Iníco / Sistema Religioso e Apostasia / Papa Francisco enviará os ‘superconfessores’ para perdoar pecados graves pelo mundo

Papa Francisco enviará os ‘superconfessores’ para perdoar pecados graves pelo mundo

160217190444_missionarios_da_misericordia_2_640x360_reuters_nocredit

Missionários foram nomeados pelo papa para divulgar a misericórdia da Igreja.
Leia também: Papa Francisco diz que igreja irá perdoar as mulheres que fizeram aborto inclusive as que morreram
Leia também: Blasfêmia! Sete padres do CE poderão perdoar pecados especiais

O papa Francisco enviará mais de mil padres em uma missão global de perdão a pecados graves que, normalmente, só o próprio pontífice ou altas autoridades da Igreja Católica podem absolver.

Os Missionários da Misericórdia, apelidados de “superconfessores”, receberam a incumbência especial por conta do ano do jubileu do Vaticano, que termina em novembro.

Francisco tem dito com frequência que a Igreja precisa ser menos rígida e crítica e declarou este ano como o ano santo da misericórdia para divulgar uma mensagem de perdão, especialmente entre católicos que se afastaram da fé e buscam motivos para retomá-la.

Em uma cerimônia no Vaticano na última terça-feira, o papa falou para cerca de 700 dos padres escolhidos, dizendo que os penitentes devem ser recebidos com o braços abertos, em vez de serem julgados com um “senso de superioridade”.

“Não será com a clava do julgamento que teremos sucesso em trazer as ovelhas perdidas de volta”, disse ele na reunião realizada no Palácio Apostólico.

Aborto e planejar assassinato do papa

Os padres se voluntariaram ou foram escolhidos por seus superiores em dioceses ao redor do mundo. Espera-se que eles cumpram sua missão especial de um ano em países como Burundi, Egito, China e Emirados Árabes.

Um dos padres deve viajar por comunidades inuit no Ártico canadense, enquanto outro planeja um tour em uma van por locais remotas da Austrália.

Pecados considerados graves, como macular pão e vinho consagrados, violar o sigilo da confissão e planejar a morte do papa, normalmente só podem ser perdoados por bispos mais graduados, autoridades do Vaticano ou o próprio pontífice.

O aborto também é considerado pela Igreja como uma “transgressão séria”, que no entanto não está na lista de pecados perdoáveis pelos “superconfessores”. Mas Francisco anunciou no ano passado que ele permitirá durante todo o ano santo que padres comuns confiram a absolvição a mulheres que desejem se arrepender.

O papa disse reconhecer que algumas mulheres sentem não ter outra opção a não ser a “agoniante” decisão de realizar um aborto.

FONTE: UOL

 

Comentário: Seres humanos não podem perdoar nem absolver qualquer outro ser humano. Só o Senhor Jesus, nosso único intercessor, nosso único mediador (porque é o único que, foi-nos dado pelo Eterno Deus), pode perdoar os pecados daqueles que se arrependem e os confessam a Deus. O Senhor Jesus quase foi apedrejado quando esteve aqui na Terra pelo fato de ter perdoado pecados e, com isso, ter se igualado a Deus o Pai, o que seria uma blasfêmia, caso Ele realmente não fosse o Unigênito Filho de Deus.

A Bíblia ensina, em primeiro lugar, que o Eterno Deus é quem perdoa os pecados (conforme Is 43:25; Jr 31:34; comparar com Mc 2:7 e Lc 5:21). Esse perdão deve ser buscado diretamente dEle por meio de Cristo (ver Jo 14:6, 13 e 14; 1Tm 2:5). Em Mateus 6:9-13, Cristo ensinou os discípulos a orarem diretamente ao “Pai” em busca de perdão para as suas “dívidas”. Em I João 2:1 e 2, é dito que podemos obter o perdão para os pecados se buscarmos o único “Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo”, que “é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro”.

Somos admoestados também de que as faltas contra outras pessoas devem ser confessadas e restituídas, se necessário, diretamente a elas. Na oração do Senhor aparecem as seguintes palavras: “E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores” (Mt 6:12). As implicações desta afirmação são enfatizadas por Cristo: “Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará; se, porém, não perdoardes aos homens [as suas ofensas], tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas” (Mt 6:14 e 15; Cl 3:13).

Quem pode perdoar pecados senão o Senhor Deus?

5À Besta foi concedida uma boca para pronunciar palavras arrogantes e blasfemas, e lhe foi transmitida autoridade para realizar suas obras por quarenta e dois meses. 6Então, abriu a boca em blasfêmias contra Deus e para amaldiçoar o seu Nome, seu Tabernáculo e os que habitam nos céus. Apocalipse 13

Leia também: Papa Francisco diz que igreja irá perdoar as mulheres que fizeram aborto inclusive as que morreram
Leia também: Blasfêmia! Sete padres do CE poderão perdoar pecados especiais

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

TODO ADVENTISTA PRECISA VER ISSO!!

Relacionado

Documento da IASD contra a pena de morte contraria opinião favorável de Leandro Quadros. E agora?

Ainda que discordemos da argumentação de Leandro Quadros, repudiamos veementemente a tentativa da liderança adventista …

Deixe uma resposta