Iníco / Terra Plana / Cosmoilusão satânica X cosmologia bíblica nos sermões de Michelson Borges

Cosmoilusão satânica X cosmologia bíblica nos sermões de Michelson Borges

No artigo anterior, demonstramos que a cegueira da liderança da igreja de Laodiceia, está também relacionada com a sua cosmovisão da criação e do modelo de realidade em três níveis, revelado pela Bíblia do Gênesis ao Apocalipse.

Ou seja, desde o relato a criação feito por Moisés, sabemos que a Terra, apesar de seu relevo irregular, é plana no que se refere a água dos lagos, mares e oceanos; coberta por uma abóbada, onde foram posicionados os astros (Sol, Lua estrelas), os quais giram sobre a Terra; sobre esse firmamento sólido, arredondado, que separou as águas de cima das águas de baixo, está posicionado o lugar da habitação de Deus, Jerusalém celestial, lugar de seu santuário e de Seu trono; e abaixo das águas e superfície terrestre, temos o grande abismo e as fontes das águas.

Esse é modelo bíblico de realidade é esse, como demonstramos nesse e em vários outros textos aqui publicados. Contudo, inspirados por Satanás e seus anjos, que foram lançados fora do Céu e evidentemente caíram aqui na Terra, os seres humanos paulatinamente abandonaram a cosmovisão bíblica original, desenvolvendo os mais mirabolantes modelos até chegar ao esférico atual.

Essa cosmoilusão satânica, que destruiu a crença na total literalidade bíblica do relato da criação e do modelo de realidade ali descrito, foi construída ao longo de muitos séculos, como descreve RANDLES, w. G. L., no livro Da Terra Plana ao Globo Terrestre. Evidentemente, sendo secular, esse historiador não percebe nem registra as manobras satânicas por trás de todas as alterações da cosmovisão bíblica de terra plana para a suposta cosmovisão científica da Terra esférica, molhada e giratória, viajando a milhares de quilômetros por hora ao redor do Sol e da Via Láctea.

Cosmoilusão satânica

Ora, o Diabo, depois de lançado para a Terra, após ter sido expulso do “monte de Deus”, ou seja do topo da abóbada sólida sobre a Terra, juntamente com seus anjos, desenvolveu uma grande mentira para enganar os seres humanos e tentar seu retorno ao Céu, no lugar de Deus:

Isaías 14:12-14:

“Veja como você caiu do céu, ó estrela da manhã, filho da alva! Veja como você foi lançado por terra, você que debilitava as nações!

13 Você pensava assim: “Subirei ao céu, exaltarei o meu trono acima das estrelas e me assentarei no monte da congregação, nas extremidades do Norte. 14 Subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo.”

15 Mas você descerá ao mundo dos mortos, no mais profundo do abismo.”

Da cosmoilusão satânica, fazem parte todas as teorias e doutrinas que negam que o Céu seja o lugar da habitação de Deus, de onde Satanás foi lançado por terra e também todo ensinamento contrário à existência do mundo dos mortos, no mais profundo abismo.

Entre essas teorias de origem satânica, em nossos dias, está evidentemente a idéia de que uma Terra globo, molhada e giratória, resultou de uma grande explosão inicial juntamente com bilhões de outros planetas, ao redor de bilhões estrelas, em bilhões de constelações que se expandem girando por um Universo infinito.

O Diabo e seus anjos hoje são visto como prováveis habitantes de outros planetas ou dimensões, que trouxeram sabedoria à raça humana, depois que a vida surgiu e evoluiu em nosso “planeta”, expressão que significa “astro errante”. E eles simularão um retorno a este mundo, apresentando-se como nossos salvadores. Aliás, sabemos que o próprio Satanás personificará a Cristo e tentará mobilizar a humanidade um exército para guerrear contra a cidade celestial, quando esta descer sobre a Terra.

Michelson Borges omite a verdade

O plano satânico de retorno ao Céu para invadir e ocupar o lugar da habitação de Deus, permanece o mesmo de quando foi lançado por terra:

Subirei ao céu, exaltarei o meu trono acima das estrelas e me assentarei no monte da congregação, nas extremidades do Norte. 14 Subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo.”

É pena que Michelson Borges, cita a referência dessa passagem de Isaías 14:12-14 em seu sermão “Cosmovisões em Conflito”, mas não a lê, apenas a parafraseia sem evidenciar a cosmovisão bíblica (Céu/Terra/Abismo):

E ao apresentar o relato da Criação, como você pode conferir na íntegra do sermão que resumimos, Michelson Borges oculta propositalmente a descrição da obra criativa de Deus em seis dias literais, com o objetivo de esconder o modelo bíblico plano da terra, coberta pelo domo do firmamento, que separou as águas de cima das águas de baixo, onde Deus posicionou os astros e acima do qual está Sua habitação:

Michelson Borges omite também a descrição bíblica da criação da terra plana, coberta pela abóbada no firmamento, no sermão O abandono do criacionismo e a decadência da humanidade:

Isso é intrigante porque, no passado, o mesmo Michelson Borges defendia a literalidade e a historicidade da totalidade do relato bíblico da criação, sob pena de prejudicar a fundamentação bíblica de outras doutrinas:

A nova Torre de Babel

Contudo, ainda que Michelson Borges tente esconder o modelo bíblico da realidade Céu/Terra/Abismo em seus sermões, a cosmovisão bíblica da Terra plana sob o domo e a cidade celestial permanece verdadeira. Mais do que isso, a intenção original de Lúcifer, que planejou uma investida satânico-humana para alcançar e invadir o Céu, lugar da habitação de Deus, em tese parece mesmo possível.

1) Em ocasiões anteriores, como penetra ou suposto representante desta terra onde pisamos, Satanás esteve no Céu, na presença de Deus, e se referiu a este nível da Terra, abaixo do Céu e sobre o Abismo, como lugar de sua atividade:

“Num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se diante do SENHOR, veio também Satanás entre eles. Então o SENHOR perguntou a Satanás:

— De onde você vem?

Satanás respondeu ao SENHOR:

— De rodear a terra e passear por ela.

E o SENHOR disse a Satanás:

— Você reparou no meu servo Jó? Não há ninguém como ele na terra. Ele é um homem íntegro e reto, que teme a Deus e se desvia do mal.” — Jó 1:6-8 e veja também Jó 2:1-3.

Note que Satanás se limitou a informar que estava passeando sobre a terra (chão, solo, plana) e rodeando seus limites. Não havia outros lugares, planetas, sistemas ou galáxias para ele visitar! Não disse: “Estava passeando pelo Espaço, visitando outros planetas e conhecendo outras galáxias!” Abaixo dos Céus, só existe a terra, onde vivemos.

2) Há janelas, portas ou portais nos Céus, através dos quais os anjos sobem e descem à terra:

“Jacó partiu de Berseba e seguiu para Harã. Quando chegou a certo lugar, ali passou a noite, porque o sol já se havia posto. Pegou uma das pedras do lugar, fez dela o seu travesseiro e se deitou ali mesmo para dormir. E sonhou: Eis que estava posta na terra uma escada cujo topo atingia o céu, e os anjos de Deus subiam e desciam por ela.

E eis que o SENHOR estava perto dele e lhe disse:

— Eu sou o SENHOR, Deus de Abraão, seu pai, e Deus de Isaque. A terra em que agora você está deitado, eu a darei a você e à sua descendência. A sua descendência será como o pó da terra; você se estenderá para o oeste e para o leste, para o norte e para o sul. Em você e na sua descendência serão benditas todas as famílias da terra. Eis que eu estou com você e o guardarei por onde quer que você for. Farei com que você volte para esta terra, porque não o abandonarei até que eu cumpra aquilo que lhe prometi.

Quando Jacó despertou do sono, disse:

Na verdade, o SENHOR está neste lugar, e eu não o sabia.

E, temendo, disse:

Quão temível é este lugar! É a casa de Deus, a porta dos céus.” — Gênesis 28:10-17.

“E acrescentou:

— Em verdade, em verdade lhes digo que vocês verão o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem.” — João 1:51.

Os Céus se abrem! E essa verdade bíblica precisa ser incluída na cosmovisão bíblico-criacionista adventista! Esse detalhe da cosmologia bíblica foi mostrado a Hiram Edson na visão do milharal. E portanto, deve fazer parte da mensagem adventista. O pioneiro José Bates chegou a escrever um livro sobre o tema!

3) Os Céus se abrem e estão ao alcance da nossa voz! Acrescente também isto em sua cosmovisão bíblica, que se opõe à cosmovisão satânica, que apregoa infinitas distâncias em anos luz, entre nós e o lugar da habitação de Deus:

“Então o SENHOR continuou:

— Certamente vi a aflição do meu povo, que está no Egito, e ouvi o seu clamor por causa dos seus feitores. Conheço o sofrimento do meu povo. Por isso desci a fim de livrá-lo das mãos dos egípcios e para fazê-lo sair daquela terra e levá-lo para uma terra boa e ampla, terra que mana leite e mel; o lugar do cananeu, do heteu, do amorreu, do ferezeu, do heveu e do jebuseu. Pois o clamor dos filhos de Israel chegou até mim, e também vejo a opressão com que os egípcios os estão oprimindo.” — Êxodo 3:7-9.

Com toda certeza, você se lembrou agora da letra daquele hino, que afirma: “Deus ouve, Deus sabe, Deus vê!” Deus está perto.

4) Depois que perdeu o acesso ao Céu, através de seu servo Ninrode, Satanás tentou fazer com que a humanidade degenerada invadisse com ele e seus anjos o lugar da habitação de Deus, através de uma cidade com uma torre muito alta:

Em toda a terra havia apenas uma língua e uma só maneira de falar.

Os homens partiram do Oriente, encontraram uma planície na terra de Sinar e habitaram ali. E disseram uns aos outros:

— Venham, vamos fazer tijolos e queimá-los bem.

Os tijolos lhes serviram de pedra, e o betume, de argamassa. Disseram:

— Venham, vamos construir uma cidade e uma torre cujo topo chegue até os céus e tornemos célebre o nosso nome [invadindo o Céu, ou na linguagem de hoje, conquistando o Espaço!], para que não sejamos espalhados por toda a terra.

Então o SENHOR desceu para ver a cidade e a torre, que os filhos dos homens estavam construindo. E o SENHOR disse:

— Eis que o povo é um, e todos têm a mesma língua. Isto é apenas o começo; agora não haverá restrição para tudo o que planejam fazer. Venham, vamos descer e confundir a língua que eles falam, para que um não entenda o que o outro está dizendo.

Assim o SENHOR os dispersou dali pela superfície da terra; e pararam de edificar a cidade. Por isso a cidade foi chamada de Babel, porque ali o SENHOR confundiu a língua de toda a terra e dali o SENHOR os dispersou por toda a superfície dela. — Gênesis 11:1-9.

Se Deus não permitiu a Torre de Babel, iria permitira suposta exploração ou conquista do Espaço?

No entanto, Michelson Borges não percebe a incoerência de apoiar a Nasa em suas mentiras, nem enxerga a ligação entre a cosmovisão evolucionista e as pretensões satânicas de subir aos Céus:

E para comprovar o que dizemos, fique com esta foto de Michelson Borges com o boné da Nasa, junto a um dos foguetes enviados rumo ao lugar da habitação de Deus:

CONTINUAREMOS

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

As Águas do DILÚVIO

Relacionado

O poder da esperança adventista na boca de outros mensageiros

 Enquanto a IASD prega psicologia barata como fonte de falsa esperança, pregadores de outras …

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.