Iníco / Ellen White / Ellen G. White e a Teoria da Terra Plana — 1

Ellen G. White e a Teoria da Terra Plana — 1

Considerada como profetisa e mensageira do Senhor para a Igreja Adventista do Sétimo Dia, a escritora Ellen G. White (1827-1915) em pelo menos três diferentes ocasiões teve contato com a chamada “teoria da Terra plana” e não viu nela qualquer ligação com aquilo que considerava ser a mensagem de Deus para seu tempo, ou Verdade Presente de então. Nesta série de três artigos, queremos voltar a refletir sobre suas declarações a respeito, entendendo-as melhor dentro de seu contexto imediato e procurando nelas princípios que ainda hoje sejam válidos ao redescobrirmos como adventistas a doutrina bíblica da Terra plana.

Citação da compilação para Obreiros Evangélicos, pág. 314:

Nesta prineira menção de Ellen G. White à Teoria da Terra Plana, que já citamos em publicação anterior, o relato é incluído em um capítulo do livro-compilação Obreiros Evangélicos, que reúne orientações sobre a temática da pregação adventista. À primeira vista, a cosmologia da Terra plana sobre o abismo, coberta por uma abóbada (ou domo) onde estão os luminares e estrelas, que nos separa dos Céus (habitação de Deus), parece ser descrita como mera suposição ou especulação, sem importância eterna e sem relação com nossa obra de restauradores das doutrinas bíblicas:

…Os que tiverem qualquer pergunta quanto ao que devem ensinar, quanto aos pontos em que devem insistir, volvam-se aos discursos do grande Mestre, e sigam-Lhe a direção do pensamento. Os assuntos que Jesus considerava como essenciais, são aqueles que devemos salientar hoje em dia. Devemos incitar nossos ouvintes a considerar detidamente os assuntos de importância eterna.

Quando uma vez certo irmão se chegou a mim com a mensagem de que o mundo era chato [plano], fui instruída a apresentar a comissão que Cristo deu aos discípulos: “Ide, ensinai todas as nações, … e eis que Eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos.” Mateus 28:19, 20. Quanto a assuntos assim como a teoria de o mundo ser chato [plano], Deus diz a toda alma: “Que te importa a ti? segue-Me Tu. Tenho-vos dado vossa comissão. Insisti sobre as grandes verdades probantes para este tempo, não sobre assuntos que não têm relação com nossa obra.”

Os obreiros de Deus não devem gastar tempo especulando quanto às condições que hão de reinar na Nova Terra. É presunção ocupar-se com suposições e teorias relativamente a assuntos que o Senhor não revelou.

Talvez seja desnecessário lembrar que o livro Obreiros Evangélicos é uma das muitas compilações póstumas de parágrafos e frases de Ellen G. White, retirados de artigos, sermões, cartas, diários e outras anotações atribuídas a ela por seus editores. Mas apenas isso justificaria imediata suspeição sobre sua origem divina e autoridade como suposto texto inspirado, uma vez que se trata de uma colcha de retalhos produzida por terceiros após sua morte.

Instrução inspirada

Consideremos, porém, como inspirada a instrução: “É presunção ocupar-se com suposições e teorias relativamente a assuntos que o Senhor não revelou.” Pode a doutrina bíblica da Terra plana ser vista como mera suposição ou teoria sobre a qual não houve revelação divina? De maneira nenhuma, do Gênesis ao Apocalipse a cosmologia bíblica é única, apesar das dezenas de autores usados por Deus na produção das Escrituras Sagradas. Do princípio ao fim da Bíblia, céus, terra e abismo são os três níveis da estrutura do Cosmo, criado por Deus, onde ocorre o grande conflito entre Cristo e Satanás.

É preciso, contudo, fundamentar a exposição do tema em sólida base bíblica, demonstrando sua conexão com a mensagem divina para este tempo. Caso contrário, aquilo que é evidente doutrina bíblica, essencial para esta hora de extrema incredulidade e ceticismo crítico-científico, passa a ser visto como simples teoria, sem qualquer implicação ética para a vida espiritual.

Esse pode ter sido o erro desse primeiro irmão que procurou EGW para falar sobre a Teoria da Terra Plana. Não houve provavelmente uma demonstração de que a Terra é plana, porque assim diz o Senhor em Sua Palavra. E não apenas isso, talvez tenha faltado acrescentar que a Terra é plana e logo acima dela, sobre o firmamento, está o trono de Deus em Seu santuário; de onde logo Cristo virá para nos buscar. Abaixo, está o abismo, morada dos demônios.

Portanto, temos um Céu a ganhar e um inferno a evitar! Pensemos nas coisas do alto, acumulemos tesouros no Céu… Temamos a Deus e confiemos nEle, que está bem próximo de nós e não a milhões de anos-luz de distância em um não-sei-onde galáctico, perdido em algum lugar do Universo, entre bilhões de estrelas e planetas criados supostamente “no princípio” por um big bang divino…

Somente nesse caso, pela falta de desenvolvimento e aplicação pessoal da doutrina bíblica da Terra plana, faz sentido a repreensão descrita por Ellen G. White: “Quando uma vez certo irmão se chegou a mim com a mensagem de que o mundo era chato [plano], fui instruída a apresentar a comissão que Cristo deu aos discípulos: ‘Ide, ensinai todas as nações, … e eis que Eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos.’” Mateus 28:19, 20. Quanto a assuntos assim como a teoria de o mundo ser chato [plano], Deus diz a toda alma: ‘Que te importa a ti? segue-Me Tu. Tenho-vos dado vossa comissão. Insisti sobre as grandes verdades probantes para este tempo, não sobre assuntos que não têm relação com nossa obra.’”

Devemos estudar a doutrina da Terra plana em conexão com a certeza de que a volta do Filho de Deus que subiu aos Céus, está muito próxima. “Foi Jesus elevado às alturas, à vista deles, e uma nuvem o encobriu dos seus olhos. E, estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto Jesus subia, eis que dois varões vestidos de branco se puseram ao lado deles e lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentre vós ;foi assunto ao céu virá do modo como o vistes subir.” Atos 1:9-11.

Não há tempo para nos iludir com as falsas promessas de viagens espaciais para a colonização de outros planetas por terráqueos pecadores. “Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor.” I Tessalonicenses 4:16-17.

Nossa salvação não virá em naves extraterrestres, tripuladas por alienígenas que nos abduzirão e raptarão para algum logínquo exoplaneta, ainda que a Revista Adventista festeje a suposta “descoberta” destes. Deus colocou um limite às pretensões humanas e satânicas, ao qual chamamos firmamento, bloqueio intransponível às pretensões malignas de subir aos Céus, além das mais altas estrelas, para estabelecer seu trono e tentar ser semelhante ao Altíssimo. Ver Isaías 14:12-14.

Assuntos essenciais

Ellen G. White sugeriu: “…Volvam-se aos discursos do grande Mestre, e sigam-Lhe a direção do pensamento. Os assuntos que Jesus considerava como essenciais, são aqueles que devemos salientar hoje em dia.”

Quando Jesus foi batizado por João Batista, os céus se abriram, o Espírito de Deus desceu sobre ele como uma pomba e ouviu-se uma voz dos céus, que dizia: “Esse é o meu Filho amado em quem me comprazo.” Logo depois, ele foi levado ao deserto para ser tentado pelo Diabo, que o levou a um monte muito alto e lhe mostrou a glória de todos os reinos do mundo, dizendo: “Tudo isto te darei, se prostrado me adorares…” Percebe você a clara cosmologia dos Evangelhos? A morada de Deus está logo acima de nós! E a Terra é plana…

Ou, como disse Jesus, os céus são o trono de Deus e a Terra o estrado de Seus pés. Mateus 5:34-35. É Deus quem faz o Seu sol nascer e vir chuvas. Mateus 5:45. É por isso que devemos orar ao Pai nosso, que está nos céus, pedindo que a Sua vontade seja feita aqui na Terra como no Céu. Mateus 6:9-10. Nossos tesouros não devem ser acumulados na Terra, mas no Céu. Mateus 6:19-20. O Pai celeste nos oferece o reino dos Céus, no Evangelho de Seu Filho! E os demônios lhe pediram que não os mandasse para o abismo… Lucas 8:31.

Percebe você a clara cosmologia bíblica, desde o Gênesis até o Apocalipse, passando pelos Evangelhos? “Logo em seguida à tribulação daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados. Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória. E ele enviará os anjos, com grande clangor de trombeta, os quais reunirão os seus escolhidos, dos quatro ventos, de uma a outra extremidade dos céus.” Mateus 24:29-31.

Sol e lua deixarão de brilhar porque serão desligados pelo Criador, as estrelas cairão do firmamento e tudo ficará escuro na terra plana da cosmologia bíblica. E então todos nós, de todos os pontos da Terra, veremos simultaneamente o retorno do Filho de Deus sobre as nuvens, com Seus anjos.

“Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá.” Apocalipse 1:7.

“Vi quando o Cordeiro abriu o sexto selo, e sobreveio grande terremoto. O sol se tornou negro como saco de crina, a lua toda, como sangue, as estrelas do céu caíram sobre a terra, como a figueira, quando abalada por vento forte, deixa cair os seus figos verdes, e o céu recolheu-se como um pergaminho quando se enrola. Então, todos os montes e ilhas foram movidos do seu lugar… Depois disto, vi quatro anjos em pé nos quatro cantos da terra, conservando seguros os quatro ventos da terra…” Apocalipse 6:12-7:1.

Sol e Lua apagados, luminares em desuso. Estrelas que caem sobre a terra, bem menores do que imaginam os cientistas. Firmamento que se enrola como pergaminho. Montes e ilhas movidos de lugar. Anjos nos quatro cantos da Terra… Essa é a cosmologia bíblica também no Apocalipse!

“Então vi descer do céu um anjo; tinha na mão a chave do abismo e uma grande corrente. Ele segurou o dragão, a antiga serpente, que é o diabo, Satanás, e o prendeu por mil anos; lançou-o no abismo, fechou-o e pôs selo sobre ele, para que não mais enganasse as nações até se completarem os mil anos… …Quando porém se completarem os mil anos Satanás será solto de sua prisão e sairá a seduzir as nações que há nos quatro cantos da terra…” Apocalipse 20:1-7. O Diabo passará mil anos preso no abismo, embaixo da Terra plana. É o que ensina literalmente a revelação bíblica!

Nova cosmologia

Por fim, o desenho da Terra que hoje habitamos será alterado. A morada e o trono de Deus não estarão mais sobre o firmamento e já não haverá mais mar, nem sol nem lua…

Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, ataviada como noiva adornada para o seu esposo. Então, ouvi grande voz vinda do trono, dizendo: Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles.

E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram.

E aquele que está assentado no trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras.

… Nela, não vi santuário, porque o seu santuário é o Senhor, o Deus Todo-Poderoso, e o Cordeiro. A cidade não precisa nem do sol, nem da lua, para lhe darem claridade, pois a glória de Deus a iluminou, e o Cordeiro é a sua lâmpada. As nações andarão mediante a sua luz, e os reis da terra lhe trazem a sua glória. As suas portas nunca jamais se fecharão de dia, porque, nela, não haverá noite. E lhe trarão a glória e a honra das nações.

…Nela, estará o trono de Deus e do Cordeiro. Os seus servos o servirão, contemplarão a sua face, e na sua fronte está o nome dele. Então, já não haverá noite, nem precisam eles de luz de candeia, nem da luz do sol, porque o Senhor Deus brilhará sobre eles, e reinarão pelos séculos dos séculos. — Apocalipse 21:1-22:5.

Fonte: www.adventistas.com

Compartilhar isso:

Sobre Max Rangel

Servo do Eterno, Casado com Arlete Vieira, Pai de 2 filhas, Analista de Sistemas, Fundador e Colunista do site www.religiaopura.com.br.

Além disso, veja também:

Ir. Flavio confirma Terra Plana com as escrituras e desafia editores da revista Trombeta Unitarista a debate!

A revista Trombeta Unitarista dos Adventistas Unitarianos na sua 8ª edição traz vários artigos contestando …

Pintura do Século XIII mostra Cristo criando os limites da Terra plana

Embora Michelson Borges, seus colaboradores do blog Criacionismo e pares da Sociedade Criacionista Brasileira insistam …

Deixe uma resposta