Iníco / Nova Ordem Mundial, Tempo do fim / Se você crê na Bíblia e na vida eterna, através de Jesus, prepare-se para ser visto como um zumbi!

Se você crê na Bíblia e na vida eterna, através de Jesus, prepare-se para ser visto como um zumbi!

steve-fuller-humanity-2.0-007

O PROFESSOR STEVE FULLER OCUPA A CADEIRA DE AUGUSTO COMTE NA DISCIPLINA DE EPISTEMOLOGIA SOCIAL, DO DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE WARWICK E É O AUTOR DO LIVRO “A HUMANIDADE 2.0: O QUE SIGNIFICA SER HUMANO. PASSADO, PRESENTE E FUTURO.” NESTE ARTIGO, ELE DEFENDE QUE LOGO CRISTÃOS CONSERVADORES SERÃO VISTOS COMO ZUMBIS. SERÁ QUE ELE ESTÁ BRINCANDO?

NO MAIOR SITE DE TRANSHUMANISMO DISPONÍVEL NA INTERNET, ELE DISSE QUE AQUELES QUE NÃO APOIAREM SUA VISÃO (ENTENDA: CRISTÃOS CONSERVADORES) SERÃO CONSIDERADOS ZUMBIS QUE DEVERÃO SER EVITADOS E ASSASSINADOS NO FUTURO.

zombie-367517_640Podemos parecer loucos a eles, mas eles se parecerão como zumbis a nós: Transhumanismo como uma Mudança Política

Um dos maiores desafios existenciais encontrados pelos transhumanistas é que a maiorias das pessoas não acreditam em uma só palavra do que falamos, no entanto, divertindo-os pode fazê-los nos encontrar. Eles pensam como somos fantasiosos quando, de fato, estamos falando sobre um futuro bem próximo. Suponhamos que eles estejam errados e nós estejamos certos, o que vem a seguir? Admito que nós não sabemos até que esse futuro bem próximo chegue. No entanto, não é muito cedo para discutirmos como esses pessimistas serão tratados, talvez como um guia de como eles deverão lidar com isso a partir de agora.

Então, vamos deixar claro quem são esses pessimistas. Eles mantêm as seguintes visões:

Eles acreditam que não viverão mais do que 100 anos e, possivelmente, muito menos.

Eles acreditam que essa limitada longevidade não é apenas natural, mas desejável, tanto para eles quanto para os outros.

Eles acreditam que quanto maior o desafio, mais caóticos serão os resultados, que se sobreporão aos benefícios.

Agora vamos supor que eles estejam errados em todas essas 3 posições. Como iremos encarar seres que pensam dessa maneira? Eles não seriam os mortos-vivos? Sim. Essas pessoas que vivem no espaço de suas enormes limitações auto-impostas, que funciona como o auto-cumprimento profético. Eles são programados para a destruição, não geneticamente, mas intelectualmente. Alguém que seja mais dramático poderia dizer que eles são homens e mulheres bomba suicidas tentando criar um clima de terror no horizonte existencial da humanidade. Eles passeiam pela Terra esperando a morte chegar.

Vamos deixar essa notícia clara: se você é um transhumanista, as pessoas normais serão zumbis. Zumbis são normalmente vistos tanto como corpos revividos externamente ou corpos num estado entre a vida e a morte, o que os católicos chamam de ‘purgatório’. Em ambos os casos, eles permanecem na Terra além da sua vontade. Então como vamos lidar com zumbis, especialmente quando eles são a maior parte da população? Existem 3 opções gerais:

1. Você os mata de uma vez por todas.
2. Você os evita.
3. Você os habilita a ficarem completamente vivos.

zombies-598393_640A decisão aqui não é tão fácil quando parece, pois, à primeira vista, a opção mais fácil que é a 2ª, requer implicações sem recursos. Mas é claro, zumbis precisam de humanos vivos (isto é, transhumanos em potencial) para que possam existir da maneira que vivem, o que torna os zumbis perigosos; assim sendo, a 1ª opção começa a ficar bem interessante para lidarmos com zumbis. Afinal de contas, é muito difícil obtermos os recursos necessários para assegurarmos os objetivos do Transhumanismo de uma longevidade indefinida, caso haja zumbis tentando frear seus horizontes existenciais no presente para fazer as suas vidas as mais fáceis possíveis.

Esse tipo de problema normalmente surge num contexto de sustentabilidade ecológica como o ‘cuidado com as gerações futuras’. Nossos viciantes hábitos de consumismo em massa nos deixam cegos quanto aos danos futuros que eles fazem ao meio ambiente.

No entanto, o relevante senso de ‘cuidado’ no Transhumanismo está relacionado ao sustento de uma base de investimentos necessários para alcançarmos o estado de longevidade indefinida. Talvez isso requeira recursos públicos diversos para garantirmos essas necessidades, como ter uma poderosa defesa nacional, como o candidato a presidente do Partido Transhumanista dos EUA, Zoltan Istvan, pensa. Com certeza é verdade que as pessoas que rotineiramente viverão indefinidamente, então o caráter existencial dos ‘horrores da guerra’ será consideravelmente reduzido, o que, por outro lado, farão diminuir as probabilidades e o custo da guerra. Bem, talvez…

E sobre a opção 3, que é provavelmente a mais palatável para nós, pelo menos em princípio?

Aqui temos um sério problema de relações públicas, que não é tão diferente de lugares onde trabalhadores desenvolvidos iriam perseguir pessoas ‘subdesenvolvidas’, cujas vidas poderiam ser melhoradas de forma apreciável ao permitirem que suas sociedades fossem radicalmente reestruturadas se suas expectativas de vida fossem duplicadas de 40 para 80 anos de idade. Mesmo essas sociedades não sendo perfeitas e precisarem ser significativamente mudadas para entregar o que prometes aos seus membros, mesmo assim ao dobrar a expectativa de vida significaria uma mudança radical no ritmo de seus ciclos individuais e coletivos, o que poderia ser um tanto ameaçador ao seu senso de identidade.

É claro que esses custos existenciais sugerem que possam estar sobrestimados, especialmente num mundo onde até mesmo as pessoas pobres possuem acesso decente às maiores tendências globais. Mesmo assim vemos que as melhorias do desenvolvimento estão em cheque na história, uma vez que o fim formal do Imperialismo sugere que a vontade política é mínima, pelo menos na parte ocidental das nações, em investir o capital humano e financeiro necessários para instigar as pessoas nos países em desenvolvimento de que uma maior longevidade seria de interesse deles também, e não apenas um simples pretexto para fazê-los trabalhar mais para alguém.

A lição para nós é a seguinte pergunta: como iremos instigar as pessoas de que estender as suas vidas é qualitativamente diferente de simplesmente estender seu estado zumbi?

Fonte: http://ieet.org/index.php/IEET/more/fuller20150909

Tradução: http://efesios612.com/2015/09/12/cristaos-serao-zumbis-segundo-o-transhumanismo/

Saiba mais em: http://www.theguardian.com/technology/2011/sep/25/steve-fuller-time-for-humanity

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

VOCÊ É O CULPADO! – Libertar.in

Relacionado

TODO ADVENTISTA PRECISA VER ISSO!!

Relacionado

Deixe uma resposta