Iníco / Como nos dias de Noé, Anjos caidos, Nefilins / Hollywood, governantes de vários países, cientistas e o Vaticano preparam o mundo para a “chegada” dos alienígenas

Hollywood, governantes de vários países, cientistas e o Vaticano preparam o mundo para a “chegada” dos alienígenas

Em uma série de estudos recentes sobre o fenômeno OVNI, temos afirmado repetidamente que estamos em total desacordo com a idéia predominante de que a Terra está sendo visitada por alienígenas do espaço a partir de outros sistemas estelares, ou mesmo outras galáxias. Mas hoje, a maioria dos governos, instituições acadêmicas e até mesmo instituições religiosas apresentam esta possibilidade de forma bem aberta. No processo, eles se permitiram ser convencidos de que estamos prestes a ser (e provavelmente já ter sido) visitados por embaixadores extraterrestres ao planeta Terra. Esta é a mentira de todos os tempos, a maneira com que os poderes demoníacos consolidam o ataque contra os alicerces da humanidade.

A profecia nos diz que os homens possuidores de conhecimento acolheram falsos deuses como seres superiores, e irão fazê-lo novamente. Israel é o modelo para essa prática proibida, claramente documentada nos trabalhos conclusivos de Moisés na Torá: “Eles provocaram a zelos com deuses estranhos, com abominações o provocaram à ira. Ofereceram sacrifícios aos demônios, não a Deus; aos deuses que não conheceram, novos deuses que vieram há pouco, aos quais os vossos pais não temeram” (Deut 32: 16,17).

A acusação de Deus a Israel é que, no passado, eles acolheram em suas vidas seres que consideravam superiores. O profeta Daniel diz que isso vai acontecer de novo, quando Israel saúda o homem que eles acreditam ser o Messias. Ele será apoiado por potências estrangeiras que lhe darão credibilidade. Em todas as probabilidades, esses seres poderosos vão mascarar-se como embaixadores de outros planetas. Mas eles serão demônios:

“Mas em seu lugar honrará a um deus das forças; e a um deus a quem seus pais não conheceram, ele o honrará com ouro e prata, e com pedras preciosas, e com coisas agradáveis. Com auxílio de um deus estranho agirá contra as poderosas fortalezas, aos que o reconhecerem multiplicará a honra, e os fará reinar sobre muitos, e repartirá a terra por preço” (Daniel 11: 38,39).

Os deuses estranhos já estão aparecendo em formas destinadas a torná-las aceitáveis ​​para o homem moderno. Na realidade, eles são exatamente o que eles têm sido por milhares de anos em nosso passado.

Uma Filosofia Alienígena

Uma série de pensadores têm perseguido as questões básicas da convivência com estes seres. E é agora bem sabido que a igreja católica romana parece considerar os alienígenas como seres corpóreos reais de outros sistemas estelares. Ela até mesmo ao ponto de teorizar sobre se esses alienígenas estariam sob o domínio da necessidade de redenção por meio de Cristo.

Como informamos na edição de fevereiro, a edição desta revista de 2010, o diretor do Observatório do Vaticano, o reverendo José Gabriel Funes, faz a aberrante suposição de que os relatos de OVNIs agora devem ser assumidos como indicadores de que o nosso planeta está provavelmente sendo explorado por alienígenas a partir de outras partes do universo. Ele se pergunta em voz alta se essas criaturas devem ser considerados como nossos irmãos e irmãs em Cristo.

Em 2008, Funes foi citado no jornal do Vaticano, L’Osservatore Romano, dizendo: “Assim como há uma abundância de criaturas na Terra, também devem haver outros seres, até mesmo inteligentes, aqueles que foram criados por Deus. Isso não contradiz nossa fé porque não podemos colocar limites à liberdade criadora de Deus. Como São Francisco diria, quando consideramos as criaturas terrestres para serem nossos irmãos e irmãs”, por que não poderíamos também falar de um ‘irmão extraterrestre?” Ele ainda seria parte da criação.”

Na mesma nota, ele mesmo perguntou se eles tinham ou não a sua própria versão de “a queda.” Se nunca experimentaram o pecado original, como seres humanos fizeram, ele se pergunta se eles ainda precisam de um Redentor. Seu comentário levantou uma questão preocupante que pode apenas ser respondida como nossos superiores morais. E em caso afirmativo, qual seria a sua atitude para com os seres humanos?

E como observamos no momento, a hipótese de Funes ignora um fato básico. As Escrituras nem mesmo sugerem que Cristo encarnou em outro lugar, ou que Deus tem uma aliança com outras pessoas, como uma versão extraterrestre de Israel.

No entanto, o assunto de alienígenas explodiu, indo de mito para especulação, e daí à uma realidade surpreendente. Institutos políticos e grupos filosóficos do mundo inteiro estão agora preocupados com o assunto de como integrar com sucesso a humanidade com criaturas superiores do espaço.

Eles argumentam que estes ufonautas já estão aqui, eles certamente seriam superiores em seus conhecimentos de ciência e tecnologia. Sua verdadeira questão torna-se então, eles são “bons” ou “maus?” Eles vêm aqui como guias espirituais, ou eles olham para os seres humanos como uma boa refeição?

Ultimamente, até mesmo o cosmólogo Stephen Hawking fez uma observação, e dizem ser o mais brilhante matemático vivo hoje, começou a lançar alertas de que podemos estar convidando o perigo, expondo nossa existência a alienígenas espaciais. Jonathan Leake, escrevendo em 25 de Abril ao Sunday Times de Londres, disse o seguinte sobre este bem conhecido e brilhante pensador:

“Os alienígenas estão lá fora e a Terra deveria tomar mais cuidado, pelo menos de acordo com Stephen Hawking. Ele sugeriu que os extraterrestres são quase certo que existem mas que, em vez de procurá-los, a humanidade deveria estar fazendo todo o possível para evitar qualquer contato.”

“As sugestões vêm em uma nova série de documentários em que Hawking, um dos principais cientistas do mundo, irá definir o seu mais recente pensamento sobre alguns dos maiores mistérios do universo.

“A vida alienígena, sugere ele, é quase certa que exista em muitas outras partes do universo: não apenas em planetas, mas talvez no centro de estrelas ou até mesmo flutuando no espaço interplanetário.”

A lógica de Hawking sobre alienígenas é que, para ele, extraordinariamente simples. O universo, ele aponta, tem 100 bilhões de galáxias, cada uma contendo centenas de milhões de estrelas. Em um lugar tão grande, é improvável que a Terra seja o único planeta onde a vida evoluiu.

Nossa própria Via Láctea é composta por milhões de estrelas e planetas. Só esse fato alimenta toda sorte de especulações imaginárias sobre a história de alienígenas espaciais superiores como uma boa linha de raciocíninio verdadeiramente.

“Para o meu cérebro matemático, os números me fazem pensar sobre alienígenas como algo perfeitamente racional “, disse ele. “O verdadeiro desafio é descobrir o que os alienígenas poderiam realmente ser.”

A visão de Hawking de vida neste universo é sombria, de fato. Ele diz: “Nós só temos que olhar para nós mesmos para ver como vida inteligente pode evoluir para alguma coisa que não gostaríamos de encontrar. Eu imagino que eles possam existir em naves enormes, tendo esgotado todos os recursos de seu planeta natal. Esses alienígenas avançados talvez se tornaram nômades, procurando conquistar e colonizar os planetas que querem e que possam alcançar.”

“Se os alienígenas nos visitarem, eu acho que o resultado seria muito mais como quando Cristóvão Colombo desembarcou na América, o que não foi muito bom para os nativos americanos.”

Sua visão de alienígenas de verdade como conquistadores nômades é muito obscura e pessimista, ele soa o alerta de que devemos estar preparados para a sua aparição iminente. Outros têm uma opinião imparcial, o raciocínio de que as aparições recentes indicam que podemos estar agora no tempo geral de “divulgação”, quando os alienígenas serão finalmente revelados. Um estudo recente expôs a questão de como devemos nos comportar quando acontecer uma coisa dessas.

Publicado na Acta Astronautica, foi intitulado “Um Contato Com Extraterrestres Beneficiaria ou Destruiria a Humanidade? Uma Análise de Cenários.” Ele foi escrito por Seth D. Baum, Jacob Haqq-Misra D. e Shawn D. Domagal-Goldman. Seu Abstract descreve:

“Mesmo a humanidade ainda não tendo observado qualquer inteligência extraterrestre (ETI), o contato com ETI continua a ser possível. Poderiam ocorrer contatos através de uma ampla gama de cenários que têm conseqüências diferentes para a humanidade. No entanto, muitas discussões sobre esta questão assumem que o contato vai seguir um determinado cenário que derivam das esperanças e medos do autor. Neste artigo, analisa-se uma ampla gama de cenários de contato em termos de saber se o contato com ETI iria beneficiar ou prejudicar a humanidade. Este tipo de análise ampla pode ajudar a nos prepararmos para o contato real com ETI, mesmo que os detalhes do contato não se assemelhem totalmente a qualquer cenário específico.”

O documento baseia-se no seguinte: “A preocupação central sobre um possível contacto com ETI é se o contato seria benéfico, neutro ou prejudicial para a humanidade (ver quadro à direita). Esta preocupação vai nos ajudar a decidir, entre outras coisas, se devemos ou não intencionalmente mandar uma mensagem à ETI e o que devemos dizer se o fizermos.”

Esses escritores são parecidos em suas suposições de que todas as recentes aparições suspeitas indicam uma boa probabilidade de que eles estão prestes a fazer contato. Aqueles que realmente estudaram o fenômeno OVNI na última metade do século, percebem que eles sempre exibiram um óbvio engano e subterfúgio. Eles não revelaram suas intenções.

Mentores Morais ou Invasores Furiosos?

Ainda assim, os líderes da sociedade insistem em apresentá-los como portadores de algum tipo de superioridade moral. Eles são, de fato, nossos mentores morais? O clássico filme de ficção científica, “O Dia em que a Terra Parou”, feito em 1951, contou com o brilhante e agradável Klaatu, que veio à Terra com seu robô, Gort. Ele anunciou aos líderes mundiais que a menos que eles deixassem as suas formas de guerra, este planeta “seria reduzido a um monte de cinzas.”

Ele voltou para casa, deixando a humanidade sob condenação. Sua superioridade moral foi formada sob a forma de uma figura messiânica. Outra ficção, como a “Guerra dos Mundos” de H. G. Welles, ou o recente “Independence Day”, mostram extraterrestres como invasores furiosos, querendo nos dominar sem sentido. Eles consideram os seres humanos como meras bactérias a serem eliminadas.

Mas, independentemente de suas características pessoais, é universalmente assumido que eles serão superiores aos seres humanos, pela simples razão de que eles tinham a tecnologia para vir aqui. Nós não temos a tecnologia para ir até lá. E, claro, na mente contemporânea, a tecnologia é tudo.

Desde os tempos históricos até o presente, as pessoas relatam histórias de terem sido visitadas por seres superiores de vários tipos. Contos de naves voadoras, globos brilhantes, discos circulares cercados por um raio brilhante de energia aparecem desde os tempos do faraó Akhenaton, que no século 14 aC, testemunhou e gravou um disco brilhante. Na verdade, existem literalmente centenas de avistamentos documentados de naves e seus passageiros que voam pelo céu. Às vezes, eles desembarcaram e tiveram conversas com os terráqueos atônitos. As “aeronaves” do final do século 19 levaram aos “discos voadores” dos meados do século 20. Depois disso, naves de quaisquer descrição … cilindros, triângulos, discos, globos e outras formas, brilhavam e aspergiam vários tipos de energias. “Contatos Imediatos” de vários tipos dominaram os noticiários. Eles continuam a fazê-lo, acrescido de contos de abdução, e reproduções forçadas para produção de híbridos humano-alienígenas. Claramente, chegamos a um período de clímax no que tem sido uma longa, longa história.

Seres Espirituais

Concordamos que há uma presença obscura a visitar o nosso planeta. Está entre as verdades mais bem documentadas da história humana. Mas essa documentação é sempre revelada como tendo origens espirituais. Em particular, a Bíblia fala de invasões em nosso mundo por seres de todos os tipos. No lado bom são arcanjos, querubins, serafins e anjos. Do lado do mal estão anjos caídos, Nephilim, rephaim e hordas de personagens demoníacos, chamados por nomes diferentes.

Estas são criaturas espirituais, mas isso não significa que as suas características não sejam físicas. Quando eles entram em nossa dimensão, exibem muitas características físicas. Não há nenhum livro na Terra que documenta sua existência de forma tão completa quanto a Bíblia.

Além disso, o lado obscuro é bem conhecido por apresentar-se como portador de superioridade moral e ética. Satanás é visto discutindo com o Senhor sobre questões morais no Livro de Jó, assim como o Livro de Mateus, onde ele oferece um importante território e poder dominante para Jesus. Paulo, ao falar de homens maus que se apresentam como bons, afirma que este é o modus operandi de Satanás:

“Pois os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, disfarçando-se em apóstolos de Cristo. “E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz ” (II Cor 11. 13,14).

A Bíblia está repleta de advertências sobre essa obscura hierarquia. Satanás é o líder deles, e eles não são bons, mas do mal.

“Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade nas regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes” (Ef 6: 11-13.). O Apóstolo Paulo escreve isso como uma exortação para aqueles que acreditam como ele, que este mundo é invadido por várias criaturas que tentam subverter a causa de Deus. Na verdade, eles são alienígenas, muitas vezes voando em carros de fogo. Mas eles não são de outros planetas. Eles são da dimensão do céu (o segundo céu). Eles são os mestres da propaganda que devem ser combatidos em cada turno. Em todas as épocas da história do homem eles adotaram o melhor disfarce que melhor os recomendava a suas vítimas humanas. Eles são as legiões de deuses e deusas caídos dos séculos passados.

Eles não são míticos. Eles são, na verdade, identificados e expostos na Bíblia.

Fonte:

http://www.prophecyinthenews.com/the-growing-fiction-of-superior-space-aliens

http://www.efesios612.com/2014/09/12/a-crescente-ficcao-dos-alienigenas-espaciais-superiores/

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Nefilins e os Bereanos

Relacionado

A longevidade e a ciência na antiguidade bíblica

Relacionado

Deixe uma resposta