Iníco / Como nos dias de Noé, Anjos caidos, Nefilins / Maçonaria e culto a demônios alienígenas, a verdadeira religião dos fundadores dos Estados Unidos

Maçonaria e culto a demônios alienígenas, a verdadeira religião dos fundadores dos Estados Unidos

Neste vídeo, verdades nunca ditas aos adventistas sobre a maçonaria como uma religião e não apenas uma sociedade secreta de ajuda mútua, são apresentadas pelo Pr. Samuel Ramos. A palestra foi gravada em uma reunião de Sexta Jovem” com rapazes e moças da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Boston. Nele, o polêmico pastor que insiste em interpretar literalmente aspectos das profecias de Daniel e Apocalipse, apresenta um resumo de suas pesquisas sobre a maçonaria como a verdadeira, embora oculta, religião dos governantes dos Estados Unidos, desde sua fundação.

Assista também o vídeo abaixo, da série “Em Busca de Alienígenas”, do canal History, sobre o papel da maçonaria e da crença na existência e superioridade dos “alienígenas” (na verdade, demônios) na fundação dos Estados Unidos. Você vai se surpreender e entender melhor o papel dessa falsa religião universal maçonico-extraterrestre nos eventos finais:

Neste terceiro vídeo, o Pr. Samuel Ramos concluí seu raciocínio sobre o papel profético da maçonaria e do ocultismo satânico, que envolve a parceria do Governo americano até com demônios/alienígenas, na implantação de um único poder político, econômico e religioso mundial:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Rodrigo Silva defende que cosmologia terraplanista do Egito inspirou Moisés

 O autodeclarado “Indiana Jones adventista” não é mais pastor no Brasil, mas está por …

Artigo publicado pela Revista Adventista revela que teólogos da IASD estão muito divididos sobre a Criação

Ao contrário do que Michelson Borges e outros criacionistas científicos (não prioritariamente bíblico) tentam fazer …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.