas, a missão de pregar o evangelho desaparece, e a tarefa de fazer discípulos de todas as nações (Mateus 28:18-20) perde todo sentido.

Como afirma Ángel Manuel Rodríguez, “o proselitismo não é errado, mas é um aspecto intrínseco da liberdade com que Deus dotou a raça humana e uma forma saudável de manter o equilíbrio da diversidade que é fundamental para a busca da verdade”.

Fonte: https://noticias.adventistas.org/pt/coluna/adolfo-suarez/ecumenismo-uma-necessidade/

Professor de teologia alertou que diálogo inter-religioso iria requerer fim do proselitismo adventista

Em 25 de março de 2012, quando ainda assinava seus textos com o nome completo (Adenilton Tavares de Aguiar), Nilton Aguiar, atualmente Mestre em Ciências da Religião, professor de grego e Novo Testamento na Faculdade Adventista da Bahia e doutorando em Novo Testamento na Universidade Andrews (EUA), no artigo “O diálogo inter-religioso e o lugar da IASD”, publicado pela Revista Kerygma v. 8 n. 1 (2012), concluiu que:

 

O pluralismo religioso toma por pressuposto que todas as religiões são verdadeiras e igualmente válidas, exigindo que cada tradição abandone o proselitismo em prol de um bem comum maior. Os adventistas, por outro lado, não compactuam com essa sugestão ecumênica por possuir uma mensagem específica destinada “a toda nação, tribo, língua e povo” (Ap 14:6). Participar dos critérios exigidos no diálogo inter-religioso é abrir mão da razão da sua existência e dar vazão à contrafação satânica que ameaça a igreja nos últimos dias (Ap 13-16). A dura mensagem, porém, não possui teor de intransigência ou estreiteza, mas um convite à consideração sincera das verdades bíblicas.

Embora contenha referências à doutrina antibíblica da Trindade, da qual discordamos, republicamos abaixo o último e mais importante trecho do artigo em que o teólogoa adventista fala de sua preocupação com o risco de a Igreja Adventista do Sétimo Dia vir a ser enredada pela proposta de ecumenismo ou diálogo inter-religioso que requeira o fim do proselitismo como condição para o reconhecimento da denominação como um grupo cristão respeitável.

O lugar da IASD no debate inter-religioso

Uma série de artigos de Hélio Grellmann, publicados pela Revista Adventista em 1988, chamou a atenção para o fato de que o surgimento do marxismo, do espiritismo moderno e do evolucionismo coincide com o início do adventismo. Ele argumenta que enquanto o movimento adventista aparecia no cenário para resgatar verdades bíblicas esquecidas, tais sistemas de pensamento apontavam um caminho independente de Deus (apud BORGES, 2005, p. 15-16). Leia Mais… »

Medicamentos para Pressão Alta Estão Contaminados com Substâncias Químicas Causadoras de Câncer

Durante anos, nós advertimos que o modelo de negócios da indústria farmacêutica  é uma “repetição de negócios” que lucra com doenças e enfermidades. Também sabemos que o câncer é uma indústria multibilionária que gera enormes lucros com a repetição dos negócios de “terapias” do câncer, como quimioterapia e radioterapia. Agora vem a notícia de que um medicamento popular para pressão sanguínea vendido pela Novartis possui uma substância química causadora de câncer conhecida como “dimetilformamida”.

Uma farmácia alertou a Food and Drug Administration (FDA) que encontrou uma substância química que acredita-se que cause câncer em um medicamento de pressão arterial amplamente utilizado, de acordo com um comunicado da agência federal”, informa a CNBC. Leia Mais… »

Professor do Unasp sugere que defesa político-jurídica da liberdade religiosa atrasa a volta de Cristo

Você já parou para pensar que a defesa legal da liberdade religiosa quer impedir Lei Dominical e atrasa a volta de Cristo? No artigo “Discurso da Liberdade Religiosa na Igreja Adventista do Sétimo Dia”, o doutor Haller E. S. Schünemann, Professor Titular de Ciências Humanas do UNASP e Pesquisador REPAL-UMESP, defende esse posicionamento:

A IASD ensina que antes da volta de Cristo, a questão do sábado se tornará o divisor de águas, entre os fiéis e os infiéis. Os guardadores do sábado serão perseguidos por sua crença e quando for feito um decreto mundial para a morte de todos, então Cristo interfere na história humana, resgatando os seus fiéis. Dentro desse quadro, podemos concluir que realmente o sábado se torna um aspecto muito importante. No entanto, vemos aqui aquilo que consideramos o paradoxo adventista. …É interessante observar que ao mesmo tempo que a intolerância religiosa é apontada como um sinal da volta de Cristo, ela passa a ter um departamento de liberdade religiosa, que se tiver êxito em sua atuação, evitaria a ocorrência do esquema apontado em sua escatologia.

Embora o referido artigo esteja disponibilizado abaixo na íntegra, a seguir você pode acompanhar o contexto desse raciocínio do professor Dr. Haller E. S. Schünemann, com redivisáo dos parágrafo para estimular a leitura online: Leia Mais… »

Perigo a vista! Teoria e prática da liberdade religiosa na IASD brasileira

Palavras de John Graz:

Liberdade religiosa não é só defender, ou dar suporte a uma religião. Isso é um um direito humano básico. Está conectado com a dignidade humana. E está conectado com todos, com todas as pessoas. E todas as pessoas têm o direito de ter uma religião, ou não ter religião nenhuma. Ter o direito de praticar a sua religião e respeitar às outras religiões. E também respeitar aquelas pessoas que não têm e também não querem ter nenhuma religião. Isso é liberdade religiosa! Isso é um direito básico do ser humano.

A liberdade é básica. É por isso que nós devemos todos estar juntos e mandar uma mensagem forte mensagem para as pessoas. Nós amamos a liberdade religiosa para todos, não só para nós que somos religiosos. Para todos. Até mesmo para aquelas pessoas que não acreditam em nada. Não defendemos uma religião contra a outra. Nós defendemos o direito de que cada pessoa escolha estar, ou não, numa religião, inclusive o direito de não estar em nenhuma religião. Nós defendemos a dignidade humana, que é um dos fundamentos da Criação de Deus e a essência dos direitos humanos. Muito obrigado” [Aplausos]

Assista ao vídeo e depois responda abaixo no espaço dos comentários: Leia Mais… »

Os Transgênicos Estão nos Matando: Fatos que Você Provavelmente não Conhece

Você provavelmente já ouviu falar que os transgênicos são ruins, e isso é absolutamente preciso – mas também é uma simplificação excessiva. Não é como o xarope de milho rico em frutose, um ingrediente tóxico que você pode evitar facilmente ao não comprar alimentos feitos com ele. O problema é muito mais complexo e insidioso, e está matando pessoas e animais todos os dias.

Quando falamos sobre transgênicos, estamos nos referindo a organismos geneticamente modificados. Isto pode ser uma planta, um micro-organismo ou mesmo um animal – é qualquer coisa com DNA que tenha sido modificado via engenharia genética ou tecnologia transgênica para criar algo novo que não ocorra na natureza.

É muito provável que você encontre milho e soja transgênicos e, mesmo que você não coma esses alimentos em sua forma simples, seus subprodutos podem ser encontrados em quase todos os alimentos processados ​​existentes. Estas plantas são criadas para tolerar a pulverização direta com herbicidas e resistir a certos insetos. Isso significa que os agricultores podem pulverizá-los livremente com esses produtos químicos perigosos. Leia Mais… »

Documento publicado pelo Centro de Pesquisas EGW contém indícios e prova de opção pelo ecumenismo

O documento reproduzido na íntegra abaixo, foi publicado em português pelo Centro de Pesquisas Ellen G. White. Ele apareceu pela primeira vez em Pattern for Progress, The Role and Function of Church Organization, de Walter Raymond Beach e Bert Beverly Beach, foi autorizado por Bert B. Beach (com o Papa João Paulo II na foto acima) e liberado em conexão com a sessão da Associação Geral de Nova Orleans, Louisiana, em junho de 1985. Está disponível no escritório de Negócios Públicos e Liberdade Religiosa da Associação Geral.

A prova mais grave de que a liderança da Associação ou Conferência Geral optou há quase um século pelo ecumenismo, reduzindo a Igreja Adventista do Sétimo Dia a apenas mais uma denominação cristã, entre centenas de outras, é encontrada no tópico “Relações com outros Organismos Religiosos”, em que o documento afirma: Leia Mais… »

Site do Vaticano confirma presença adventista em reunião ecumênica com o Papa Francisco

O Papa à delegação das Comunhões Cristãs Mundiais: ecumenismo de oração, jornada e sangue, 12.10.2016

Esta manhã, diante da audiência geral e na sala adjacente à Sala Paulo VI, o Papa recebeu em audiência os participantes da Conferência dos Secretários das Comunhões Cristãs Mundiais, a associação ecumênica internacional que se reúne anualmente em outubro, todos os anos em um diferente país, para melhorar a consciência mútua. Leia Mais… »